O desvio para o medo

No livro Um Curso em Milagres, nós temos uma passagem que esclarece o que se passou, de fato, na “separação”, ou seja, “o desvio para o medo” [the detour into fear, em Inglês].

Esse artigo busca, através do entendimento de professores avançados do Curso, clarificar ainda mais essa importante passagem, para a nossa reflexão sobre o sistema de pensamento de UCEM.

O que diz o Curso sobre esse tema?

UCEM – Capítulo 2 – A Separação e a Expiação

I – As origens da separação

“Estender-se é um aspecto fundamental de Deus, que Ele deu a Seu Filho. Na criação, Deus estendeu-Se às Suas criações e as imbuiu da mesma Vontade amorosa de criar. Você não só foi plenamente criado, como foi criado perfeito. Não há nenhum vazio em você.

Devido à sua semelhança com o seu Criador, você é criativo. Nenhuma criança de Deus pode perder essa capacidade porque é inerente ao que ela é, mas pode usá-la de maneira imprópria através da projeção.

O uso impróprio da extensão, ou projeção, ocorre quando você acredita que existe em você algum vazio ou alguma falta e que você pode preenchê-lo com as suas próprias ideias ao invés da verdade.

Esse processo envolve os seguintes passos:

Primeiro, você acredita que o que Deus criou pode ser mudado pela mente de você mesmo.

Segundo, você acredita que o que é perfeito pode vir a ser imperfeito ou falho.

Terceiro, você acredita que você pode distorcer as criações de Deus, inclusive a si mesmo.

Quarto, você acredita que você pode criar a si mesmo e que a direção da sua própria criação depende de você.

Essas distorções interligadas representam um retrato do que de fato ocorreu na separação, ou seja, ‘o desvio para o medo’ [the detour into fear, em Inglês]. Nada disso existia antes da separação nem, de fato, existe agora.

Tudo o que Deus criou é como Ele. A extensão, como foi empreendida por Deus, é similar à radiância interior que as crianças do Pai herdam Dele. A sua fonte real é interna. Isso é tão verdadeiro em relação ao Filho quanto em relação ao Pai.

Nesse sentido, a criação inclui tanto a criação do Filho por Deus quanto as criações do Filho, quando a sua mente está curada [healed].

Isso requer que Deus tenha dotado o Filho com livre arbítrio, porque toda a criação amorosa é dada livremente em uma linha contínua, na qual todos os aspectos são da mesma ordem.

O Jardim do Éden, ou a condição anterior à separação, era um estado da mente no qual nada era necessário. Quando Adão deu ouvidos às ‘mentiras da serpente’, tudo o que ele ouviu não era verdade. Você não tem que continuar a acreditar no que não é verdadeiro, a não ser que você escolha fazê-lo. Tudo aquilo pode literalmente desaparecer num abrir e fechar de olhos porque é apenas uma percepção equivocada.

O que é visto em sonhos parece ser muito real. No entanto, a Bíblia diz que um sono pesado caiu sobre Adão e não há, em parte alguma, referência ao seu despertar. O mundo ainda não experienciou nenhum despertar ou renascer em escala absoluta. Tal renascimento é impossível enquanto você continuar a projetar ou criar equivocadamente.

Contudo, a capacidade de estender assim como Deus estendeu a você o Seu Espírito permanece ainda dentro de você. Na realidade, essa é a sua única escolha porque o seu livre arbítrio lhe foi dado para a sua alegria em criar o que é perfeito.

Todo medo, em última instância, é passível de ser reduzido à básica percepção equivocada de que você tem a capacidade de usurpar o poder de Deus. Obviamente, você não pode, nem você tem sido capaz de fazer isso.

Aqui está a base real para você escapar do medo. O escape é efetuado pela sua aceitação da Expiação, que faz com que você seja capaz de reconhecer que os seus erros realmente nunca ocorreram.

Só depois que um profundo sono caiu sobre Adão, pôde ele vivenciar pesadelos. Se uma luz subitamente se acende enquanto alguém está sonhando um sonho amedrontador, ele pode inicialmente interpretar a própria luz como parte do seu sonho e ter medo. Todavia, quando acorda, a luz é percebida corretamente como a liberação do sonho, ao qual já não mais se confere realidade. Essa liberação não depende de ilusões. O conhecimento que ilumina não só lhe põe em liberdade, mas lhe mostra também claramente que você é livre.

