A Psicologia Junguiana e a Psicofilosofia Huna

HUNA RESEARCH ASSOCIATES (HRAs), 126 Camellia Drive, Cape Girardeau, Missouri 63701 USA

Boletim Abril – Junho de 1979

Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/hv-newsletter-30-spring-1979/

Autor Igor I. Sikorsky, Jr. – Jurista

(Igor Sikorsky é um Jurista em Hartford, Connecticut. Congratulamo-nos com a sua contribuição para o boletim Huna Vistas. Huna é frequentemente e corretamente descrito como “Psicofilosofia Huna”. É uma filosofia, um sistema de psicologia, um modo de vida. Igor escreve que “há muitas sabedorias diferentes que afirmam as verdades básicas da Huna. Carl Jung foi um deles.” Nós devemos ouvir mais deste escritor em boletins futuros. EOW1.)

[1 Dr. E. Otha Wingo, Editor de Pesquisa]

“É bem sabido que o grande psicólogo Carl Jung foi um ávido estudante de todas as experiências místicas e espirituais ao longo da história. Na verdade, foi isso que o levou a muitas de suas descobertas (no último período de sua vida) de uma mensagem espiritual subconsciente-coletiva.

De especial significado para o ensinamento Huna foi a mensagem que ele ensinou de um ‘velho sábio’ servindo como guardião ou guia para ele na jornada de sua vida. Carl Jung chamou o seu velho sábio de Philemon e ele esteve envolvido ao longo de sua vida com muitas longas conversas com ele.

Ele disse coisas que eu não tinha pensado conscientemente. Pois observei claramente que era ele quem falava, não eu… Psicologicamente, Filemon representava uma percepção superior. Às vezes ele me parecia bastante real, como se fosse uma personalidade viva. Para mim, ele era o que os indianos chamam de guru… Filemon e outras figuras de minhas fantasias me trouxeram a percepção crucial de que há coisas na psique que não produzo, mas que se produzem e têm vida própria. Filemon representava uma força que não era eu.

Para Carl Jung, Philemon era um professor que o conduzia pelo caminho do crescimento espiritual, que ele via como o fim último. Ele escreveu em uma carta o seguinte:

Você tem toda a razão, o principal interesse do meu trabalho não está relacionado com o tratamento das neuroses, mas sim com a abordagem do numinoso2. Mas o fato é que a abordagem do numinoso é a verdadeira terapia e, à medida que você alcança as experiências numinosas, você fica livre da maldição da patologia. Até a própria doença assume um caráter numinoso. Carta, 8 de agosto de 1945

[ 2 Numinoso é um conceito derivado do latim numen significando “emoção espiritual ou religiosa despertadora; misteriosa ou inspiradora”.[1] O termo foi popularizado pelo teólogo alemão Rudolf Otto em seu influente livro alemão de 1917, Das Heilige (em português, O Sagrado), que apareceu em inglês como The Idea of the Holy, em 1923.]

Para Jung, a palavra ‘numinoso’ tinha um caráter sagrado ou espiritual e estava claro que ele estava muito mais interessado em direcionar os indivíduos para o crescimento espiritual por um caminho mais elevado do que simplesmente no tratamento de neuroses.

A vida era uma jornada espiritual e o crescimento em última instância estava em encontrar a perspectiva e o relacionamento espiritual de cada um. Como ele escreveu em sua biografia:

Entre todos os meus pacientes na segunda metade da vida — isto é, mais de trinta e cinco — não houve um cujo problema, em última instância, não fosse o de encontrar uma perspectiva religiosa da vida. Nenhum deles foi realmente curado se não recuperou a sua visão religiosa. É claro que isso não tem nada a ver com um credo em particular ou com a membresia de uma igreja.

E essa jornada para encontrar a fé frequentemente nos leva pelo centro do mundo e a sua própria realidade. Como Jung escreveu:

Portanto, quem quiser conhecer a psique humana seria melhor se despedir de seu estudo e vagar com coração humano pelo mundo. Lá, nos horrores das prisões, manicômios e hospitais, nos monótonos pubs suburbanos, nos bordéis e casas de jogo, nos salões dos elegantes, nas Bolsas de Valores, nas reuniões socialistas, nas igrejas, nas reuniões revivalistas e nas seitas extáticas, através do amor e ódio, através da experiência da paixão em todas as formas de seu próprio corpo, ele colheria mais ricos estoques de conhecimento do que livros didáticos de um pé de espessura poderiam lhe dar e ele saberá como tratar os doentes com o conhecimento real da alma humana.

