O que é confusão de níveis?

O Curso aborda dois níveis de experiência: o estado de Céu (Nível I) – e o estado de mente e corpo (Nível II). [vide gráfico]

…continuação da Parte II…

“Este curso, assim como Cristo, é maior do que a soma de suas partes e se você quiser saber o que ele está ensinando, deve se entregar totalmente a ele. E a maneira como você se entrega a isso totalmente é percebendo o quanto você não quer se entregar a isso totalmente, o quanto deseja se abster disso.

Não há nada de errado em fazer isso. Na verdade, há algo de errado em você não fazer isso, porque se você pensa que não está fazendo isso, então você está mentindo. Você deve presumir que vai fazer isso. Você vai se abster dele; você retirará certas coisas com as quais não se sente confortável; você o misturará com outras coisas; e você fará do Curso uma declaração de pensamento dualista em vez de pensamento não dualista.

Não se surpreenda ao fazer isso, mas não tenha a arrogância ao pensar que você não o faz. É perceber que você está tentando mudar o Curso, assim como tentou mudar o Céu, que o ajudará a superar toda a sua culpa pelo seu aparente pecado.

Todo mundo vai ‘pecar’ com este Curso, porque ninguém quer ouvir o que ele diz. Se as pessoas quisessem ouvir o que ele diz, então já saberiam o que ele diz e não precisariam dele.

Ninguém queria ouvir o que Jesus disse há dois mil anos também. Isso não é pecado. Isso é apenas um reflexo do pensamento original quando você também não queria ouvir o que Deus disse, que é a palavra da Unicidade perfeita.

Portanto, você deseja estar ciente de sua tentativa de subverter, perverter, distorcer e mudar esse Curso, mas perdoe-se por isso. Apenas não pense arrogantemente que você não está fazendo isso.

Lembre-se de que o todo é maior do que a soma de suas partes.

Quantas pessoas estão realmente dispostas a se entregar totalmente a todo este Curso, a todo o amor de Jesus sem nenhuma reserva? É isso que você quer ver em si mesmo e ser humilde. Isso é o que permitirá que você perdoe a si mesmo, não pelo que você pensa que fez a Jesus ou Um Curso em Milagres, mas o que você pensa que fez a Deus e a Cristo.”

O autor então mostra e comenta uma série de lugares no Curso onde Jesus diz muito claramente como ele não pode nos dizer o que é Unicidade.

“De todas as passagens no Curso, estas chegam mais perto de uma descrição do que é a Unicidade. Mas Jesus também deixa bem claro que não podemos entender isso. Este é Jesus falando na primeira pessoa.

Eu compartilho com Deus o conhecimento do valor que Ele confere a ti (T-8.VI.9:1).

Este seria um exemplo de afirmação dualística. Faz parecer que Deus valoriza o Seu Filho. Isso porque não há maneira, como ele dirá em um minuto, que alguém possa entender o que é o estado de perfeita Unicidade.

Minha devoção a ti procede Dele, tendo nascido do meu conhecimento de mim mesmo e Dele (T-8.VI.9:2).

Jesus está dizendo que ele é totalmente um só com Deus e totalmente um só conosco. Não existe separação. Lembre-se de que o conhecimento não é dualístico no Curso. Não é que Jesus conheça a Deus ou nos conheça. Jesus está ciente, de uma forma não dualística – sem sujeito e objeto – da perfeita unicidade de Deus e Cristo.

Nós não podemos ser separados. Quem Deus uniu não pode ser separado [da famosa declaração nos evangelhos] e Deus uniu todos os Seus Filhos e a Si Mesmo. É possível estares separado da tua vida e do teu ser? (T-8.VI.9:3-5)

Lembre-se, as ideias não deixam sua fonte, então não há como nos separar de nossa Fonte, que é todo ser e toda vida.

A jornada a Deus é meramente o re-despertar do conhecimento acerca de onde tu sempre estás e do que és para sempre. É uma jornada sem distância para uma meta que nunca mudou. A verdade só pode ser experimentada. Não pode ser descrita e não pode ser explicada (T-8.VI.9:6-9).

Essa é uma declaração clara, sucinta e de fácil compreensão. A verdade só pode ser experimentada; não pode ser descrita ou explicada. É por isso que este não é um Curso verdadeiro, mas o fundamento do Curso é a verdade.