Quaisquer que sejam as mentiras em que você possa acreditar, não concernem ao milagre, que pode curar [heal] qualquer uma com a mesma facilidade. Ele não faz distinções entre percepções equivocadas. A única coisa que concerne a ele é distinguir a verdade de um lado e do outro o erro.

Alguns milagres podem aparentar maior magnitude que outros. Mas lembre-se do primeiro princípio desse curso: não há nenhuma ordem de dificuldades em milagres. Na realidade, você é perfeitamente intocável por todas as expressões de falta de amor. Essas podem vir de você e de outros, de você para os outros e dos outros para você.

A paz é um atributo em você. Você não pode achá-la do lado de fora. A enfermidade é alguma forma de busca externa. A saúde é paz interior. Ela lhe permite permanecer imperturbado pela falta de amor externo e ser capaz, através da sua aceitação dos milagres, de corrigir as condições resultantes da falta de amor nos outros.”

—–

Esse artigo denominado “The Detour Into Fear”, escrito por Jiffy Read, traz-nos um pouco mais de esclarecimentos sobre esse importante tema do Curso.

The Detour Into Fear (O Desvio Para o Medo)

Artigo postado em 4 de fevereiro de 2016 por Jiffy Read (artigo sem link porque não está mais disponível na internet), que nos auxilia a entender a importante mensagem do Curso, para a nossa reflexão.

“Para entender como surgiu ‘the detour into fear’ (‘o desvio para o medo’), é necessário abandonar os conceitos mundanos de individualidade pessoal, que são construções da mente e permitir que se enraíze um entendimento mais profundo, que contorne o intelecto e esteja ancorado, ao invés disso, no coração.

O coração é a nossa conexão com a Mente de Deus, com o Eu [Ser, Self] e é capaz de entender o que as nossas mentes limitadas não são capazes.

O desvio para o medo (the detour into fear) surgiu como resultado de uma escolha feita livremente com a Vontade de Deus. Contido no conhecimento do Eu Sou está o potencial de haver um oposto: Aquilo-Que-Eu-Não-Sou, ou o outro.

Essa ideia única semeia a separação, permitindo que a Mente de Deus considere, por sua própria vontade, a ideia de alteridade (diversidade) e permitindo-se entrar numa experiência onde parece ser o que não é – onde algo separado de si mesmo pode existir.

A Mente, com o seu poder de se inserir em suas próprias imaginações, assim como nós temos o poder de nos inserir em nossos devaneios e nos perder ali por um tempo, sentiu o medo da separação surgir dentro dessa imaginação e, em vez de se afastar dela, fez o desvio com medo e pareceu perder-se no sonho.

Assim surgiu o eu [ser, self] separado.

Isso não aconteceu há muito tempo atrás. Passado, presente e futuro pertencem todos ao tempo, que é uma construção mental significativa apenas para a mente limitada do eu [ser, self] separado no mundo da forma. Quando isso é totalmente entendido, vem a ser fácil de ser visto que a salvação reside apenas na cura [healing] da separação no Agora.

Qualquer tentativa de articular o processo que deu origem à separação é meramente metafórica. O intelecto limitado do eu [ser, self] só é capaz de pensar em termos de tempo, espaço e objetos, ao passo que o entendimento de como ocorre a divisão exige o abandono da necessidade de pensar com esses termos.

Porém, por causa de Quem nós somos, nós somos capazes de entender como a separação ocorre. Entretanto, não com o intelecto.

No fundo está um Conhecer que conhece e que entende e que lembra. Esse é o Eu [Ser, Self], a Verdade de nós, Aquele que conhece a Sua integridade em Deus e que nos chama a abandonar os nossos entendimentos equivocados e retornar ao conhecimento da verdade de nós mesmos como felizes, inteiros e amorosos em Deus.

‘Estender-se é um aspecto fundamental de Deus, que Ele deu a Seu Filho. Na criação, Deus estendeu-se às Suas criações e as imbuiu da mesma Vontade amorosa de criar… O uso inadequado da extensão, ou projeção, ocorre quando você acredita que existe algum vazio ou alguma falta em você e que você pode preenchê-lo com as suas próprias ideias em vez da verdade… Essas distorções interligadas representam um retrato do que de fato ocorreu na separação, ou seja, o ‘desvio para o medo’. Nada disso existia antes da separação, nem, de fato, existe agora.’” (T-2.I.1-2)

—–

No glossário de termos do site Circle of Atonement, nós temos a definição para “a separação”, conforme abaixo:

Site: https://circleofa.org/glossary-of-terms/s/separation-the/

A separação

O evento em que aparentemente nos separamos de Deus, que deu origem a todo o universo fenomenal, incluindo forma, tempo, espaço e percepção e que a mente reencena em quase todos os instantes. A aparente divisão com Deus para a qual a Expiação é a reconciliação ou o remédio.