Essa é a direção espiritual de se apegar primeiro ao seu eu interior e depois se voltar e fazer amizade com o seu eu superior, com quem ele buscou e obteve direção e orientação que eram parte integrante de sua partilha com o mundo.

Jung merece o rótulo ‘Kahuna’ por sua sabedoria e cura e por reconhecer o seu Eu Trino como a essência de sua espiritualidade.

NOTA DO EDITOR. Uma das coisas mais difíceis e complicadas de tentar é correlacionar dois ou mais sistemas de pensamento. A Psicologia Junguiana e outras têm muitas coisas em comum com a Psicofilosofia Huna. Muitos parecem ter correlações ‘óbvias’, como o superego, o ego e o id de Freud, ou o Pai/Adulto/Filho da Análise Transacional [AT]. Quando nós usamos esses termos para os três eus como supraconsciente, consciente e subconsciente, nós estamos usando termos psicológicos no sentido ‘popular’ ou geral, não no significado específico pretendido por uma escola particular de psicologia. Muitas vezes, quanto mais nós aprendemos sobre AT ou Psicologia Freudiana, menos nós podemos usar esses termos de forma intercambiável. É claro que o ‘velho sábio’ de Jung, mencionado acima, é o Eu Superior da Psicofilosofia Huna.

Nas últimas edições de Huna Vistas, eu [o autor] incluí uma citação enviada por um de nossos HRAs [tradução livre: Associados de Pesquisa Huna] dos livros de Spalding. A passagem deu a visão de um homem do ‘subconsciente’ e isso se correlacionaria com o Eu Inferior da Huna. Eu fui lembrado quase instantaneamente, por um HRA de longa data, que a descrição de Spalding não é de forma alguma a MESMA que o Eu Inferior de Huna. E o uso da citação não pretendia sugerir isso. No entanto, o nosso bom membro da HRA, que tem sido uma fonte constante de bons conselhos e informações ao longo dos anos, tendo testado pessoalmente todos os conceitos Huna, lembrou-me com força do fato de que os leitores não fazem automaticamente os ajustes adequados e comparações. E é claro que Max nunca deixou de apontar imediatamente aqueles pontos em qualquer sistema que não concordassem com o sistema Huna.

O meu informante, que prefere não ser identificado, afirma: ‘Max não hesitou em se envolver com as opiniões de Madame Blavatsky, da medicina e da doutrina da igreja, ortodoxa ou heterodoxa, e não duvido de sua posição sobre este artigo de Spalding.’ Ele ressaltou que o subconsciente não é ‘um gânglio de células verdadeiras localizadas logo abaixo do centro do coração,’ como afirma a citação de Spalding. Claro, deve ser claramente afirmado que o subconsciente (o Eu Inferior da Huna) não é um ‘gânglio de células verdadeiras’ nem está ‘localizado no plexo solar,’ como a frase foi expressa na página 5 (3ª linha de baixo) . Frequentemente nós conectamos o Eu Inferior com o plexo solar, mas a Unihipili (Eu Inferior) é uma das Trindades de Eus no homem e tem seu próprio corpo aka. Obrigado, RRH, por seus comentários.

Falando em fazer correlações, houve tentativas de correlacionar muitas concepções da trindade do homem. Henry Belk fez correlações sugeridas entre cem sistemas diferentes em um livreto, intitulado ‘A Cosmic Road Map and Guide Analysis’ [Uma Análise do Roteiro Cósmico e Guia]. O que nós podemos ver em tudo isso é que o conceito da Huna de Três Eus é apoiado em centenas (talvez todos) dos sistemas mundiais de filosofia, psicologia e religião – EOW”

Imagem little-plant-RMXIn292QSs-unsplash-scaled.jpg – 3 de agosto de 2022

Referências bibliográficas da OREM1

André Biernath – repórter na Revista Saúde – Grupo Abril  – artigo sobre o filme “Divertida Mente”, que aborda inteligentemente a questão das memórias armazenadas;

Bert Hellinger e Gabriele Tem Hövel – livro “Constelações Familiares – O Reconhecimento das Ordens do Amor”;

