Artigo em inglês no site: https://www.sacredstream.org/the-ancient-roots-of-huna-3/

“The Ancient Roots of Huna”

Tradução livre Projeto OREM®

Por: Isa Gucciardi, Ph.D. e Laura Chandler

As Raízes Antigas da Huna

Resumo: Huna, a tradição Xamânica do Havaí, tem muitos pontos de conexão com outras tradições culturais que sugerem uma fonte antiga comum.

A tradição Huna do Havaí é uma tradição Xamânica com raízes muito mais profundas do que as ilhas do Pacífico. É uma janela para uma sabedoria muito mais antiga – uma que flui sob todas as tradições Xamânicas e espirituais. Como flores desabrochando na mesma videira, as tradições espirituais derivam de uma fonte semelhante. Assim como cada flor é única, cada cultura é única na forma como expressa e preserva aspectos específicos desse corpo de conhecimento subjacente. A tradição Huna oferece uma rara perspectiva dessa fonte e um vislumbre das antigas tradições orais que existiram desde o início da humanidade.

Huna é um termo Havaiano que significa segredo. Ele foi cunhado por Max Freedom Long, que era um professor que vivia e trabalhava em estreita colaboração com os Havaianos durante a década de 1920. Ele ficou fascinado com as práticas secretas dos ilhéus que pareciam desinteressados ​​pela medicina ocidental, preferindo os seus próprios métodos de cura, que nunca eram falados ou escritos abertamente. A princípio, Long pensou que fosse algum tipo de truque, mas logo desenvolveu um grande respeito por essa tradição antiga e escreveu oito livros importantes sobre o assunto. Não se sabe como os Havaianos chamavam esse corpo de conhecimento. Long parece ter derivado o termo Huna da palavra para os Xamãs da tribo, os Kahuna, significando os guardiões do segredo.

As Ilhas Havaianas não eram habitadas até que as tribos polinésias chegaram lá entre 300 d.C. e 700 d.C. Os polinésios deram ao Havaí o seu nome e também semearam a sua cultura. Quando Long encontrou o povo Havaiano pela primeira vez, a sua cultura já havia sofrido um longo período de degeneração através de séculos de guerra intertribal (por volta de 1200 d.C.) e mais tarde com a chegada dos exploradores Europeus (nos anos 1700) e dos missionários cristãos (em 1800). Apesar desse ataque persistente à tradição Havaiana, certos iniciados encarregados de preservar o trabalho secreto conseguiram mantê-lo seguro. Por causa disso, Long foi capaz de testemunhar em primeira mão o poder dessa sabedoria antiga, embora nenhum Havaiano jamais tenha compartilhado as especificidades do conhecimento secreto com ele.

Long dedicou-se ao estudo do povo Havaiano e seus costumes. O seu primeiro livro, Recovering the Ancient Magic, foi publicado em 1936. Pouco depois de sua publicação, ele recebeu uma carta de um jornalista inglês, William Reginald Stewart. Stewart passou grande parte do final de 1800 como pesquisador no norte da África. Durante as suas viagens ele fez amizade e mais tarde foi adotado por uma curandeira Amazigh, ou Kuahini. Em sua carta, ele explicou que em Recovering the Ancient Magic, Long descreveu a mesma magia que Stewart tinha visto e aprendido com a mulher Amazigh nas montanhas do Atlas. Ele também salientou que muitas das palavras Havaianas mencionadas no livro eram notavelmente semelhantes às palavras usadas na língua Amazigh.