‘O desvio para o medo’ (T-2.I.2:1); a ‘descida da magnitude à pequenez’ (T-10.IV.8:5); ‘a negação da união’ (T-12.I.10:6).

A separação começou com a ideia de que nós poderíamos transformar a nós mesmos em seres separados que fossem ambos especiais aos olhos de seu Criador (ver T-13.III.10:2) e que fossem autocriados (ver T-10.V.4 :3, T-21.II.10).

Isso produziu o que parecia ser um evento real no qual arrancamos a nós mesmos da Mente de Deus (ver T-5.V.3), rasgamos o Céu e o fragmentamos em incontáveis corpos separados e intervalos de tempo (ver T-28.III.7:4), que vieram a ser entidades isoladas e então fizeram um mundo de indivíduos, formas e momentos separados.

No entanto, a separação foi apenas um evento psicológico, no qual, através da negação e da dissociação, nós adormecemos para a realidade e sonhamos com a separação (ver sono).

No nosso sonho, essa experiência durou milhares de milhões de anos, mas na realidade durou apenas um instante, pois a Resposta de Deus encerrou-a imediatamente.

E mesmo esse instante nunca ocorreu absolutamente (ver MP-2.2:8).

A mensagem central do Curso é que ‘a separação nunca ocorreu’ (T-6.II.10:7).

—–

Resumo da seção 1: “As Origens da Separação”

Em resumo, a seção 1: “As Origens da Separação” está dizendo, conforme nos esclarece a escritora Beth Geer, autora de diversos livros sobre Um Curso em Milagres:

Site: https://www.awakening2onelove.com/a-course-in-miracles-chapter-summaries/2020/7/28/a-course-in-miracles-chapter-2-the-separation-and-the-atonement-summary

Nós pensamos que nós somos capazes de ser algo diferente do Espírito de Amor e Luz como Deus nos criou.

Nós pensamos que nós somos capazes de nos tornar um corpo físico, perecível e cheio de pecado e trevas.

Isso não pode ser feito, dada a natureza eterna do nosso verdadeiro Eu [Ser, Self] como Espírito.

O que é eterno não pode ser mudado. Contudo, nós somos capazes de esquecer a nossa Identidade eterna.

De fato, nós fizemos isso através de um processo de quatro passos – um processo que nos levou a mudar a nossa opinião sobre quem nós somos em verdade.

Nós decidimos esquecer as Leis de Deus e fazer as nossas próprias. E, no entanto, nós não temos de acreditar em nada que esse mundo nos mostre.

Na verdade, isso tudo é capaz de ser facilmente desfeito com um milagre, por mais real que esse sonho possa parecer.

Quem Nós Somos na verdade ainda existe sob as nossas falsas identidades e a saúde é capaz de ser restaurada às nossas mentes através da escolha de não acreditar na separação que os nossos olhos nos mostram.

Isso pode soar insano e ainda assim uma mente saudável é aquela que conhece que esse mundo não é a nossa existência real, perdoando-lhe assim a sua falsidade, o que corrige a nossa percepção de todas as coisas fora de nós.

Todas as pessoas são capazes de concordar que se sentem melhor quando acordam a partir de um pesadelo, apenas para reconhecer que nada disso era real.

Até que nós façamos isso na nossa realidade aqui, nós permaneceremos adormecidos e continuaremos a projetar um mundo cheio de medo que não é real.

O milagre corrige e cura [heal] todas as formas de medo através de nós, ao retirarmos a nossa crença nele [medo].

—–

Através do método de perguntas e respostas, o site Pathway of Light reforça o nosso entendimento sobre essa importante seção do Curso.

Capítulo 2: A Separação e a Expiação

Seção I: As Origens da Separação

Artigo completo em Inglês através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/answers/chapter2_section_i

Qual é a diferença entre extensão e projeção?

O parágrafo um aborda a diferença fundamental entre extensão, que é uma característica da unicidade de Deus e projeção, que é a tentativa do ego de substituir a unicidade pela separação. Por definição, uma extensão nunca se separa a partir da sua fonte. Se ela se separasse, não seria mais uma extensão. Isso seria outra coisa separada.

