A Mente Consciente, como guardiã e protetora da Mente Subconsciente, tem em sua descrição de cargo a responsabilidade de peneirar ou filtrar todas as sugestões (de pessoas, circunstâncias, situações, condicionamentos, lugares…) e todas as autossugestões (nossos hábitos e nossas crenças de modo geral). Daí a importância e a relevância de praticarmos o princípio do Ho’oponopono de que nós somos 100% responsáveis pelo mundo que experienciamos.

Observação: [...] Sempre que aparecer um comentário [entre colchetes], durante uma frase, trata-se de um “destaque meu”, normalmente fazendo referência à compatibilidade de um especialista em determinado sistema de pensamento relevante, em relação ao sistema de pensamento do Ho’oponopono.

Os Abraham (Esther e Jerry Hicks), especialistas na Lei da Atração, ainda acrescentam como inspiração para a nossa reflexão:

VOCÊ veio para essa experiência de VIDA física com a intenção de experienciar a variedade e o contraste com o propósito de determinar as suas próprias preferências e desejos. A sua experiência de VIDA está continuamente ajudando-o a identificar o que VOCÊ quer. Mesmo que VOCÊ esteja bastante ciente de algo que não quer, naquele momento VOCÊ está se tornando mais ciente sobre aquilo que quer. E é de ajuda declarar ‘Eu quero saber o que quero’, porque em sua consciência da intenção, o processo da atração é intensificado.

Quando VOCÊ peneira através do magnífico contraste de sua realidade física-tempo-espaço, conscientemente ciente do modo como se sente e guiando deliberadamente os seus pensamentos em direção ao que o faz sentir-se melhor e melhor, com o tempo VOCÊ começa a ver a sua VIDA através dos amplos olhos de seu Ser Interior. E quando faz isso, VOCÊ sente a satisfação de estar no caminho que escolheu a partir de sua perspectiva Não-Física quando tomou a decisão de vir para esse maravilhoso corpo. Pois, do ponto vantajoso Não-Físico, VOCÊ entendeu a natureza eterna evolutiva de seu Ser e a promessa que esse ambiente contrastante, vanguardista, mantinha.”

Para tal temos uma proposta de se implantar em nosso dia a dia um mecanismo que funcione como uma espécie de Peneira para a Mente Consciente poder separar o joio do trigo – intenção e memória ou inspiração e intuição; pensamentos construtivos ou pensamentos destrutivos; emoções negativas enfermas ou Inspirações Divinas; o bem ou o mal; a luz ou as trevas; o amor ou o medo; a esperança ou o desespero; a harmonia ou a desarmonia….; etc., etc.

As peneiras de Sócrates:

“Um rapaz procurou Sócrates e disse-lhe que precisava contar-lhe algo sobre alguém. Sócrates ergueu os olhos do livro que estava lendo e perguntou:

– O que você vai me contar já passou pelas três peneiras? – Três peneiras? – indagou o rapaz. – Sim!

A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer me contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido falar, a coisa deve morrer aqui mesmo.

Suponhamos que seja verdade. Deve, então, passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é uma coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo?

Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar ainda pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta?

Arremata Sócrates: – Se passou pelas três peneiras, conte! Tanto eu, como você e seu irmão iremos nos beneficiar. Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e fomentar a discórdia entre irmãos, colegas do planeta.”

Tendo como base o preceito do Mestre quando nos alerta a vigiar e a orar, a proposta de uma Peneira busca facilitar, na prática, a missão da Mente Consciente de proteger a Mente Subconsciente das sugestões e autossugestões do dia a dia, de maneira a barrar aquilo que realmente não queremos e permitir que as Inspirações nos levem a manifestar aquilo que realmente queremos.

Os Abraham (Esther e Jerry Hicks) ainda nos trazem mais inspiração, conforme segue:

“Quando lhe ocorre uma ideia e VOCÊ se sente entusiasmado com ela, isso significa que o seu Ser Interior se compatibiliza vibracionalmente com ela e a sua emoção positiva é um indicador de que a vibração de seu pensamento nesse momento se harmoniza com a de seu Ser Interior. Que é, de fato, o que a inspiração é: VOCÊ está, no momento, em perfeita compatibilidade com a ampla perspectiva de seu Ser Interior e, por causa desse alinhamento, VOCÊ está agora recebendo uma comunicação clara – ou orientação – de seu Ser Interior.”

