Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 99

A Cura e a Imutabilidade da Mente

[FIP T-7.V.]

O corpo nada mais é do que uma estrutura para o desenvolvimento de habilidades. Ele é, portanto, um meio para desenvolver potenciais, o que está bem à parte PARA o que o potencial é usado. Isso É uma decisão. Os efeitos da decisão do ego nesse assunto são tão evidentes que não necessitam de elaboração aqui. Mas a decisão do Espírito Santo de usar o corpo APENAS para comunicação tem uma conexão tão direta com a cura que necessita DE FATO ser esclarecida. O curador não curado OBVIAMENTE não entende a sua própria vocação.

APENAS as mentes se comunicam. Uma vez que o ego NÃO PODE obliterar o impulso de se comunicar porque também é o impulso de CRIAR, ele pode apenas tentar ensinar a você que o CORPO pode se comunicar E criar e, portanto, NÃO NECESSITA DA MENTE. O ego, então, tenta ensinar a você que o corpo pode AGIR como a mente e, portanto, É autossuficiente.

Mas nós temos aprendido que o comportamento NÃO é o nível em que o aprendizado OU o ensino tem lugar. Isso TEM QUE ser assim, porque você PODE agir de acordo com o que você NÃO acredita. Mas isso irá enfraquecê-los como professores e como aprendizes porque, como tem sido repetidamente enfatizado, vocês ensinam o que DE FATO acreditam. Uma lição inconsistente SERÁ mal ensinada e MAL APRENDIDA. Se você ensina tanto a doença quanto a cura, você é um mau professor e um mau aprendiz.

A cura é a única habilidade que todos PODEM desenvolver e TÊM QUE desenvolver, se quiserem SER curados. A cura É a forma de comunicação do Espírito Santo nesse mundo e A ÚNICA QUE ELE CONHECE. Ele não reconhece nenhuma outra, porque NÃO aceita a confusão da mente com o corpo do ego. As mentes PODEM se comunicar, mas NÃO PODEM ferir. O corpo a serviço do ego pode ferir outros CORPOS, mas isso NÃO PODE ocorrer A MENOS QUE o corpo JÁ tenha sido confundido COM a mente. Esse fato também pode ser usado tanto para a cura quanto para a mágica, mas você tem que perceber que a mágica é SEMPRE a crença de que a cura CAUSA DANOS. Essa crença é a sua premissa totalmente insana e, portanto, a mágica procede de acordo com ela. A cura SÓ FORTALECE. A mágica sempre tenta enfraquecer. A cura não percebe NADA no curador que todas as outras pessoas não possam compartilhar COM ele.

A mágica SEMPRE vê algo especial no curador, que ele acredita poder oferecer como dádiva a alguém que NÃO a possui. Ele pode acreditar que a dádiva vem de Deus PARA ele, mas é bastante evidente que ele NÃO entende a Deus se pensa que ELE tem algo que as outras pessoas NÃO TÊM. Você pode muito bem perguntar por que ALGUMA cura PODE resultar desse tipo de pensamento e há uma razão real para isso.

Por mais equivocado que o ‘curador mágico’ possa estar e por mais que ele esteja tentando fortalecer o seu ego, ELE TAMBÉM ESTÁ TENTANDO AJUDAR. Ele ESTÁ em conflito e instável, mas ÀS VEZES ele está oferecendo ALGUMA COISA à Filiação e a ÚNICA coisa que a Filiação pode ACEITAR É a cura. Quando a chamada cura ‘funciona’, então, o impulso de ajudar e de SER ajudado coincidem. Isso é coincidência, porque o curador pode NÃO estar experienciando a SI MESMO como verdadeiramente útil no momento e a crença de que ele É, na mente do OUTRO, AJUDA-O.

O Espírito Santo NÃO trabalha por acaso e a cura que vem DELE SEMPRE funciona. E a menos que o curador SEMPRE cure ATRAVÉS Dele, os resultados VARIARÃO. Mas a cura em si mesma É consistente, porque APENAS a consistência está livre de conflitos e somente os que estão livres de conflitos SÃO íntegros. Ao aceitar exceções e reconhecer que ÀS VEZES ele pode curar e ÀS VEZES não, o curador está OBVIAMENTE aceitando a INconsistência. Ele está, portanto, EM conflito e está ENSINANDO o conflito.

