Estamos transcrevendo trechos do artigo: “PSYCHOMETRIC ANALYSIS” [tradução livre: “ANÁLISE PSICOMÉTRICA”], de autoria do Kahuna Lani, editado no outono de 1982, no Huna Work International #269, visando o nosso conhecimento e o nosso entendimento do sistema de pensamento da Psicofilosofia Huna.

O Artigo completo em inglês poderá ser acessado através do site: https://www.maxfreedomlong.com/articles/kahuna-lani/psychometric-analysis/

Tradução livre Projeto OREM®

“A Análise Psicométrica, um ponto alto no desenvolvimento da Huna, nasceu de origens humildes na França da década de 1890. Ela foi criada por um homem chamado Bovis como um desenvolvimento no campo da radiestesia. Ele foi uma das pessoas que criou o French Bureau of Standards.

Anteriormente ao momento da sua criação, o queijo e o vinho tinham de ser abertos e extraída uma amostra, a fim de determinar o estado de maturação. Qualquer teste desse tipo, no entanto, corre o risco de arruinar os próprios materiais testados pela introdução acidental de leveduras transportadas pelo ar.

M. Bovis começou a usar um pêndulo para realizar vários testes qualitativos. Por um processo de tentativa e erro, ele finalmente chegou a uma plataforma especial, composta de materiais especiais, que lhe deu o que precisava – confiabilidade.

Durante uma de suas viagens pelo mundo, o Dr. Oscar Brunler, um físico, veio a se interessar pelo trabalho de M. Bovis e foi treinado por ele em seu uso, recebendo um de seus instrumentos.

Dr. Brunler fez várias descobertas importantes com o instrumento e projetou outro instrumento para incorporar as descobertas dele, que ele chamou de Biômetro Bovis-Brunler.

O Dr. Brunler veio a conhecer a Huna enquanto ele estava viajando pela Inglaterra. Quando ele se mudou definitivamente para o sul da Califórnia, ele abordou Max Freedom Long com as descobertas dele. Ao examinar a Huna, o Dr. Brunler soube que ele finalmente havia encontrado um lar. De fato, as descobertas de sua intensa pesquisa apoiaram completamente as doutrinas Huna da existência de três Eus no homem.

Com o passar do tempo, Max também fez algumas descobertas sobre o que havia sido chamado de Análise Psicométrica. Ele descobriu que o complexo instrumento poderia ser eliminado, desde que o Analista fosse devidamente treinado.

Em 1968, eu tinha a partir de Max um conjunto bastante completo dos boletins HRA e Huna Vistas e estava tendo um dia de descobertas emocionantes de campo sobre a largura e profundidade da Huna. A primeira coisa em que eu queria ser treinado era em Análise Psicométrica.

Se eu tivesse reconhecido que eu teria apenas dois anos e meio do conselho dele antes de sua morte, eu teria me esforçado mais. No entanto, se eu pudesse fazer com que ele me transmitisse apenas um elemento da Tradição Huna, eu não poderia ter feito escolha melhor do que a Análise Psicométrica. No final, ele me deu três treinamentos. A Análise Psicométrica é a espinha dorsal do meu trabalho de cura [healing] e da maior parte do meu outro trabalho Huna.

O DESENVOLVIMENTO TÉCNICO DA ANÁLISE PSICOMÉTRICA

O uso do pêndulo requer o treinamento da Unihipili, para capacitá-la a fazer comunicação direta com a sua Uhane. Isso envolve um conjunto de movimentos codificados chamados convenções. Nós temos visto que, em seu nascimento, a Análise Psicométrica era um uso normal do pêndulo, exceto que ela tinha que ser mais confiável do que o uso normal do pêndulo, já que ela era um elemento do Governo da França.

Mas a Análise Psicométrica é uma coisa à parte, metade dela própria, metade do operador. Como se enterrada no cérebro ou na mente, ou num pensamento do próprio Po`e Aumakua da Huna, a Análise Psicométrica tem o seu verdadeiro fundamento.

O Dr. Brunler usou o Biômetro Bovis-Brunler para auxiliar no diagnóstico médico. Como muitos HRAs, entretanto poucos outros nas ciências limítrofes, o Dr. Brunler manteve históricos de casos precisos e detalhados.

M. Bovis e o Dr. Brunler tinham estabelecido por meio de experimentação que uma leitura de cada órgão interno poderia ser obtida tocando diferentes partes das mãos de uma pessoa e fazendo uma leitura bastante automática no Biômetro. Dessa forma, obteve-se um diagnóstico médico da saúde da pessoa em cada um de seus órgãos. A convenção para a qual ele tinha treinado a Unihipili dele era uma escala simples de 0 a 100. Como era para indicar o estado de saúde dos órgãos do corpo, quanto maior o estado de saúde, maior a leitura na escala. Dessa forma, ele fez 10.000 leituras de pessoas durante as décadas de 1930 e 1940.