Uma projeção, por outro lado, é separada de sua fonte por definição. Porque o ego é a ideia da separação, ele distorce a extensão do Amor ao introduzir a separação no seu sonho de ‘realidade’, transformando assim a extensão em projeção.

O que é a extensão de Deus?

O Filho de Deus, que é o que todos nós somos, é a extensão do Amor de Deus. Inerente ao Amor está estender ou compartilhar o Amor que todos nós somos com todos e de Ele Mesmo [Amor], igualmente. Como parte do Amor, nós permanecemos unidos a Deus, a nossa Fonte, como um só todo contínuo. Essa união perfeita não é capaz de ser afetada por sonhos que tentam mudar a realidade da unidade abrangente do Amor.

Com o desejo de guardar um pouco do Amor de Deus só para nós e não compartilhá-Lo com todos, nós experienciamos o vazio da falta, acreditando que nós não tínhamos tudo o que nós queríamos. Não reconhecendo a impossibilidade desse desejo, nós perdemos a consciência no nível da realidade [awareness] de que Deus já nos havia dado todo Amor e nada nos faltava. Acreditando nesse senso de falta de amor, nós decidimos que nós poderíamos preencher esse sentimento de falta com as nossas próprias ideias que se baseavam na separação ao invés da verdade da extensão universal do Amor. (Para mais informações sobre essa ideia, consulte T-29.VII.2 na página 617 e T-13.III.10-12 na página 244.)

O que nós estamos realmente fazendo quando nós acreditamos nesse mundo de corpos separados?

No primeiro parágrafo, Jesus descreve as crenças centrais de todo o sistema de pensamento do ego: ‘Primeiro, você acredita que o que Deus criou pode ser mudado pela sua própria mente. Segundo, você acredita que o que é perfeito pode vir a ser imperfeito ou ausente. Terceiro, você acredita que pode distorcer as criações de Deus, incluindo você mesmo. Quarto, você acredita que pode criar a si mesmo e que a direção de sua própria criação depende de você.’ (1:9-12)

É útil para nós entendermos que toda ideia baseada na separação é igualmente falsa e que a nossa crença na separação é o que faz com que as nossas imagens de corpos separados pareçam reais para nós. Provavelmente nós não andamos por aí dizendo conscientemente a nós mesmos que nós somos capazes de distorcer a criação de Deus ou que nós somos capazes de criar a nós mesmos e dirigir a nossa própria criação. No entanto, é isso que nós fazemos quando nós acreditamos que nós criamos um mundo de corpos separados com mentes individuais separadas.

Qual é o propósito do Curso?

Na verdade, nós continuamos sendo uma extensão de Deus, o que é o mesmo que o Amor universal. Nós permanecemos na integridade do Amor e nós não somos capazes de mudar a nossa Identidade ou nos separarmos do Amor. Como uma extensão do Amor, nós não somos fracos e vulneráveis e não podemos morrer. Nós não somos vítimas de um mundo exterior porque não há nada lá ‘fora’ que envolva todo o Amor.

Todo o propósito do Curso é nos ajudar a desfazer essas ideias insanas de que nós poderíamos estar separados ou diferentes do Amor, a nossa Fonte. Nas nossas ilusões, no nosso desvio para o medo, nós tentamos usurpar a Autoridade do Amor e criar o nosso próprio mundo que é o oposto da unicidade do Amor. É muito reconfortante saber que nada disso é verdadeiro.

O que nos ajuda a reconhecer que nós não temos usurpado o poder de Deus?

Ao tentarmos fazer o nosso próprio mundo com corpos separados, nós estamos competindo com Deus. Isso é o que significa quando se diz que nós pensamos que nós ‘temos o poder de usurpar o poder de Deus’. (4:1) Como nós estamos dispostos a reconhecer que isso é impossível, nós entendemos que esses são apenas sonhos que nunca poderiam acontecer na verdade.

O milagre, que é a correção de nossa percepção, é o que nos ajuda a reconhecer que nós não usurpamos o poder de Deus e que nós não temos feito realmente um mundo de separação.

Como não existe uma ordem de dificuldades nos milagres, não importa quão selvagens e malucas pareçam ser as nossas ilusões. O Espírito Santo nos ajuda a desfazer todas elas com igual facilidade.

Onde reside a paz e o Amor?