É possível que QUALQUER COISA de Deus NÃO seja para todos e para sempre? O amor é incapaz de QUAISQUER exceções. Somente se houver medo, toda a IDEIA de exceções de qualquer tipo pode parecer significativa. As exceções SÃO amedrontadoras porque foram feitas PELO medo. O ‘curador amedrontado’ é uma contradição nos próprios termos e, portanto, é um conceito que APENAS uma mente em conflito poderia POSSIVELMENTE perceber como significativo. O medo NÃO alegra. A cura SIM. O medo SEMPRE faz exceções. A cura NUNCA FAZ. O medo produz dissociação porque induz à SEPARAÇÃO. A cura SEMPRE produz a integração da HARMONIA porque ela procede da HARMONIA.

“É possível que QUALQUER COISA de Deus NÃO seja para todos e para sempre?”

A cura é previsível PORQUE se pode contar com ela. Pode-se contar com TUDO o que é de Deus, porque tudo o que é de Deus é TOTALMENTE REAL. Pode-se contar com A CURA PORQUE ela é inspirada por Sua Voz e está de acordo com as Suas leis. Mas se a cura É consistente, ela NÃO PODE ser entendida de maneira inconsistente. A compreensão SIGNIFICA consistência, porque DEUS significa consistência. E porque esse é o Seu significado, também é o seu. O SEU significado NÃO PODE estar em desacordo com o Dele, porque todo o seu significado e o seu ÚNICO significado, vem DEle e é COMO o Dele. Deus NÃO PODE estar em desacordo Consigo MESMO e VOCÊ não pode estar em desacordo com Ele. Você não pode separar o seu EU do SEU Criador, Que o criou compartilhando o SER DELE COM você.”

O medo NÃO alegra. A cura SIM. O medo SEMPRE faz exceções. A cura NUNCA FAZ. O medo produz dissociação porque induz à SEPARAÇÃO. A cura SEMPRE produz a integração da HARMONIA porque ela procede da HARMONIA.”

Urtext – Manual de Professores

(Como se Abandona o Julgamento? cont.,)

“O objetivo do nosso currículo, ao contrário da meta do aprendizado do mundo, é o reconhecimento de que o julgamento, no sentido usual do termo, é impossível. Isto não é uma opinião, mas um fato. Para poder julgar qualquer coisa acertadamente, a pessoa teria de estar inteiramente ciente de uma escala inconcebível de coisas passadas, presentes e por vir. A pessoa teria de reconhecer antecipadamente todos os efeitos dos seus julgamentos sobre todas as outras pessoas e coisas, de alguma forma envolvidas com tais efeitos. E a pessoa teria de estar certa de não haver nenhuma distorção na sua percepção, de forma a que o seu julgamento fosse totalmente justo em relação a todos aqueles sobre os quais recai, agora e no futuro. Quem está em posição de fazer isto? Quem, a não ser em grandiosas fantasias, poderia reivindicar tal coisa para si mesmo?”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 99

“’A salvação é a minha única função aqui.’

Salvação e perdão são a mesma coisa. Ambos sugerem que algo saiu errado, alguma coisa da qual é preciso ser salvo, alguma coisa pela qual é preciso ser perdoado; algo que está errado e precisa de uma mudança corretiva, algo à parte ou diferente da vontade de Deus. Portanto, ambos os termos sugerem uma coisa impossível, mas que no entanto tem ocorrido, resultando num estado de conflito visto entre o que é e o que nunca poderia ser.

Agora, a verdade e as ilusões são iguais, pois ambas tem acontecido. O impossível vem a ser aquilo de que precisas ser perdoado, aquilo de que precisas ser salvo. A salvação agora vem a ser a fronteira entre a verdade e a ilusão. Ela reflete a verdade, porque é o meio pelo qual podes escapar das ilusões. No entanto, ainda não é a verdade, porque desfaz o que nunca foi feito.

Como poderia haver algum ponto de encontro onde a terra e o Céu pudessem ser reconciliados dentro de uma mente na qual ambos existem? A mente que vê ilusões pensa que são reais. Elas têm existência no sentido de que são pensamentos. E, no entanto, não são reais, porque a mente que pensa esses pensamentos é separada de Deus.

O que une a mente e os pensamentos separados com a Mente e o Pensamento que são para sempre unos? Que plano poderia manter a verdade inviolada e ainda assim reconhecer as necessidades que as ilusões trazem e oferecer os meios para desfazê-las sem ataque e sem nenhum toque de dor? O que mais poderia ser esse plano senão o Pensamento de Deus, pelo qual o que nunca foi feito deixa de ser visto e os pecados que nunca foram reais são esquecidos?