Se você deseja compreender o reflexo da verdade que constitui o corpo principal dos ensinamentos deste Curso – a saber, o que é o perdão e o que é o milagre – então você deve entender do que ele é um reflexo.

Não confunda o reflexo com a verdade. Você não pode entender este Curso se não reconhecer o que é a não dualidade, o que é um estado de Unicidade perfeita. Todo o resto faz parte do sonho e, portanto, não é real.

Agora Jesus diz:

Eu posso fazer com que estejas ciente das condições da verdade… (T-8.VI.9:10)

As condições da verdade são o desfazer das barreiras do ego à verdade. Ele diz em uma seção importante sobre relacionamentos especiais que: A tua tarefa não é buscar o amor [a verdade], mas simplesmente buscar e achar todas as barreiras que construíste dentro de ti contra ele [a verdade] (T-16.IV.6:1).

Este não é um curso em verdade. Este não é um curso em amor. Este é um curso em ilusões. Este é um curso, no nível dualístico, para ajudá-lo a desfazer a ilusão, porque é isso que o perdão faz. É um curso para desfazer a ilusão, que então permite que você se lembre de quem você é como Filho de Deus.

Novamente, se você não entender que é o objetivo básico, se você não entender que é onde você começa e é onde você termina, você não entenderá como chegar lá. E você vai continuamente dar uma topada com o dedo do pé, cair e tropeçar, porque vai pensar que está fazendo este Curso, mas não o está.

Você deve entender que a dualidade é irreal. E quando, no Curso, Jesus fala sobre dualidade, ele está falando metaforicamente, simbolicamente. Ele não está falando a verdade porque a verdade não pode ser falada; não pode ser explicada; não pode ser descrita. Então ele diz:

Eu posso fazer com que estejas ciente das condições da verdade, mas a experiência é de Deus. Juntos [Jesus e você como um estudante], podemos satisfazer estas condições, mas a verdade despontará sobre ti por si mesma (T-8.VI.9:10-11).

Novamente, esta é uma declaração muito clara e de fácil compreensão sobre o que ele está fazendo neste Curso. Ele está dizendo que este Curso não é verdade.

Ele lhe dirá mais tarde em outra passagem que este Curso permanece dentro de uma estrutura do ego (ET-in.3:1). É dualista – não porque seja verdade, mas porque é a única maneira de você aprender sobre os seus erros para poder desfazê-los.

Não confunda o método ou os meios com o fim. Essa é aquela camada oculta e subjacente deste Curso, o que quer dizer que se você prosseguir com os olhos abertos e com a mente aberta, sem arrogância e com profunda humildade e gratidão por isso, você começará a entender o que é essa camada mais profunda e você começará a entender realmente que Jesus está falando sobre o que está em sua mente. Ele diz em uma passagem muito importante perto do final do capítulo 20:

O que aconteceria se reconhecesses que esse mundo é uma alucinação? O que aconteceria se compreendesses realmente que o inventaste? O que aconteceria se te desses conta de que aqueles que parecem perambular sobre ele … são totalmente irreais? (T-20.VIII.7:3-5).

Ele quer dizer isso muito literalmente. E se você realmente soubesse que nada está aqui?

Alucinação é um termo psiquiátrico para um paciente que vê algo que não está ali, que ouve algo que não está ali. Este não é um estado alterado. Este não é um estado espiritualmente avançado. Isso é psicose, nascida do terror. Não confunda psicose com espiritualidade. Ele quer dizer isso muito literalmente.

E se você soubesse que este mundo era inventado, não estava aqui? Isso é o que ele realmente está dizendo. Se você realmente entendesse isso, entenderia o que é a não dualidade. A não dualidade é tudo o que a dualidade não é.

Novamente, ‘Juntos podemos cumprir as suas condições, mas a verdade surgirá sobre você por si mesma.’ A verdade não é o objetivo do Curso. É para isso que o Curso o levará.

A comunicação, sem ambiguidades e clara como o dia, permanece ilimitada por toda a eternidade (LE-pI.129.4:1).

Comunicação no Curso é um termo que Jesus usa para descrever o estado de conhecimento. Deus está em perfeita comunicação com o Seu Filho e vice-versa. Isso não tem nada a ver com a comunicação de um corpo com outro corpo.