Porque a paz é inerente ao que nós somos, a paz não está fora de nós. Aceitar a paz que nós somos é o mesmo que estar disposto a escolher a paz da unidade ao invés do conflito da separação. Escolher conscientemente a paz abre as nossas mentes para o Espírito Santo interior, que corrige as nossas distorções de separação.

À medida que as nossas mentes são corrigidas, nós somos capazes de ver além das nossas projeções que refletem a falta de Amor, curando [healing] assim as nossas mentes. Num estado de paz, nós nos tornamos invulneráveis a quaisquer expressões de falta de amor, qualquer que seja a sua forma, porque nós temos deixado de acreditar nelas.

Nós paramos de buscar o amor lá fora, lembrando que Amor é o Que nós somos. À medida que nós aceitamos a nossa verdadeira Identidade, nós naturalmente estendemos o Amor a todos igualmente.”

© 2004-2010, Pathways of Light. https://www.pathwaysoflight.org

Você pode compartilhar livremente cópias desse documento com os seus amigos, desde que esse aviso de direitos autorais e o endereço do site estejam incluídos.

—–

Nós estamos destacando trechos de um esclarecedor artigo pulicado no site MiraculousLiving.com ©2021 –  de Paul West, com acesso através do link https://www.miraculousliving.com/, que aborda o tema da “separação” ou “o desvio para o medo”, para a nossa reflexão sobre esse importante tema.

Artigo “The separation from reality has made us inane” – Saturday, May 13, 2023

Artigo completo em Inglês poderá ser acessado no link: https://www.miraculousliving.com/blogs/a-course-in-miracles-blog/the-separation-from-reality-has-made-us-insane

“O que Um Curso em Milagres chama de ‘separação’ foi uma rejeição da realidade. Nós negamos o que era real e bloqueamos a nossa consciência no nível da realidade [awareness] disso. Nós perdemos o contato com a realidade e esquecemos como isso era.

‘A separação é meramente uma formulação falha da realidade, SEM NENHUM EFEITO.’ (FIP-T.13.VIII.3:5; destaques do autor)

‘Pois a separação É a fonte da culpa e APELAR para ela em busca de salvação É ACREDITAR QUE VOCÊ ESTÁ SOZINHO.’ (FIP-T.15.V.2:5: destaques do autor)

Esse evento – a queda do homem, o desvio para o medo – marcou a nossa entrada num ‘estado de separação’ da mente, no qual nós ainda nos encontramos. O estado de separação é todo um sistema de pensamento no qual a separação é constantemente perpetuada e escolhida.

‘O estado de separação’ é uma mentalidade na qual nós acreditamos que estamos isolados, que nós nos separamos a nós mesmos uns dos outros, que nós paramos de compartilhar e viemos a ser egoístas, que nós tentamos ser especiais e diferentes, que nós nos afastamos a partir da realidade e que nós nos excluímos em isolamento e prisão. Nós ainda estamos fazendo isso agora e todos os dias.

‘A Separação NÃO é simbólica. Ela é uma ordem de realidade, ou um sistema de pensamento que é PERFEITAMENTE real no tempo, embora não na Eternidade. Todas as crenças são reais para aquele que acredita.’ (FIP-T.3.VII.3:2-3; destaques do autor)

‘A separação é apenas a decisão de NÃO conhecer a si mesmo. Todo esse sistema de pensamento é uma experiência de aprendizado cuidadosamente inventada e programada para conduzir para longe da verdade e para dentro na fantasia.’ (FIP-T.16.V.15:3-4; destaques do autor)

‘A separação É a noção de rejeição. Enquanto você ensinar isso, VOCÊ acreditará nisso.’ (FIP-T.6.I.18:4; destaques do autor)

Negar a realidade significa que nós não somos capazes de dizer o que é verdadeiro e o que é falso. Nós não somos capazes de dizer o que é real e o que é irreal. Isso produz uma tremenda confusão. Essa confusão é uma insanidade. Isso significa que agora nós estamos distraídos com coisas que não são verdadeiras, enganados por coisas que são impossíveis, que acreditamos em coisas que não são capazes de serem de Deus e nós nos tornamos perdidos.

‘Você pode TER levado o raciocínio do ego à sua conclusão lógica, que é a CONFUSÃO TOTAL A RESPEITO DE TUDO.’ (FIP-T.7.X.1:2; destaques do autor)

Estar perdido num mundo ilusório e não conseguir achar a saída é o sintoma comum de todos nós ‘separados’. Nós somos como pequenas crianças a quem têm sido dito um monte de mentiras, nós temos sido enganados, desencaminhados, convencidos de que nós somos maus quando nós não o somos e nós temos sido enviados para o deserto no exílio sem saber onde nós estamos , quem nós somos, como nós chegamos aqui, por que nós estamos aqui, o que é o lar, onde fica o lar ou como chegar lá.