O Espírito Santo mantém esse plano de Deus exatamente como foi recebido, dentro da Mente de Deus e da tua. Ele está à parte do tempo, porque a sua Fonte é intemporal. No entanto, ele opera no tempo devido à tua crença segundo a qual o tempo é real. Inabalável, o Espírito Santo olha para o que tu vês: pecado, dor e morte, pesar, separação e perda. Mas Ele sabe que uma coisa ainda tem que ser verdadeira: Deus ainda é Amor e isso não é a Sua Vontade.

Esse é o Pensamento que traz as ilusões à verdade e as vê como aparências por trás das quais se encontra o que é imutável e o que é certo. Esse é o Pensamento que salva e perdoa, pois não deposita nenhuma fé no que não foi criado pela única Fonte que conhece. Esse é o pensamento cuja função é salvar dando-te a função que ele tem como tua. A salvação é a tua função com Aquele a Quem o plano foi dado. Agora esse plano foi confiado a ti, junto com Ele. Ele tem uma resposta para as aparências, independentemente de sua forma, tamanho, profundidade ou de qualquer atributo que pareçam ter:

‘A salvação é a minha única função aqui. Deus ainda é Amor e isso não é a Sua Vontade.’

Tu, que ainda haverás de trabalhar em milagres, certifica-te de praticar bem a ideia para o dia de hoje. Tenta perceber a força no que dizes, pois estas são palavras nas quais está a tua liberdade. O teu Pai te ama. Todo o mundo da dor não é a Sua Vontade. Perdoa-te pelo pensamento de que Ele tenha querido isso para ti. Em seguida, deixa que o Pensamento com o qual Ele substituiu todos os teus equívocos entre nos lugares escuros da tua mente que teve os pensamentos que nunca foram a Sua Vontade.

Essa parte pertence a Deus assim como o resto. Ela não pensa os teus pensamentos solitários e faz com que sejam reais escondendo-os Dele. Deixa entrar a luz e não olharás para nenhum obstáculo àquilo que é a Sua Vontade para ti. Abre os teus segredos à Sua luz benigna e vê com que intensidade essa luz ainda brilha em ti.

Pratica o Seu Pensamento hoje e deixa a Sua luz buscar e iluminar todos os pontos escuros e brilhar através deles para uni-los ao resto. É a Vontade de Deus que a tua mente seja uma com a Sua. É a Vontade de Deus não ter senão um Filho. É a Vontade de Deus que tu sejas o Seu único Filho. Pensa nestas coisas ao praticares hoje, e começa a lição que aprendemos hoje com essa instrução no caminho da verdade:

‘A salvação é a minha única função aqui. A salvação e o perdão são a mesma coisa.’

Em seguida, volta-te para Aquele Que compartilha a tua função aqui e deixa-O ensinar-te o que precisas aprender para deixares de lado todo o medo e conheceres o teu ser como o amor que não tem nenhum oposto em ti.

Perdoa todos os pensamentos que querem se opor à verdade da tua completeza, unidade e paz. Tu não podes perder as dádivas que o teu Pai te deu. Tu não queres ser outro ser. Não tens outra função que não seja a de Deus. Perdoa-te pela função que tu pensas que fizeste. O perdão e a salvação são a mesma coisa. Perdoa o que tens feito e tu és salvo.

Há uma mensagem especial para o dia de hoje que tem o poder de remover para sempre da tua mente todas as formas de dúvida e de medo. Se fores tentado a acreditar que são verdadeiras, lembra-te de que as aparências não poder resistir à verdade que estas palavras poderosas contêm:

‘A salvação é a minha única função aqui. Deus ainda é Amor, e isso não é Sua Vontade.’

A tua única função te diz que tu és um só. Lembra-te disso nos intervalos entre os cinco minutos que dás para serem compartilhados com Aquele Que compartilha o plano de Deus contigo. Lembra-te:

‘A salvação é a minha única função aqui.’

Assim tu colocas o perdão na tua mente e permites que todo medo seja gentilmente posto de lado, para que o Amor possa achar o seu lugar de direito em ti e mostrar-te que tu és o Filho de Deus.”

—–

Dia 100

“O curador não curado quer gratidão DE seus irmãos, mas ele NÃO é grato a eles.

Isso ocorre porque ele pensa que está dando algo a eles e NÃO está recebendo algo igualmente desejável em troca. O seu ENSINO é limitado porque ele está APRENDENDO tão pouco. A sua lição de CURA é limitada por sua própria ingratidão que é uma lição de doença. O verdadeiro aprendizado é constante e tão vital em seu poder de mudança que um Filho de Deus pode reconhecer o seu poder em um instante e mudar o mundo no instante seguinte. Isso é assim porque, ao mudar a sua mente, ele mudou o dispositivo mais poderoso que já foi criado PARA a mudança.