É assim que o distorcemos neste mundo. É assim que pegamos um princípio não dualista de perfeita Unicidade e um compartilhamento dessa Unicidade e do Amor que é nosso Ser, Deus em Cristo e Cristo em Deus e o distorcemos para que se torne um corpo se comunicando com outro corpo.

E o próprio Deus fala com o Seu Filho como o Seu Filho fala com Ele (LE-pI.129.4:2).

Aqui, obviamente, Jesus está usando um termo dualístico para descrever um estado não dualista. Assim como, no segundo estágio de sua música, Beethoven está olhando para o mundo espiritual com olhos materiais.

Jesus está falando sobre um estado imaterial, não dualista – Deus falando com o Seu Filho, o Seu Filho falando com Ele – mas ele está usando palavras dualísticas, as palavras da materialidade, porque essa é a única maneira de entendermos sobre o que ele está falando.

Nas adoráveis ​​passagens iniciais do panfleto A Canção de Oração, Jesus fala sobre a canção que o Pai canta para o Filho e o Filho canta para o Pai (CO.1.in.1:2). Essa é a canção da oração; sem palavras, sem notas. É disso que ele está falando aqui. Ele está usando a linguagem dos corpos.

De fato não confunda a linguagem com o que ele está falando. De fato não confunda o símbolo com o que o símbolo está representando. Não aceite nenhum compromisso no qual a dualidade desempenhe um papel. Deus não fala com você. No Curso nós temos uma série de passagens onde Jesus nos diz que Deus de fato não ouve palavras e Ele de fato não compreende palavras (MP-21.1:7).

Na verdade, o Espírito Santo não fala com você, porque ninguém fala na realidade. No mundo dos sonhos Ele fala com você e veremos mais tarde como isso é muito importante.

Mas não confunda a realidade com o reflexo da realidade. Caso contrário, novamente, você não terá a menor ideia do que este Curso está falando e é por isso que praticamente ninguém tem. As pessoas pensam que está dizendo outra coisa. Não é. Jesus sabe a diferença entre símbolo e realidade e ele está pedindo a seus estudantes que entendam isso também.

A Sua linguagem [a linguagem de Deus e Seu Filho] não tem palavras, pois o que dizem não pode ser simbolizado (LE-pI.129.4:3).

Em uma frase ele usa a palavra falar e na próxima frase ele está dizendo que não há palavras. O que eles [Deus e o Seu Filho] dizem não pode ser simbolizado. Esta seria uma declaração onde ele está falando sobre o mundo espiritual através de olhos espirituais, onde ele está dizendo que não há reflexo aqui.

O Seu conhecimento é direto, totalmente compartilhado e totalmente uno. Como tu, que permaneces preso a esse mundo, estás longe disso! (LE-pI.129.4:4-5)

Ele não está te rebaixando. Ele está simplesmente dizendo para você não tentar entender isso. Mas frases como esta estão aqui para um propósito específico: para que você entenda que o que ele está dizendo neste Curso não é verdade. É um reflexo da verdade. É o mais próximo que você vai chegar neste mundo do que é a verdade, mas não é a verdade.

Deus não é um conceito. Deus não é um pensamento da maneira como definimos pensamento. Ele é um Pensamento com P maiúsculo. Deus não é um amor que está neste mundo. A realidade de Jesus não é deste mundo. A sua realidade não é deste mundo. O que você pensa que é e o que pensa que o seu irmão é, a quem você deve perdoar, não são deste mundo. Você realmente deve entender que esta é a base de tudo o que Jesus ensina neste curso.

Como a própria Helen experienciou, havia uma parte de sua mente que poderia ir a um lugar que transcendia até mesmo Jesus e ela estava muito perto dele, como você sabe, tanto no amor por ele quanto no ódio por ele.

Esse Curso veio dessa proximidade, mas ela teria algumas experiências que transcenderiam isso. Essas são as experiências que são reveladoras, que são a experiência direta da Unidade e da Unicidade do Céu. Elas estão além deste Curso, mas quando você sabe sobre isso – se você realmente tem essa experiência ou pelo menos reconhece que é isso que a realidade é – você novamente tem um padrão pelo qual entender quais são as suas experiências aqui e você não vai cair na armadilha de tornar a dualidade real.

