…continuação da Parte III…

Estamos disponibilizando, em continuação, o artigo do professor David Hoffmeister, sobre a sua apresentação em uma Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], denominado “Aceitar a Expiação para si mesmo”.

O artigo completo em inglês poderá ser acessado no site do professor David através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/.

Sessão de Perguntas e Respostas

Pergunta: Eu estou nessa seção há uma semana. O primeiro parágrafo diz que é sua responsabilidade por apenas um instante … perceber que você não é um corpo. Você diria que isso tem a ver com o Instante Santo ou apenas com o perdão? Isso tem a ver com o Instante Santo ou é como no Manual de Professores, onde você não vê os seus próprios interesses?

David: Isso é o Instante Santo. Ele não está no futuro, é por isso que você não pode se preparar para isso, porque não é um evento futuro. Esse é o Instante Santo. Pense em algumas das linhas bem próximas dessa seção. Jesus diz,

Em nenhum instante o corpo existe de forma alguma. Ele é sempre lembrado ou antecipado… (T-18.VII.3:1-2).

Você ouve que, passado e futuro? Há outra linha que diz:

A Expiação poderia ser equacionada com o escape total do passado e a total falta de interesse no futuro (MP-24.6:3).

Você vê a semelhança entre esses ensinamentos? É por isso que nós estamos falando sobre o relacionamento santo como a forma de economizar tempo. A próxima pergunta óbvia que você observa é: o que é um relacionamento santo? Você tem a minha atenção, Jesus. Ele diz:

Tu e o teu irmão estão voltando ao lar juntos… (T-18.III.8:5).

Hoje, procuremos reconhecer que só a verdade é verdadeira (LE-pI.66.10:8).

É assim que Ele define o relacionamento santo. É um pouco simples.

O que Ele realmente está dizendo é que nós compartilhamos a mesma mente. Você e o seu irmão estão voltando ao lar juntos não está se falando sobre corpos. As mentes estão unidas, os corpos não.

Jesus está falando sobre a singularidade da mente. Isso é realmente o que a física quântica está apontando. O Advaita Vedanta e todos os caminhos não dualísticos ao longo da história, incluindo Um Curso em Milagres, tratam de praticar o desapego do tempo e a abertura para o Instante Santo. Então isso é muito prático.

Agora, nós vamos dar mais uma olhada em alguns erros. Outra coisa que eu diria sobre os erros é (alguns de vocês já ouviram Miguel Ruiz e o livro ‘The Four Agreements’ [‘Os Quatro Compromissos’], um dos quatro compromissos é não levar nada para o lado pessoal. Isso é o que Gary estava falando esta manhã, quando ele estava entrando em sujeito-objeto. Contanto que você acredite que é um ser humano e que você é o sujeito e que existe um mundo objetivo que está fora de sua mente e a física quântica está mostrando que a consciência no nível da percepção não é assim, então você levará as coisas para o lado pessoal. Quer seja um mosquito que parece picar você, ou alguém o corta na estrada, ou alguém franze a testa para você, se você enxergar através das lentes do ego da subjetividade, é aí que você vai levar para o lado pessoal.

Portanto, aceitar a Expiação é realmente dizer: ‘Eu me enganei sobre toda essa coisa de sujeito-objeto. Eu estava percebendo mal. Eu estava vendo o mundo através de lentes distorcidas.

Os olhos do corpo não vêem e os ouvidos do corpo não ouvem, mas a mente lhes diz o que ver e pela mente o que ouvir. Assim como a mente diz ao corpo o que sentir.

Isto é muito radical. Quando nós estamos acostumados com a experiência de que eu estou com dor nas costas, garganta ou dor de cabeça, isso é literalmente descrito como se o corpo estivesse sentindo. As pessoas dizem ‘Eu não posso ir trabalhar porque eu estou com dor de cabeça’. Em outras palavras, é usado como justificativa. A falsa crença é: ‘O meu corpo está me dizendo como eu estou me sentindo e eu não tenho alternativa a não ser aceitar o que ele está me dizendo.’ Às vezes as pessoas vão até dizer que ouvem o seu corpo, o seu corpo está falando com você.

Bem, literalmente, metafisicamente, a mente diz ao corpo o que sentir. Você vai ouvir as pessoas dizerem: ‘Você está armazenando toda a sua tensão nos ombros. Todos os seus pensamentos e memórias estão sendo armazenados no corpo.’ O corpo não armazena nada. O corpo é uma projeção. Você tem que voltar aos pensamentos. A que pensamentos eu estou me agarrando? Eu estou obstruindo a mente e bloqueando a luz em minha mente?