Por outro lado havia o polegar direito. Foi aqui que as qualidades únicas e o caráter da Análise Psicométrica se afirmaram na rebelião adolescente. Pois no polegar direito a leitura saiu da escala! Lembre-se que ele havia treinado a sua Unihipili para nunca passar de 100. Que ela era incapaz de descobrir qual órgão estava sendo lido.

Ele foi obrigado a inventar uma escala de 0 a 1.000, a fim de abranger as leituras do polegar direito. E ele registrou essa leitura misteriosa em seus históricos de casos, sem saber o que era.

Então, um dia ele estava fazendo uma leitura de uma jovem que era mentalmente deficiente. Quando chegou à leitura do polegar direito, ele deve ter ficado mudo. Foi a leitura mais baixa no polegar direito que ele já havia obtido. Será que, contra todas as convenções e treinamento, ele estava lendo a inteligência da garota?

Ele voltou para as histórias de casos dele. Lá ele encontrou a resposta. Quanto mais inteligente a pessoa, maior a leitura do polegar direito. E ele nunca tinha visto isso antes.

Então ele organizou as 10.000 leituras dele por níveis de graduação e um grande padrão surgiu diante de seus olhos. Ele nunca havia notado esse padrão antes. Ele estava tão preocupado com as árvores individuais que nunca tinha percebido que, pouco a pouco, estava traçando uma floresta.

Tomado como um todo, ele viu que certas características e habilidades eram comuns a cada nível. Que você podia vê-las se desenvolver à medida que as leituras aumentavam, depois diminuíam e eram substituídas por outros talentos e habilidades naturais.

Ao longo das 10.000 leituras, tomadas em conjunto, ele viu a evolução da alma humana ao longo de suas encarnações. Ele chamou isso de medida da evolução da alma e nomeou isso de Nível de Grau Biométrico.

Uma vez que uma pessoa é colocada nessa escala, o seu nível inato de inteligência é revelado, bem como quais habilidades ela pode ter (se ela está ciente delas ou não), quais habilidades manuais ela possui, em quais ocupações uma pessoa desse nível tem tido mais sucesso e quais fraquezas ou armadilhas tem o nível dela.

Foi nesse ponto, ou logo depois, que ele encontrou a Huna pela primeira vez.

As características dos diferentes níveis de Graus Biométricos foram possibilitadas pelas extensas anotações que ele tinha mantido em seus históricos de casos.

A terceira parte do que se tornaria uma Análise Psicométrica Padrão foi estabelecida. Dr. Brunler começou a se concentrar em fazer as Leituras de Grau Biométrico. Entretanto, havia um problema das pequenas linhas e círculos que o pêndulo estava fazendo antes que ele pudesse obter a Leitura de Grau Biométrico. Mais uma vez, por meio de estudos de histórico de caso, ele tinha uma vaga ideia de quais informações a sua Unihipili estava tentando transmitir, no entanto nenhum entendimento real do que estava sendo medido.

Quando o Dr. Brunler morreu em 1950, o problema foi deixado para Max Freedom Long resolver. Ele chegou à surpreendente conclusão de que as linhas – todas as linhas – eram medidas da Unihipili. Não importa o que você tente fazer, não importa qual convenção você tente estabelecer, em primeiro lugar vêm as linhas da Uhane, em segundo lugar vêm os círculos da Unihipili, seguidos pelo Nível do Grau Biométrico. Todas essas coisas têm maiores complexidades do que eu tenho espaço por aqui.

Originalmente, Max tinha sido treinado no instrumento Biometro Bovis-Brunler, que tinha uma longa projeção para a Leitura de Grau Biométrico. O Dr. Brunler teorizou que, uma vez que uma amostra tenha sido colocada no final do Biômetro, ondas efetivas eram enviadas e que essas interferiam de alguma forma com o pêndulo em algum ponto da balança, fazendo-o oscilar. Embora isso possa ter explicado por que o próprio pêndulo poderia criar a Indicação do Grau Biométrico, isso mais tarde provou ser falso. Max teve a ideia de que o instrumento complexo não era realmente necessário e projetou um mostrador de relógio modificado que ele considerou ideal para as Leituras de Análise Psicométrica. Deixando uma longa fita para o Nível de Grau Biométrico, ele produziu exatamente as mesmas leituras que o Dr. Brunler fez com o instrumento dele. Hoje nós ficamos com o mesmo mistério, o que ou quem desenhou as convenções da Análise Psicométrica? Isso não foram as pessoas que projetaram o sistema.

Todos os elementos da Análise Psicométrica Padrão estavam agora em vigor. O trabalho experimental para estabelecer a sua confiabilidade tinha sido feito. Agora era hora de assimilá-la na direção da Huna e começar a usá-la como uma importante ferramenta de investigação.

A DOUTRINA DE ASSIMILAÇÃO HUNA

Max Freedom Long era conhecedor de Astrologia e menciona o seu uso de vez em quando. Por que a Astrologia não veio a ser parte da Huna, então?

