Por que, então, é importante perguntar?

Durante a minha pesquisa sobre o que era o Ho’oponopono, esse processo de “conhecimento e entendimento” foi se descortinando no que chamo de 12 destaques relevantes, como se fossem efeitos colaterais positivos do que esse processo de resolução de problemas ocasionou em minha vida.

Observação: [...] Sempre que aparecer um comentário [entre colchetes], durante uma frase, trata-se de um “destaque meu”, normalmente fazendo referência à compatibilidade de um especialista em determinado sistema de pensamento relevante, em relação ao sistema de pensamento do Ho’oponopono.

Um dos 12 destaques relevantes foi a constatação de que o Ho’oponopono nos ensina a “perguntar corretamente”, para que possamos adquirir o “controle de nossa vida”.

Na vinheta da TV Cultura encontrei a seguinte frase:

“Não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas”.

As perguntas movem o Universo.

As perguntas permitem o estado de energia fluindo, o nosso movimento.

O lance da VIDA não está em receber respostas, está em se identificar as questões presentes e corretas. Assim que nós passarmos a formular as perguntas corretas, as respostas adequadas nos virão.

Autores do livro “Personal Power” (tradução livre: “Poder Pessoal”), W.W. Atkinson e Edward E. Beals, destacam a impactante e providencial característica da raça humana de ser eminentemente inquiridora, a saber:

O Homem é uma criatura questionadora. Desde os primeiros dias da história da raça humana, através de todos os estágios intermediários da evolução humana, até inclusive o presente momento, o homem tem questionado a si mesmo, as suas companhias, mesmo a Natureza por si só e o que constitui e move ambos.

A sua evolução mental tem sido sempre acompanhada e então largamente causada por seu constante questionamento e as suas descobertas de, ao menos, respostas parciais para o seu perpétuo ‘por que?’”

Professor Paulo Freire, pedagogo, filósofo brasileiro e considerado um dos pensadores mais notáveis na história da pedagogia mundial, em seu livro “A Psicologia da Pergunta” nos esclarece:

“O conhecer surge como resposta a uma pergunta. A origem do conhecimento está nas perguntas, ou no ato mesmo de perguntar.”

“Uma educação de perguntas é a única educação criativa e apta a estimular a capacidade humana de assombrar-se, de responder ao seu assombro e resolver os seus verdadeiros problemas essenciais, existenciais. É o próprio conhecimento.”

Sócrates, o filósofo, ensinava os seus princípios de filosofia através de perguntas. Ele dizia:

O mais alto grau de conhecimento é contemplar o ‘por que’.”

“Questionar-se é o começo do caminho para a sabedoria.”

Sócrates queria que não aceitássemos absolutamente nada e questionássemos tudo.

Esse filósofo dizia que as palavras mais poderosas do universo eram “por que?”. Quando começamos a questionar tudo o que sempre demos por certo – a nossa percepção do mundo muda – nos movemos para um nível mais elevado de autoconhecimento.

“O método socrático é uma técnica de investigação filosófica feita em diálogo, que consiste no professor conduzir o aluno a um processo de reflexão e descoberta dos próprios valores. Para isso o professor faz uso de perguntas simples e quase ingênuas que têm por objetivo, em primeiro lugar, revelar as contradições presentes na habitual forma de pensar do estudante, normalmente baseadas em valores e preconceitos da sociedade e auxiliá-lo assim a redefinir tais valores, aprendendo a pensar por si mesmo. Tal técnica deve seu nome ‘socrático’ a Sócrates, o filósofo grego do século V a.C., que teria sido o primeiro a utilizá-la.” Fonte Wikipédia

Tal como Sócrates ensinava, a prática incessante do Ho’oponopono, inexoravelmente, também nos leva a questionar e questionar-se tudo o que sempre demos por certo e, com isso, a nossa percepção do mundo muda para o autoconhecimento.