Isso de forma alguma contradiz a imutabilidade da mente como DEUS a criou. Mas VOCÊ pensa que a tem mudado, na medida em que você aprende através do ego. Isso coloca você na posição de precisar aprender uma lição que PARECE SER contraditória: você tem que aprender a mudar a sua mente A RESPEITO DE sua mente. Só assim você pode aprender que ela É imutável.

Quando você cura, é exatamente isso que você ESTÁ aprendendo a fazer. Você está reconhecendo a mente imutável em seu irmão ao perceber (reconhecer) que ele NÃO poderia ter mudado a sua mente. É assim que você percebe o Espírito Santo nele. É APENAS o Espírito Santo nele que nunca muda a Sua Mente. Ele próprio tem que pensar que PODE, ou não poderia se perceber como doente. Ele, portanto, não conhece o que é o seu Ser. Se VOCÊ vê apenas o imutável nele, você realmente não o mudou. Mas, ao mudar a sua mente a respeito da sua PARA ELE, você o ajuda a desfazer a mudança que o ego dele pensa ter feito nele.

Assim como você pode ouvir duas vozes, você pode ver de duas maneiras. Uma maneira mostra a você uma imagem, ou melhor, um ídolo que você pode adorar por medo, mas que você nunca amará. A outra mostra a você apenas a verdade, que você amará porque a  ENTENDERÁ. O entendimento é APRECIAÇÃO, porque você pode se identificar com o que você entende e, ao torná-lo parte de VOCÊ, você o aceitou com amor. É assim que o Próprio Deus criou VOCÊ, em entendimento, em apreciação e em amor.

O ego é totalmente incapaz de entender isso, porque NÃO entende o que faz. NÃO o aprecia e NÃO o ama. Ele incorpora para TIRAR. Ele literalmente acredita que toda vez que priva alguém de algo, ele aumenta. Nós temos falado frequentemente do AUMENTO do Reino por SUAS criações, que só podem SER criadas como VOCÊS foram.

É assim que o Próprio Deus criou VOCÊ, em entendimento, em apreciação e em amor.

Toda glória e alegria perfeita que É o Reino estão em você para serem dadas. Você NÃO QUER dar isso? Você NÃO PODE esquecer o Pai porque eu estou com você e eu NÃO POSSO esquecê-lo. Esquecer-me é esquecer a si mesmo e a Ele Que criou você. Os nossos irmãos são esquecidos. É por isso que eles necessitam de sua lembrança de MIM e Daquele Que criou A MIM. Por meio dessa lembrança, você pode mudar as mentes DELES sobre si mesmos, assim como eu posso mudar a SUA.

A sua mente é uma luz tão poderosa que você pode olhar dentro das mentes deles e iluminá-las, assim como eu posso iluminar a sua.

Eu não quero compartilhar o meu CORPO em comunhão porque isso é não compartilhar coisa alguma. Eu tentaria compartilhar uma ilusão com os santíssimos filhos de um Santíssimo Pai? No entanto, eu de fato quero compartilhar a minha MENTE com você porque nós SOMOS uma só Mente e essa Mente É nossa.

Veja APENAS essa Mente em todos os lugares, porque somente ela ESTÁ em todos os lugares e em todas as coisas. Ela É tudo, porque engloba todas as coisas dentro de SI MESMA. Bem-aventurados vocês que percebem apenas isso, porque percebem apenas o que é verdadeiro. Venha, portanto, a mim e aprenda sobre a verdade em VOCÊ.

A mente que NÓS compartilhamos É compartilhada por todos os nossos irmãos e, na medida em que os vemos verdadeiramente, eles SERÃO curados. Deixe que a SUA mente brilhe sobre as suas mentes junto com a minha e através da nossa gratidão para com eles, torne-os cientes da luz que há neles. Essa luz brilhará de volta sobre VOCÊ e sobre toda a Filiação porque essa É a sua dádiva apropriada para Deus. Ele a aceitará e a dará à Filiação, porque é aceitável para Ele e, portanto, para os Seus Filhos. Essa é a verdadeira comunhão com o Espírito Santo Que vê o altar de Deus em todas as pessoas e, ao trazê-la à sua apreciação, Ele chama você para amar a Deus e à Sua Criação”.

