Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 18

“No plano longitudinal (ou horizontal), a verdadeira igualdade de todos os homens na Filiação parece envolver um tempo quase infinito. Mas nós sabemos que o tempo é apenas um artefato introduzido como auxiliar de aprendizagem.

54.) O milagre é um dispositivo de aprendizado que diminui a necessidade de tempo. A súbita mudança da percepção horizontal para a vertical que o milagre acarreta introduz um intervalo a partir do qual o fazedor e o receptor emergem muito mais longe no tempo do que teriam sido.

Um milagre tem, portanto, a propriedade única de abolir o tempo, tornando desnecessário o espaço de tempo que ocupa. NÃO há relação entre o tempo que um milagre LEVA e o tempo que ele ABRANGE. Ele substitui POR aprendizado o que pode ter levado milhares de anos. Ele faz isso pelo reconhecimento subjacente da perfeita igualdade e santidade entre o fazedor e o receptor sobre o qual repousa o milagre. É instável, mas perfeitamente consistente, ou seja, não ocorre de forma previsível ao longo do tempo e raramente ocorre em formas comparáveis. Mas dentro de SI MESMO ele é perfeitamente consistente.

Uma vez que contém NADA ALÉM DE um reconhecimento de igualdade e valor, todas as partes SÃO iguais. Isso estabelece o pré-requisito para a validade.

Nós dissemos antes que o milagre abole o tempo. Ele faz isso por um processo de COLAPSO. Assim, abole certos INTERVALOS dentro dele. Ele faz isso, no entanto, DENTRO da sequência temporal maior.

A validade do milagre, então, é PREDITIVA, não lógica, dentro do esquema temporal.

Ele estabelece um intervalo de tempo fora do padrão, que NÃO está sob as leis usuais do tempo. Só nesse sentido ele é atemporal. Ao reduzir o tempo, ele literalmente economiza tempo, da mesma forma que o ‘horário de verão’ o faz. Ele reorganiza a distribuição da luz.”

[FIP T-1.V. Integridade e Espírito]

“55.) O milagre é o único dispositivo que o homem tem à sua disposição imediata para controlar o tempo.

Somente a Revelação o TRANSCENDE, não tendo absolutamente nada a ver com o tempo. O milagre é muito parecido com o corpo, pois ambos são auxiliares de aprendizagem que visam facilitar um estado em que são desnecessários. Quando a Alma está finalmente no estado original de comunicação direta, nem o corpo nem o milagre servem a qualquer propósito.

Enquanto ele está NO corpo, entretanto, o homem pode escolher entre canais de criatividade sem amor ou milagrosos. Ele pode criar um concha vazia (veja a referência anterior), mas ele DE FATO NÃO cria nada. Ele pode esperar, atrasar, paralisar a si mesmo, reduzir a sua criatividade a quase nada e até mesmo induzir uma verdadeira parada ou regressão do desenvolvimento. Mas ele NÃO PODE abolir a sua criatividade. Ele PODE destruir o seu meio de comunicação, mas NÃO o seu potencial.

Ele NÃO foi criado por sua própria vontade. Somente o que ELE cria é dele para decidir. A decisão básica da mente voltada para o milagre é NÃO esperar no tempo mais do que o necessário. O tempo pode desperdiçar, assim como ser desperdiçado. O trabalhador de milagres, portanto, aceita com contentamento o fator de controle do tempo do milagre, porque ele reconhece que cada colapso de tempo aproxima todos os homens da LIBERAÇÃO final do tempo, na qual o Filho e o Pai SÃO um só.

O verdadeiro significado de ‘são de um tipo’ é ‘de uma mente ou vontade’. Quando a vontade da Filiação e do Pai são uma só, o perfeito acordo deles É o Céu.

À PARTE: Diga a Bill que ele está certo em fornecer a você a força consistente que você precisa obter e ele precisa oferecer. A sua instabilidade e a sua fraqueza resultaram de más escolhas cármicas e o seu relacionamento AGORA é crucial para o futuro. Vocês dois devem exercer todos os esforços para restaurá-lo ao que era antes. Ambos estão corrigindo onde falharam antes. Isso já lhe permitiu cumprir um papel muito inesperado em sua própria salvação conjunta e a salvação de muitas outras crianças que eu confiarei cada vez mais a você. Esses não são de forma alguma escolhidos ao acaso.