A Huna tem um caráter específico. Logo no início, Max estabeleceu o tipo geral de conhecimento com o qual poderia eventualmente vir a ser parte da Huna, um conhecimento de todo um conjunto de entendimentos que eu tenho passado a pensar e chamar de Regras de Ordem da Huna.

A Huna dos velhos tempos tem sido esticada e distorcida além do reconhecimento onde quer que ela tenha deixado os seus traços. Isso consumiu as vidas do Dr. William Tufts Brigham e de Max para encaixar algumas das peças novamente. A ideia de que Max poderia deixar a Huna tão vulnerável novamente é absurda; ele sabia muito bem o que tinha acontecido antes. Eu não sei por que ele as deixou implícitas em vez de explícitas. Talvez ele, como a maioria de nós, estivesse cansado de doutrinas dogmáticas, que têm causado tanta infelicidade e até maldade no mundo ao nosso redor. Ele fala contra o dogma ao longo de seus escritos. No entanto, que a Huna tem doutrinas não pode ser negado, por qualquer definição sensata da palavra. Isso parece muito com perguntar por que uma pessoa está gritando com você e ela grita de volta eu não estou gritando. Agora vamos examinar por um momento a Doutrina da Assimilação Huna.

A melhor articulação dessa doutrina vem do livro do Sr. Charles Kenn, ‘Firewalking from the Inside’ [tradução livre: ‘Caminhada sobre o Fogo a partir de Dentro’], escrito em 1949, quando o Sr. Kenn estava se manifestando em suporte à Huna e o trabalho de Max Freedom Long e era um valioso HRA. Eu cito: ‘Uma vez que um conjunto de ideias tenha sido aceito, ele se ajusta perfeitamente a outras ideias que já fazem parte do esquema das coisas e logo assume o aspecto de ter feito parte dos sistemas por séculos atrás. Nesse processo de adoção das novas crenças e práticas, pequenas mudanças são feitas.’

Enquanto o Sr. Kenn estava descrevendo a assimilação da caminhada sobre o fogo na cultura Polinésia, é fácil ver a partir disso porque a Análise Psicométrica foi assimilada pela Huna e a Astrologia, que Max havia estudado, não foi. A Astrologia não pode ser civilizada e encaixada perfeitamente no esquema Huna das coisas. Isso não faz com que a Astrologia seja menos válida ou valiosa – apenas não para a Huna. A Huna tem pouco a dizer, por exemplo, sobre lavar a roupa. Isso não significa que não seja uma boa ideia lavar a roupa de vez em quando, pois o espírito move a pessoa.

Já que eu estou nesse ponto, eu devo ressaltar que no momento em que o mostrador do relógio é abandonado, a partir desse instante, você não está mais fazendo uma Análise Psicométrica. O que quer que você esteja fazendo, não é necessariamente confiável. É apenas um método diferente da Leitura de Análise Psicométrica.

Os padrões de Análise Psicométrica foram compelidos a nós. Nós tínhamos que descobrir o que eles queriam dizer. Eles não eram realmente convenções no sentido normal da palavra, ou seja, sinais previamente combinados. A sua confiabilidade repousa nesse fato, bem como nos 10.000 históricos de casos. Em pesquisa avançada de Análise Psicométrica, que durou mais de uma década depois que Max publicou o seu livro, Psychometric Analysis, descobriu-se que apenas uma pergunta específica poderia ser feita durante uma Leitura de Análise Psicométrica. Fazer qualquer outra pergunta e a confiabilidade era perdida. A Unihipili de uma pessoa conjeturava (chutava) a resposta.

O MEU TREINAMENTO DE ACORDO COM MAX FREEDOM LONG

Quando eu comecei a entender a importância dessa Arte Huna, eu pedi a Max que me a ensinasse. O básico eu tinha tirado a partir do seu livro. Em primeiro lugar, as convenções da Pendologia [estudo e técnica da arte de utilização de pêndulos] tiveram que ser aprendidas. Isso não é bom para a sua Unihipili sentir uma necessidade anti-horária e não ter ideia de como expressá-la no mundo real. Eu aprendi as convenções com facilidade (o que não é surpreendente em meu Nível de Graduação Biométrica, que é conhecido por seus usuários de pêndulo). Mas a melhor, mais fácil e rápida maneira de aprendê-las é ter uma pessoa experiente ensinando-as a você. As Unihipilis aprendem umas com as outras. Eu acredito que é por isso que uma linha ininterrupta de mestres é tão importante para muitas disciplinas e por que tantas coisas não podem ser aprendidas a partir dos livros.

A parte difícil é o Nível de Grau Biométrico. Aqui uma pessoa tem que ser calibrada como um sensitivo, instrumento eletrônico.