Urtext – Manual de Professores (Como se Abandona o Julgamento? cont.,)

“Lembra-te de quantas vezes pensaste que conhecias todos os ‘fatos’ necessários para um julgamento e de como estavas enganado! Existe alguém que não tenha tido esta experiência? Saberias quantas vezes, simplesmente, pensaste que estavas certo, sem jamais reconheceres que estavas errado? Por que escolherias uma base tão arbitrária para tomar decisões? A sabedoria não está em julgar, mas no abandono do julgamento. Faz, então, apenas mais um julgamento. É o seguinte: há Alguém contigo cujo julgamento é perfeito. Ele conhece todos os fatos passados, presentes e por vir. Ele, na verdade, conhece todos os efeitos do Seu julgamento sobre todas as pessoas e todas as coisas que, de alguma forma, estão envolvidos com esse julgamento. E Ele é totalmente justo para com todos, pois não há distorção na Sua percepção.

Portanto, deixa de lado o julgamento, não com pesar, mas com um suspiro de gratidão. Agora, estás livre de uma carga tão grande que somente poderias cambalear e cair para debaixo dela. E tudo era ilusão. Nada mais. Agora, o professor de Deus pode erguer-se sem cargas e caminhar com leveza. Porém, não é esse, apenas, o seu benefício. O seu senso de preocupação desvaneceu-se, pois já não tem nenhuma preocupação. Abdicou disso, juntamente com o julgamento. Entregou-se Àquele em cujo julgamento escolheu passar a confiar, em vez do seu próprio. Agora, não se engana. O seu Guia é seguro. E onde o professor de Deus veio para julgar, veio para abençoar. Onde ele agora ri, antes costumava vir para chorar.”

Quando você cura, é exatamente isso que você ESTÁ aprendendo a fazer. Você está reconhecendo a mente imutável em seu irmão ao perceber (reconhecer) que ele NÃO poderia ter mudado a sua mente. É assim que você percebe o Espírito Santo nele.

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 100

“’A minha parte é essencial no plano de Deus para a salvação.’

Da mesma forma que o Filho de Deus completa o seu Pai, a tua parte completa o plano do teu Pai. A salvação tem que reverter a crença insana em pensamentos separados e corpos separados. Uma função compartilhada por mentes separadas as une num único propósito, pois cada uma é igualmente essencial para todos.

A Vontade de Deus para ti é a felicidade perfeita. Por que deverias tu escolher ir contra a Sua Vontade? A parte que Ele guardou para assumires na execução do Seu plano te é dada para que possas ser restaurado àquilo que é a Sua Vontade. Essa parte é tão essencial para o Seu plano quanto para a tua felicidade. A tua alegria tem que ser completa para deixar que o Seu plano seja compreendido por aqueles a quem Ele te envia. Eles verão a sua própria função no teu rosto resplandecente e ouvirão o chamado de Deus por eles no teu riso feliz.

Tu, de fato, és essencial para o plano de Deus. Sem a tua alegria, a Sua alegria é incompleta. Sem o teu sorriso, o mundo não pode ser salvo. Enquanto estás triste, a luz que o próprio Deus designou como meio para salvar o mundo fica fraca e sem brilho e ninguém ri porque todo riso só pode ecoar o teu.

Tu, de fato, és essencial para o plano de Deus. Da mesma forma que a tua luz aumenta todas as luzes que brilham no Céu, a tua alegria na terra chama todas as mentes para que deixem as suas tristezas e tomem os seus lugares ao teu lado no plano de Deus. Os mensageiros de Deus são alegres e sua alegria cura o pesar e o desespero. Eles são a prova de que a felicidade perfeita é a Vontade de Deus para todos aqueles que aceitarão como suas as dádivas do seu Pai.

Não nos deixaremos ficar tristes hoje. Pois se o fizermos, falharemos em assumir a parte que é essencial ao plano de Deus assim como à nossa visão. A tristeza é o sinal de que tu queres desempenhar outro papel em lugar daquele que te foi designado por Deus. Assim, falhas em mostrar ao mundo como é grande a felicidade que é a Sua Vontade para ti. E assim não reconheces que ela é tua.

Hoje procuraremos compreender que a alegria é a nossa função aqui. Se estás triste, a tua parte não é cumprida e assim o mundo todo fica privado da alegria junto contigo. Deus te pede que sejas feliz para que o mundo possa ver o quanto Ele ama o Seu Filho e que é Sua Vontade que nenhum pesar surja para abater a sua alegria, que nenhum medo o assalte para perturbar a sua paz. Hoje, és o mensageiro de Deus. Trazes a Sua felicidade a todos aqueles que contemplas, a Sua paz a todos aqueles que olham para ti e vêem a Sua mensagem no teu rosto feliz.