Bill deve saber que a sua preparação não é apenas em termos de compartilhar os resultados de sua melhor aplicação de alguns talentos bastante inusitados. O seu próprio papel, que ele entenderá depois que a sua preparação estiver completa, será igualmente surpreendente. Ele precisará de sua ajuda então, assim como você precisa da força dele agora.

Observe que você DE FATO NÃO precisa da ajuda dele como escriba, porque você desenvolveu essa habilidade por seus próprios esforços e finalmente os colocou à MINHA disposição. Ao emprestar-lhe a sua força, ele fortalece a si mesmo. Quando ele conseguir isso através de seus próprios esforços, ele precisará de sua ajuda de uma maneira muito inesperada. Mas esse é apenas mais um exemplo da natureza recíproca dos milagres.

Igualdade não implica homogeneidade AGORA. Quando TODOS tiverem TUDO, as contribuições individuais para a Filiação não serão mais necessárias. Quando a Expiação for completada, TODOS os talentos serão compartilhados por TODOS os Filhos de Deus. Deus NÃO é parcial. Todos os Seus filhos têm o Seu amor total e todos os Seus dons são dados livremente a todos igualmente.

‘A menos que você se torne como criancinhas’ significa que a menos que você reconheça completamente a sua completa dependência de Deus, você não pode conhecer o verdadeiro poder do Filho em seu verdadeiro relacionamento com o Pai.

Você e Bill DE FATO têm talentos especiais que são necessários para a aceleração Celestial nesse momento. Mas observe que o termo ‘acelerar’ não é aquele que se relaciona com a TRANSCENDÊNCIA do tempo.

Quando o tempo for abolido e todos os Filhos de Deus tiverem voltado para casa, nenhum agente especial será necessário. Mas não subestime o poder dos agentes especiais agora, ou a grande necessidade deles. Eu não afirmo ser mais do que isso eu mesmo. Ninguém em sua Mente Certa (um termo que deve ser especialmente observado) deseja mais ou menos do que isso. Aqueles que são chamados a testemunhar por mim AGORA estão testemunhando por todos os homens, como eu sou.”

“O milagre é muito parecido com o corpo, pois ambos são auxiliares de aprendizagem que visam facilitar um estado em que são desnecessários. Quando a Alma está finalmente no estado original de comunicação direta, nem o corpo nem o milagre servem a qualquer propósito.”

Urtext – Esclarecimento de Termos

4. PERCEPÇÃO – CONHECIMENTO

“O mundo que vês é uma ilusão de um mundo. Deus não o criou, pois o que Ele cria tem que ser eterno como Ele próprio. No entanto, não há nada no mundo que vês que vá durar para sempre. Algumas coisas durarão no tempo um pouco mais do que outras. Mas virá o tempo no qual todas as coisas visíveis terão um fim.

Os olhos do corpo, portanto, não são o meio através do qual o mundo real pode ser visto, pois as ilusões que eles contemplam não podem deixar de levar a mais ilusões da realidade. E é o que fazem. Pois tudo o que vêem não só não vai durar, como se presta a pensamentos de pecado e culpa. Enquanto isso, todas as coisas que Deus criou são para sempre sem pecado e, portanto, para sempre sem culpa.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 18

“’Eu não estou sozinho ao experienciar os efeitos do que vejo.’

A ideia para o dia de hoje é um outro passo no aprendizado de que os pensamentos que dão origem àquilo que vês nunca são neutros ou sem importância. Ela também enfatiza a ideia de que as mentes são unidas, à qual será dada maior ênfase mais adiante.

A ideia de hoje não se refere tanto ao que você vê, mas a como você o vê. Portanto, os exercícios de hoje enfatizarão esse aspecto de sua percepção. Os três ou quatro períodos de prática que são recomendados devem ser feitos da seguinte forma:

Olha à tua volta, selecionando os sujeitos para a aplicação da ideia para o dia de hoje tão fortuitamente quanto for possível e mantém os teus olhos sobre cada um deles o tempo suficiente para dizeres:

‘Eu não estou sozinho ao experimentar os efeitos de como vejo _____.’

Conclui cada período de prática repetindo a declaração mais genérica:

‘Eu não estou sozinha ao experimentar os efeitos do que vejo.’

