Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 201

O Tempo de Cristo [FIP: O tempo do renascimento]

“Está em seu poder, NO TEMPO, atrasar a união perfeita do Pai e do Filho. Pois nesse mundo, a atração da culpa, DE FATO, se interpõe entre eles. Nem o tempo nem a estação do ano significam coisa alguma na eternidade. Mas aqui é função do Espírito Santo usar ambos, embora NÃO da maneira como o ego os usa.

Essa é a estação em que você celebraria o meu nascimento no mundo. No entanto, você não sabe como fazê-lo. Deixe que o Espírito Santo ensine a você e permita que EU celebre o SEU nascimento por meio Dele. A única dádiva que eu posso aceitar de você é a dádiva que eu dei a você. Libere-me como eu escolho a SUA própria liberação. O tempo de Cristo nós celebramos JUNTOS. Pois ele não TEM significado se nós estivermos separados.

O instante santo é verdadeiramente o tempo de Cristo. Pois, nesse instante de liberação, nenhuma culpa é colocada sobre o Filho de Deus e o seu poder ilimitado lhe é assim restaurado. Que OUTRA dádiva você pode me oferecer, quando eu escolho SÓ ISSO para oferecer a VOCÊ? E ver a mim é me ver em todas as pessoas e oferecer a todas as pessoas a dádiva que você me oferece. Eu sou tão incapaz de receber sacrifício quanto Deus. E todo sacrifício que você pede a si mesmo, você pede a mim. Aprenda AGORA que QUALQUER espécie de sacrifício não é senão uma LIMITAÇÃO IMPOSTA AO DAR. E, POR ESSA LIMITAÇÃO, VOCÊ LIMITOU A SUA aceitação da dádiva que eu ofereço a VOCÊ.

Nós que somos um só, não podemos dar separadamente. Quando você estiver disposto a aceitar o NOSSO relacionamento COMO REAL, a culpa NÃO exercerá nenhuma atração sobre você. Pois, em NOSSA união, você aceitará TODOS os nossos irmãos. A dádiva da união é a única dádiva que eu nasci para dar. Dê a MIM essa dádiva de maneira que VOCÊ a possa ter. O tempo de Cristo é o tempo indicado para a dádiva da liberdade, oferecida a todas as pessoas. E, por SUA aceitação disso, você o tem oferecido [o tempo de Cristo] PARA todas as pessoas.

ESTÁ em seu poder tornar essa estação santa. Pois está em seu poder fazer com que o tempo de Cristo seja AGORA. É possível fazer tudo isso de uma vez, porque há apenas UM deslocamento de percepção que é necessário. Pois você cometeu apenas UM equívoco. PARECEM muitos, mas todos são o mesmo. Pois, embora o ego assuma muitas formas, o ego é SEMPRE a mesma ideia. O que NÃO é amor é sempre medo e nada mais.

Não é necessário seguir o medo por todas as rotas tortuosas pelas quais ele se enterra sob o solo e se esconde na escuridão, para emergir em FORMAS bem diferentes do que É. É necessário examinar cada uma delas, desde que você queira reter o PRINCÍPIO que rege todas elas. Mas quando você está disposto a considerá-las, NÃO separadamente, mas como MANIFESTAÇÕES DIFERENTES DA MESMA IDEIA e IDEIA ESSA QUE VOCÊ NÃO QUER, elas desaparecem juntas.

A ideia é simplesmente essa; você acredita que é possível ser anfitrião do ego ou refém de Deus. Essa é a escolha que você pensa que tem e a decisão que você acredita que você tem que tomar. Você não vê outras alternativas. Pois você NÃO pode aceitar o fato de que o SACRIFÍCIO NÃO COMPRA NADA. O sacrifício é tão essencial ao seu sistema de pensamento [de você mesmo], que a salvação À PARTE do sacrifício não significa NADA para você. A sua confusão entre sacrifício e amor é tão profunda que você não pode conceber o amor SEM sacrifício. E é para ISSO que você tem que olhar; O SACRIFÍCIO É ATAQUE, NÃO AMOR. Se você aceitasse apenas essa ÚNICA ideia, o seu medo do amor desapareceria.