Vamos nos preparar para isso hoje durante os nossos períodos de prática de cinco minutos, sentindo a felicidade surgir em nós de acordo com a Vontade de nosso Pai e a nossa. Começa os exercícios com o pensamento que a ideia de hoje contém. Então, reconhece que a tua parte é ser feliz. Apenas isso é pedido a ti ou a qualquer um que queira assumir o próprio lugar entre os mensageiros de Deus. Pensa sobre o que isso significa. Tu, de fato, tens errado por acreditares que te é pedido qualquer sacrifício. No plano de Deus, tu só recebes e nunca perdes, nem te sacrificas, nem morres.

Agora vamos tentar achar aquela alegria que prova a nós e ao mundo a Vontade de Deus para nós. É a tua função achá-la aqui e achá-la agora. Para isso tu vieste. Que esse seja o dia em que terás sucesso! Olha profundamente dentro de ti, sem perturbar-te por todos os pequenos pensamentos e tolas metas pelas quais tu passas na tua ascensão para encontrar o Cristo em ti.

Ele estará lá. E podes alcançá-Lo agora. O que preferirias contemplar em lugar Daquele Que espera para que possas olhar para Ele? Que pequeno pensamento terá o poder de deter-te? Que meta tola poderá impedir-te de ter sucesso quando Aquele Que te chama é o próprio Deus?

Ele estará lá. Tu és essencial ao Seu plano. Hoje tu és o Seu mensageiro. E tens que achar o que Ele quer que dês. Não esqueças da ideia para o dia de hoje nos intervalos entre os períodos de prática de cada hora. É o teu Ser Que te chama hoje. E é a Ele que respondes toda vez que disseres a ti mesmo que és essencial ao plano de Deus para a salvação do mundo.”

—–

Dia 101

Da Vigilância à Paz

[FIP T-7.VI.]

“Você pode pensar na Filiação APENAS como uma só. Isso faz parte da lei da Criação e, portanto, governa TODO pensamento. Você pode PERCEBER a Filiação como fragmentada, mas é IMPOSSÍVEL para você ver alguma coisa em uma parte dela que você não atribuirá ao TODO. É por isso que o ataque NUNCA é restrito. E porque o ataque TEM QUE ser totalmente abandonado. Se NÃO for totalmente abandonado, não será abandonado de forma alguma. Medo e amor são igualmente recíprocos. Eles fazem ou criam dependendo se o ego ou o Espírito Santo os procria ou inspira, mas eles retornarão à mente daquele que pensa e afetarão a sua percepção total. Isso inclui a sua percepção de Deus, de Suas criações e das suas próprias. Ele não apreciará NENHUM deles se os considerar com medo. Ele apreciará TODOS eles se os considerar com amor.

A mente que aceita o ataque NÃO PODE amar. Isso ocorre porque acredita que pode DESTRUIR o amor e, portanto, não entende o que é o amor. Se não entender o que é o amor, NÃO PODE perceber a si mesmo como amorosa. Isso faz perder a consciência no nível da realidade [awareness] de seu próprio ser; induz a sentimentos de irrealidade e resulta em profunda confusão. O seu próprio pensamento tem feito isso por causa do poder que ele tem. Mas o seu próprio pensamento também é capaz de salvá-lo disso, porque o seu poder não é de sua autoria. A sua capacidade de DIRECIONAR o seu pensamento da forma que você escolher FAZ parte do poder que ele tem. Se você não acredita que pode fazer isso, você NEGOU o poder de seu pensamento e, assim, o tornou impotente em sua crença.

A engenhosidade do ego para se preservar é enorme, mas decorre do poder da mente QUE O EGO NEGA. Isso significa que o ego ataca AQUILO QUE O ESTÁ PRESERVANDO e isso TEM QUE ser uma fonte de extrema ansiedade. É por isso que o ego NUNCA reconhece o que está fazendo. Isso é perfeitamente lógico, embora claramente insano. O ego recorre à única fonte que é totalmente inimiga da sua existência PARA a sua existência. Com medo de perceber o PODER dessa fonte, ele é obrigado a DEPRECIÁ-LA. Isso ameaça a sua PRÓPRIA existência, um estado que ele considera intolerável.