Um minuto aproximado, ou até menos, será suficiente para cada período de prática.”

—–

Dia 19

“Antigamente o papel da Sacerdotisa era experienciar Revelações e fazer milagres. O propósito era trazer para aqueles que ainda não estavam disponíveis para Revelações diretas o foco apropriado para eles.

A percepção elevada sempre foi o atributo essencial da Sacerdotisa.

(Essa é a primeira vez que Helen disse que ela ficaria honrada se houvesse algumas anotações que ele quisesse que ela fizesse. Ele disse que sim.)”

Instruções sobre Sexo (Parte IV) – Distorções de Fantasia

“(Nem Bill nem eu é realmente claro sobre como os impulsos sexuais podem ser diretamente traduzidos em impulsos voltados para o milagre.) As fantasias que eu mencionei ontem (refere-se à discussão que Helen e Bill tiveram) fornecem um excelente exemplo de como você muda. (Agora mude as referências dos pronomes, ou isso ficará muito confuso.)

As fantasias são formas distorcidas de pensamento, porque sempre envolvem a distorção da percepção na irrealidade. A fantasia é uma forma aviltada de visão. Visões e Revelações estão intimamente relacionadas.

Fantasias e projeção estão mais intimamente associadas, porque ambas tentam controlar a realidade externa de acordo com falsas necessidades internas. ‘Viva e deixe viver’ passa a ser uma injunção muito significativa. Torça a realidade de qualquer maneira e você estará percebendo destrutivamente. A realidade foi perdida pela usurpação, que por sua vez produziu a tirania. Eu lhe disse que agora você foi restaurado ao seu antigo papel no Plano de Expiação. Mas você ainda tem que escolher livremente dedicar a sua herança à Restauração maior. Enquanto um único escravo permanecer andando na terra, a sua liberação não estará completa. A restauração completa da Filiação é o único objetivo verdadeiro da mente voltada para o milagre.

As fantasias sexuais são distorções da percepção por definição. Elas são um meio de fazer associações falsas e obter prazer com elas. O homem só pode fazer isso porque é criativo. Mas embora ele possa perceber associações falsas, ele nunca pode torná-las reais, exceto para si mesmo. Como foi dito antes, o homem acredita no que ele cria. Se ele cria um milagre, ele será igualmente forte em sua crença nisso. A força de sua convicção, então, sustentará a crença de quem recebe o milagre.

NENHUMA fantasia, sexual ou de outra maneira, é verdadeira. As fantasias tornam-se totalmente desnecessárias à medida que a natureza totalmente satisfatória da realidade se torna aparente. O impulso sexual é um impulso voltado para o milagre quando está em foco adequado. Uma pessoa vê em outra a parceria certa para ‘procriar a descendência’ (Wolff não estava muito longe aqui) e também para o estabelecimento conjunto de um lar criativo. Isso não envolve fantasia. Se eu for convidado a participar da decisão, a decisão também será CERTA.

Em uma situação em que você ou outra pessoa, ou ambos, experienciam impulsos sexuais inadequados, SAIBA PRIMEIRO que isso é uma expressão de medo. O seu amor um pelo outro NÃO é perfeito e é por isso que o medo surgiu. Volte-se imediatamente para mim negando o poder do medo e peça-me para ajudá-lo a substituí-lo pelo amor. Isso muda o impulso sexual imediatamente para o impulso voltado para o milagre e o coloca à MINHA disposição.

Então reconheça o verdadeiro valor criativo tanto de você quanto do outro. Isso coloca a força onde ela pertence. Observe que as fantasias sexuais são SEMPRE destrutivas (ou esgotantes), na medida em que percebem o outro em um papel criativo inadequado. Ambas as pessoas são percebidas essencialmente como ‘objetos’ cumprindo os SEUS PRÓPRIOS impulsos de prazer. Essa visão desumanizada é a fonte do uso ESGOTADO do sexo. A descrição de Freud é puramente NEGATIVA, ou seja, como uma liberação do DESAGRADÁVEL. Ele também observou que a tensão dos impulsos do id nunca diminui completamente.

O que ele deveria ter dito é que a mudança de impulsos voltados para o milagre para impulsos sexuais foi debilitante em primeiro lugar, por causa da confusão de níveis envolvida. Isso configurou um estado em que a liberação real era impossível. Observe também que a noção de sexo de Freud era um dispositivo para induzir o RELAXAMENTO, que ele confundia com a PAZ.