A verdadeira questão, como diz UCEM, é que existe apenas um problema e ele é esse senso de separação da realidade (Deus). Em nossa negação e autoengano, nós continuamos acreditando em coisas que não são verdadeiras. Nós continuamos sendo muito enganados. Nós continuamos fingindo saber do que nós estamos falando quando nós não sabemos, nós pensamos que todas as nossas crenças são válidas, nós não queremos admitir que estamos errados e que nós continuamos comprometidos com as mentiras.

Muito disso se resume à incapacidade de RECONHECER o que alguma coisa é. Seja uma coisa ou outra. Reconhecer que nós estamos realmente sofrendo, ou que há medo, ou que nós estamos em negação. Reconhecer que nós acreditamos em alguma coisa falsa, ou mesmo ter a humildade de reconhecer que nós provavelmente estamos muito mais enganados do que nós reconhecemos. Nós nem sabemos o que nós não sabemos e nós nem sequer sabemos como estamos enganados e confusos.

‘Eu tenho dito que as capacidades que você possui são apenas sombras da sua força real e que a percepção que é inerentemente julgadora, só foi introduzida após a separação. Ninguém tem estado seguro de coisa alguma desde então.’ (FIP-T.3.V.1:1-2)

Não reconhecer coisa alguma é uma insanidade. É por isso que o oposto – a iluminação – é um reconhecimento. Ela é um estado em que você reconhece claramente o que todas as coisas são, o que é verdadeiro, o que é falso, o que é real e o que é irreal. Se você pudesse colocar tudo em ordem em sua mente e AGIR como alguém que aceita apenas a verdade de Deus (expiação), você deixaria de participar em ‘estar separado’. Você abandonaria todas as defesas, ilusões e mentiras, todas as crenças e atitudes falsas, todos os ataques, todas as rejeições, exclusões e separações.

No que diz respeito ao céu, eles nos consideram simplesmente crianças perdidas e solitárias que estão muito confusas e não sabem o que estão fazendo. Nós estamos meio que atordoados, desorientados, vagando no escuro tentando achar alguma coisa que nós pensamos ter perdido sem realmente saber o que é.

Nós  estamos acreditando em coisas que não existem e estamos tirando as coisas do contexto, o que isso leva a tremendas distorções da realidade. Essas distorções aparecem como alucinações e pesadelos e como sendo assustados por monstros.

Nós literalmente vemos coisas que não existem, ouvimos coisas que na verdade não são sons, tocamos coisas que não existem e acreditamos em todas as coisas que o nosso corpo nos diz. No entanto, ‘só o corpo faz o mundo parecer real’ e sem ele o mundo não pareceria real. Sem ele, o mundo seria claramente aparente na sua irrealidade, porque é tão oposto à realidade.

Nós não reconhecemos a realidade porque nós acreditamos em todas as coisas que o corpo diz ser verdadeiras. ‘O corpo não é o meio pelo qual o mundo real é capaz de ser visto.’ Ele é literalmente incapaz de detectar a realidade. ‘Você fez o corpo em tentativa de enganar a si mesmo.’ E assim o corpo é um enganador e todas as coisas que ele lhe diz é mentira e o mundo inteiro está preparado para tentá-lo a acreditar em coisas que não são verdadeiras. Para distorcer a sua mente e afastá-lo da SANIDADE e levá-lo à insanidade. Para prendê-lo à confusão e à perda de si mesmo. Separado a partir de Deus, sem esperança e sozinho.

O que então experienciamos quando a nossa mente está insana, enquanto nesse mundo, é o que chamamos de falsa percepção. Ela é uma percepção distorcida na qual nós USAMOS o mundo, que não tem sentido em si mesmo e o interpretamos como se fosse um inferno de pesadelo.

Nós lemos sobre isso, atacamos isso, usamos isso para a separação, rejeitamos isso, culpamos isso, condenamos isso, odiamos isso, tudo para dividir ainda mais as nossas mentes e ficarmos ainda mais insanos. O que então experienciamos é um ‘mundo irreal.’