Permanecendo lógico, mas ainda insano, o ego resolve esse dilema completamente insano de uma maneira completamente insana. Ele não percebe a SUA existência como ameaçada, projetando a ameaça sobre VOCÊ e percebendo o que você é como NÃO-existente. Isso garante a continuidade DELE, se você estiver do lado dele, garantindo que você NÃO conhecerá a sua PRÓPRIA segurança. O ego NÃO PODE SE DAR AO LUXO DE CONHECER COISA ALGUMA. O conhecimento é total e o ego NÃO ACREDITA EM TOTALIDADE. Essa descrença é sua própria origem e, embora o ego não ame VOCÊ, ele É fiel ao seu próprio antecedente, gerando como foi gerado.

A sua capacidade de DIRECIONAR o seu pensamento da forma que você escolher FAZ parte do poder que ele tem. Se você não acredita que pode fazer isso, você NEGOU o poder de seu pensamento e, assim, o tornou impotente em sua crença.

A mente SEMPRE REproduz da maneira como foi produzida. Produzido pelo medo, o ego REproduz o medo. Essa é a aliança do ego e essa aliança faz com que ele seja traiçoeiro para com o amor PORQUE você é amor. O amor É o seu poder, que o ego TEM QUE negar. Ele também tem que negar tudo o que esse poder traz para você, PORQUE ele lhe dá tudo. Ninguém que tem tudo QUER o ego. O seu próprio autor, então, NÃO O QUER. A rejeição é, portanto, a única decisão que o ego poderia POSSIVELMENTE encontrar se a mente que a fez conhecesse a si mesma. E se ela reconhecesse QUALQUER parte da Filiação, conheceria a si mesma.

O ego, portanto, se opõe a TODA apreciação, a TODO reconhecimento, a TODA percepção sã e a TODO conhecimento. Ele percebe a ameaça destas coisas como total porque sente que todos os compromissos assumidos pela mente SÃO totais. Forçado, portanto, a se separar de você que É a mente, ele está disposto a se ligar a qualquer OUTRA coisa. Mas não há nenhuma outra coisa. NÃO segue, entretanto, que a mente não pode fazer ilusões. Mas isso de fato segue que, se a mente pode inventar ilusões e se o fizer, ela acreditará nelas, porque É ASSIM QUE AS FEZ.

O Espírito Santo desfaz ilusões sem atacá-las apenas porque não pode absolutamente percebê-las. Elas, portanto, não existem para Ele. Ele resolve o conflito APARENTE que elas engendram ao perceber o CONFLITO como sem significado. Nós dissemos antes que o Espírito Santo percebe o conflito exatamente COMO É e o conflito é sem significado. O Espírito Santo não quer que você ENTENDA o conflito. Ele quer que você perceba que, PORQUE o conflito não tem significado, ele não pode ser entendido. Nós já temos dito que o entendimento traz apreciação e a apreciação traz amor. Nada mais PODE ser entendido porque nada mais é real e, portanto, nada mais TEM significado.

Se você mantiver em mente o que o Espírito Santo lhe oferece, você não pode estar vigilante para nada além de Deus e o Seu Reino. A ÚNICA razão pela qual você acha isso difícil de aceitar é porque você acha que EXISTE algo mais. A crença não requer vigilância A MENOS que seja conflitante. Se for, EXISTEM componentes conflitantes dentro dela que geraram um estado de guerra e, portanto, a vigilância VEIO A SER essencial. A vigilância não tem lugar algum na paz. Ela é necessária APENAS CONTRA crenças que NÃO são verdadeiras e nunca teriam sido invocadas pelo Espírito Santo se vocês mesmos não tivessem acreditado nas mentiras.

Mas você NÃO PODE negar que, quando você ACREDITA em alguma coisa, você a tornou realidade PARA VOCÊ. Quando VOCÊ acredita no que Deus NÃO CONHECE, o seu pensamento parece CONTRADIZER o Dele e isso faz com que pareça que VOCÊ O ESTÁ ATACANDO. Nós enfatizamos repetidamente que o ego MESMO acredita que pode atacar a Deus e tenta persuadi-lo de que é isso que VOCÊ tem feito. Se a mente NÃO PODE atacar, o ego segue de maneira perfeitamente lógica para a posição de que VOCÊ não pode ser a mente. Ao não ver você como VOCÊ é, ele pode se ver como ele QUER ser. Ciente de sua própria fraqueza, o ego quer a sua aliança, mas NÃO como você realmente é. O ego, portanto, quer envolver a sua mente no seu PRÓPRIO sistema delusório, porque, caso contrário, a luz do SEU entendimento o dissiparia.”