O sexo inadequado relaxa apenas no sentido de que pode induzir o sono físico. O milagre, por outro lado, é ENERGIZADOR. Ele sempre fortalece e nunca esgota. Induz a paz e, ao estabelecer a tranquilidade (não o relaxamento), ele permite que tanto o doador quanto aquele que recebe entrem em um estado de graça. Aqui a sua mentalidade voltada para o milagre (não a liberação da tensão) é restaurada.

A tensão é o resultado de uma construção de impulsos voltados para o milagre não expressos. Isso só pode ser verdadeiramente diminuído liberando o impulso voltado para o milagre, que foi bloqueado. Converter isso em libido sexual apenas produz mais bloqueios. Nunca cultive essa ilusão em você, nem a encoraje nos outros. Um ‘objeto’ é incapaz de liberação, porque é um conceito desprovido de poder criativo. O reconhecimento do verdadeiro poder criativo em você e nos outros traz liberação porque isso traz paz.

A Paz de Deus, que ultrapassa o entendimento, PODE guardar os seus corações agora e para sempre.”

“…Volte-se imediatamente para Mim negando o poder do medo e peça-me para ajudá-lo a substituí-lo pelo amor. Isso muda o impulso sexual imediatamente para o impulso voltado para o milagre e o coloca à MINHA disposição.”

A Função do Escriba

“Há apenas duas pequenas adições necessárias aqui:

1. O seu problema agudo anterior em escrever as coisas veio de um mau uso MUITO anterior de uma habilidade muito grande de escriba. Isso foi transformado em vantagem secreta em vez de compartilhada, privando-a de seu potencial milagroso e desviando-a para a possessão. Isso é muito parecido com a confusão de impulsos sexuais com impulsos voltados para a possessão. Parte do material original ainda está no Templo. É por isso que você ficou com tanto medo da Atlântida. Bill tem as suas próprias razões.

2. Mantenha a sua atitude de mente voltada para o milagre em relação a Rosie com MUITO cuidado. Ela uma vez machucou vocês dois e é por isso que ela agora é a vossa serva. Mas ela é abençoada por ver o serviço como uma fonte de alegria. Ajude-a a corrigir os seus erros passados, contribuindo para o seu bem-estar agora. (Revelação especial sobre Helen – OMISSÃO 1.)

‘Sacerdotisa, um irmão se ajoelhou em seu santuário. Cure-o através de Mim.’

Eu tenho uma ideia de que o santuário apenas se referia ao ‘altar interior’, que a Sacerdotisa servia. Imagino que a forma de comunicação fosse direta, e o ‘irmão’ sempre sem nome. Eu – a Sacerdotisa respondeu automaticamente orando diretamente a Deus, levantando-se com os braços erguidos para baixar uma bênção sobre o irmão, que estava ajoelhado do lado de fora. A sua resposta foi completamente automática e impessoal. Ela nunca pensou em verificar o resultado, porque não havia dúvida.

Eu imagino que AINDA não haja dúvida. Exceto que a Sacerdotisa não pode mais pedir sozinha.

Isso originalmente era ‘irmã’ e não ‘Sacerdotisa’.

Pergunta de Helen sobre: memórias passadas. RESPOSTA: Contanto que você se lembre SEMPRE de que nunca sofreu nada por causa de qualquer coisa que OUTRA pessoa tenha feito, isso não é perigoso.”

Urtext – Esclarecimento de Termos (PERCEPÇÃO-CONHECIMENTO continuação)

O conhecimento não é o remédio para a falsa percepção já que, estando em outro nível, eles nunca podem se encontrar. A única correção possível para a falsa percepção tem que ser a verdadeira percepção. Ela não durará. Mas enquanto durar, vem para curar. Pois a percepção verdadeira é um remédio que tem muitos nomes. Perdão, salvação, Expiação, percepção verdadeira; todos são um só. Todos eles são o único começo com o fim de levar à Unicidade, muito além deles próprios. A percepção verdadeira é o meio pelo qual o mundo é salvo do pecado, pois o pecado não existe. E é isso o que a percepção verdadeira vê.