A culpa NÃO PODE durar quando a ideia do sacrifício tiver sido removida. Pois, se existe sacrifício, alguém TEM QUE pagar e alguém tem que ganhar. E a ÚNICA questão que resta a SER decidida é QUAL é o preço para obter O QUÊ. Como anfitrião do ego, você acredita que pode abrir mão de TODA a sua culpa SEMPRE QUE você o quiser e dessa forma adquirir a paz. Pois o pagamento NÃO PARECE SER FEITO POR VOCÊ. Embora seja óbvio que o ego exija um pagamento, ele NUNCA parece estar exigindo de você. Pois você não está disposto a perceber e reconhecer que o ego, que você CONVIDOU, é traiçoeiro apenas para com aqueles que pensam ser seus anfitriões. O ego JAMAIS permitirá que você perceba isso, já que esse reconhecimento DEIXARÁ [porque é sua vontade; jogo com a palavra WILL (vontade), em WILL make] o ego desabrigado.

Pois, quando esse reconhecimento surgir claramente, você NÃO será enganado por NENHUMA forma que o ego assuma, para se proteger da sua visão. Cada forma será reconhecida apenas como uma capa, para a única ideia que as esconde por trás de todas elas. Que o amor exige sacrifício e, portanto, é INSEPARÁVEL do ataque e do medo. E que essa CULPA É O PREÇO DO AMOR, que TEM QUE ser pago PELO MEDO. Como Deus veio a ser amedrontador para você assim e que imenso sacrifício você acredita que o Amor de Deus exige! Pois o amor total exigiria sacrifício total. E assim o ego parece exigir MENOS de você do que Deus e dos dois, o ego é julgado como o MENOR de dois males, um a ser temido um pouco, mas o Outro A SER DESTRUÍDO.

Pois você vê o amor COMO DESTRUTIVO e a sua única pergunta é: QUEM deve ser destruído, você ou um outro? Você busca responder a essa pergunta em seus relacionamentos especiais, nos quais você é destruidor e EM PARTE destruído, mas com a ideia de poder não ser nenhum dos dois completamente.

E você pensa que isso SALVA VOCÊ DE DEUS, Cujo Amor TOTAL destruiria você COMPLETAMENTE. Você pensa que todas as pessoas FORA de você exigem o seu sacrifício, mas você NÃO vê que SÓ você exige sacrifício e SÓ de si mesmo. No entanto, a exigência de sacrifício é tão selvagem e tão amedrontadora que você NÃO PODE aceitá-la ONDE ELA ESTÁ. Mas o preço REAL da NÃO aceitação disso tem sido tão alto, que você tem PREFERIDO DESISTIR DE DEUS, ao invés de olhar para isso.

Pois, se DEUS quer exigir sacrifício total de você, parece mais seguro projetá-Lo para fora e para LONGE de você e NÃO ser anfitrião para com Ele. Pois a Ele você atribuiu a traição do EGO, convidando o ego a tomar o Seu lugar e PROTEGER você DELE. E você não reconhece que é AQUILO QUE VOCÊ CONVIDOU a entrar que quer destruir você e que, DE FATO, exige total sacrifício de você. Nenhum sacrifício parcial apaziguará esse hóspede selvagem, pois ele é um invasor que apenas APARENTA oferecer benignidade, mas SEMPRE para FAZER COM QUE O SACRIFÍCIO SEJA COMPLETO. Você NÃO conseguirá ser PARCIALMENTE hóspede do ego, pois ele NÃO faz barganhas e por NADA deixaria você. Nem você pode ser o seu ANFITRIÃO parcial para isso.”

Urtext – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática

(O Propósito da Psicoterapia, cont., O Lugar da Religião na Psicoterapia, cont.,)

“Como a religião verdadeira cura, a verdadeira psicoterapia também não pode deixar de ser religiosa. Mas ambas têm muitas formas, porque nenhum bom professor usa um único enfoque para todos os alunos. Ao contrário, ele ouve pacientemente cada um e deixa-o formular o seu próprio currículo, não a meta do currículo, mas a melhor forma para o objetivo que ela estabelece para ele. Talvez o professor não pense em Deus como parte do ensinamento. Talvez o psicoterapeuta não compreenda que a cura vem de Deus. Eles podem ter sucesso onde muitos que acreditam que encontraram Deus falharão.