Todos esses são exemplos de erros de transferência do treinamento. É importante observar esses tipos de exemplos porque são truques do ego. O ego quer que você caia nessas armadilhas comuns.

Pergunta: Estive estudando metafísica por muitos anos e me parece que se um monte de escolas metafísicas diferentes estão me dizendo que algo está acontecendo por volta de 2012 e da forma que eu entendo até agora é que talvez seja possível ter um universo físico que não é dualístico. Eu gostaria de ouvir a sua opinião sobre isso.

[Obs. minha: Lembrando que a conferência do professor David ocorreu em 2007]

David: Obrigado. Sim. Um universo que não é dualístico é inevitável. Porque um universo não dualístico teria que ser completo. Algumas pessoas se referem a isso como o quadro geral. Em vez dessa visão de túnel da divisão do sujeito e do objeto, deve haver uma maneira superior de olhar o mundo com meu Poder Superior.

A física quântica o chama de observador. Se você puder voltar o suficiente na mente para ser o observador, verá que tudo está interconectado. Isso é bonito. Isso é ver Uma Só coisa. Se você pode ver o cosmos inteiro interconectado, isso é lindo. E é isso que Jesus está chamando de mundo perdoado. O mundo real. Percepção verdadeira. Ele está falando sobre uma maneira de ver assim.

Agora, quanto a colocar isso em 2012, adiar para o futuro, eu tenho que voltar à metafísica de que Gary Renard estava falando esta manhã, quando ele estava dizendo sim, há muitas espiritualidades que dizem que se rezarmos, que se trabalharmos em nossa consciência e que se purificarmos a nossa consciência, podemos mudar o futuro. Todo mundo se lembra do que Gary disse sobre isso esta manhã? O futuro já aconteceu. Foi-se. Acabou. Está feito. Se você se lembra do que Gary disse e ele disse, é por isso que você não pode mudar isso.

É basicamente disso que nós estamos falando ao tentar mudar o futuro. Isso é algo muito profundo porque você poderia dizer que o Curso diz que se você perdoar, ele promete ‘um futuro que não é como o passado.‘ Essa é uma daquelas metáforas de degraus. Ele dá a você muitos degraus em uma escada, tipo, aqui vamos dar a você uma cenoura e aqui um pedaço de aipo ali – agora continue vindo. Mas se você seguir o que Gary estava ensinando hoje, lembre-se de que eu disse que Gary estava ensinando muito claramente, ele estava dizendo a você com muita clareza – que o futuro já acabou.

Isso não explicaria por que os médiuns e Nostradamus pareciam prever o futuro com tanta precisão? Oh, talvez eles estivessem apenas lendo os registros Akáshicos e tivessem permissão para ler isso. Eles estavam apenas lendo o passado. Quando nós falamos sobre profecias e coisas assim e sobre os dons psíquicos sobre os quais Gary estava falando esta manhã, é importante manter tudo no contexto geral da metafísica do tempo. Então você diz que eu quero terminar minha lição de perdão e voltar e viver no momento presente. E eu deixarei para lá 2012 agora.

Pergunta: Eu sei que UCEM fala sobre o roteiro que já está escrito. Isso significa que todos os meus pensamentos também estão programados? Como quando eu escolho o perdão em vez de ouvir o meu ego, isso é algo que está fora do meu controle também? Se eu escolher … Eu me distraio de novo e fico com raiva e eu perdoo isso e me liberto, isso iria acontecer de qualquer maneira?

David: Muito bom. Isto foi bom. ‘O roteiro está escrito’ (LE-pI.158.4:3), uma frase que Jesus disse no Livro de Exercícios. O roteiro está escrito. Muitas vezes os professores vão entrar em ‘bem, é o roteiro do Espírito Santo, é o roteiro do ego, tem que assistir com o certo’ … O roteiro está escrito … basicamente a palavra-chave nessa declaração é a última palavra. Escrito. Pretérito. O roteiro já passou. O roteiro acabou. É como assistir E o Vento Levou [alusão ao filme]. NÃO é uma coisa interativa.

Mas também eu diria que o valor disso é que o Curso está levando você ao que Jesus chama de uma ‘forma purificada’ (T-5.V.7:11) ou uma ‘versão purificada‘ do passado que é o mundo perdoado.