O mundo se ergue como um bloco diante da face de Cristo. Mas a percepção verdadeira olha para o mundo como nada mais do que um frágil véu, tão facilmente desfeito que não pode durar mais do que um instante. Afinal ele é visto simplesmente como é. E agora não pode deixar de desaparecer, pois agora há um espaço vazio, que foi limpo e está pronto. Onde a destruição era percebida aparece a face de Cristo e nesse instante o mundo é esquecido e o tempo acaba para sempre, enquanto o mundo vai girando para o nada de onde veio.”

“A percepção verdadeira é o meio pelo qual o mundo é salvo do pecado, pois o pecado não existe. E é isso o que a percepção verdadeira vê.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 19

“’Eu não estou sozinho ao experienciar os efeitos dos meus pensamentos.’

A ideia para o dia de hoje é, obviamente, a razão pela qual o que vês não afeta só a ti. Notarás que, algumas vezes, as ideias relacionadas com o modo de pensar precedem aquelas relacionadas com a percepção, enquanto que outras vezes a ordem é revertida. A razão disso é que a ordem não importa. O pensamento e os seus resultados são realmente simultâneos, pois causa e efeito nunca estão separados.

Hoje estamos enfatizando mais uma vez o fato de que as mentes são unidas. Raramente essa ideia é totalmente bem recebida de início, já que parece trazer consigo um enorme senso de responsabilidade, e pode até ser considerada como uma invasão de privacidade. No entanto, é fato que não existem pensamentos privados. Apesar da tua resistência inicial a esta ideia, tu ainda compreenderás que isso não pode deixar de ser verdadeiro, se é que a salvação é possível de qualquer modo. E a salvação tem que ser possível porque é a Vontade de Deus.

O minuto aproximado de exame da mente que os exercícios de hoje requerem, deve ser empreendido com os olhos fechados. Primeiro, a ideia para o dia de hoje deve ser repetida e, então, a mente deve ser cuidadosamente examinada em busca dos pensamentos que contém naquele momento. Ao considerar cada um, cita-o em termos da pessoa ou do tema central que ele contém, e mantendo-o em tua mente ao fazê-lo, dize:

‘Não estou sozinho ao experienciar os efeitos desse pensamento sobre _____.’

O requisito de selecionar sujeitos para os períodos de prática com a máxima indiscriminação possível já deve ser bastante familiar para ti agora, e não será mais repetido a cada dia, embora possa vir a ser incluído ocasionalmente como um lembrete. Não esqueças, porém, que a seleção fortuita de sujeitos para todos os períodos de prática continua sendo essencial até o final. A falta de ordem conectada a isso finalmente fará com que o reconhecimento da falta de ordem de dificuldades em milagres seja significativo para ti.

Além da aplicação da ideia para o dia de hoje ‘de acordo com a necessidade’, pelo menos três períodos de prática são requeridos, diminuindo a duração do tempo envolvido se for necessário. Não tentes mais do que quatro.

—–

Dia 20

[FIP T-1.VI. A Ilusão das Necessidades]

Lembre-se de que você que deseja a paz somente pode encontrá-la pelo perdão completo. Você nunca QUIS a paz antes, então não fazia sentido saber como obtê-la. Esse é um exemplo do princípio da ‘necessidade de saber’, que foi estabelecido pelo Plano de Expiação muito antes da CIA [Central Intelligence Agency?].

Nenhum tipo de conhecimento é adquirido por ninguém a menos que ele o queira, ou acredite de alguma forma que ele PRECISA dele. Um psicólogo de fato NÃO precisa de uma lição sobre a hierarquia das necessidades como tal, mas, como todo mundo, ele DE FATO precisa entender as suas próprias.

Pensamento da Escassez – a Falácia da Falta

Esse conjunto particular de notas será o único que trata do conceito de ‘falta’, porque enquanto o conceito não existe na Criação de Deus, isso é MUITO aparente nas criações do homem. É, de fato, a diferença essencial.

Uma necessidade implica falta, por definição. Envolve o reconhecimento, consciente ou subconsciente (e às vezes, felizmente, supraconsciente) de que você estaria melhor em um estado que é de alguma forma diferente daquele em que se encontra.

Até a Separação, que é um termo melhor do que a Queda, nada estava faltando. Isso significava que o homem não tinha nenhuma necessidade. Se ele não tivesse se privado, ele nunca as teria experimentado.