O que o professor tem que fazer para garantir o aprendizado? O que o terapeuta tem que fazer para trazer a cura? Só uma coisa: o mesmo requisito que a salvação faz a qualquer pessoa. Cada um tem que compartilhar uma meta com uma outra pessoa e, fazendo isso, perder todo o senso de interesses separados.

Só fazendo isso é possível transcender as fronteiras estreitas que o ego quer impor ao ser. Só fazendo isso é possível que o professor e o aluno, o terapeuta e o paciente, eu e você aceitemos a Expiação e aprendamos a dar assim como foi recebido.”

Urtext –Livro de Exercícios para Estudantes

Revisão 6

Introdução

“Para essa revisão tomamos apenas uma ideia a cada dia e a praticamos com a maior frequência possível. Além do tempo que lhe deres pela manhã e à noite, que não deverá ser inferior a quinze minutos, e das lembranças a cada hora durante o dia, usa a ideia o mais frequentemente possível entre essas práticas. Cada uma destas ideias, por si só, seria suficiente para a salvação, se fosse verdadeiramente aprendida. Cada uma seria suficiente para liberar a ti e ao mundo de todas as formas de cativeiro e para convidar a memória de Deus a vir outra vez.

Com isso em mente, damos início à nossa prática, na qual revisamos com cuidado os pensamentos que o Espírito Santo nos concedeu nas nossas últimas vinte lições. Cada um contém todo o currículo se for compreendido, praticado, aceito e aplicado a todos os acontecimentos aparentes durante o dia. Um é suficiente. Mas, nele, não pode haver exceções. E assim precisamos usá-los todos e deixá-los fundirem-se em um só, à medida em que cada um contribui para o todo que estamos aprendendo.

Essas sessões de prática, como na nossa última revisão, giram em torno de um tema central com o qual começamos e terminamos cada lição. É esse:

‘Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’

O dia começa e termina com isso. E nós o repetimos a cada hora ou nos lembramos, nos intervalos, que temos uma função que transcende o mundo que vemos. Além disso e de uma repetição do pensamento especial que praticamos naquele dia, não será pedido nenhum tipo de exercício, a não ser um profundo abandono de tudo o que atravanca a mente e a torna surda à razão, à sanidade e à simples verdade.

Para essa revisão, procuraremos ir além de todas as palavras e formas especiais de prática. Pois, dessa vez, estamos tentando conseguir dar passos mais rápidos ao longo de um caminho mais curto para a serenidade e a paz de Deus. Simplesmente fechamos os olhos e esquecemos tudo o que pensávamos saber e compreender. Pois assim nos é dada a liberdade de tudo o que não sabíamos e falhamos em compreender.

Há apenas uma exceção a essa falta de estrutura. Não permitas que nenhum pensamento vão passe sem ser questionado. Se notares algum, nega o seu controle sobre ti e apressa-te em assegurar à tua mente que não é isso o que ela quer. Em seguida, gentilmente deixa que o pensamento que negaste seja abandonado e trocado segura e rapidamente pela ideia que praticamos nesse dia.

Quando fores tentado, apressa-te em proclamar tua liberdade para com a tentação, dizendo:

‘Não quero esse pensamento. Escolho em lugar dele ____.’

E, em seguida, repete a ideia do dia e deixa-a ocupar o lugar daquilo que pensaste. Além destas aplicações especiais da idéia de cada dia, acrescentaremos apenas algumas expressões formais ou pensamentos específicos para ajudar a prática. Em vez disso, damos esses momentos de quietude ao Professor Que ensina na quietude, Que fala da paz e Que dá aos nossos pensamentos qualquer significado que possam ter.

A Ele eu ofereço essa revisão por ti. Eu te coloco a Seu cargo e deixo que Ele te ensine o que fazer, dizer e pensar a cada vez que te voltares para Ele. Ele não falhará em estar disponível para ti toda vez que O invocares pedindo ajuda. Ofereçamos a Ele toda a revisão que iniciamos agora e também não esqueçamos a Quem ela foi dada ao praticarmos dia após dia, avançando em direção à meta que Ele estabeleceu para nós; deixando-O ensinar-nos como ir e confiando plenamente Nele quanto à melhor maneira através da qual cada período de prática pode se tornar uma dádiva amorosa de liberdade para o mundo.”

