Nos artigos anteriores, nº 86 (Parte I) e nº 87 (Parte II), com o título “Problemas e Questões com Dinheiro em UCEM,” nós temos uma passagem onde o professor Greg Mackie, de maneira gentil e didática, alerta-nos sobre a influência da série “O Segredo”, que se utiliza da Lei da Atração, onde os autores da série optaram em somente explorar o lado materialista e individualista da Lei, ignorando o seu lado espiritual e coletivo tão importante para o nosso despertar espiritual.

Outra influência que nós consideramos importante refletir e entender vem do famoso pensador e criador da Psicologia Integral, Ken Wilber, autor do livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês] e que apresenta os Boomers [baby boomers] como o maior entrave para a evolução da espécie humana, descrita por ele como a geração mais narcisista de todos os tempos. O narcisismo boomer estaria contaminando a evolução humana com uma infecção social chamada boomerite.

Então para a nossa reflexão sobre esse tema nós buscamos inspiração no professor Robert Perry em seu artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], que nós transcrevemos trechos em tradução livre a seguir.

O artigo completo em inglês poderá ser acessado no site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Professor Robert Perry afirma que nós somos todos criaturas de cultura, pelo menos no nível humano. Nós flutuamos em um mar de atitudes e perspectivas culturais e, naturalmente, nós tendemos a acompanhar as suas correntes. Essas atitudes e perspectivas parecem penetrar diretamente em nossa pele, geralmente sem que sequer nós saibamos.

Boomerite dos Milagres

“Nesse artigo, eu desejo [prof. Robert] abordar uma mentalidade cultural particularmente poderosa e difundida, que é extremamente influente nos círculos espirituais, embora de alguma forma pareça ter penetrado em todos os cantos de nossa sociedade. Você, sem dúvida, sentiu a sua influência, mesmo que não tenha colocado isso em palavras.

Agora, entretanto, essa mentalidade recebeu um nome: ‘boomeritis’ [boomerite]. Esse termo foi cunhado pelo renomado filósofo Integral Ken Wilber, autor de mais de vinte livros e fundador do Integral Institute, para descrever um tipo de vírus intelectual que ele acredita ter começado com os ‘baby boomers’, a geração nascida entre 1946 e 1964.

[Minha observação: Não há um consenso sobre o ano em que começa e termina cada um, mas uma divisão possível é Baby Boomers (nascidos entre 1946 e 1964), Geração X (1965-1980), Geração Y ou Millennials (1981-1996) e Geração Z (1997-2010). Há ainda a Geração Alfa, que compreende os nascidos a partir de 2010. Fonte internet.]

Para Wilber, os efeitos do boomerite são generalizados. Tem os ‘criativos culturais’ em seu domínio, um segmento estimado em 25% da população. ‘Ele dominou a academia, a política liberal e as ciências humanas por três décadas’,(1) diz ele. E está infectando ‘todas as formas de religião e espiritualidade no mundo de hoje, literalmente sem exceções que eu possa ver.’(2)

Se Wilber estiver correto, o boomerite é como um trem de carga gigantesco que puxa segmentos inteiros de nossa sociedade atrás de si. Então, o que exatamente é isso?

A definição mais concisa de Wilber é que boomerite é ‘pluralismo infectado com narcisismo’. Nós podemos descompactar essa afirmação enigmática em três partes.

Primeiro, o pluralismo simplesmente descreve a nossa realidade social atual, na qual há uma diversidade estonteante de pontos de vista decorrentes de uma infinidade de grupos raciais, étnicos e religiosos. Junto com essa diversidade veio uma capacidade intelectual crucial, a capacidade de apreciar diferentes pontos de vista. Em vez de afirmar que apenas a nossa perspectiva tem validade, apenas a nossa cultura é sã, apenas a nossa religião tem a verdade, agora nós podemos ver que todo ponto de vista tem alguma validade, toda cultura tem a sua própria riqueza, toda religião é um caminho para o verdade.