Bruce Lipton – livro “A Biologia da Crença “;

Carol Gates e Tina Shearon – livro “As You Wish” (tradução livre: “Como você desejar”);

Ceres Elisa da Fonseca Rosas – livro “O caminho ao Eu Superior segundo os Kahunas” – Editora FEEU;

Charles Seife – livro “Zero: A Biografia de Uma Ideia Perigosa” (versão em inglês “Zero: The Biography of a Dangerous Idea”;

Curso “Autoconhecimento na Prática online – Fundação Estudar” https://www.napratica.org.br/edicoes/autoconhecimento;

Dan Custer – livro “El Milagroso Poder Del Pensamiento” (tradução livre: “O Miraculoso [Incrível] Poder Do Pensamento”);

David V. Bush – livro “How to Put The Subconscious Mind to Work” (tradução livre: “Como Colocar a Mente Subconsciente para Trabalhar”);

Dr. Alan Strong – artigo denominado “The Conscious Mind — Just the Tip of the Iceberg” (tradução livre: “A Mente Consciente – Apenas a Ponta do Iceberg”), no site www.astrongchoice.com;

Dr. Amit Goswami – livro “O Universo Autoconsciente – como a consciência cria o mundo material”;

Dr. Benjamin P. Hardy, psicólogo organizacional, autor do livro “Willpower Doesn’t Work” (Tradução livre: “Força de Vontade Não Funciona”), em artigo no site https://medium.com/the-mission/how-to-get-past-your-emotions-blocks-and-fears-so-you-can-live-the-life-you-want-aac362e1fc85Sr;

Dr. Bruce H. Lipton – livro “A Biologia da Crença”;

Dr. Deepak Chopra – livro “Criando Prosperidade”;

Dr. Gregg Braden – livro “A Matriz Divina”;

Dr. Helder Kamei – site http://www.flowpsicologiapositiva.com/ – Instituto Flow;

Dr. Joe Dispenza – livro “Breaking the Habit of Being Yourself – How to Lose Your Mind and Create a New One” (tradução livre: “Quebrando o Hábito de Ser Você Mesmo – Como Liberar Sua Mente e Criar um Novo Eu”);

Dr. Kenneth Wapnick – transcrição de sua palestra denominada “Introdução Básica a Um Curso em Milagres”;

Dr. Maxwell Maltz – livro “The New Psycho-Cybernetics” (tradução livre: “A Nova Psico-Cibernética”);

Dr. Nelson Spritzer – livro “Pensamento & Mudança – Desmistificando a Programação Neurolinguística (PNL)”;

Dr. Richard Maurice Bucke – livro ‘Consciência Cósmica’;

Dr. Serge King – livro “Cura Kahuna” (Kahuna Healing);

Francisco Cândido Xavier – livro “No Mundo Maior” (ditado pelo espírito Dr. André Luiz);

Francisco do Espírito Santo Neto – livro “Os Prazeres da Alma” (ditado pelo espírito Hammed);

Gerald Zaltman – Professor da Harvard Business School – livro “How Customers Think” (tradução livre: “Como Pensam os Consumidores”);

Henry Thomas Hamblin – livro “Within You Is The Power” (tradução livre: “Dentro de VOCÊ Está O Poder”);

Hermínio C. Miranda – livro “O Evangelho de Tomé”;

Igor I. Sikorsky, Jr. – Jurista – Artigo Jung & Huna – Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/hv-newsletter-30-spring-1979/

James Redfield – livro “A Profecia Celestina”;

Jens Weskott – artigo “Bem-vindo Subconsciente – Graças ao Ho’oponopono”, site da Associação de Estudos Huna disponível no link https://www.huna.org.br/wp/?s=jens;

Joe Vitale – livro “Limite Zero”;

Joel S. Goldsmith – livro “O Despertar da Consciência Mística”;

John Assaraf – artigo ratificando que somos todos seres perfeitos de Luz está disponível no site http://in5d.com/the-world-of-quantum-physics-everything-is-energy/;

John Curtis – Webinario sobre Ho’oponopono – site Sanación y Salud http://www.sanacionysalud.com/

Joseph Murphy – livro “The Power of Your Subconscious Mind” (tradução livre: “O Poder de Sua Mente Subconsciente”);

Kenneth E. Robinson – livro “Thinking Outside the Box” (tradução livre: “Pensar Fora da Caixa”);

Krishnamurti – artigo “Early Krishnamurti” (“Inicial Krishnamurti”) – Londres, 7-3-1931.  Site: https://www.reddit.com/r/Krishnamurti/comments/qe99e1/early_krishnamurti_7_march_1931_london/

Krishnamurti  – livro “O Sentido da Liberdade”, publicado no Brasil em 2007, no capítulo “Perguntas e Respostas”, o tema “Sobre a Crise Atual”; experienciamos, para a nossa reflexão e meditação à luz do sistema de pensamento do Ho’oponopono.