Você deve se lembrar que quando o Dr. Brunler começou a fazer leituras no polegar direito, ele saiu de uma escala de 0 a 100 e então ele criou uma nova escala de 0 a 1.000. A Análise Psicométrica é metade da escala, metade do operador. Qualquer um que estude o livro de Max provavelmente será capaz de fazer as leituras da Uhane e da Unihipili e ter a Leitura de Grau Biométrico que varia de 0 a 100. Todos os Níveis de Grau Biométrico estão relacionados à escala do Dr. Brunler de 0 a 1.000; e essa escala existia apenas na mente dele. Portanto, o Nível de Grau Biométrico, com alguém que só estuda o livro de Max, varia de uma leitura para outra. Um problema definido.

Max aprendeu a Análise Psicométrica com o Dr. Brunler e a Unihipili dele pegou a escala da Unihipili do Dr. Brunler. E foi assim que Max me ensinou: Depois que eu fiz as convenções, eu passei meses procurando todos os amigos e parentes que cooperassem e conseguissem as suas assinaturas à tinta. Eu até fui para colegas de serviço onde eu trabalhava. Eu fazia as Análises Psicométricas deles, depois as enviava uma ou duas de cada vez para Max, que também fazia as Leituras das Análises Psicométricas deles. Quando eu recuperava as Análises Psicométricas de Max, eu podia fazer as minhas Leituras Biométricas coincidirem com as de Max.

Depois de alguns meses, a minha Unihipili pegou o jeito da escala de Max e nós concordamos sobre o Nível de Graduação depois disso.

Eu também fiz uma pequena alteração nos Formulários de Análise Psicométrica que eu imprimi. Como não mudaram as minhas leituras, isso provou ser uma jogada adequada. O Dr. Brunler acreditava na ação física da escala Biométrica e seu instrumento. Max trocou o instrumento por um mostrador de relógio modificado, no entanto manteve a escala longa e pesada. Eu esbocei uma escala em forma de leque que listava as principais cúspides dos Níveis de Graus Biométricos. Mesmo com a fita, Max só poderia usá-la para uma indicação geral da leitura, depois contaria para si mesmo o grau exato. Eu uso a escala em forma de leque da mesma maneira. Ela fornece uma indicação geral, então eu conto para mim mesmo o grau exato. Depois de testar isso, eu joguei fora a fita pesada. E foi isso.

PSICOMETRIA VS. O CONCEITO HUNA DE CONFIABILIDADE

A confiabilidade é um dos pilares da Huna. Sem esse princípio, junto com a mania de experimentação, a Huna seria apenas uma forma engraçada de dizer Metafísica ou Ciência Psíquica. Eu penso que tudo começou com a caminhada sobre o fogo. Se há uma necessidade [nessa atividade], é a confiabilidade. Como a Huna consegue essa confiabilidade? Da mesma forma que se obtém conhaque do vinho, fervendo-o. As duas coisas no final não têm gosto algum uma da outra.

Desvantagens: A Psicometria é a capacidade de receber impressões de um objeto segurado na mão. Pode-se receber um amplo escopo de impressões do proprietário do objeto, no entanto eu nunca tenho visto um Psicometrista que pudesse buscar informações específicas com segurança. A Análise Psicométrica é o Brandy reduzido do vinho Psicométrico. Um Analista Psicométrico sempre obterá as informações que procura, mas ele nunca receberá nenhuma impressão em absoluto. As duas habilidades parecem ser mutuamente exclusivas. O Analista Psicométrico desiste da Psicometria, porque não é confiável e usa a Análise Psicométrica porque é confiável e produz informações de natureza prática. No meu próprio caso e eu suspeito que na maioria ou em todos os casos, eu tenho sido totalmente incapaz de desenvolver qualquer habilidade de Psicometria em absoluto. O aprendizado de qualquer um, eu acredito, destrói o outro.

A forma mais comum de redução que eu tenho observado em meu estudo da Huna é tipificada pela Análise Psicométrica e também o que pode ser chamado de Clairesthesia.

A minha teoria é essa: Quando nós nascemos, a nossa Unihipili é bastante inocente e se desenvolve por estágios. À medida que a pessoa cresce e o desenvolvimento continua, existe a possibilidade de impactos emocionais se entrelaçarem nas áreas de controle da matriz de formas-pensamento da Unihipili na forma de fixações e complexos.

O desenvolvimento de habilidades motoras simples é uma das primeiras coisas a se desenvolver, portanto, uma das áreas de menor aberração possível. Uma das últimas coisas a desenvolver é a interface Uhane/Unihipili chamada de campo da imaginação, uma ferramenta importante de comunicação entre os dois Eus – e o local onde as impressões da Psicometria são apresentadas. A Unihipili tem que traduzir as suas impressões sensoriais em imagens para poder usar a interface. Essas impressões têm a oportunidade de serem alteradas, como uma pi-ball sendo quicada de um pino para o outro. Ao realocar essas impressões sensoriais para os reflexos motores que operam um pêndulo, evita-se a necessidade de traduzi-las em imagens. A confiabilidade é garantida, na maior parte, entretanto as imagens são perdidas.