Questionar é trabalhar com o nosso consciente no ato de observação e, segundo a física quântica, a consciência do observador determina como a energia se comporta e provoca o colapso de onda.

Quando eu questiono a doença, no ato de questionar eu estou conscientemente observando a doença e a observação consciente provoca o colapso da doença e a cura se manifesta (diretamente ou através de um profissional da saúde, por exemplo). Se eu não questiono a doença, esse estado de consciência permanece no piloto automático e a doença pode se agravar em desconfortos e muito sofrimento, apesar de todo o esforço de um profissional da saúde.

Jesus também era adepto das perguntas para ensinar.

Krishnamurti também se utilizava das perguntas para ensinar, durante workshops.

Um artigo que li na internet, de autor desconhecido, mencionava a frase:

“As respostas geram conforto. As perguntas geram ação”.

O filósofo, cientista e autor Francis Bacon (1561-1626), dizia:

“Quem perguntar mais, aprenderá mais e reterá mais.”

Osho foi um guru indiano, professor de filosofia, mestre na arte da meditação, místico, um polêmico líder do novo movimento religioso, um iluminado que deixou em seu livro “Desvendando mistérios”, para a nossa reflexão, a seguinte mensagem:

“Não tenha fé nas experiências dos outros, não acredite cegamente neles. Em vez disso, transforme tudo em indagações, em perguntas e não em respostas; então, a sua jornada continuará e não será a mendicância […Osho se refere à mendicância como a dependência que criamos dos outros sobre pseudoverdades, que acabam se tornando perigosamente em nossas crenças limitadoras…]; será a sua investigação.”

Li recentemente na internet que Albert Einstein, pai da teoria da relatividade, teria dito que se tivesse uma hora para resolver um problema – e sua vida dependesse disso -, ele gastaria os primeiros cinquenta e cinco minutos para determinar a pergunta apropriada a fazer.

Voltaire disse: “Devemos julgar um homem mais pelas suas perguntas que pelas respostas.”

“O Ho’oponopono nos ensina a Perguntar Corretamente”

O que é perguntar corretamente?

O sistema de pensamento do Ho’oponopono nos esclarece – ou nos relembra – que:

  • … a Identidade Própria© ou Entidade Única (EU) que é VOCÊ, como um estado de consciência, é composta por 4 Elementos: Inteligência Divina, Mente Supraconsciente (Aumakua), Mente Consciente (Uhane) e Mente Subconsciente (Unihipili).
  • … a Inteligência Divina está em cada um de nós – ou melhor dizendo, nós estamos todos como Um Só na Inteligência Divina; a separatividade é uma ilusão; por nossa unicidade com a Inteligência Divina, temos então o acesso liberado (senha aprovada) ao incomensurável manancial dessa Universal Sabedoria, que está à nossa disposição a partir do estado de consciência do Diagrama 2, onde as Inspirações Divinas fluem e nos alcançam e nos orientam.
  • … a Mente Supraconsciente (Aumakua) conhece o nosso sonho básico de vida e, por isso, pode fazer os devidos ajustes, quando pedimos ajuda ao Aumakua, em petição ou prece-ação; por nossa unicidade com o Aumakua, temos então o acesso ao incomensurável manancial customizado dessa Superior Sabedoria, que está à nossa disposição a partir do estado de consciência do Diagrama 2, onde permitimos, sem a habitual interferência das memórias repetitivas limitadoras, que as Inspirações Divinas nos orientem.
  • … a Mente Consciente (Uhane) tem o poder da vontade e o poder de escolha e ela PRECISA decidir entre as memórias limitadoras que se repetem em nossa Mente Subconsciente e que conduz, no piloto automático, a nossa realidade física espaço-tempo – 95% de nossas tomadas de decisão são inconscientes -, ou entre as Inspirações que incessantemente nos alcançam oriundas do incomensurável manancial Universal e customizado de Sabedoria, bastando apenas, para isso, por exemplo, praticar o processo de resolução de problemas através do Ho’oponopono, transmutando memórias enfermas ao Vazio.
  • … a Mente Subconsciente (Unihipili) tem em si mesma armazenado todo o estoque de memórias programadas no plano espiritual oriundas de nossas vidas passadas e de memórias adquiridas nesse atual plano terreno oriundas de todas as nossas atuais experiências boas e más, sendo também uma fonte de conhecimento e sabedoria à disposição para a nossa orientação.
  • … temos os 6 princípios do Ho’oponopono para nortear a nossa realidade física espaço-tempo, como uma nova forma de pensar ou pensar fora da caixa:
  1. O universo físico é uma manifestação dos nossos pensamentos.
  2. Se os nossos pensamentos são destrutivos, eles criam uma realidade física destrutiva.
  3. Se os nossos pensamentos são perfeitos, eles criam uma realidade física repleta de AMOR.  
  4. Nós somos 100% responsáveis por criar o nosso universo físico do jeito como ele é.
  5. Nós somos 100% responsáveis por corrigir os pensamentos destrutivos que criam uma realidade enferma.
  6. Não há o “lá fora”. Tudo existe como pensamentos na nossa mente.
  • … temos, então, todas as respostas disponíveis em nosso interior para resolver quaisquer problemas.