Kristin Zambucka, artista, produtora e autora do livro “Princess Kaiulani of Hawaii: The Monarchy’s Last Hope” (tradução livre: “Princesa Kaiulani do Havaí: A Última Esperança da Monarquia”);

Leonard Mlodinow – livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas vidas” – do ano de 2012;

Livro “Um Curso em Milagres” – 2ª edição – copyright 1994 da edição em língua portuguesa;

Louise L. Hay – livro “You Can Heal Your Life – (tradução livre: “Você Pode Curar Sua Vida”);

Malcolm Gradwell – livro “Blink: The Power of Thinking without Thinking” (Tradução livre: “Num piscar de olhos: O Poder de Pensar Sem Pensar”);

Marianne Szegedy-Maszak – edição especial sobre Neurociência publicada na multiplataforma “US News & World Report”, destacando o ensaio “Como Sua Mente Subconsciente Realmente Molda Suas Decisões”;

Max Freedom Long – livro “Milagres da Ciência Secreta”;

Max Freedom Long – Artigo “Teaching HUNA to the Children – How Everything was made” [Ensinando HUNA para as Crianças – Como Tudo foi feito], site https://www.maxfreedomlong.com/articles/max-freedom-long/teaching-huna-to-the-children/;

Napoleon Hill – livro “The Law of Success in Sixteen Lessons” (tradução livre: “A Lei do Sucesso em Dezesseis Lições”);

Osho – livro “The Golden Future” (tradução livre: “O Futuro Dourado”);

Osho – livro “From Unconsciousness to Consciousness” (tradução livre “Do Inconsciente ao Consciente”);

Osho – livro “Desvendando mistérios”;

Paul Cresswell – livro “Learn to Use Your Subconscious Mind” (tradução livre: “Aprenda a Usar a Sua Mente Subconsciente”);

Paulo Freire, educador, pedagogo, filósofo brasileiro – livro “A Psicologia da Pergunta”;

Platão – livro “O Mito da Caverna”;

Richard Wilhelm – livro “I Ching”;

Roberto Assagioli, Psicossíntese. Site http://psicossintese.org.br/index.php/o-que-e-psicossintese/

Sanaya Roman – livro “Spiritual Growth: Being Your Higher Self (versão em português: “Crescimento Espiritual: o Despertar do Seu Eu Superior”);

Sílvia Lisboa e Bruno Garattoni – artigo da Revista Superintessante, publicado em 21.05.13, sobre o lado oculto da mente e a neurociência moderna.

Site da Associação de Estudos Huna https://www.huna.org.br/ – artigos diversos.

Site www.globalmentoringgroup.com – artigos sobre PNL;

Site Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/Ho%CA%BBoponopono, a enciclopédia livre;

Thomas Troward – livro “The Creative Process in the Individual” (tradução livre: “O Processo Criativo no Indivíduo”);

Thomas Troward – livro “Bible Mystery and Bible Meaning” (tradução livre: “Mistério da Bíblia e Significado da Bíblia”);

Tor Norretranders – livro “A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência” (versão em inglês “The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size”);

Wallace D. Wattles – livro “A Ciência para Ficar Rico”;

William Walker Atkinson – livro: “Thought Vibration – The Law of Attraction in the Thought World” (tradução livre: “Vibração do Pensamento – A Lei da Atração no Mundo do Pensamento”) – Edição Eletrônica publicada em 2015;

Zanon Melo – livro “Huna – A Cura Polinésia – Manual do Kahuna”;   

Muda…

A chuva de bênçãos derrama-se sobre mim, nesse exato momento.
A Prece atinge o seu foco e levanta voo.

Eu sinto muito.
Por favor, perdoa-me.
Eu te amo.
Eu sou grato(a).

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x