Entre os Imazighen (plural de Amazigh; ‘homens livres’), também conhecidos como Berberes, Stewart relatou que havia uma língua secreta para as práticas espirituais da tribo e que essa língua era mantida separada da língua local. As práticas que ele citou eram quase idênticas às descritas por Long, que incluíam grandes feitos de cura. Ele também notou a grande semelhança de palavras Havaianas como akua, tradução aproximada para Deus e sua contraparte amazigh atua. As palavras para homens que mantêm o conhecimento secreto são Kahuna em Havaiano e Kuahuna em Amazigh. Além disso, Kahuna Wahini em Havaiano e Kuahini em Amazigh se referem a mulheres que detêm o conhecimento secreto. Além disso, há uma semelhança entre as palavras Havaianas e Amazigh para uma mulher de poder e a antiga palavra indiana para deusa, ‘Dakini’. Seguindo essa trilha ainda mais na Índia, há uma semelhança entre as palavras para poder, ou fonte de vida, mana em Havaiano e prana em Indiano. Essas semelhanças não são facilmente explicadas. Tanto os Havaianos quanto os Imazighens eram povos extremamente isolados até séculos recentes – um grupo isolado pelas montanhas, o outro pela água.

As semelhanças não terminam com a linguagem. Stewart delineou algumas semelhanças marcantes entre as tradições orais dos Imazighen e as dos Havaianos. Os Imazighen viveram durante séculos nas montanhas do Atlas no Marrocos, extremamente isolados das culturas mais dominantes da região. De acordo com Stewart, tanto os Havaianos quanto os Berberes falam de seu povo originário de uma terra distante. Eles descrevem a terra como verde e exuberante antes de se transformar em deserto. Ambos também se referem a esse lugar como um tempo perdido na história e falam de seu povo partindo daquele lugar por meio de um Mar Vermelho, ou na tradição oral Havaiana, por meio do Mar Vermelho de Kane. Kane é um importante deus Havaiano associado à procriação. Isso aponta para outro paralelo interessante com os textos religiosos Judaico-Cristãos, que se referem às doze tribos de Israel e associam a separação do Mar Vermelho a um êxodo em massa.

A Amazigh Kuahini ofereceu informações adicionais a Stewart sobre as origens de seu povo, descrevendo-os como tendo ajudado a construir as pirâmides, colocando-as na área do Crescente Fértil. Não está claro se os Kuahini descreveram o seu povo como governantes ou como escravos reais que mais tarde se libertaram, mas o termo Imazighen significa o livre. O termo Berbere, uma referência mais comum ao povo das montanhas do Atlas, pode ter sido derivado da palavra grega barbaroi, que significa estrangeiro.

Tanto no folclore Havaiano quanto no de Imazighen, a partida foi precipitada pela adivinhação de uma escuridão intelectual e espiritual que desceria sobre o mundo. Ambos os grupos relatam que foi tomada a decisão de que doze grupos partiriam da terra e sairiam para lugares distantes, a fim de preservar as práticas secretas durante o tempo das trevas. Alguns partem para o sul para a África, outros para a Índia, o Imazighen para as montanhas do Atlas e a tradição oral Havaiana lembra o seu grupo indo para uma série de ilhas vazias em um vasto mar. Em seus livros, Long encontra vestígios da Huna na Índia, Indonésia, Nova Zelândia, Java, Samoa, Taiti, Ilhas Marshall, bem como no Havaí. Além disso, marinheiros Fenícios em aproximadamente 1200 d.C. relataram ter encontrado uma raça matriarcal Caucasiana em uma área que agora é conhecida como Tunísia.

Certamente, esse é apenas um pequeno vislumbre da profunda evolução da cultura e espiritualidade da humanidade. Muito se perdeu com a degeneração e aniquilação das culturas que mantêm as tradições orais. No entanto, a impressionante semelhança das origens dos povos ao redor do mundo persiste e talvez levante mais perguntas do que respostas. Quem eram essas pessoas que existiam no tempo dos Faraós e antes? Houve uma vez realmente uma ordem mundial matriarcal dominante? A tribo mítica de mulheres conhecidas como amazonas poderia se referir a uma cultura matriarcal relacionada aos Imazighen, ou semelhantes? Como era a existência deles e o que exatamente era essa escuridão intelectual e espiritual prevista por tantas culturas? A contemplação dessas questões pode levar a uma compreensão mais profunda da conexão de todas as coisas, pessoas e culturas. Talvez se estenda ainda mais em nossa conexão com a natureza, plantas, animais e meio ambiente, à medida que nós aprendemos a ver mais do que apenas a flor na videira, mas a própria videira e a fonte que nos alimenta a todos.