Sendo assim, a pergunta …

“Mente Subconsciente, o que há em mim que está provocando essa situação de desconforto … (em mim mesmo[a] ou na outra pessoa)? ”

… passa a ser a nossa PERGUNTA CORRETA para nos liberarmos desse ciclo vicioso de problemas e mais problemas, permitindo o controle de nossa vida para alcançarmos o nosso despertar espiritual – o Diagrama 1 – o Estado Vazio – o restabelecer de nossa Identidade Própria© ou Entidade Única (EU) que é VOCÊ.

O Ho’oponopono nos ensina a Perguntar Corretamente: “O que há em mim…?”

O foco não é o que se passa no exterior. O foco é o que se passa em nosso interior como pensamentos, emoções, sentimentos, desejos, memórias….

Mente Subconsciente, o que há em mim que está provocando essa situação de desconforto…?
Como eu posso limpar essa situação de desconforto?
Podemos limpar isso agora?
Por favor, libere essas memórias enfermas para transmutação.
Eu sinto muito. Por favor, perdoa-me. Eu te amo. Eu sou grato(a).

A pergunta é correta porque:

  • Você acionou a Uhane (o observador quântico, o tomador de decisões) e aumentou a sua estatística própria onde estudos afirmam que apenas 5% de nossas decisões são conscientes;
  • Você, com essa pergunta, assumiu 100% de responsabilidade e, por apenas observar o que se passa no seu interior, você dá o primeiro importante passo para o colapso de onda, seara onde a física quântica explica e demonstra esse fenômeno.
  • A Unihipili (com energia Mana, de frequência vibratória menor) é influenciável pela Uhane (com energia Mana-Mana, de frequência vibratória superior), então a memória enferma que está ativada e projetada, nesse momento do desconforto, é deslocada para transmutação; a memória repetitiva ou o desconforto é temporal;
  • Você pede à Unihipili, que é influenciável pela Uhane, a liberar as memórias enfermas para transmutação pela Inteligência Divina, através do Aumakua; você está respeitando o fluxo natural para transmutação;
  • A Unihipili então libera (descarta, limpa) a memória enferma para a transmutação;
  • O Aumakua que conhece o nosso sonho básico de vida faz as devidas correções;
  • A Inteligência Divina, que é Puro Amor, neutraliza (o “n” do Diagrama 5) e transmuta as memórias enfermas em Pura Luz (o colapso de onda da memória enferma ao estado Vazio, o “V” do Diagrama 5);
  • Você se cura, você se limpa desse padrão julgador, dessa memória repetitiva limitadora e permite que Inspirações Divinas passem a ocupar a Unihipili (Diagrama 2); as Inspirações Divinas passam a orientar a nossa realidade física espaço-tempo;
  • Como o sistema de pensamento do Ho’oponopono é holográfico, o que você cura (limpeza mental) em você mesmo(a), você cura (limpeza mental) na outra pessoa (doença, situação, circunstância, acontecimento, evento, coisa, encontro, lugar, desavença, raiva, etc.), no passado, no presente e no futuro, porque a transmutação de memórias é atemporal.
  • A nossa Mente Consciente não tem nem ideia do que se passa, em todo o Universo, após a transmutação de uma memória enferma, mas o que se pode afirmar é que o Universo, como Estado de Consciência, passa a ser, ainda, muito melhor.