Urtext –Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 201

“’Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’

Lição 181. ‘Confio em meus irmãos, que são um comigo.’

Não há ninguém que não seja meu irmão. Sou abençoado pela unicidade com o universo e com Deus, meu Pai, único Criador do todo que é o meu Ser, para sempre um comigo.

‘Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’”

—–

Dia 202

“Você terá que escolher entre a liberdade TOTAL e o cativeiro TOTAL, pois não há outras alternativas além dessas. Você tem tentado fazer muitas transigências na tentativa de evitar reconhecer a única decisão que você TEM QUE tomar. E, no entanto, é o RECONHECIMENTO da decisão, ASSIM COMO ELA É, que faz com que a decisão seja tão fácil! A salvação é simples, sendo de Deus e, portanto, MUITO fácil de entender. Mas não tente projetá-la A PARTIR DE você mesmo e vê-la FORA de você. Em VOCÊ estão ambas a pergunta e a Resposta; a exigência do sacrifício e a paz de Deus”.

O Fim do Sacrifício [FIP: O Natal como o fim do sacrifício]

“Não tenha medo de reconhecer que toda a ideia de sacrifício foi EXCLUSIVAMENTE FEITA POR VOCÊ. E não busque segurança tentando se PROTEGER do lugar onde essa ideia NÃO está. Os seus irmãos e o seu Pai tornaram-se MUITO amedrontadores para você e você quer barganhar com eles por uns poucos relacionamentos especiais, nos quais você pensa que vê alguns resquícios de segurança. Não tente mais MANTER À PARTE os seus pensamentos e o Pensamento que lhe foi DADO. Quando eles são reunidos e percebidos ONDE ESTÃO, a escolha ENTRE eles não é nada mais do que um despertar gentil e é tão simples como abrir os olhos para à luz do dia, quando você não tem mais necessidade de sono.

O sinal do Natal é uma estrela, uma luz na escuridão. Não a veja FORA de você, mas brilhando no Céu interior e a aceite como o sinal de que o tempo de Cristo chegou.

Ele vem sem NADA exigir. Ele não pede nenhum sacrifício de QUALQUER tipo, de NINGUÉM,. Na Presença de Cristo, toda a IDEIA de sacrifício perde TODO o significado. Pois Ele é o Anfitrião de Deus. E você precisa apenas convidá-Lo a entrar, em Quem JÁ está presente, reconhecendo que o Seu Anfitrião é Um Só. E nenhum pensamento ALHEIO à Sua Unicidade pode habitar com Ele lá. O amor TEM QUE ser total para dar-Lhe as boas-vindas, pois a Presença da santidade CRIA a santidade que O envolve. Nenhum medo é capaz de afetar o Anfitrião Que embala Deus no tempo de Cristo. Pois o Anfitrião é tão santo quanto a Perfeita Inocência que Ele protege e Cujo Poder O protege.

Nesse Natal, dê ao Espírito Santo TUDO o que possa te machucar. DEIXE-SE ser curado completamente, de modo que você possa SE UNIR a Ele na cura. E celebremos a nossa liberação juntos, liberando todas as pessoas COM a gente. Não deixe nada para trás, pois a liberação é TOTAL. E quando você a tiver aceito comigo, você a dará comigo. Toda dor, todo sacrifício e toda pequenez desaparecerão em NOSSO relacionamento, que é tão inocente e tão poderoso quanto o nosso relacionamento com o nosso Pai. A dor nos será trazida e desaparecerá em nossa presença. E, SEM dor, não pode haver sacrifício. E, SEM SACRIFÍCIO, TEM QUE haver o amor. Você que acredita que o sacrifício É amor, tem que aprender que o sacrifício é a separação DO amor.

Pois o sacrifício traz culpa, tão certo quanto o amor traz paz. A culpa é a CONDIÇÃO do sacrifício, assim como a paz é a condição para a consciência no nível da realidade [awareness] do seu relacionamento com Deus. Pois pela culpa, você EXCLUI o seu Pai e os seus irmãos DE si mesmo. E através da paz, você os convidará a voltar e reconhecerá que eles estão onde o seu convite lhes pede para estar. Aquilo que você excluiu de si mesmo parece amedrontador, pois você o DOTOU de medo e tentou MARGINALIZÁ-LO, embora fosse parte de você. Quem é capaz de perceber uma parte de si mesmo como indigna e  ainda viver em paz consigo mesmo? E quem é capaz de tentar resolver o conflito percebido do Céu e do inferno NELE, rejeitando o Céu e DANDO-LHE os atributos do inferno, SEM experienciar a si mesmo como incompleto e solitário?