Em outras palavras, nós ganhamos a capacidade de ver a perspectiva da outra pessoa. E uma vez que realmente nós fazemos isso, uma vez que nós olhamos através dos olhos de outra pessoa, nós vemos que nem tudo é falso ou totalmente ruim, nem a nossa própria perspectiva é totalmente verdadeira ou totalmente boa. Há uma beleza e uma verdade na perspectiva do outro que pode faltar em nossa própria perspectiva. Essa capacidade foi um avanço histórico, como observa Wilber:

Os Boomers [baby boomers], para o seu grande crédito, foram a primeira grande geração na história a desenvolver (essa capacidade) … E é exatamente por isso que os Boomers lideraram os direitos civis, preocupações ecológicas, feminismo e diversidade multicultural.(3)

Aqui está uma capacidade, então, que não é apenas tolerante (liberal) e madura, mas que muito tem contribuído para a nossa sociedade.

E ainda – aqui está a segunda parte – essa capacidade de adotar a perspectiva do outro foi levada ao extremo. Isso fez nascer a ideia de que não existe verdade absoluta, existe apenas a tua verdade e a minha verdade. (Ironicamente, nessa visão, a ideia de que não existe uma verdade absoluta parece em si mesma uma verdade absoluta.)

Nenhuma postura é intrinsecamente melhor ou mais verdadeira do que qualquer outra. Não existe uma verdade maior da qual todos nós devemos nos esforçar para se aproximar. A minha verdade é válida para mim e a sua verdade é válida para você, não porque elas se conformam a algum padrão absoluto. A minha verdade é válida simplesmente porque eu a sustento. Ela é válida porque parece certa para mim. Portanto, não existe um parâmetro universal que possa chegar e declarar que o meu ponto de vista está incorreto ou que o seu ponto de vista é impreciso. Cada um de nós é um parâmetro para nós mesmos.

Isso vai direto para a terceira parte da minha explicação. Se não há verdade objetiva, então não há nada que anule a minha verdade. Minha única autoridade são os meus próprios sentimentos subjetivos. Nenhuma verdade maior, nenhum professor, nenhum especialista, nenhuma escritura e nenhum Deus pode vir e me dizer o que fazer. Isso leva ao que Wilber caracteriza como o ditado fundamental do boomerite: ‘Ninguém me diz o que fazer!’

O boomerite, então, acaba sendo uma mistura muito curiosa. Escondido sob a sua perspectiva de alto desenvolvimento – ‘Posso me colocar no seu lugar e ver a validade de sua jornada, mesmo que seja diferente da minha’ – está à espreita a postura emocional de uma criança – ‘Você não manda em mim!’ Essa combinação pode parecer estranha à primeira vista, mas tem uma certa lógica.

Começamos com a nobre declaração: ‘Pontos de vista diferentes dos meus têm validade’. Isso então desliza imperceptivelmente para ‘Uma vez que todos os pontos de vista são válidos, não há verdade absoluta.’ E isso é apenas um passo para ‘Uma vez que não há verdade absoluta, nada pode impor a sua verdade sobre mim. Ninguém me diz o que fazer!’

Assim, uma postura madura de tolerância inclusiva acaba fornecendo cobertura para uma criança interior de dois anos. Agora nós podemos avaliar melhor a definição com a qual abri: ‘Boomerite é simplesmente pluralismo infectado com narcisismo’.(4)

Talvez você esteja começando a sentir que o que eu estou descrevendo está ao seu redor. Para ajudar neste processo, deixe-me listar algumas das características de identificação do boomerite, especialmente como aparece nos círculos espirituais:

  • Toda hierarquia humana é ruim. A experiência ou autoridade de ninguém deve ser colocada acima da de outro. Se nós tivermos professores, eles não devem ser autoridades, mas semelhantes que apenas ‘facilitam’.
  • O único modo de determinar o que é verdadeiro é por meio de nossos próprios sentimentos e experiências.
  • O reino do intelecto, incluindo a ênfase em visões, conceitos e crenças corretos, é visto com suspeita e considerado ‘não espiritual’.
  • A disciplina é desaprovada, sendo um caso clássico de alguém nos dizendo o que fazer. Em seu lugar, o valor reinante é a espontaneidade. Wilber fala do boomerite como ‘dispensar a disciplina intensa e negar que o despertar seja qualquer coisa diferente de lavar a roupa com algum tipo de consciência no nível da realidade.’(5)
  • Todos os julgamentos de valor são puramente subjetivos e pessoais. Eu não posso julgar o comportamento dos outros porque o que estão fazendo pode muito bem estar ‘certo para eles’.
  • Todos os pontos de vista são válidos. As suas diferenças não importam. Os únicos pontos de vista que devem ser condenados são aqueles que implicam que as diferenças importam e afirmam ter a verdade.
  • Muito do desenvolvimento espiritual envolve pegar os pensamentos, sentimentos, desejos e comportamentos que nós já temos e, ao invés de transformá-los, simplesmente ‘reclassificá-los’ como iluminados. Por exemplo, a raiva e o ataque simples e antigos podem ser reclassificados como ‘empoderamento’, ‘estabelecendo os seus limites’ ou ‘sendo verdadeiro consigo mesmo’.
  • Deus como o ‘Grande Tu’ está ausente da imagem. Como resultado, ‘não há nada diante do qual o ‘eu’ deva se curvar e se render.’(6) À medida que eu subo a escada espiritual, eu nunca encontro ‘algo maior do que eu, apenas níveis mais elevados de mim’.(7)

O que é celebrado em todos esses pontos, abertamente ou secretamente, sou eu, o eu humano separado. O boomerite está cheio de elogios pela minha maravilha e magnificência. E a noção de que qualquer autoridade externa ou padrão objetivo pode chegar e me corrigir, restringir a minha liberdade ou me dizer o que fazer é vista como a própria antítese da verdade espiritual.

Nós, estudantes do Curso, temos boomerite?

Em um capítulo sobre Budismo boomerite, Ken Wilber convida os não-Budistas a ‘ver como isso pode se aplicar ao seu caminho também’, uma vez que, diz ele, ‘o mesmo tipo de coisa pode acontecer – e está acontecendo, agora – a todas as formas de religião e espiritualidade no mundo de hoje, literalmente sem exceções que eu possa ver.’(8) Então, ele está certo? Nós podemos ver a influência do boomerite entre os estudantes de Um Curso em Milagres? O boomerite entrou na comunidade do Curso?

A resposta é ‘claro’. Por que nós devemos ser a exceção? O boomerite assume algumas formas especiais no contexto de Um Curso em Milagres e há bolsões na comunidade do Curso onde ele está virtualmente ou totalmente ausente.

Mas a sua presença entre os estudantes do Curso em geral não é difícil de discernir. O que se segue é minha tentativa de capturar o ‘boomerite dos milagres’, a forma particular que o boomerite assume com os estudantes de Um Curso em Milagres. Veja se você consegue se localizar aqui, talvez apenas em certas declarações. Você não precisa acreditar em tudo abaixo para ter um toque de boomerite dos milagres.