Sobre William Reginald Stewart

Auto capacitação e prazer têm sido os temas dominantes por trás da vida de Stewart desde que ele era jovem. Profissionalmente, ele usou essas paixões com sucesso como chef em restaurantes por sete anos e depois como fornecedor e fabricante de alimentos especiais por quinze anos. Ao longo dos anos, ele se concentrou nos prazeres de guiar e ensinar o caiaque no mar, as delícias da massagem, especialmente o Lomilomi estilo templo Havaiano e o cultivo e o prazer de plantas bonitas e perfumadas.

Stewart estudou Tantra por muitos anos com vários professores, incluindo o Dr. Jonn Mumford e seus cursos Om Kara Kriya. Ele também trabalhou extensivamente com o erótico, muito disso através do trabalho e ensinamentos do Dr. Joseph Kramer e da The Body Electric School. Ele estudou Xamanismo por mais de trinta anos, mais recentemente com Serge Kahili King nos últimos 20 anos. Em 2006, ele foi ordenado Alaka’i no Dr. King’s Aloha International, tornando-o ministro e professor de Huna, a notável filosofia de cura Havaiana baseada em Aloha.

Stewart agora vive na Grande Ilha do Havaí, onde desfruta diariamente das delícias e maravilhas de seus jardins e da emoção de viver perto dos quase constantes fluxos de lava de Pele [vulcão] no oceano. Ele ministra aulas e cursos de auto capacitação, o Xamanismo Havaiano da Huna, o Método Blackburn de Manifestação, a Meditação do Chocolate e várias outras aulas de Amor Próprio, Curando as Histórias que Contamos a Nós Mesmos, Habilidades Psíquicas e Conhecendo Eu interior de Alguém. Ele também aconselha e orienta pessoas que buscam aumentar o nível de alegria e prazer em suas vidas, sob a perspectiva de auto capacitação e responsabilidade pessoal.

Imagem patrick-ogilvie-KHcyx3gGtJI-unsplash.jpg – 15 de agosto de 2022 – High Atlas Mountains, Morocco.

Referências bibliográficas da OREM1

André Biernath – repórter na Revista Saúde – Grupo Abril  – artigo sobre o filme “Divertida Mente”, que aborda inteligentemente a questão das memórias armazenadas;

Bert Hellinger e Gabriele Tem Hövel – livro “Constelações Familiares – O Reconhecimento das Ordens do Amor”;

Bruce Lipton – livro “A Biologia da Crença “;

Carol Gates e Tina Shearon – livro “As You Wish” (tradução livre: “Como você desejar”);

Ceres Elisa da Fonseca Rosas – livro “O caminho ao Eu Superior segundo os Kahunas” – Editora FEEU;

Charles Seife – livro “Zero: A Biografia de Uma Ideia Perigosa” (versão em inglês “Zero: The Biography of a Dangerous Idea”;

Curso “Autoconhecimento na Prática online – Fundação Estudar” https://www.napratica.org.br/edicoes/autoconhecimento;

Dan Custer – livro “El Milagroso Poder Del Pensamiento” (tradução livre: “O Miraculoso [Incrível] Poder Do Pensamento”);

David V. Bush – livro “How to Put The Subconscious Mind to Work” (tradução livre: “Como Colocar a Mente Subconsciente para Trabalhar”);

Dr. Alan Strong – artigo denominado “The Conscious Mind — Just the Tip of the Iceberg” (tradução livre: “A Mente Consciente – Apenas a Ponta do Iceberg”), no site www.astrongchoice.com;

Dr. Amit Goswami – livro “O Universo Autoconsciente – como a consciência cria o mundo material”;