O sinal do Natal é uma estrela, uma luz na escuridão. Não a veja FORA de você, mas brilhando no Céu interior e a aceite como o sinal de que o tempo de Cristo chegou.

Enquanto você perceber o corpo como a sua realidade, você se perceberá como solitário e destituído. E, enquanto isso durar, você também se perceberá como uma VÍTIMA DE SACRIFÍCIO, JUSTIFICADO em sacrificar a outros. Pois quem poderia colocar o Céu e seu Criador de lado, SEM um sentido de sacrifício e de perda? E quem poderia sofrer sacrifício e perda, sem tentar RESTAURAR a si mesmo?

No entanto, como vocês poderiam realizar isso por si mesmos, quando a base das suas tentativas é a crença na REALIDADE DA PRIVAÇÃO? Pois a privação gera o ataque, SENDO a crença em que o ataque é justificado. E, enquanto você quer RETER a privação, o ataque vem a ser a salvação e o sacrifício vem a ser o amor.

É assim que, em toda a sua busca por amor, VOCÊ BUSCA O SACRIFÍCIO e o ACHA. No entanto, você NÃO acha o amor. Pois é impossível NEGAR o que É o amor e ainda RECONHECÊ-LO. O significado do amor está naquilo que você jogou FORA de si mesmo e não TEM nenhum significado FORA de você. É o que você prefere MANTER que não tem significado. Enquanto tudo o que você quer MANTER DISTANTE de você contém todo o significado do universo e mantém o universo unido em seu significado. Pois, a menos que o universo esteja unido em VOCÊ, ele estará SEPARADO DE Deus e ser sem Ele É ser sem significado.

No instante santo, a condição do amor é satisfeita, pois as mentes se unem sem a INTERFERÊNCIA dos corpos e onde há comunicação, há paz. O Príncipe da Paz nasceu para restabelecer a CONDIÇÃO do amor, ensinando que a comunicação permanece ininterrupta, mesmo que o corpo seja destruído, DESDE QUE você NÃO veja o corpo como o meio necessário para a comunicação. E se você ENTENDER essa lição, você reconhecerá que, sacrificar o CORPO, é NÃO SACRIFICAR NADA. E a comunicação, que TEM QUE ser da mente, NÃO PODE ser sacrificada. Onde, então, está o sacrifício?”

Urtext – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática

(O Propósito da Psicoterapia, cont., O Lugar da Religião em Psicoterapia, cont.,)

“A comunhão é impossível sozinho. Ninguém que se coloque à parte pode receber a visão de Cristo. Ela lhe é oferecida, mas ele não pode estender a mão para recebê-la. Que ele fique quieto e reconheça que a necessidade do seu irmão é a sua; e veja que ambas são satisfeitas como uma só, pois elas são a mesma. O que é a religião senão um instrumento para ajudá-lo a ver que isso é assim? E o que é a psicoterapia exceto uma ajuda nessa mesma direção? É a meta que faz com que esses processos sejam o mesmo, pois eles são um em propósito e têm que ser um em seus meios.

(Fim de O Lugar da Religião na Psicoterapia)”

Urtext – Workbook for Students

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 202

“’Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’

Lição 182. ‘Eu me aquietarei por um momento e irei para casa.’

Por que eu escolheria ficar mais um momento onde não é o meu lugar, quando o próprio Deus Deu-me a Sua Voz para chamar-me de volta a casa?

‘Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’”

—–

Dia 203

A lição que eu nasci para ensinar e ainda quero ensinar a todos os meus irmãos é que o sacrifício não está em parte alguma e o amor está em todo parte. Pois a comunicação TUDO ABRANGE e na paz que ela restabelece, o amor vem de si mesmo.