O ENVOLVIMENTO DO AUMAKUA

Quando eu estava anunciando os meus serviços através da Revista Fate, eu recebi uma carta perguntando por que a Unihipili fazia todo o trabalho e o Aumakua não estava envolvido na leitura propriamente dita. Aqui estão quatro razões:

• Isso não é necessário. Funciona bem agora, obrigado. Lembre-se que a Análise Psicométrica não foi criada para que nós possamos ter alguma coisa a mais para fazer com os nossos pêndulos. Tampouco ela foi criada para ter outra área onde nós pudéssemos atrair os nossos Aumakuas para as nossas vidas. Ela foi criada para ser mais uma área de serviço que nós pudéssemos oferecer à comunidade e como uma ferramenta de investigação.

• Quando nós queremos informações de nossos Aumakuas, nós temos uma ferramenta melhor nos Cartas de Kalo [Cartas de Taro]. A grande armadilha em qualquer arte ou ciência que não depende apenas de materiais físicos é a auto ilusão. O pêndulo é a ferramenta da Unihipili, assim como a ferramenta do Aumakua são as Cartas de Kalo. Cada pessoa registrada nos registros da Huna Research que acreditava que eles estavam em contato com o Aumakua deles através do pêndulo, no final, eles descobriam que estavam iludidos. Alguns estavam até sendo seduzidos por entidades malignas que fingiam ser Aumakuas. Max eventualmente veio a entender que toda a Orientação que veio a ele através do pêndulo era falsa!

• Se alguma coisa não estiver quebrada, não tente consertá-la. Nós sabemos que a Unihipili é muito boa em medir as coisas; nós não sabemos isso do Aumakua.

• Nós somos responsáveis ​​pelo treinamento e desenvolvimento da Unihipili. Essa é uma parte, uma parte importante do seu treinamento.

A LEITURA PADRÃO DA ANÁLISE PSICOMÉTRICA

O Analista Psicométrico senta-se com uma testemunha, ou seja, alguma coisa que tem um cordão ‘aka anexado – uma assinatura a tinta (lápis não vai segurar um fio ‘aka por muito tempo), uma fotografia, uma gota de sangue ou saliva ou outro fluido corporal. No curso geral do meu trabalho, eu prefiro usar uma assinatura a tinta em vez de uma meia suada. Ele tem o pêndulo dele que é usado apenas para Análise Psicométrica, de modo a fornecer um estímulo de resposta, um bloco de gráficos de Análise Psicométrica e alguns lápis de cor.

Ele então entra em um leve estado de devaneio e adverte a Unihipili com um comando que Max considerava muito importante para o trabalho de Análise Psicométrica, entretanto, [ele] não colocou em seu livro sobre esse assunto porque o livro era para o público em geral.

O pêndulo é centrado sobre o mostrador do relógio e uma expectativa suave segue. Depois de um tempo, o pêndulo começa a balançar. Depois que o padrão é concluído, o padrão é transferido para o mostrador do relógio e o processo é repetido até que não haja novos elementos. A única pergunta aceitável é feita e o processo inicial é concluído.

Isto é seguido por uma Análise de cada um dos três elementos: A bondade ou maldade da Uhane, a sua força, qualquer desenvolvimento mental, etc., a construtividade ou destrutividade da Unihipili, o seu nível de Mana (a Carga Permanente), a presença de complexos pesados ​​e/ou fixações, Companheiros Comedores(*), etc. e o Nível de Grau Biométrico.

[(*) Tais espíritos são chamados em Huna de “companheiros comedores”, pois eles ficam por perto e comem a sua Mana para se manterem fortes, então exercem uma força hipnótica para controlá-lo e fazer com que você faça certas coisas – geralmente coisas não muito boas. Max Freedom Long]

Em seguida, o todo é trazido pelo uso da Síntese para uma Avaliação Global. Essa parte final é a descrição de toda a personalidade, juntamente com quaisquer comentários ou indicações.

DESCOBERTAS AVANÇADAS

O livro de Max, ‘Psychometric Analysis’, foi publicado em 1959 e houve mais de uma década de pesquisa e desenvolvimento desde então. No entanto, se esse artigo não se tornar um livro propriamente dito, nós teremos que omitir a pesquisa e apenas mencionar as conclusões finais.

• Foi encontrada uma maneira de dividir as Leituras de Análise Psicométrica para que entidades obsessivas pudessem ser lidas separadamente.

• Foi encontrada uma maneira de tornar as Leituras de Análise Psicométrica de Aumakuas.

• Muito trabalho foi feito no Padrão da Vontade Perfeita (que eu continuo a seguir).

• Uma vez estabelecido quantos pontos de Grau Biométrico uma pessoa média ganhou em uma vida, o ponto de grau em que uma pessoa começa a Vida Humana, bem como as leituras de Aumakuas, isso foi determinado que a pessoa média não poderia viver mais de sessenta vidas . Uma vez que isso tenha sido determinado, foi possível fornecer os tempos de vida aproximados antes e depois de qualquer Nível de Grau Biométrico.