Lembre-se de que essa é a única tarefa que ele pede a seus estudantes. Os Professores de Deus são realmente os seus estudantes. Essa é a única tarefa. É a mesma coisa que dizer que a única designação é aceitar a Expiação para você mesmo, ou seja, a separação nunca aconteceu. Se a separação nunca aconteceu, não há dualidade.

Como tu, que permaneces preso a esse mundo, estás longe disso! E, no entanto, como estás perto quando o trocas pelo mundo que queres (LE-pI.129.4:5-6).

O ‘mundo que queres’ é o mundo real. Ele está dizendo que você poderia chegar muito perto deste mundo verdadeiro, desta realidade verdadeira, deixando totalmente este mundo. Mas você não pode abandoná-lo se primeiro não souber o quanto está se apegando a ele.

Esta é provavelmente a declaração mais clara de como é impossível falar sobre o que é o estado de Unicidade:

A Unicidade é simplesmente a ideia de que Deus é. E no Que Ele É, Ele abrange todas as coisas. Não há mente que contenha algo que não seja Ele. Dizemos: ‘Deus é’ e então deixamos de falar, pois nesse conhecimento as palavras são sem significado (LE-pI.169.5:1-4).

Essa é a única afirmação verdadeira que você pode fazer: Deus é. Você ainda está usando palavras, mas não está usando nenhuma referência a nada neste mundo. Esta não é uma afirmação útil.”

Dr. Wapnick dizia que se Jesus começasse este Curso para Helen e dissesse: ‘Este é um Curso de Milagres. Por favor, anote. <Deus é>’, ela provavelmente teria dito: ‘Deus é o quê?’

Jesus não faz isso porque este não é um Curso em Deus. Este não é um Curso em amor. Este não é um Curso em verdade. Este é um curso em desfazer nossa versão do que é Deus e do que é o amor.

Mas você não pode falar sobre o que Deus é. Portanto, sempre que você achar que entende este Curso e está falando sobre ele, perceba que não está falando a verdade. Este não é um Curso em verdade. Este é um curso em desfazer a ilusão com uma ilusão útil.

‘Dizemos <Deus é> e então paramos de falar, pois nesse conhecimento as palavras não têm sentido.‘ As palavras não significam absolutamente nada quando você as compara com o que é a verdade, porque a verdade está além das palavras. Ela é não-dualista.

Não há lábios para pronunciá-las e nenhuma parte da mente é distinta o suficiente para sentir que agora está ciente de algo que não seja ela mesma. Ela se uniu à sua Fonte. E, como a própria Fonte, meramente é (LE-pI.169.5:5-7).

Na verdade, no Céu, na Unicidade, não há lábios que possam falar palavras. Mais uma vez, ‘Deus é’ e quando nós despertamos do nosso sonho, também nós somos. De fato nós não temos uma mente que possa entender isso. De fato nós não temos palavras que possam falar isso. De fato nós não temos um cérebro que possa entender isso.

Não podemos falar, escrever ou mesmo pensar sobre isso de modo algum. Isso [esse conhecimento que Deus é] vem a cada mente quando o reconhecimento total de que a sua vontade e a Vontade de Deus tiver sido completamente dado e completamente recebido. [Esse conhecimento, essa consciência no nível da realidade vem quando nós deixamos tudo de lado] Isso devolve a mente ao presente infinito, em que nem o passado nem o futuro podem ser concebidos (LE-pI.169.6:1-3).

O ‘presente sem fim’ é um termo para a eternidade. O instante santo, que é outro conceito chave no Curso, é um reflexo da eternidade. Não é a eternidade, o que significa que não é real. É um reflexo, não a realidade.

Todos nós sabemos que nós somos criaturas do passado e do futuro e a nossa experiência presente é sempre vista através do filtro do passado e de nossas necessidades que projetamos no futuro.

Portanto, como poderíamos entender ‘Deus é’? É por isso que, novamente, Jesus não fala sobre isso.

Está além da salvação, depois de todo pensamento de tempo, de perdão e da santa face de Cristo (LE-pI.169.6:4).

Jesus está dizendo: ‘O meu curso é limitado no que fará. Ele levará você até a porta do Céu, mas não pela porta.‘ Esta experiência ultrapassou o mundo do tempo e o mundo da dualidade; é o perdão e a face sagrada de Cristo, que é o grande símbolo do Curso para o perdão.