Referências bibliográficas OREM1

  • André Biernath – repórter na Revista Saúde – Grupo Abril  – artigo sobre o filme “Divertida Mente”, que aborda inteligentemente a questão das memórias armazenadas;
  • Bert Hellinger e Gabriele Tem Hövel – livro “Constelações Familiares – O Reconhecimento das Ordens do Amor”;
  • Carol Gates e Tina Shearon – livro “As You Wish” (tradução livre: “Como você desejar”);
  • Ceres Elisa da Fonseca Rosas – livro “O caminho ao Eu Superior segundo os Kahunas” – Editora FEEU;
  • Charles Seife – livro “Zero: A Biografia de Uma Ideia Perigosa” (versão em inglês “Zero: The Biography of a Dangerous Idea”;
  • Dan Custer – livro “El Milagroso Poder Del Pensamiento” (tradução livre: “O Miraculoso [Incrível] Poder Do Pensamento”);
  • David V. Bush – livro “How to Put The Subconscious Mind to Work” (tradução livre: “Como Colocar a Mente Subconsciente para Trabalhar”);
  • Dr. Alan Strong – artigo denominado “The Conscious Mind — Just the Tip of the Iceberg” (tradução livre: “A Mente Consciente – Apenas a Ponta do Iceberg”), no site www.astrongchoice.com;
  • Dr. Amit Goswami – livro “O Universo Autoconsciente – como a consciência cria o mundo material”;
  • Dr. Benjamin P. Hardy, psicólogo organizacional, autor do livro “Willpower Doesn’t Work” (Tradução livre: “Força de Vontade Não Funciona”), em artigo no site https://medium.com/the-mission/how-to-get-past-your-emotions-blocks-and-fears-so-you-can-live-the-life-you-want-aac362e1fc85Sr;
  • Dr. Bruce H. Lipton – livro “A Biologia da Crença”;
  • Dr. Deepak Chopra – livro “Criando Prosperidade”;
  • Dr. Gregg Braden – livro “A Matriz Divina”;
  • Dr. Helder Kamei – site http://www.flowpsicologiapositiva.com/ – Instituto Flow;
  • Dr. Kenneth Wapnick – transcrição de sua palestra denominada “Introdução Básica a Um Curso em Milagres”;
  • Dr. Maxwell Maltz – livro “The New Psycho-Cybernetics” (tradução livre: “A Nova Psico-Cibernética”);
  • Dr. Nelson Spritzer – livro “Pensamento & Mudança – Desmistificando a Programação Neurolinguística (PNL)”;
  • Dr. Richard Maurice Bucke – livro ‘Consciência Cósmica’;
  • Dr. Serge King – livro “Cura Kahuna” (Kahuna Healing);
  • Francisco Cândido Xavier (ditado pelo espírito do Dr. André Luiz) – livro “No Mundo Maior”;
  • Gerald Zaltman – Professor da Harvard Business School – livro “How Customers Think” (tradução livre: “Como Pensam os Consumidores”);
  • Henry Thomas Hamblin – livro “Within You Is The Power” (tradução livre: “Dentro de VOCÊ Está O Poder”);
  • Hermínio C. Miranda – livro “O Evangelho de Tomé”;
  • James Redfield – livro “A Profecia Celestina”;
  • Jens Weskott – artigo “Bem-vindo Subconsciente – Graças ao Ho’oponopono”, site da Associação de Estudos Huna disponível no link https://www.huna.org.br/wp/?s=jens;
  • Joe Vitale – livro “Limite Zero”;
  • Joel S. Goldsmith – livro “O Despertar da Consciência Mística”;
  • John Assaraf – artigo ratificando que somos todos seres perfeitos de Luz está disponível no site http://in5d.com/the-world-of-quantum-physics-everything-is-energy/;