  • Sob a influência do boomerite, o Curso é acima de tudo sobre a minha paz interior, junto com o meu riso e celebração espontânea. O mais importante é manter um estado de espírito positivo e despreocupado, no qual eu afirmo tudo o que acontece e também afirmo a mim mesmo. Por que eu devo olhar para a escuridão do meu ego? Visto através de olhos espirituais, toda aquela escuridão é realmente espiritual de qualquer maneira. Em vez de tornar os meus sentimentos errados, eu preciso meramente aceitá-los e deixá-los fluir livremente através de mim, sem julgá-los. Em vez de ruminar sobre a minha escuridão interior, eu preciso afirmar o quão avançado realmente eu sou.
  • De acordo com o boomerite dos milagres, eu tenho pouca responsabilidade para com os outros (que podem, na verdade, ser apenas as minhas projeções); é tudo sobre a minha mente. Na verdade, os milagres são apenas mudanças dentro da minha própria mente. Por que eu devo tentar ajudar outras pessoas? Isso não é apenas tentar ‘ser bom’ e agradar algum Grande Papai no céu? E isso não enfraquece, em última análise, aqueles que tento ajudar? Eu não deveria simplesmente lembrá-los do poder dentro deles? O meu comportamento exterior não é um problema com o qual o Curso se preocupa. Como o comportamento pode ser importante em um mundo que é uma ilusão? A minha função é, portanto, totalmente interna. E os meus relacionamentos também são internos. Eles realmente existem apenas em minha mente. Na verdade, o mundo inteiro existe apenas em minha mente. Quando eu estou preocupado com o estado do mundo e especialmente quando eu falo de nossa suposta necessidade de melhorar o mundo, eu esqueci essa verdade básica.
  • Eu tenho falado sobre a minha ‘mente’, mas o que é importante em minha mente são principalmente os meus sentimentos. O meu coração é espiritual, enquanto o meu intelecto é, na melhor das hipóteses, da terra, na pior, do ego. Atividades intelectuais, como estudar um livro e tentar discernir a verdade da falsidade, são claramente atos do ego. Nós não devemos ir além do certo contra o errado, bem como dos conceitos, teorias e teologias em nosso caminho para o objetivo final da experiência espiritual direta? As palavras também devem ser desprezadas, pois as palavras limitam e nós queremos ir além das palavras para dirigir a experiência. A disciplina também deve ser minimizada. Como eu poderia me obrigar a fazer, algo que outra pessoa me diz para fazer, para levar ao florescimento da minha verdade interior? Certamente, o Livro de Exercícios não significa para mim que eu siga as suas instruções ao pé da letra. Junto com a disciplina, eu vejo o esforço também como uma armadilha. Em vez de ‘me esforçar’, eu preciso permitir. Em vez de tentar, eu preciso estar disposto. Eu preciso seguir o meu fluxo interno, não nadar contra ele.
  • A única autoridade real aqui é a autoridade do que parece certo para mim, com base em meus sentimentos e minha experiência. No boomerite dos milagres, Deus, a autoridade máxima, não é muito falado e é despersonalizado. O Espírito Santo é visto como mais ou menos igual aos meus sentimentos e inclinações interiores, então Ele está seguro. E é dado como certo que não há nenhum professor humano; nós somos todos professores e estudantes uns dos outros.
  • Na verdade, no boomerite dos milagres, eu nem mesmo me identifico com o Curso como uma autoridade, estritamente falando. Sim, ele contém verdades incríveis e vou usar essas verdades quando elas funcionarem para mim, o que costuma acontecer. Mas eu encontro a verdade em muitos lugares e muitos ensinamentos. As diferenças entre eles realmente não importam. A verdade é uma, seja qual for a forma em que esteja embalada. É meu trabalho tirar proveito de todos esses ensinamentos para tecer a síntese única que é a minha verdade. E assim como as diferenças entre os vários ensinamentos não importam, as diferenças entre as várias interpretações do Curso não importam. Toda a busca pela interpretação ‘certa’ do Curso é apenas outro dispositivo de perda de tempo do ego. Todas as interpretações são igualmente válidas. A única interpretação que realmente importa é aquela que funciona para mim. O Curso foi feito para ser lido de maneira diferente através de cada par de olhos. O que realmente significa é o que significa para mim.
  • A última coisa de que eu preciso é de autoridades, livros santos, patriarcas celestiais, personagens divinos, professores, palavras, ideias, interpretações e disciplinas que me limitem, apontando a minha escuridão, enganando-me e dizendo-me o que fazer. Isso apenas me coloca de volta à Igreja Católica. Essas coisas podem conter verdades úteis, mas a questão é: elas são verdadeiras para mim hoje? Afinal, a autoridade está dentro de mim, em minha orientação e em minha experiência direta. Nada pode anular isso. É nisso que devo confiar se quiser descobrir a gloriosa verdade que habita dentro de mim. Se eu confiar em algo fora de mim, eu só posso enfraquecer a mim mesmo.

O boomerite e o Curso são compatíveis?

O que nós fazemos com a descrição anterior? É realmente um reflexo do Curso? Em outras palavras, o boomerite dos milagres é genuinamente compatível com Um Curso em Milagres?

Eu percebo que essa é uma pergunta incômoda. No entanto, é algo que deve ser perguntado. Na minha percepção, o boomerite é a maior vaca sagrada em nosso meio. Seria bom dizer que as diferenças potenciais entre ele e o Curso realmente não importam. Mas essa é a perspectiva do boomerite. É a do Curso?