Urtext – Manual de Professores (Como se Abandona o Julgamento? cont.,)

“Não é difícil abandonar o julgamento. Mas é, de fato, difícil tentar mantê-lo. O professor de Deus abandona o julgamento com felicidade no momento em que reconhece o seu preço. Toda a feiura que vê à sua volta é consequência do julgamento. Toda a dor que contempla é o seu resultado. Toda a solidão e o senso de perda, do tempo que passa e da desesperança crescente, do desespero doentio e do medo da morte; tudo isso veio do julgamento. Agora, o professor de Deus sabe que tais coisas não precisam de ser assim. Nenhuma delas é verdadeira. Pois desistiu da sua causa e elas, que nunca foram senão os efeitos da sua escolha errada, deixam de estar presas a ele. Professor de Deus, este passo irá trazer-te a paz. Será difícil querer apenas isto?

(Fim de Como se Abandona o Julgamento?)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 101

“’A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita.’

Hoje continuaremos com o tema da felicidade. Essa é uma ideia-chave na compreensão do que significa a salvação. Tu ainda acreditas que a salvação pede sofrimento como penitência pelos teus ‘pecados’. Isso não é assim. No entanto, não podes deixar de pensar assim, enquanto acreditas que o pecado é real e que o Filho de Deus pode pecar.

Se o pecado é real, então a punição é justa e não se pode escapar. Dessa forma, a salvação só pode ser comprada através do sofrimento. Se o pecado é real, a felicidade tem que ser uma ilusão, pois ambos não podem ser verdadeiros. Os pecadores só autorizam a morte e a dor e é isso o que pedem. Pois sabem que isso espera por eles e os buscará e os achará em algum lugar, em algum momento, de alguma forma que saldará a dívida que têm para com Deus. No medo que sentem querem escapar de Deus. Mas mesmo assim, Deus os perseguirá e não podem escapar.

Se o pecado é real, a salvação tem que ser dor. A dor é o custo do pecado e não se pode nunca escapar do sofrimento, se o pecado é real. A salvação tem que ser temida, pois ela matará, porém, lentamente, privando-te de tudo antes de consentir em oferecer o privilégio bem-vindo às vítimas que são pouco mais do que ossos antes da salvação ser aplacada. A sua ira é sem limites, sem misericórdia, mas totalmente justa.

Quem buscaria tão selvagem punição? Quem não fugiria da salvação e não tentaria de todas as maneiras abafar a Voz Que a oferece? Por que alguém tentaria escutar e aceitar a Sua oferta? Se o pecado é real, a oferta da salvação é a morte, imposta de forma cruel à altura dos perversos desejos nos quais o pecado nasceu. Se o pecado é real, a salvação veio a ser o teu amargo inimigo, a maldição de Deus sobre ti que tem crucificado o Seu Filho.

Hoje precisas dos períodos de prática. Os exercícios ensinam que o pecado não é real, e tudo o que acreditas que não pode deixar de vir do pecado nunca acontecerá pois não tem nenhuma causa. Aceita a Expiação com a mente aberta que não alimenta nenhuma crença remanescente de que tens feito um demônio do Filho de Deus. O pecado não existe. Hoje praticaremos esse pensamento com a maior frequência possível, pois é a base da ideia para o dia de hoje.

A Vontade de Deus para ti é a felicidade perfeita, porque o pecado não existe e o sofrimento não tem causa. A alegria é justa e a dor é apenas o sinal de que tens te compreendido equivocadamente. Não tenhas medo da Vontade de Deus. Mas volta-te para ela, confiante de que ela te libertará de todas as consequências que o pecado forjou na tua imaginação febril. Dize:

‘A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita. O pecado não existe, ele não tem consequências.’

É assim que deves iniciar os teus períodos de prática e, em seguida, tentar achar mais uma vez a alegria que estes pensamentos introduzirão na tua mente.

Dá estes cinco minutos com contentamento a fim de remover a pesada carga que depositaste sobre ti mesmo com a crença insana de que o pecado é real. Hoje escapa da loucura. Estás na estrada da liberdade, e agora a ideia de hoje te dá asas para que avances com maior velocidade e com esperança de ires ainda mais rápido em direção à meta de paz que te espera. Não existe nenhum pecado. Lembra-te disso hoje e dize a ti mesmo sempre que puderes:

‘A Vontade de Deus para mim é a felicidade perfeita. Essa é a verdade porque o pecado não existe.’”

—–

Imagem jeremy-bishop-unsplash.jpg – 18 de novembro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x