  • John Curtin – Webinario sobre Ho’oponopono – site Sanación y Salud http://www.sanacionysalud.com/
  • Joseph Murphy – livro “The Power of Your Subconscious Mind” (tradução livre: “O Poder de Sua Mente Subconsciente”);
  • Kenneth E. Robinson – livro “Thinking Outside the Box” (tradução livre: “Pensar Fora da Caixa”);
  • Kristin Zambucka, artista, produtora e autora do livro “Princess Kaiulani of Hawaii: The Monarchy’s Last Hope” (tradução livre: “Princesa Kaiulani do Havaí: A Última Esperança da Monarquia”);
  • Leonard Mlodinow – livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas vidas” – do ano de 2012;
  • Livro “Um Curso em Milagres” – 2ª edição – copyright 1994 da edição em língua portuguesa;
  • Malcolm Gradwell – livro “Blink: The Power of Thinking without Thinking” (Tradução livre: “Num piscar de olhos: O Poder de Pensar Sem Pensar”);
  • Marianne Szegedy-Maszak – edição especial sobre Neurociência publicada na multiplataforma “US News & World Report”, destacando o ensaio “Como Sua Mente Subconsciente Realmente Molda Suas Decisões”;
  • Max Freedom Long – livro “Milagres da Ciência Secreta”;
  • Napoleon Hill – livro “The Law of Success in Sixteen Lessons” (tradução livre: “A Lei do Sucesso em Dezesseis Lições”);
  • Osho – livro “The Golden Future” (tradução livre: “O Futuro Dourado”);
  • Osho – livro “From Unconsciousness to Consciousness” (tradução livre “Do Inconsciente ao Consciente”);Osho – livro “Desvendando mistérios”;
  • Paul Cresswell – livro “Learn to Use Your Subconscious Mind” (tradução livre: “Aprenda a Usar a Sua Mente Subconsciente”);
  • Paulo Freire, educador, pedagogo, filósofo brasileiro – livro “A Psicologia da Pergunta”;
  • Sílvia Lisboa e Bruno Garattoni – artigo da Revista Superintessante, publicado em 21.05.13, sobre o lado oculto da mente e a neurociência moderna.
  • Site da Associação de Estudos Huna https://www.huna.org.br/ – artigos diversos.
  • Site www.globalmentoringgroup.com – artigos sobre PNL;
  • Site Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/Ho%CA%BBoponopono, a enciclopédia livre;
  • Thomas Troward – livro “The Creative Process in the Individual” (tradução livre: “O Processo Criativo no Indivíduo”);
  • Thomas Troward – livro “Bible Mystery and Bible Meaning” (tradução livre: “Mistério da Bíblia e Significado da Bíblia”);
  • Tor Norretranders – livro “A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência” (versão em inglês “The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size”);
  • William Walker Atkinson – livro: “Thought Vibration – The Law of Attraction in the Thought World” (tradução livre: “Vibração do Pensamento – A Lei da Atração no Mundo do Pensamento”) – Edição Eletrônica publicada em 2015;
  • Zanon Melo – livro “Huna – A Cura Polinésia – Manual do Kahuna”;

Imagem pexels-pixabay-356079-scaled.jpg

A chuva de bênçãos derrama-se sobre mim, nesse exato momento.
A Prece atinge o seu foco e levanta voo.
Eu sinto muito. Por favor, perdoa-me. Eu te amo. Eu sou grato.
Está feito! Aloha.

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x