Por outro lado, podemos também pensar que quando lhe ocorre uma ideia ou VOCÊ está experienciando uma situação qualquer e passa a se sentir desconfortável, triste, preocupado, com medo, inseguro e uma sensação de angústia toma conta de seu plexo solar, isso significa que o seu Ser Interior não se compatibiliza ou se harmoniza vibracionalmente com esta situação (VOCÊ está remando contra a correnteza) e a sua emoção negativa é um indicador que memórias repetitivas limitadoras estão atuando (e não Inspirações) em sua Mente Subconsciente. É necessário, então, aplicar o processo de resolução de problemas através do Ho’oponopono para neutralizar e transmutar essas memórias enfermas.

Peneira Abraham para a Mente Consciente

A identificação ou percepção de que algo não está bem, ou de que algo está bem, passa pela proposta de se adotar, o que eu chamo carinhosamente de “Peneira Abraham para a Mente Consciente”, que é apenas uma adaptação ao exposto na mensagem acima dos Abraham (Esther e Jerry Hicks) .

A ideia é trabalhar basicamente com o processo de uma única pergunta e duas possíveis respostas (A ou B) do tipo “se…então…então…”:

Pergunta: Como efetivamente essa experiência (pessoa, lugar, situação, circunstância, emoção, sentimento, etc.) me faz sentir quando eu foco a minha atenção nela?

Resposta A: SE a resposta à pergunta for: isso efetivamente NÃO  me faz sentir bem => ENTÃO efetivamente isso NÃO me serve => ENTÃO aplicamos o processo de resolução de problemas através Ho’oponopono para neutralizar e transmutar memórias repetitivas limitadoras…

Resposta B: SE a resposta à pergunta for: isso efetivamente me faz sentir bem => ENTÃO efetivamente isso me serve => ENTÃO aplicamos a Lei da Atração….

Peneira Regra de Ouro

Nós temos uma segunda proposta de peneira que poderia ser adotada e que eu a chamo de “Peneira Regra de Ouro”:

Para a nossa reflexão, extraímos da Bíblia King James atualizada – Gallion Edição 2013 e do livro “Um Curso Em Milagres” (UCEM), passagens explicando o que é a Regra de Ouro:

“Portanto, tudo quanto quereis que as pessoas vos façam, assim fazei-o vós também a elas, pois esta é a Lei e os Profetas” (Bíblia Mateus 7:12).

“Tu respondes ao que percebes e como percebes assim te comportarás. A Regra de Ouro te pede que faças aos outros o que queres que façam a ti. Isso significa que a percepção de ambos tem que ser acurada. A Regra de Ouro é a regra para o comportamento apropriado. Tu não podes comportar-te apropriadamente a não ser que percebas corretamente. Já que tu e o teu próximo sois membros iguais de uma família, assim como percebes a ambos, assim farás a ambos. A partir da percepção da tua própria santidade, deves olhar para a santidade dos outros” (UCEM T.1.III.6:1-7).

“Por que reparas tu o cisco no olho de teu irmão, mas não percebes a viga que está no teu próprio olho? E como podes dizer a teu irmão: Permite-me remover o cisco do teu olho, quando há uma viga no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho e então poderás ver com clareza para tirar o cisco do olho de teu irmão” (Bíblia Mateus 7:3-5).

Em outras palavras:

“Cada um deve tratar os outros como gostaria que ele próprio fosse tratado” (Fonte Wikipédia).

Confúcio também afirmava:

“Nunca imponha aos outros o que VOCÊ não escolheria para si mesmo”.

A ideia é trabalhar basicamente com o processo de uma única pergunta e duas possíveis respostas (A ou B) do tipo “se…então…então…”.

Pergunta: O meu comportamento em relação a essa experiência respeita 100% a Regra de Ouro?

Resposta (A): SE o seu comportamento NÃO respeita 100% a Regra de Ouro => ENTÃO provavelmente é uma memória repetitiva limitadora ativada em sua Mente Subconsciente => ENTÃO aplicamos o processo de resolução de problemas através do Ho’oponopono…

Resposta (B): SE o seu comportamento respeita 100% a Regra de Ouro => ENTÃO provavelmente é uma Inspiração => ENTÃO aplicamos a Lei da Atração…

Peneira Sem Perdas

Nós temos uma terceira proposta de peneira que poderia ser adotada e que chamo “Peneira Sem Perdas”:

A premissa é prestar atenção à uma possível condição de “PERDA” para VOCÊ E/OU para todos os envolvidos em determinada experiência, normalmente gerada por pensamentos, emoções, reações, desejos e/ou atitudes.