Que nenhum desespero obscureça a alegria do Natal, pois o tempo de Cristo não tem significado À MARGEM da alegria. Vamos nos unir para celebrar a paz, não exigindo nenhum sacrifício de ninguém, pois assim você me oferecerá o amor que eu ofereço a você. O que pode ser mais alegre do que perceber que NÓS NÃO ESTAMOS PRIVADOS DE NADA? Tal é a mensagem do tempo de Cristo, que eu dou a você, de forma que você possa dá-la e devolvê-la ao Pai, Que a deu a mim.

Pois no tempo de Cristo, a comunicação com Ele é restaurada e Ele Se une a nós na celebração da Criação de Seu Filho. Deus oferece gratidão ao santo anfitrião que quer recebê-Lo e que O deixa entrar e habitar onde Ele quer estar. E PELAS suas boas-vindas, ELE também dá a você as boas-vindas em Si mesmo. Pois o que está contido em você que Lhe dá boas-vindas é DEVOLVIDO a Ele. E nós apenas celebramos a SUA Integridade, quando damos boas-vindas a Ele em nós mesmos. Aqueles que recebem o Pai são um só com Ele, sendo anfitriões para com Aquele Que os criou. E ao permitir que Ele entre, a lembrança do Pai entra com Ele e com Ele aqueles que O recebem se lembram do único relacionamento que jamais tiveram e jamais querem ter.

Esse é o fim de semana(?) [Esse é o tempo] em que logo um novo ano nascerá do tempo de Cristo. Eu tenho plena fé em você, para fazer tudo o que você quer realizar. Nada faltará e você FARÁ COM QUE SEJA COMPLETO e NÃO destruirá. Diga e ENTENDA isso:

‘Eu dou você ao Espírito Santo, como parte de mim mesmo. Eu sei que você será liberado, A NÃO SER QUE EU QUEIRA USAR VOCÊ PARA APRISIONAR A MIM MESMO. É MINHA VONTADE a sua liberação, porque eu reconheço que nós seremos liberados JUNTOS.’

Assim o ano começará em alegria e liberdade. Há muito a fazer e nós temos estado muito atrasados. Aceite o instante santo enquanto esse ano nasce e tome o seu lugar, por tanto tempo vago, no Grande Despertar.

Faça com que esse ano seja diferente, fazendo com que TUDO SEJA O MESMO.

E permita que TODOS os seus relacionamentos sejam santificados PARA você. Esta é a NOSSA vontade. Amém.”

A lição que eu nasci para ensinar e ainda quero ensinar a todos os meus irmãos é que o sacrifício não está em parte alguma e o amor está em todo parte. Pois a comunicação TUDO ABRANGE e na paz que ela restabelece, o amor vem de si mesmo.

CAPÍTULO 16 – O PERDÃO DAS ILUSÕES

Introdução [FIP: I. A verdadeira empatia]

“Sentir empatia NÃO significa UNIR-SE EM SOFRIMENTO, pois é isso que você tem que se RECUSAR a entender. Essa é a interpretação do EGO acerca da empatia e SEMPRE é usada para formar um relacionamento especial, no qual o SOFRIMENTO é compartilhado. A CAPACIDADE de sentir empatia é MUITO útil para o Espírito Santo, desde que você permita que Ele a use à Sua maneira. A MANEIRA DELE É MUITO DIFERENTE. Ele NÃO entende o sofrimento e quer que você ensine QUE O SOFRIMENTO NÃO É COMPREENSÍVEL. Quando Ele se relaciona através de você, Ele NÃO se relaciona através do ego com outro ego. O Espírito Santo NÃO se une à dor, conhecendo que a CURA [healing] da dor NÃO é alcançada por tentativas delusórias de ENTRAR NELA e aliviá-la por COMPARTILHAR a delusão.

A prova mais clara de que a empatia, tal como o ego a usa é DESTRUTIVA, reside no fato de que ela é aplicada APENAS a certos tipos de problemas e em certas pessoas. Esses o ego SELECIONA e SE UNE a eles. E NUNCA se une, exceto para fortalecer a si mesmo. Tendo se identificado com aquilo que PENSA que entende, o ego vê a si mesmo e quer AUMENTAR a si mesmo compartilhando o que é COMO ele próprio. Não se engane sobre essa manobra; o ego sempre SENTE EMPATIA PARA ENFRAQUECER. E enfraquecer é SEMPRE atacar.