• Foi determinado que o Nível de Grau Biométrico era na verdade uma combinação dos níveis da Uhane e da Unihipili e foi encontrada uma maneira de fazer uma leitura separada de cada Eu [Self]. No entanto, como não temos 10.000 históricos de casos para compará-los, eles não foram validados no momento.

• O trabalho foi feito em animais.

• A oração aumenta o Nível de Grau Biométrico, mas afasta-se rapidamente.

Ícones de Cura [Healing] Efetivos elevam o aparente Nível de Grau Biométrico para 600°, o que auxilia ou é totalmente responsável pela cura [healing].

• A única característica comum entre as pessoas que têm as maiores taxas de crescimento é que todas elas têm sofrido muito e nunca têm desistido.

O ÂMBITO DE TRABALHO DA ANÁLISE PSICOMÉTRICA

Mais uma vez, nós resumiremos. A Análise Psicométrica Padrão pode detectar um vigarista, pode dizer se uma pessoa está obcecada por um Companheiro Comedor, informa o estágio de desenvolvimento de certos tipos de desenvolvimento mental, pode indicar doenças subclínicas, ajuda no aconselhamento, ajuda a mostrar quais habilidades uma pessoa pode desenvolver, aponta para falhas ou armadilhas em cada nível de grau e pode indicar como superá-los.”

—–

Imagem: Foto de artigo na Internet – Psychometric-Analysis.jpg – 9 de junho de 2023

Referências bibliográficas da OREM1

Amazing Women In History – artigo https://amazingwomeninhistory.com/morrnah-nalamaku-simeona-hawaiian-healer/

Amy Thakurdas, PhD – artigo “Ho’oponopono: Universal Healing Method For Mankind” – Wholistic Healing Publications – September 2008 Volume 8, No. 3

André Biernath – repórter na Revista Saúde – Grupo Abril  – artigo sobre o filme “Divertida Mente”, que aborda inteligentemente a questão das memórias armazenadas;

Bert Hellinger e Gabriele Tem Hövel – livro “Constelações Familiares – O Reconhecimento das Ordens do Amor”;

Bill Russell – Artigo: “Quantum and Kala” [Quântico e Kala] – Artigo completo em inglês no site: https://www.huna.org/html/quantum.pdf

Brian Gerard Schaefer – artigo: “Universal Ho’oponopono – A new perspective of an ancient healing art”. Site http://www.thewholespectrom.com/

Bruce Lipton – livro “A Biologia da Crença “;

Carol Gates e Tina Shearon – livro “As You Wish” (tradução livre: “Como você desejar”);

Ceres Elisa da Fonseca Rosas – livro “O caminho ao Eu Superior segundo os Kahunas” – Editora FEEU;

Charles Seife – livro “Zero: A Biografia de Uma Ideia Perigosa” (versão em inglês “Zero: The Biography of a Dangerous Idea”;

Curso “Autoconhecimento na Prática online – Fundação Estudar” https://www.napratica.org.br/edicoes/autoconhecimento;

Dan Custer – livro “El Milagroso Poder Del Pensamiento” (tradução livre: “O Miraculoso [Incrível] Poder Do Pensamento”);

David V. Bush – livro “How to Put The Subconscious Mind to Work” (tradução livre: “Como Colocar a Mente Subconsciente para Trabalhar”);

Dr. Alan Strong – artigo denominado “The Conscious Mind — Just the Tip of the Iceberg” (tradução livre: “A Mente Consciente – Apenas a Ponta do Iceberg”), no site www.astrongchoice.com;

Dr. Amit Goswami – livro “O Universo Autoconsciente – como a consciência cria o mundo material”;

Dr. Benjamin P. Hardy, psicólogo organizacional, autor do livro “Willpower Doesn’t Work” (Tradução livre: “Força de Vontade Não Funciona”), em artigo no site https://medium.com/the-mission/how-to-get-past-your-emotions-blocks-and-fears-so-you-can-live-the-life-you-want-aac362e1fc85Sr;

Dr. Bruce H. Lipton – livro “A Biologia da Crença”;

Dr. Deepak Chopra – livro “Criando Prosperidade”;

Dr. Gregg Braden – livro “A Matriz Divina”;

Dr. Helder Kamei – site http://www.flowpsicologiapositiva.com/ – Instituto Flow;

Dr. Joe Dispenza – livro “Breaking the Habit of Being Yourself – How to Lose Your Mind and Create a New One” (tradução livre: “Quebrando o Hábito de Ser Você Mesmo – Como Liberar Sua Mente e Criar um Novo Eu”);

Dr. Kenneth Wapnick – transcrição de sua palestra denominada “Introdução Básica a Um Curso em Milagres”;

Dr. Maxwell Maltz – livro “The New Psycho-Cybernetics” (tradução livre: “A Nova Psico-Cibernética”);

Dr. Nelson Spritzer – livro “Pensamento & Mudança – Desmistificando a Programação Neurolinguística (PNL)”;

Dr. Richard Maurice Bucke – livro ‘Consciência Cósmica’;