  • P = Pensamentos
  • E = Emoções
  • R = Reações
  • D = Desejos
  • A = Atitudes

A ideia é trabalhar basicamente com o processo de uma única pergunta e duas possíveis respostas, uma do tipo “se … SIM … então … então…” e a outra do tipo “se … NÃO … então … então…”.

Pergunta: Essa experiência leva VOCÊ E/OU todos os envolvidos a uma condição de PERDA?

SE a resposta for SIM => ENTÃO provavelmente é uma memória repetitiva limitadora => ENTÃO aplicamos o processo de resolução de problemas através do Ho’oponopono…

SE a resposta for NÃO => ENTÃO provavelmente é uma Inspiração => ENTÃO aplicamos a Lei da Atração…

Os Abraham também nos remetem à seguinte reflexão:

“Será de bom auxílio, quando VOCÊ sentir uma emoção negativa […memória repetitiva limitadora…], parar e tomar conhecimento do que VOCÊ estava pensando quando a emoção negativa veio à tona.

Quando VOCÊ sente a emoção negativa, ela está sempre dizendo a VOCÊ que qualquer coisa na qual VOCÊ está pensando é importante e que VOCÊ está pensando o oposto do que VOCÊ realmente deseja.

Assim, questões como “No que eu estava pensando quando essa emoção negativa veio à tona?” e “O que é isso que eu não quero em relação a isso?” o ajudarão a perceber que VOCÊ está, nesse momento, focado na direção oposta ao que VOCÊ realmente quer atrair para a sua experiência […você está remando contra a correnteza…].

Quando VOCÊ está procurando por uma solução, VOCÊ está sentindo emoção positiva – mas quando VOCÊ está dirigindo atenção para um problema, VOCÊ está sentindo emoção negativa.”

A estratégia de se adotar a sistemática de uma “peneira” (ou filtro) para que a Mente Consciente possa ativamente classificar os nossos pensamentos dominantes, as nossas emoções e os nossos comportamentos afins, de maneira a poder acionar a Mente Subconsciente para iniciar o processo de resolução de problemas através do Ho’oponopono, pode bem ser conceituada no que estabelece didaticamente o livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas VIDAS” – 2012 – do Dr. Leonard Mlodinow, a saber:

Cada objeto ou pessoa que encontramos no mundo é único, mas nós não funcionaríamos muito bem se os percebêssemos dessa maneira. Não temos tempo nem capacidade mental para observar e considerar cada detalhe de todos os itens do nosso ambiente. Por isso utilizamos alguns traços salientes que conseguimos observar para situar o objeto em uma categoria; depois baseamos a nossa avaliação do objeto na categoria e não no próprio objeto. Ao mantermos um conjunto de categorias, conseguimos acelerar as nossas reações.

Se nós não tivéssemos evoluído para funcionar dessa maneira, se o nosso cérebro tratasse tudo que nós encontramos como algo individual, nós poderíamos ser comidos por um urso enquanto ainda decidíamos se aquela criatura peluda específica é tão perigosa quanto a que comeu o tio Bob.

O que acontece na verdade é que, quando alguns ursos comem os nossos parentes, a espécie inteira fica com má reputação. Por isso, graças ao PENSAMENTO CLASSIFICATÓRIO [destaque meu], quando nós avistamos um animal enorme e felpudo com caninos grandes e agudos, nós não ficamos por perto para reunir informações; nós usamos o nosso palpite automático de que se trata de um perigo e saímos de perto.

Classificar é um dos atos mentais mais importantes que desempenhamos e nós fazemos isso o tempo todo. Até a nossa habilidade de ler um livro depende de nossa capacidade de classificar; o domínio da leitura exige o agrupamento de símbolos semelhantes, como B ao mesmo tempo que nós reconhecemos símbolos disparatados b, b, e, b como categorias de letras diferentes como representantes da mesma letra.