‘A Separação é apenas um outro termo para a mente dividida. Ela não foi um ato, mas um pensamento.’ (FIP-T.5.III.9:3 e observação do autor)

Jesus nos pede em UCEM que ‘façamos com que o mundo seja real para consigo.’ Isso significa vê-lo apenas pelo que ele realmente é. Isto não significa que seja a realidade última, entretanto, significa ter uma percepção precisa que apenas olha diretamente para ele e reconhece o que é verdadeiro e falso. Reconhecendo a sua verdadeira natureza, que é uma ilusão e não é nada. E o que você pensava ser um pesadelo se transforma em um sonho mais feliz porque você não está mais tendo um pesadelo psicológico relacionado a isso. Essa é a verdadeira percepção e mostra um mundo perdoado.

O ‘mundo real’, portanto, é uma visão do mundo mais próxima da ‘realidade’. Uma visão na qual você não está insano, não está enganado, não está torcido e distorcido, não está perdido e sozinho, não está separado, não está isolado ou excluído, ou egoísta ou especial.

É uma visão que resulta de sermos mais integrados, íntegros e curados [healed], sem uma mente dividida e sem ataque, condenação, dissociação ou culpa. Olhar para o mundo a partir dessa perspectiva só pode mostrar-lhe ‘o mundo real’, isto é, o que o mundo ‘realmente é’, ao invés de uma visão filtrada e mutilada dele.

De qualquer forma, a nossa tarefa é então o regresso à realidade. Isso implica reconhecer que nós não estamos num estado de realidade porque nós não reconhecemos o que é real. Isso implica também uma disponibilidade para admitir que se está insano, uma abertura para pedir a ajuda para o Espírito Santo e um desejo de avançar em direção à sanidade.

Para vir a ser são, você tem que ser profundamente honesto ao observar o que você acredita e faz, que está em desacordo com a vontade de Deus. Fora de acordo com a realidade em si mesma. E aceitar a expiação nada mais é do que aceitar a realidade.

‘Talvez você não sinta que precisa de um curso que, no final, ensina a você que só a realidade é verdadeira. MAS VOCÊ ACREDITA NISSO?’ (FIP-T.11.VIII.1:2-3; destaques do autor)

É também por isso que Jesus se refere ao ‘contato com a realidade’, no sentido de que nós devemos sair de um estado de estarmos muito enganados, perdidos, confusos, distorcidos, iludidos, admitir os nossos esforços para atacar a realidade e mover as nossas mentes de volta para um estado mais natural, pacífico, feliz e completo. Para curar [heal] a divisão na mente. Como Jesus disse, tudo o que você é capaz de fazer é separar-se ou unir-se. Isso significa que você pode dividir a sua mente ou desfazer a divisão e retornar à integridade.

Portanto, todo o caminho de UCEM ou de qualquer ‘despertar’ espiritual nada mais é do que um movimento a partir da insanidade de volta à sanidade, da irrealidade de volta à realidade. Apenas acordando para o que é real. Apenas sendo real e entrando em contato com a existência real. A existência real é o Reino de Deus. Para nos tornarmos sãos, nós teremos que curar [heal] a nossa insanidade. E a nossa insanidade é motivada por uma ‘crença na separação.’

Observe, porém, que acreditar na separação não significa acreditar que houve um evento de separação há muito tempo, embora tenha havido. A separação ACONTECEU, como uma crença em um pensamento falso. Entretanto, agora trata-se de reconhecer que você AINDA acredita na separação, que você ainda está se separando ativamente, que você está continuamente usando a sua mente PARA se separar e que continua reencenando a separação continuamente.

Cada vez que você ataca, condena, acusa, culpa, odeia, julga, rejeita, recua, teme, fica com raiva, projeta culpa, torna-se pecaminoso, tenta destruir, afastar, ou qualquer outro ato mental que pareça criar um ‘distância’ ou lacuna entre você e QUALQUER COISA, você está se separando da realidade. Você está dividindo a sua mente. Essa é a crença na separação, um ato psicológico real no qual você tenta manter a separação, aprofundar a ferida, enfatizar a culpa e separar a si mesmo de ser um só.

Qualquer ataque que você faça e que você pense ser um ataque a alguma coisa ‘que não é você mesmo’, é resultado da dissociação. Dissociação é a mesma coisa que separação e que exclusão. Significa que você TEM se separado e tem se dividido e agora você pensa que alguma coisa não faz parte de você. Ela está excluída a partir de você e você a ataca no que parece ser ‘externamente’ para afastá-la de você. Para se distanciar de você.