Dr. Serge Kahili King – livro “Cura Kahuna” (Kahuna Healing);

Dr. Serge Kahili King – Artigo: “Body of God” [O Corpo de Deus] – Artigo completo em inglês no site: https://www.huna.org/html/bodyofgod.html

Francisco Cândido Xavier – livro “No Mundo Maior” (ditado pelo espírito Dr. André Luiz);

Francisco do Espírito Santo Neto – livro “Os Prazeres da Alma” (ditado pelo espírito Hammed);

Gerald Zaltman – Professor da Harvard Business School – livro “How Customers Think” (tradução livre: “Como Pensam os Consumidores”);

Henry Thomas Hamblin – livro “Within You Is The Power” (tradução livre: “Dentro de VOCÊ Está O Poder”);

Hermínio C. Miranda – livro “O Evangelho de Tomé”;

Igor I. Sikorsky, Jr. – Jurista – Artigo Jung & Huna – Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/hv-newsletter-30-spring-1979/

James Redfield – livro “A Profecia Celestina”;

Jens Weskott – artigo “Bem-vindo Subconsciente – Graças ao Ho’oponopono”, site da Associação de Estudos Huna disponível no link https://www.huna.org.br/wp/?s=jens;

Jim Fallon – Artigo: “Aka Threads and Quantum Entanglement” [Cordões Aka e Emaranhamento Quântico] – Artigo completo em inglês no site: https://www.huna.org/html/akathreads.html

Joe Vitale – livro “Limite Zero”;

Joel S. Goldsmith – livro “O Despertar da Consciência Mística”;

John Assaraf – artigo ratificando que somos todos seres perfeitos de Luz está disponível no site http://in5d.com/the-world-of-quantum-physics-everything-is-energy/;

John Curtis – Webinario sobre Ho’oponopono – site Sanación y Salud http://www.sanacionysalud.com/

Joseph Murphy – livro “The Power of Your Subconscious Mind” (tradução livre: “O Poder de Sua Mente Subconsciente”);

Kalikiano Kalei – Artigo: “Quantum Physics and Hawaiian Huna…” [Física Quântica e Huna do Havaí] – Artigo completo em inglês através do site: https://www.authorsden.com/visit/viewarticle.asp?catid=14&id=45582

Kenneth E. Robinson – livro “Thinking Outside the Box” (tradução livre: “Pensar Fora da Caixa”);

Krishnamurti – artigo “Early Krishnamurti” (“Inicial Krishnamurti”) – Londres, 7-3-1931.  Site: https://www.reddit.com/r/Krishnamurti/comments/qe99e1/early_krishnamurti_7_march_1931_london/

Krishnamurti  – livro “O Sentido da Liberdade”, publicado no Brasil em 2007, no capítulo “Perguntas e Respostas”, o tema “Sobre a Crise Atual”; experienciamos, para a nossa reflexão e meditação à luz do sistema de pensamento do Ho’oponopono.

Kristin Zambucka, artista, produtora e autora do livro “Princess Kaiulani of Hawaii: The Monarchy’s Last Hope” (tradução livre: “Princesa Kaiulani do Havaí: A Última Esperança da Monarquia”);

Leonard Mlodinow – livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas vidas” – do ano de 2012;

Livro “Um Curso em Milagres” – 2ª edição – copyright 1994 da edição em língua portuguesa;

Louise L. Hay – livro “You Can Heal Your Life – (tradução livre: “Você Pode Curar Sua Vida”);

Malcolm Gradwell – livro “Blink: The Power of Thinking without Thinking” (Tradução livre: “Num piscar de olhos: O Poder de Pensar Sem Pensar”);

Manulani Aluli Meyer – artigo “Ho’oponopono – Healing through ritualized communication”, site https://peacemaking.narf.org/wp-content/uploads/2021/03/5.-Hooponopono-paper.pdf

Marianne Szegedy-Maszak – edição especial sobre Neurociência publicada na multiplataforma “US News & World Report”, destacando o ensaio “Como Sua Mente Subconsciente Realmente Molda Suas Decisões”;

Matthew B. James. Estudo Acadêmico , para um Programa de Doutorado da Walden University, Minneapolis, Minnesota, USA, 2008, doutorando em Psicologia da Saúde, denominada “Ho’oponopono: Assessing the effects of a traditional Hawaiian forgiveness technique on unforgiveness”. O estudo completo pode ser acessado no site da Walden University no link:  https://scholarworks.waldenu.edu/dissertations/622/#:~:text=The%20results%20demonstrated%20that%20those,the%20course%20of%20the%20study.