É fácil subestimar a complexidade do que está envolvido na classificação, porque em geral fazemos isso de maneira rápida e sem esforço consciente. Como ilustra o exemplo acima, uma das principais maneiras de classificar é maximizar a importância de certas diferenças.”

A estratégia de se propor a utilização consciente da Peneira, visa facilitar a classificação em nossa mente, consequentemente em nossa VIDA, do que realmente nós queremos para a nossa prosperidade, saúde, felicidade e VIDA plena, e minimizar a relevância de outras como as memórias repetitivas limitadoras.

A ideia é VOCÊ ter um mecanismo consciente (peneira, filtro, classificador, separador…) sempre acionado, de maneira a manter a Mente Consciente em prontidão e alerta (-Vigiai e orai!), como guardiã da Mente Subconsciente, como o observador quântico que provoca o colapso de onda.

Referências bibliográficas da OREM1

  • André Biernath – repórter na Revista Saúde – Grupo Abril  – artigo sobre o filme “Divertida Mente”, que aborda inteligentemente a questão das memórias armazenadas;
  • Bert Hellinger e Gabriele Tem Hövel – livro “Constelações Familiares – O Reconhecimento das Ordens do Amor”;
  • Bruce Lipton – livro “A Biologia da Crença“;
  • Carol Gates e Tina Shearon – livro “As You Wish” (tradução livre: “Como você desejar”);
  • Ceres Elisa da Fonseca Rosas – livro “O caminho ao Eu Superior segundo os Kahunas” – Editora FEEU;
  • Charles Seife – livro “Zero: A Biografia de Uma Ideia Perigosa” (versão em inglês “Zero: The Biography of a Dangerous Idea”;
  • Curso “Autoconhecimento na Prática online – Fundação Estudar” https://www.napratica.org.br/edicoes/autoconhecimento;
  • Dan Custer – livro “El Milagroso Poder Del Pensamiento” (tradução livre: “O Miraculoso [Incrível] Poder Do Pensamento”);
  • David V. Bush – livro “How to Put The Subconscious Mind to Work” (tradução livre: “Como Colocar a Mente Subconsciente para Trabalhar”);
  • Dr. Alan Strong – artigo denominado “The Conscious Mind — Just the Tip of the Iceberg” (tradução livre: “A Mente Consciente – Apenas a Ponta do Iceberg”), no site www.astrongchoice.com;
  • Dr. Amit Goswami – livro “O Universo Autoconsciente – como a consciência cria o mundo material”;
  • Dr. Benjamin P. Hardy, psicólogo organizacional, autor do livro “Willpower Doesn’t Work” (Tradução livre: “Força de Vontade Não Funciona”), em artigo no site https://medium.com/the-mission/how-to-get-past-your-emotions-blocks-and-fears-so-you-can-live-the-life-you-want-aac362e1fc85Sr;
  • Dr. Bruce H. Lipton – livro “A Biologia da Crença”;
  • Dr. Deepak Chopra – livro “Criando Prosperidade”;
  • Dr. Gregg Braden – livro “A Matriz Divina”;
  • Dr. Helder Kamei – site http://www.flowpsicologiapositiva.com/ – Instituto Flow;
  • Dr. Joe Dispenza – livro “Breaking the Habit of Being Yourself – How to Lose Your Mind and Create a New One” (tradução livre: “Quebrando o Hábito de Ser Você Mesmo – Como Liberar Sua Mente e Criar um Novo Eu”);
  • Dr. Kenneth Wapnick – transcrição de sua palestra denominada “Introdução Básica a Um Curso em Milagres”;
  • Dr. Maxwell Maltz – livro “The New Psycho-Cybernetics” (tradução livre: “A Nova Psico-Cibernética”);
  • Dr. Nelson Spritzer – livro “Pensamento & Mudança – Desmistificando a Programação Neurolinguística (PNL)”;
  • Dr. Richard Maurice Bucke – livro ‘Consciência Cósmica’;
  • Dr. Serge King – livro “Cura Kahuna” (Kahuna Healing);
  • Francisco Cândido Xavier – livro “No Mundo Maior” (ditado pelo espírito Dr. André Luiz);
  • Francisco do Espírito Santo Neto – livro “Os Prazeres da Alma” (ditado pelo espírito Hammed);
  • Gerald Zaltman – Professor da Harvard Business School – livro “How Customers Think” (tradução livre: “Como Pensam os Consumidores”);