Você NÃO sabe o que significa empatia. Entretanto, de uma coisa você pode ter certeza; se você apenas se sentar em silêncio e deixar o Espírito Santo se relacionar ATRAVÉS de você, você sentirá empatia com força e ambos ganharão em força e não em fraqueza. A sua parte é apenas a de se lembrar disso; você não quer que nada que VOCÊ valorize venha a você de um relacionamento de encontro. Você não escolhe feri-lo NEM CURÁ-LO [healing] à sua própria maneira. Você NÃO sabe o que é cura [healing]. Tudo o que você aprendeu sobre empatia É DO PASSADO. E não há NADA do passado que você queira compartilhar, pois não há nada do passado que VOCÊ QUEIRA MANTER.

NÃO use a empatia para FAZER COM QUE O PASSADO SEJA REAL e assim perpetuá-lo. Afaste-se gentilmente e permita que a cura [healing] seja feita PARA você. Tenha apenas um pensamento em mente e não o perca de vista, por mais tentado que esteja a julgar a situação e a DETERMINAR a sua resposta AO julgá-la. Concentre a sua mente apenas nisso:

‘Eu não estou sozinho e eu não iria impor o passado a meu Hóspede. Eu O convidei e Ele está aqui. Eu não preciso fazer nada, exceto NÃO INTERFERIR.’”

A Verdadeira Empatia

“A verdadeira empatia é Daquele Que tem o conhecimento do que ela é. VOCÊ aprenderá a interpretação DELE da empatia se você permitir que Ele use a SUA capacidade para a força e NÃO para a fraqueza. Ele NÃO o abandonará, mas certifique-se de que VOCÊ não O abandonará. A humildade é força apenas nesse sentido; reconhecer e ACEITAR o fato de que você NÃO sabe, é reconhecer e aceitar o fato de que Ele DE FATO conhece. Você não tem certeza de que Ele fará a parte Dele, porque você NUNCA FEZ A SUA COMPLETAMENTE. Você NÃO saberá como responder ao que NÃO entende. Não seja tentado nisso e não ceda ao uso triunfal que o ego faz da empatia, para a glória DELE.

O triunfo da fraqueza NÃO é o que você quer oferecer a um irmão. E, ainda assim, você não reconhece nenhum triunfo além desse. Isso NÃO é conhecimento e a forma de empatia que acarretaria isso é tão distorcida que aprisionaria aquilo que quer liberar.”

Urtext – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática

(O Processo da Psicoterapia, cont.,)

C. O Papel do Psicoterapeuta

“O psicoterapeuta é um líder no sentido de que caminha um pouco na frente do paciente e o ajuda a evitar umas poucas armadilhas ao longo da estrada por vê-las em primeiro lugar. Na forma ideal, ele é também um seguidor, pois Alguém deve caminhar na sua frente para dar-lhe a luz para ver. Sem esse Alguém, ambos irão tropeçando cegamente em direção a lugar nenhum. No entanto, é impossível que esse Alguém esteja totalmente ausente se a meta é a cura. Ele pode, contudo, não ser reconhecido. E, nesse caso, a pouca luz que pode ser aceita é tudo o que existe para iluminar o caminho da verdade.

A cura [healing] é limitada pelas limitações do psicoterapeuta, assim como do paciente. O objetivo do processo, portanto, é transcender esses limites. Nenhum dos dois pode fazer isso sozinho, mas quando se unem, a potencialidade de transcender todas as limitações lhes foi dada.

Agora, a extensão do seu sucesso dependerá de quanto dessa potencialidade eles estão dispostos a usar. A disponibilidade pode vir de qualquer um dos dois no início e, à medida que o outro a compartilha, ela crescerá. O progresso vem a ser uma questão de decisão; pode chegar quase até o Céu, ou não ir mais longe do que a um passo ou dois do inferno.”

Urtext –Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 203

“’Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’

Lição 183. ‘Invoco o Nome de Deus e o meu próprio nome.’

O Nome de Deus é a minha liberação de todo pensamento de mal e de pecado, porque é o meu próprio nome assim como o Seu.

‘Eu não sou um corpo. Eu sou livre. Pois ainda sou como Deus me criou.’”

—–

Imagem Foto-Mauro-Gomes-Carqueijo-RGN-Nisia-Floresta-21032022.jpg

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x