O Filho de Deus, meramente desapareceu em seu Pai, assim, como seu Pai nele. O mundo absolutamente nunca foi. A eternidade permanece um estado constante (LE-pI.169.6:5-7).

Em outras palavras, nada aconteceu. Para desaparecer no Pai, você não deve ter especialidade. Você não tem identidade individual em Deus. Você não tem um ser pessoal. Você não tem experiência de amor no relacionamento com outra pessoa, mesmo que essa outra pessoa seja Deus ou Jesus. Este é um amor que transcende a dualidade. Ele transcende sujeito e objeto. Ele transcende pessoas separadas. É isso que torna este Curso tão diferente.

Por um lado, Jesus fala sobre isso e deixa claro que este é o único nível de verdade. Por outro lado, ele nos dá uma maneira dualística de alcançar além da dualidade.

Mas, novamente, o cuidado está claramente implícito para que você não caia na armadilha de confundir os meios com o fim. É aí que as pessoas se atrapalham com o Curso.

Isso está além da experiência que tentamos apressar (LE-pI.169.7:1).

A experiência que ele está tentando apressar aqui é a experiência do perdão, que ocorre dentro do sonho da dualidade.

Não há mais necessidade de esclarecer o que ninguém no mundo pode compreender (LE-pI.169.10:1).

Agora, isso deve colocar cada estudante do Curso em seu lugar. Se você ler e compreender isso, aprenderá o que é humildade. Ele está lhe dizendo que não há como você entender do que ele está falando.

Não há como você entender isso, mas ele está pedindo que você saiba que é o que você não entende, então quando você aprender e ensinar este Curso, você não vai ensinar a dualidade e compreenderá que não perdoa a pessoa que pensa que está perdoando.

Apenas você perdoa uma parte separada de si mesmo. Você não pode perdoar ninguém porque isso não é verdade. Não há ninguém lá fora. A sua experiência será a de que existe alguém lá fora e essa experiência é muito importante.

É nisso que o Curso constrói o seu processo. Mas você não irá muito longe na escada da oração, que termina no mundo real e depois além no Céu, se você teimosa e arrogantemente pensar que está realmente fazendo algo quando não o está fazendo. Você deve entender a diferença entre símbolo e realidade.

Você não pode perdoar ninguém porque isso não é verdade. Não há ninguém lá fora. Dr. Kenneth Wapnick

Quando vem a revelação da tua unicidade, ela será conhecida e inteiramente compreendida (LE-pI.169.10:2).

Ele está dizendo que isso não é da nossa conta. As pessoas que lhe dizem que têm experiências do amor de Deus estão mentindo para você. Se elas fazem um grande alarido sobre ter uma experiência com Jesus e o Espírito Santo, elas estão falando sobre uma ilusão de qualquer maneira, então elas não devem se gabar sobre isso.

Isso não significa que a experiência não seja muito importante e muito útil. Isto é. É obrigatório progredir neste Curso, mas por que, em nome de Deus, você deveria se gabar de algo que é irreal?

O autor então esclarece que quando, semana após semana, as pessoas vêm aos grupos de Um Curso em Milagres e se gabam do que o Espírito Santo fez por elas, estão se gabando de algo que não existe. O que há de tão maravilhoso nisso? Deus é maravilhoso. Deus é realmente maravilhoso. Ele é a única coisa maravilhosa no mundo. Por que você se contentaria com qualquer coisa menos do que isso?

Este não é um Curso em se deleitar com a dualidade. É um Curso em abrir caminho através da dualidade para o Amor real que está além dela.

Mas quando você se surpreender com o quão maravilhoso você é por causa do que está fazendo, do que está ensinando e do que o Espírito Santo está fazendo por você, você nunca vai tirar os pés do chão.

Você mal alcançará o primeiro degrau da escada. É realmente importante que você entenda a diferença entre dualidade e não dualidade. Por favor, não dê ouvidos a ninguém que fale com você sobre a dualidade. Não aceite nenhum compromisso no qual a dualidade desempenhe um papel.

É muito fácil saber quando as pessoas estão ensinando dualidade.

  • Elas falam sobre o Espírito Santo fazer coisas para elas.
  • Elas falam sobre perdoar outras pessoas.
  • Elas falam sobre se unir a outras pessoas como se houvesse algo sagrado em se unir a outras pessoas.