Dr. Benjamin P. Hardy, psicólogo organizacional, autor do livro “Willpower Doesn’t Work” (Tradução livre: “Força de Vontade Não Funciona”), em artigo no site https://medium.com/the-mission/how-to-get-past-your-emotions-blocks-and-fears-so-you-can-live-the-life-you-want-aac362e1fc85Sr;

Dr. Bruce H. Lipton – livro “A Biologia da Crença”;

Dr. Deepak Chopra – livro “Criando Prosperidade”;

Dr. Gregg Braden – livro “A Matriz Divina”;

Dr. Helder Kamei – site http://www.flowpsicologiapositiva.com/ – Instituto Flow;

Dr. Joe Dispenza – livro “Breaking the Habit of Being Yourself – How to Lose Your Mind and Create a New One” (tradução livre: “Quebrando o Hábito de Ser Você Mesmo – Como Liberar Sua Mente e Criar um Novo Eu”);

Dr. Kenneth Wapnick – transcrição de sua palestra denominada “Introdução Básica a Um Curso em Milagres”;

Dr. Maxwell Maltz – livro “The New Psycho-Cybernetics” (tradução livre: “A Nova Psico-Cibernética”);

Dr. Nelson Spritzer – livro “Pensamento & Mudança – Desmistificando a Programação Neurolinguística (PNL)”;

Dr. Richard Maurice Bucke – livro ‘Consciência Cósmica’;

Dr. Serge King – livro “Cura Kahuna” (Kahuna Healing);

Francisco Cândido Xavier – livro “No Mundo Maior” (ditado pelo espírito Dr. André Luiz);

Francisco do Espírito Santo Neto – livro “Os Prazeres da Alma” (ditado pelo espírito Hammed);

Gerald Zaltman – Professor da Harvard Business School – livro “How Customers Think” (tradução livre: “Como Pensam os Consumidores”);

Henry Thomas Hamblin – livro “Within You Is The Power” (tradução livre: “Dentro de VOCÊ Está O Poder”);

Hermínio C. Miranda – livro “O Evangelho de Tomé”;

Igor I. Sikorsky, Jr. – Jurista – Artigo Jung & Huna – Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/huna-bulletins/hv-newsletter-30-spring-1979/

James Redfield – livro “A Profecia Celestina”;

Jens Weskott – artigo “Bem-vindo Subconsciente – Graças ao Ho’oponopono”, site da Associação de Estudos Huna disponível no link https://www.huna.org.br/wp/?s=jens;

Joe Vitale – livro “Limite Zero”;

Joel S. Goldsmith – livro “O Despertar da Consciência Mística”;

John Assaraf – artigo ratificando que somos todos seres perfeitos de Luz está disponível no site http://in5d.com/the-world-of-quantum-physics-everything-is-energy/;

John Curtis – Webinario sobre Ho’oponopono – site Sanación y Salud http://www.sanacionysalud.com/

Joseph Murphy – livro “The Power of Your Subconscious Mind” (tradução livre: “O Poder de Sua Mente Subconsciente”);

Kenneth E. Robinson – livro “Thinking Outside the Box” (tradução livre: “Pensar Fora da Caixa”);

Krishnamurti – artigo “Early Krishnamurti” (“Inicial Krishnamurti”) – Londres, 7-3-1931.  Site: https://www.reddit.com/r/Krishnamurti/comments/qe99e1/early_krishnamurti_7_march_1931_london/

Krishnamurti  – livro “O Sentido da Liberdade”, publicado no Brasil em 2007, no capítulo “Perguntas e Respostas”, o tema “Sobre a Crise Atual”; experienciamos, para a nossa reflexão e meditação à luz do sistema de pensamento do Ho’oponopono.