Após a Separação, as necessidades tornaram-se a mais poderosa fonte de motivação para a ação humana. Todo comportamento é essencialmente motivado por necessidades, mas o comportamento em si não é um atributo divino. O corpo é o mecanismo para o comportamento. (Pergunte a qualquer Behaviorista e ele também está CERTO.)

Você diz às suas próprias turmas que ninguém se daria ao trabalho de se levantar e ir de um lugar para outro se não pensasse que, de alguma forma, ele estaria melhor. Isso é bem verdade.

Acreditar que ele PODERIA estar ‘melhor’ é a razão pela qual o homem tem à sua disposição o mecanismo de comportamento. É por isso que a Bíblia diz: ‘Por suas OBRAS os conhecereis’.

Um homem age de acordo com a hierarquia particular de necessidades que ele estabelece para si mesmo. A sua hierarquia, por sua vez, depende de sua percepção do que ele É, ou seja, do que ele CARECE. Isso estabelece as suas próprias regras para o que ele precisa saber.

A separação de Deus é a única falta que ele realmente precisa corrigir. Mas a sua separação nunca teria ocorrido se ele não tivesse distorcido a sua percepção da verdade e, assim, percebesse a si mesmo como carente.

O conceito de QUALQUER tipo de HIERARQUIA de necessidades surgiu porque, tendo cometido esse erro fundamental, ele já havia se fragmentado em níveis com necessidades DIFERENTES. À medida que ele se integra, ELE se torna um só e a sua ÚNICA necessidade se torna uma só de acordo. Somente os fragmentados podem se confundir com isso.

A integração interna dentro do eu não (bastar para?) corrigirá a falácia da falta, mas isso corrigirá a falácia da NECESSIDADE. (Obrigado por escrever isso como dado.) A necessidade unificada produz ação unificada, porque produz falta de ambivalência.

O conceito de hierarquia de necessidades, corolário do erro original, requer correção em seu PRÓPRIO nível, antes que o próprio erro de níveis possa ser corrigido. O homem não pode operar (ou se comportar) efetivamente enquanto opera em níveis divididos. Mas enquanto ele fizer isso, ele tem que introduzir a correção de baixo para CIMA.

Isso ocorre porque ele agora opera no espaço, onde ‘para cima’ e ‘para baixo’ são termos significativos.

Em última análise, é claro, o espaço é tão sem sentido quanto o tempo. O conceito é realmente de CRENÇA no espaço-tempo. O mundo físico existe apenas porque o homem pode usá-lo para corrigir a sua incredulidade, que o colocou nele originalmente. Enquanto o homem SABIA que ele não precisava de nada, todo o dispositivo era desnecessário.

A necessidade de saber não está seguramente sob o controle do homem nesse momento. Isso é MUITO melhor sob o Meu. Vamos apenas deixar isso além de tudo.

A separação de Deus é a única falta que ele realmente precisa corrigir. Mas a sua separação nunca teria ocorrido se ele não tivesse distorcido a sua percepção da verdade e, assim, percebesse a si mesmo como carente.”

Instruções sobre Sexo (Parte V) – A Ilusão do Parceiro Perfeito

(Pergunta específica levantada por Bill sobre sexo sob condições existentes) (Helen levantou uma questão anterior sobre o passado, que acaba de ser respondida.)

A outra pergunta, no entanto, eu estou mais do que disposto a responder, porque é apropriado para AGORA. Você e Bill escolheram os seus parceiros sexuais atuais vergonhosamente e teriam que compensar a falta de amor que estava envolvido em qualquer caso.

Vocês os selecionou precisamente PORQUE eles NÃO eram adequados para satisfazer as suas fantasias.

Isso não era porque vocês queriam abandonar ou desistir das fantasias, mas porque vocês tinham MEDO delas. Vocês viram em seus parceiros um meio de se protegerem contra o medo, mas ambos continuaram a ‘procurar’ por chances de satisfazer as fantasias.

O sonho do ‘parceiro perfeito’ é uma tentativa de encontrar a integração EXTERNA, mantendo as necessidades conflitantes no eu.

Bill era um pouco menos culpado disso do que você, mas principalmente porque ele estava com mais medo. Ele havia abandonado a esperança (de encontrar um parceiro perfeito) em um sentimento neurótico de desespero de encontrá-lo.