O que pode ser sagrado em se unir a alguém que nem mesmo está lá? Isso é psicose porque você está alucinando. ‘O que aconteceria se  reconhecesses que esse mundo é uma alucinação?’ (T-20.VIII.7:3) O que aconteceria se compreendesses realmente que o inventaste? O que aconteceria se entendestes isso?

Então você não cairia na armadilha de se gabar de ter conseguido vagas de estacionamento, ou amantes, ou conseguido novos empregos, porque você não entende o que é um milagre se é isso que você pensa que este Curso é. E você certamente não entende do que se trata Jesus.

É extremamente importante que você reconheça a diferença entre realidade e ilusão, entre fato e símbolo, entre não dualidade e dualidade. É disso que se trata.

Novamente, o que torna este Curso tão excepcional como um caminho espiritual é que os seus ensinamentos dualísticos vêm claramente dentro da estrutura da não dualidade.

Não há nada mais que eu saiba que seja exatamente como este curso. E você verá isso agora no restante deste parágrafo.

Depois de falar sobre a revelação de sua unicidade, Jesus diz:

Agora temos um trabalho a fazer, pois aqueles que estão no tempo podem falar das coisas que estão além e escutar as palavras que explicam que aquilo que está por vir, já passou. Mas o que podem significar as palavras para aqueles que ainda contam as horas, que amanhecem e trabalham e vão dormir de acordo com elas?

Jesus está dizendo a todos os seus estudantes: ‘Enquanto você pensa que é um corpo e enquanto você pensa que é regulado pelas leis do corpo de comer, dormir, descansar e brincar, como você poderia entender o que eu estou falando sobre quando eu te digo o que é Deus, o que é o amor e o que é a eternidade? Portanto, não vou gastar muito tempo nisso. Mas vou te dizer o suficiente para que você entenda que o que estou falando neste Curso é não é real. É a coisa mais próxima da realidade que você vai chegar neste mundo, mas não é real.

Essa é a camada subjacente deste Curso. Essa é a verdade real que está oculta. Não escondida pelo desígnio de Jesus, mas escondida por causa do seu próprio medo.

Ele diz repetidamente como este Curso é claro e simples (por exemplo, T-11.VI.3:1; T-11.VIII.1:1).

Ele quer dizer exatamente o que diz. ‘A realidade e a verdade não são dualísticas. Elas não têm nada a ver com sujeito e objeto, mas não há como você entender, então deixe-me ajudá-lo a sair da bagunça em que está. Deixe-me ajudá-lo a olhar para este mundo e você de forma diferente e ao fazer isso, você vai perceber que nada está aqui e que você nem mesmo está aqui.’

Pai, eu Te agradeço pelo Teu plano para salvar-me do inferno que fiz. Ele não é real. E Tu me deste os meios de provar a sua irrealidade para mim. A chave está em minhas mãos e alcancei a porta além da qual está o fim dos sonhos. Paro diante da porta do Céu e me pergunto se devo entrar e estar em casa. Que hoje eu não espere de novo. Que eu perdoe todas as coisas e deixe a criação ser como queres que seja e como é. Que eu me lembre que sou Teu Filho e, quando enfim abrir a porta, que eu esqueça as ilusões no esplendor da luz da verdade na medida em que a Tua memória volta a mim (LE-pII.342.1:1-8).

Imagem japheth-mast-A6QEpNxE8uo-unsplash.jpg

Bibliografia da OREM3:

1) Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.
2) Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/
3) E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.
4) E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).
5) Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
6) Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.
7) Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
8) Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html
9) E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).
10) Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
11) Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/
12) Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
13) Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn
14) Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.
15) Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/
16) Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.
17) Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
18) Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.
19) Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.
20) Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.
21) Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..
22) Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.
23) Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.
24) Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
25) Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
26) Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.
27) E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).
28) Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.
29) Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.
30) Site https://circleofa.org/.
31) Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.
32) Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).
33) Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.
34) Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.
35) Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.
36) Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.
37) Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..
38) Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.
39) Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.
40) Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.
41) Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.
42) Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.
43) Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.
44) Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.
45) Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.
46) Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)
47) Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.
48) Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/
49) Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..
50) Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
1 ano atrás

[…] 1Sugerimos a leitura dos artigos 34 – Confusão de Níveis em UCEM – Parte I, 35 – Confusão de Níveis em UCEM – Parte II e 36 – Confusão de Níveis em UCEM – Parte III. […]

1
0
Would love your thoughts, please comment.x