Kristin Zambucka, artista, produtora e autora do livro “Princess Kaiulani of Hawaii: The Monarchy’s Last Hope” (tradução livre: “Princesa Kaiulani do Havaí: A Última Esperança da Monarquia”);

Leonard Mlodinow – livro “Subliminar – Como o inconsciente influencia nossas vidas” – do ano de 2012;

Livro “Um Curso em Milagres” – 2ª edição – copyright 1994 da edição em língua portuguesa;

Louise L. Hay – livro “You Can Heal Your Life – (tradução livre: “Você Pode Curar Sua Vida”);

Malcolm Gradwell – livro “Blink: The Power of Thinking without Thinking” (Tradução livre: “Num piscar de olhos: O Poder de Pensar Sem Pensar”);

Marianne Szegedy-Maszak – edição especial sobre Neurociência publicada na multiplataforma “US News & World Report”, destacando o ensaio “Como Sua Mente Subconsciente Realmente Molda Suas Decisões”;

Max Freedom Long – livro “Milagres da Ciência Secreta”;

Max Freedom Long – Artigo “Teaching HUNA to the Children – How Everything was made” [Ensinando HUNA para as Crianças – Como Tudo foi feito], site https://www.maxfreedomlong.com/articles/max-freedom-long/teaching-huna-to-the-children/;

Max Freedom Long – Artigo “Huna And The God Within”. Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/articles/huna-lessons/huna-lesson-2-huna-theory-of-prayer/

Max Freedom Long – Artigo “The Workable Psycho-Religious System of the Polynesians” [O Sistema Psico-Religioso Praticável dos Polinésios]. Fonte: https://www.maxfreedomlong.com/articles/max-freedom-long/huna-the-workable-psycho-religious-system-of-the-polynesians/

Napoleon Hill – livro “The Law of Success in Sixteen Lessons” (tradução livre: “A Lei do Sucesso em Dezesseis Lições”);

Osho – livro “The Golden Future” (tradução livre: “O Futuro Dourado”);

Osho – livro “From Unconsciousness to Consciousness” (tradução livre “Do Inconsciente ao Consciente”);

Osho – livro “Desvendando mistérios”;

Paul Cresswell – livro “Learn to Use Your Subconscious Mind” (tradução livre: “Aprenda a Usar a Sua Mente Subconsciente”);

Paulo Freire, educador, pedagogo, filósofo brasileiro – livro “A Psicologia da Pergunta”;

Platão – livro “O Mito da Caverna”;

Richard Wilhelm – livro “I Ching”;

Roberto Assagioli, Psicossíntese. Site http://psicossintese.org.br/index.php/o-que-e-psicossintese/

Sanaya Roman – livro “Spiritual Growth: Being Your Higher Self (versão em português: “Crescimento Espiritual: o Despertar do Seu Eu Superior”);

Sílvia Lisboa e Bruno Garattoni – artigo da Revista Superintessante, publicado em 21.05.13, sobre o lado oculto da mente e a neurociência moderna.

Site da Associação de Estudos Huna https://www.huna.org.br/ – artigos diversos.

Site www.globalmentoringgroup.com – artigos sobre PNL;

Site Wikipedia https://pt.wikipedia.org/wiki/Ho%CA%BBoponopono, a enciclopédia livre;

Thomas Troward – livro “The Creative Process in the Individual” (tradução livre: “O Processo Criativo no Indivíduo”);

Thomas Troward – livro “Bible Mystery and Bible Meaning” (tradução livre: “Mistério da Bíblia e Significado da Bíblia”);

Tor Norretranders – livro “A Ilusão de Quem Usa: Reduzindo o tamanho da Consciência” (versão em inglês “The User Illusion: Cutting Consciousness Down to Size”);

Wallace D. Wattles – livro “A Ciência para Ficar Rico”;

William Walker Atkinson – livro: “Thought Vibration – The Law of Attraction in the Thought World” (tradução livre: “Vibração do Pensamento – A Lei da Atração no Mundo do Pensamento”) – Edição Eletrônica publicada em 2015;

Zanon Melo – livro “Huna – A Cura Polinésia – Manual do Kahuna”;   

Muda…

A chuva de bênçãos derrama-se sobre mim, nesse exato momento.
A Prece atinge o seu foco e levanta voo.

Eu sinto muito.
Por favor, perdoa-me.
Eu te amo.
Eu sou grato(a).

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x