É quando você pega todo o significado que foi dado ao mundo …

Eu tenho dado a tudo o que vejo todo o significado que tem para mim (LE-pI.2.Título).

Eu não sei para que serve coisa alguma (LE-pI.25.Título) e quando você abre mão de todo esse significado que o ego escreveu sobre o mundo. Por um momento fica em branco e então o Espírito Santo entra e diz: ‘Ahhhhh perdão. Aqui, vamos abençoá-lo. Agora você é um amigo do mundo.’

Ele diz isso em um ponto no UCEM. Ele diz ‘Você é um amigo do mundo’ no Livro de Exercícios.

O mundo não é mais nosso inimigo, pois escolhemos ser o seu Amigo (LE-pI.194.9:6).

Portanto, essa deve ser uma maneira totalmente diferente de ver o mundo.

Quando você começa a ter dificuldade é quando tenta analisar ‘o roteiro está escrito’. Isso pode ser um verdadeiro hipnotizador de mente. Pense desta forma, o tempo é simultâneo e não é linear. O problema de analisar ‘o roteiro está escrito’ é que o roteiro de uma peça ou filme é uma história. É uma história muito linear.

Toda vez que eu tinha estudantes que vinham até a mim e que estavam preocupados com ‘o roteiro está escrito’ e diziam: ‘Eu posso reescrever o roteiro? Eu vi o filme O Segredo, eu posso manifestar? Eu tenho o poder de mudar o roteiro?’ eles pareceriam bem confusos. A clareza é que você tem que perdoar o passado. Você tem que deixar para lá. O que isso significa é que você precisa perceber que o tempo é simultâneo quando você perdoa.

O tempo não é como um espaguete. Vamos dar uma olhada no fio de espaguete. Passado, presente, futuro, parece muito linear. O que acontece se você virar o espaguete de lado e olhar diretamente para a borda? Em que isso se transforma? Um ponto! Um ponto em vez de uma linha!

Quando eu trabalhava com os estudantes e eles ficavam presos tentando descobrir ‘o roteiro está escrito’, com perguntas como ‘A minha futura Iluminação está no roteiro? Como é isso?’ ‘Eu dizia: ‘Você é um ponto ou uma linha?’

Vamos usar a terminologia simples real. O ponto é o perdão, o ponto é simultâneo. Alguns de vocês podem ter lido o material de Seth por meio de Jane Roberts. Aqui está um professor metafísico que diz a mesma coisa: que o tempo é simultâneo, não é linear. Isso pega a metáfora do ‘roteiro’ e a explica.

Jesus em UCEM fala sobre o tempo como um tapete que se enrola – você se lembrará disso no Curso. Mas isso é apenas uma metáfora linear e, novamente, é apenas um degrau na escada. Você chega a um ponto em que desiste de tentar descobrir isso.

Seria como ter uma escada alcançando o Céu e se você subir no sétimo degrau e dizer: ‘Vamos fazer um seminário. Vamos escolher os melhores acadêmicos e analisar o degrau número sete.’ E Jesus está no topo chamando: ‘Vamos, continue subindo, empurre para cima e não fique aí.’ Não acampe nos degraus. Não acampe nos degraus. Você se lembra da pequena placa, ‘Proibido acampar aqui?’ Apenas lembre-se de ir embora. Alcance cada vez mais alto. Porque quando você chegar ao topo da escada, a escada desaparece.

Não é como quando você volta para o Céu, você se senta como um programa de 12 passos em seu pequeno grupo e conta as suas histórias de guerra. ‘Oh, lembra-se daquelas vidas, três milhões de anos atrás, em que você me matou e depois eu o matei de volta e depois você me matou.’ Você não tem histórias de guerra em amor abstrato. É apenas amor Divino, tudo é amor. A escada vai desaparecer. Mas você tem que seguir o Curso. Você apenas tem que se permitir continuar abrindo, abrindo e seguindo aqueles símbolos que Jesus lhe ensina.

E eles vão pular para fora da página. Você sabe como você vê o Curso e o lê há 10 anos e olha para uma frase e ela diz ‘Wham!’ e salta da página porque a sua mente está pronta para essa experiência, esse insight, naquele momento.

É por isso que os estudantes do Curso são engraçados porque leem o parágrafo e se envolvem nesses grandes debates intelectuais e discussões sobre o que o parágrafo significa e, finalmente, após 20 minutos, eles leem o próximo parágrafo e dizem: ‘Oh’.