  • Henry Thomas Hamblin – livro “Within You Is The Power” (tradução livre: “Dentro de VOCÊ Está O Poder”);
  • Hermínio C. Miranda – livro “O Evangelho de Tomé”;
  • James Redfield – livro “A Profecia Celestina”;
  • Jens Weskott – artigo “Bem-vindo Subconsciente – Graças ao Ho’oponopono”, site da Associação de Estudos Huna disponível no link https://www.huna.org.br/wp/?s=jens;
  • Joe Vitale – livro “Limite Zero”;
  • Joel S. Goldsmith – livro “O Despertar da Consciência Mística”;
  • John Assaraf – artigo ratificando que somos todos seres perfeitos de Luz está disponível no site http://in5d.com/the-world-of-quantum-physics-everything-is-energy/;
  • John Curtin – Webinario sobre Ho’oponopono – site Sanación y Salud http://www.sanacionysalud.com/
  • Joseph Murphy – livro “The Power of Your Subconscious Mind” (tradução livre: “O Poder de Sua Mente Subconsciente”);
  • Kenneth E. Robinson – livro “Thinking Outside the Box” (tradução livre: “Pensar Fora da Caixa”);
  • Kristin Zambucka, artista, produtora e autora do livro “Princess Kaiulani of Hawaii: The Monarchy’s Last Hope” (tradução livre: “Princesa Kaiulani do Havaí: A Última Esperança da Monarquia”);
  • Leonard Mlodinow – livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas vidas” – do ano de 2012;
  • Livro “Um Curso em Milagres” – 2ª edição – copyright 1994 da edição em língua portuguesa;
  • Malcolm Gradwell – livro “Blink: The Power of Thinking without Thinking” (Tradução livre: “Num piscar de olhos: O Poder de Pensar Sem Pensar”);
  • Marianne Szegedy-Maszak – edição especial sobre Neurociência publicada na multiplataforma “US News & World Report”, destacando o ensaio “Como Sua Mente Subconsciente Realmente Molda Suas Decisões”;
  • Max Freedom Long – livro “Milagres da Ciência Secreta”;
  • Napoleon Hill – livro “The Law of Success in Sixteen Lessons” (tradução livre: “A Lei do Sucesso em Dezesseis Lições”);
  • Osho – livro “The Golden Future” (tradução livre: “O Futuro Dourado”);
  • Osho – livro “From Unconsciousness to Consciousness” (tradução livre “Do Inconsciente ao Consciente”);
  • Osho – livro “Desvendando mistérios”;
  • Paul Cresswell – livro “Learn to Use Your Subconscious Mind” (tradução livre: “Aprenda a Usar a Sua Mente Subconsciente”);
  • Paulo Freire, educador, pedagogo, filósofo brasileiro – livro “A Psicologia da Pergunta”;
  • Sílvia Lisboa e Bruno Garattoni – artigo da Revista Superintessante, publicado em 21.05.13, sobre o lado oculto da mente e a neurociência moderna.
  • Site da Associação de Estudos Huna https://www.huna.org.br/ – artigos diversos.
  • Site www.globalmentoringgroup.com – artigos sobre PNL;
  • Site Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/Ho%CA%BBoponopono, a enciclopédia livre;
  • Thomas Troward – livro “The Creative Process in the Individual” (tradução livre: “O Processo Criativo no Indivíduo”);
  • Thomas Troward – livro “Bible Mystery and Bible Meaning” (tradução livre: “Mistério da Bíblia e Significado da Bíblia”);
  • Tor Norretranders – livro “A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência” (versão em inglês “The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size”);
  • Wallace D. Wattles – livro “A Ciência para Ficar Rico”;
  • William Walker Atkinson – livro: “Thought Vibration – The Law of Attraction in the Thought World” (tradução livre: “Vibração do Pensamento – A Lei da Atração no Mundo do Pensamento”) – Edição Eletrônica publicada em 2015;
  • Zanon Melo – livro “Huna – A Cura Polinésia – Manual do Kahuna”;

 Imagem pexels-quang-nguyen-vinh-6710930.jpg

Muda…

A chuva de bênçãos derrama-se sobre mim, nesse exato momento.
A Prece atinge o seu foco e levanta voo.
Eu sinto muito. Por favor, perdoa-me. Eu te amo. Eu sou grato.
Está feito! Aloha.

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x