Max Freedom Long – livro “Milagres da Ciência Secreta”;

Max Freedom Long – Artigo “Teaching HUNA to the Children – How Everything was made” [Ensinando HUNA para as Crianças – Como Tudo foi feito], site https://www.maxfreedomlong.com/articles/max-freedom-long/teaching-huna-to-the-children/;

Max Freedom Long – Artigo “Huna And The God Within”. Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/articles/huna-lessons/huna-lesson-2-huna-theory-of-prayer/;

Max Freedom Long – Artigo “The Workable Psycho-Religious System of the Polynesians” [O Sistema Psico-Religioso Praticável dos Polinésios]. Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/articles/max-freedom-long/huna-the-workable-psycho-religious-system-of-the-polynesians/;

Max Freedom Long – Artigo “How to Become a Magician” [Como vir a ser alguém que lida com a Magia]. Site: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/hv-newsletter-vol-1-no-9-winter-1973/;

Max Freedom Long – Artigo “The Lord’s Prayer – a Huna Definition” [tradução livre: “A Oração do Pai Nosso – uma Definição Huna”], editado em 1º de março de 1951, HUNA BULLETIN 50, site https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/huna-bulletin-050/;

Max Freedom Long – Artigo “When Huna Prayers Fail” [tradução livre: “Quando as Orações Huna Falham”] – Huna Bulletin 53. Site: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/huna-bulletin-053/;

Max Freedom Long – Artigo “Three Questions” [tradução livre: “As Três Perguntas”], editado em 15 de março de 1951, no Huna Bulletin 51. Site: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/huna-bulletin-051/;

Max Freedom Long – Artigo “Huna Angles on Psychoanalysis” [tradução livre: “Pontos de Vista Huna sobre Psicoanálise”], editado em 15 de maio de 1951, no Huna Bulletin 55. Site: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/huna-bulletin-055/

Max Freedom Long – Artigo “Living in Cooperation on the Earth” [tradução livre: “Vivendo em Cooperação na Terra”], editado em 1º de maio de 1951, no Huna Bulletin 54. Site: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/huna-bulletin-054/

Napoleon Hill – livro “The Law of Success in Sixteen Lessons” (tradução livre: “A Lei do Sucesso em Dezesseis Lições”);

Osho – livro “The Golden Future” (tradução livre: “O Futuro Dourado”);

Osho – livro “From Unconsciousness to Consciousness” (tradução livre “Do Inconsciente ao Consciente”);

Osho – livro “Desvendando mistérios”;

Paul Cresswell – livro “Learn to Use Your Subconscious Mind” (tradução livre: “Aprenda a Usar a Sua Mente Subconsciente”);

Paulo Freire, educador, pedagogo, filósofo brasileiro – livro “A Psicologia da Pergunta”;

Platão – livro “O Mito da Caverna”;

Richard Wilhelm – livro “I Ching”;

Roberto Assagioli, Psicossíntese. Site http://psicossintese.org.br/index.php/o-que-e-psicossintese/

Sanaya Roman – livro “Spiritual Growth: Being Your Higher Self (versão em português: “Crescimento Espiritual: o Despertar do Seu Eu Superior”);

Sílvia Lisboa e Bruno Garattoni – artigo da Revista Superintessante, publicado em 21.05.13, sobre o lado oculto da mente e a neurociência moderna.

Site da Associação de Estudos Huna https://www.huna.org.br/ – artigos diversos.

Site www.globalmentoringgroup.com – artigos sobre PNL;

Site Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/Ho%CA%BBoponopono, a enciclopédia livre;

Thomas Lani Stucker – Kahuna Lani – Artigo “The Professional Huna Healer” – Site: https://www.maxfreedomlong.com/articles/kahuna-lani/the-professional-huna-healer/;

Thomas Lani Stucker – Kahuna Lani – Artigo “PSYCHOMETRIC ANALYSIS” [tradução livre: “ANÁLISE PSICOMÉTRICA”], editado no outono de 1982, no Huna Work International #269. Site: https://www.maxfreedomlong.com/articles/kahuna-lani/psychometric-analysis/;

Thomas Troward – livro “The Creative Process in the Individual” (tradução livre: “O Processo Criativo no Indivíduo”);

Thomas Troward – livro “Bible Mystery and Bible Meaning” (tradução livre: “Mistério da Bíblia e Significado da Bíblia”);

Tor Norretranders – livro “A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência” (versão em inglês “The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size”);

Wallace D. Wattles – livro “A Ciência para Ficar Rico”;

W. D. Westervelt – Boston, G.H. Ellis Press [1915] – artigo: “Hawaiian Legends of Old Honolulu” Site: https://www.sacred-texts.com/pac/hloh/hloh00.htm.

William R. Glover – livro “HUNA the Ancient Religion of Positive Thinking” – 2005;

William Walker Atkinson – livro: “Thought Vibration – The Law of Attraction in the Thought World” (tradução livre: “Vibração do Pensamento – A Lei da Atração no Mundo do Pensamento”) – Edição Eletrônica publicada em 2015;

Zanon Melo – livro “Huna – A Cura Polinésia – Manual do Kahuna”;

Muda…
A Prece atinge o seu foco e levanta voo.
A chuva de bênçãos derrama-se sobre mim, nesse exato momento.
Eu sinto muito.
Por favor, perdoa-me.
Eu te amo.
Eu sou grato(a).
Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x