Você, por outro lado, insistiu que a esperança era justificada. Nenhum de vocês, portanto, estava em sua Mente Certa.

Como foi dito antes, a homossexualidade é INERENTEMENTE mais arriscada (ou propensa a erros) do que a heterossexualidade, mas ambas podem ser empreendidas em bases igualmente falsas. A falsidade da base é clara nas fantasias que a acompanham. A homossexualidade SEMPRE envolve uma percepção errônea do eu OU do parceiro e geralmente de ambos.

A compreensão DE FATO NÃO envolve magia, nem QUALQUER forma de comportamento sexual. Isso É uma crença mágica se envolver QUALQUER forma de atividade de imagem corporal. Vocês não se criaram nem controlaram a sua criação. Ao introduzir níveis em sua própria percepção, você abriu o caminho para distorções da imagem corporal.

Urtext – Esclarecimento de Termos (PERCEPÇÃO – CONHECIMENTO)

Um mundo perdoado não pode durar. Era o lar de corpos. Mas o perdão olha para o que vem depois dos corpos. Essa é a sua santidade, é assim que ele cura. O mundo dos corpos é o mundo do pecado, pois o pecado só seria possível se houvesse um corpo. Do pecado vem a culpa, tão certamente quanto o perdão afasta toda culpa para longe. E uma vez que toda a culpa se foi, o que mais sobra para manter um mundo separado em seu lugar? Pois os lugares se foram também, junto com o tempo. Só o corpo faz o mundo parecer real, pois sendo separado, ele não poderia permanecer onde a separação é impossível. O perdão prova que ela é impossível porque não o vê. E aquilo que, então, deixarás de ver não será compreensível para ti, do mesmo modo como a presença daquilo foi uma vez a tua certeza.

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 20

“’Eu estou determinado a ver.’

Até agora, temos sido bastante casuais em relação aos nossos períodos de prática. Não houve propriamente nenhuma tentativa de definir o momento em que estes devem ser empreendidos, o esforço requerido tem sido mínimo e, nem mesmo cooperação ativa e interesse foram pedidos. Essa abordagem tem sido intencional e muito cuidadosamente planejada. Não perdemos de vista a importância crucial da reversão do teu modo de pensar. A salvação do mundo depende disso. No entanto, não verás, se consideras a ti mesmo como se fosses coagido, ou entregando-te ao ressentimento e à oposição.

Essa é a nossa primeira tentativa de introduzir uma estrutura. Não a interpretes equivocadamente como um esforço no sentido de exercer força ou pressão. Queres a salvação. Queres ser feliz. Queres paz. Não a tens agora porque a tua mente é totalmente indisciplinada e não podes distinguir entre a alegria e o pesar, o prazer e a dor, o amor e o medo. Estás aprendendo agora como distingui-los. E de fato, será grande o teu galardão.

A tua decisão de ver é tudo o que a visão requer. O que queres é teu. Não te equivoques considerando o pequeno esforço que te é pedido como uma indicação de que a nossa meta é de pouco valor. É possível que a salvação do mundo seja um propósito trivial? E é possível que o mundo seja salvo se tu não o és? Deus tem um Filho, e ele é a ressurreição e a vida. A sua vontade é feita porque todo o poder é dado a ele no Céu e na Terra. Na tua determinação em ver, a visão te é dada.

Os exercícios para o dia de hoje consistem em lembrar a ti mesmo durante todo o dia que queres ver. A ideia de hoje também implica, tacitamente, o reconhecimento de que não vês agora. Portanto, ao repetires a ideia, estás declarando que estás determinado a mudar o teu presente estado por um melhor, aquele que realmente queres.

Repete a ideia para o dia de hoje lenta e positivamente pelo menos duas vezes por hora durante esse dia, tentando fazê-lo a cada meia hora. Não te aflijas se esqueceres de fazer isso, mas faze um esforço real para lembrar-te. As repetições extras devem ser aplicadas a qualquer situação, pessoa ou evento que te transtorne. Podes vê-los de maneira diferente, e verás. O que desejas, tu verás. Tal é a lei real de causa e efeito assim como opera no mundo.

—–

Imagem tiny-tribes-NMc0TcigPYM-unsplash.jpg – 11 de outubro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x