Agora, esta é a condição humana … sempre eu tenho que descobrir as coisas. Entender!

Pergunta: Eu acho que estou bem onde deveria estar. Eu tive uma ocorrência. Eu estou feliz que você mencionou Os Quatro Compromissos. Alguém que pertence ao grupo de estudos Um Curso em Milagres me disse que eu não preciso fazer nada. E essa configuração é que eu fico agitada quando penso que estou no controle no que diz respeito ao meu trabalho e às outras pessoas. Ela disse que não há necessidade de eu ficar agitada. É como aquela discussão ontem com Terri sobre a espada e julgá-los se eles não estão fazendo o que eu acho que eles deveriam estar fazendo tão rápido quanto deveriam.

Uma situação que aconteceu antes de eu entrar [aqui] e provavelmente não há erros e eu não devo levar para o lado pessoal. Estive na Endeavor por um mês e vi essas pessoas e me apaixonei. E eles estão aqui. Há cerca de quarenta deles. E foi a experiência mais incrível que eu já tive na minha vida. E não estou tentando convencer as pessoas a irem lá, eu estou apenas dizendo a você. Não os vejo desde que saí, que é Natal. Eles estão todos aqui e todos me amam. Estou aqui há 28 horas com eles. Eles estavam saindo para tomar um café, dois deles e uma senhora estavam tão feliz em me ver. Eles queriam que eu fosse tomar um café. E a senhora que eu passei abraçando ontem, aquela que me disse que não preciso fazer nada, ela não queria que eu fosse tomar um café. Todas essas pessoas que são tão metafísicas e espiritualizadas, eu não estou tentando ter ressentimento, eu não estou tentando ter uma espada, eu não estou tentando fazer um julgamento, mas eu estou perguntando como você pode ser tão amoroso … porque é o corpo? Um deles quer que eu vá, o outro não. Mas os dois estão dizendo a mesma coisa. Que eu não preciso fazer nada e está tudo na minha mente e não é para julgar. O que é isso? Eles moram juntos no mesmo lugar, 24-7, 365 dias por ano. Eles podem nunca mais me ver. Eu não sabia como interpretar isso e eu não queria levar para o lado pessoal. É sobre não se sentir incluído. É sobre isso que eu quero falar, é apenas uma coisa do corpo ou a minha mente está cheia de erros?

David: Obrigado. Aplicação prática. Obrigado. Tudo se resume ao poder da visão, o poder da interpretação é sempre nosso. Eu estou de volta àquela citação que estava compartilhando:

Eu sou responsável pelo que vejo (T-21.II.2:3).

Eu escolho o que vejo. Eu não sou afetado, eu não sou um efeito de imagens. O que você começa a perceber é que a questão que está realmente ficando clara é qual o seu propósito e para o que você foi chamada? Jeffrey (Lake) e eu conversávamos indefinidamente sobre como seguir as suas instruções. Tudo se resume ao Espírito Santo me levando a ir àquela cafeteria ou não. Tudo se resume à simplicidade disso, mas o ego tenta tornar as coisas muito mais complicadas. O ego tenta analisar os motivos dos outros, este e aquele … Jesus realmente diz no texto:

É por isso que analisar os motivos dos outros te é prejudicial (T-12.I.1:6).

Porque você não pode fazer isso sem envolver o ego. E você está tentando se livrar do ego. Então você não quer invocar ou ativar o ego, você quer liberá-lo. Eu recomendaria a leitura da lição 133 do Livro de Exercícios, ‘Não darei valor àquilo que não tem valor’. Há uma parte em que Jesus diz:

Cada escolha que fazes te traz tudo ou nada (LE-pI.133.5:3).

Ele não está falando se vai ou não ao café. Ele está falando sobre propósito. Ele está falando sobre a alternativa real. Quando você pode ver as alternativas exatamente pelo que realmente são, é uma escolha simples. Nós temos que expor o ego. O ego quer tornar a culpa atraente para que você seja atraído à tentação. A purificação trata do propósito.

Eu só quero dizer que estou muito honrado por ter sido convidado para esta conferência. Sinto-me honrado por termos Jesus e o Espírito Santo nos guiando com tanta certeza para uma Expiação inevitável, um Despertar inevitável.

Sinta-se à vontade para receber uma dádiva nossa. Nós te amamos! Muito obrigado por terem vindo.

Imagem arthur-poulin-NhU0nUR7920-unsplash.jpg

Bibliografia da OREM3:

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x