Esse distanciamento é o ESPAÇO-TEMPO. Significa que você está GANHANDO tempo e espaço em sua mente ao rejeitar coisas. A lacuna da separação, o abismo do inferno, está em sua mente. E as coisas só parecem estar fora da sua mente porque você as TEM separado. As ideias não deixam sua fonte.

Sempre que você ataca alguém pensando que não é você e que está recebendo o ataque e não você, você está iludido. A sua mente está atacando a si mesma e projetando a divisão e vendo a ‘outra parte’ fora do que resta ‘dentro’. Isso você tem dissociado a parte culpada da mente e a odeia. E quanto mais a odeia e a quer morta, mais você quer aumentar a cisão e assim aumentar a insanidade. Nós estamos fazendo isso a cada minuto de cada dia.

‘Você ATACA o mundo real todos os dias, todas as horas e todos os minutos e apesar disso você está surpreso por não poder VER isso.’ (FIP-T.12.VIII.1:3; destaques do autor)

Ver ‘o mundo real’ é literalmente simplesmente estar em contato com a realidade e olhar para fora da realidade e olhar para o mundo que nós fizemos (a ilusão/sonho/físico) e ver o que está lá. É um estado de reconhecimento, em que a natureza ilusória do mundo é claramente reconhecida. Em que não há ENGANO. Em que você não se deixa mais enganar pelo que vê.

‘A consciência no nível da realidade [awareness] do sonhar é a função real dos professores de Deus. Eles observam as figuras dos sonhos irem e virem, deslocarem-se e mudarem, sofrerem e morrerem. Apesar disso, não são enganados pelo que vêem.’ (FIP-T.MP.12.6:6-8; acréscimo meu)

A consciência nó nível da realidade [awareness] do sonhar é sanidade. É o mais próximo possível da realidade última, embora ainda estejamos ligeiramente separados dela. Porque ‘a percepção ainda é um estado separado.’ Então, todo o curso está apenas nos dizendo que nós enlouquecemos e que nós necessitamos de ajuda para retornar à realidade.

Nós nos tornamos perdidos numa terra de fantasia e nós necessitamos retornar ao Reino de Deus. E ao longo do caminho, nós necessitamos ver o mundo que nós fizemos como ‘o mundo real’, ou seja, a verdade sobre ele na realidade e depois deixá-lo para trás à medida em que nós avançamos para a existência real. Para a nossa vida real no céu com Deus.

‘Só existe um caminho para sair do pensamento do mundo, assim como só existiu um caminho para entrar nele. Compreenda totalmente compreendendo a TOTALIDADE. Perceba QUALQUER parte do sistema de pensamento do ego como totalmente insano, totalmente delusório e totalmente indesejável e você terá AVALIADO TODO ELE DE FORMA CORRETA.’ (FIP-T.7.VII.10:9-10; 11:1; destaques do autor)

‘Você já não é mais totalmente insano e NEM ESTÁ MAIS SOZINHO.’ (FIP-T.17.VIII.10:2; destaques do autor)

‘Quando Adão deu ouvidos às ‘mentiras da serpente’, tudo o que ele ouviu não era verdade. Você não tem que continuar a acreditar no que não é verdadeiro, a não ser que você escolha fazê-lo. Tudo aquilo pode literalmente desaparecer num ‘abrir e piscar de olhos’ porque é apenas uma percepção equivocada.’ (FIP-T.2.I.3:2-4)

—–

Imagem sigmund-BEf9hE5gKWM-unsplash.jpg – 28 de janeiro de 2024

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Vídeo do Dr. Kenneth Wapnick, abordando a afirmação do livro Texto: “Faça com que esse ano seja diferente, fazendo com que tudo seja o mesmo” ((UCEM-Urtext-T-15.XI.10:11), disponível no YouTube através do link:  https://www.youtube.com/watch?v=KFNCHw_Hb5Q.

Artigo do Professor Robert Perry, denominado “THIS YEAR MAKE DIFFERENT: HOW THE COURSE WOULD HAVE US APPROACH THE NEW YEAR” [Tradução livre “Faça com que esse ano seja diferente: Como o Curso nos quer fazer abordar o Ano Novo”], disponível em inglês através do link: https://circleofa.org/library/a-different-approach-to-the-new-year/.

Livro “The Journey Home” de autoria do Dr. Kenneth Wapnick sobre a seção “The Closing of the Gap” [versão FIP do Curso: “Fechar a brecha”].

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4
Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x