A verdadeira questão é: Nós queremos realmente conhecer o Curso como ele é, sem a influência de filtros culturais? Se nós o fizermos, então, como uma questão puramente prática, nós temos que estar dispostos a deixar de lado esses filtros culturais e ver o Curso de novo, como se fosse a primeira vez.

É minha percepção que o Curso está tão longe do boomerite quanto você pode imaginar. O Curso está alicerçado em uma visão da realidade absoluta, uma realidade que não cede aos nossos desejos. Nós podemos seguir essa realidade e estar acordados e alegres, ou nós podemos ir contra ela e estar dormindo e com dor.

O nosso pequeno ‘s’ de ser, de acordo com o Curso, representa a última opção. Esse ser está tão em desacordo com a realidade que é realmente irreal, para não dizer não santo. Diz o Curso:

“O ser que tu fizeste, mal e cheio de pecado, não tem significado.” (LE-pI.93.6:6)

Você pode ler uma citação como essa e pensar que o Curso é sobre como afirmar o nosso ser humano?

O Curso também está baseado em uma visão de autoridade amorosa. Ele contém o que equivale a uma cadeia de autoridade que vai de Deus, ao Espírito Santo, a Jesus, ao Curso, ao professor avançado, ao professor iniciante. Estas são autoridades amorosas, não tirânicas.

Eles simplesmente nos direcionam para a nossa felicidade, deixando que nós o sigamos.

Um guia não controla, mas de fato dirige, deixando a ti a decisão de segui-lo. (T-1.III.4:6)

Mas eles ainda são autoridades. Eles ainda sabem melhor do que nós (pelo menos os divinos sabem e os humanos devem saber). Essas autoridades até nos dizem o que fazer:

Esse curso é um guia de comportamento … Ele provê o guia que te diz o que fazer. (versão Urtext de T-9.V.9:1)

E nossa rejeição de sua autoridade amorosa é nosso problema central. O Curso diz explicitamente que o que chama de ‘problema de autoridade’ – nossa rejeição da autoridade de Deus – é ‘a raiz de todos os males’ (T-3.VI.7:3). Desse ponto de vista, o lema do boomerite, ‘Ninguém me diz o que fazer’, é uma expressão destilada do âmago do ego.

Tudo isso pode parecer muito limitante, mas eu vejo isso como a chave para um tipo de liberdade verdadeiramente maduro. Não é a liberdade de jogar fora todas as regras e ‘deveriam’ e acertos e erros para que o nosso ego seja livre para se expressar impunemente. Do ponto de vista do Curso, a verdadeira liberdade vem do uso de conceitos, palavras, disciplinas e esforço para trazer as nossas mentes em alinhamento com uma realidade imutável que é pura liberdade. E quando nós chegamos a esse lugar, nós não somos uma espécie de adolescente espiritualizado, defendendo o nosso direito de viver fora das regras porque nós estamos muito acima de tudo. Em vez disso, nós somos o modelo de integridade, responsabilidade e bondade. Como o Manual nos lembra em ‘Quais são as características dos professores de Deus?’ (MP-4), nós somos honestos, gentis, generosos e fiéis. Na minha opinião, o que o Curso nos oferece é um modelo adulto de iluminação.

Quanto mais eu observo o boomerite, mais parece uma forma engenhosa e espiritual de elevar o meu ego pessoal e limpar qualquer coisa que possa entrar em seu caminho. Em suma, eu vejo isso como a voz do ego. Se isso for verdade e se nós estivermos lendo o Curso em grande parte através das lentes do boomerite, então os resultados são de longo alcance, pois significaria que nós efetivamente silenciamos a própria voz do Curso.

É como se Jesus tivesse voltado fisicamente, mas falasse apenas em aramaico, para que nós pudéssemos ouvi-lo apenas por meio de um intérprete. Mesmo assim, esse intérprete, sem o nosso conhecimento, tinha as suas próprias ideias e estava alterando tudo o que Jesus disse para se conformar com os seus próprios pontos de vista radicalmente diferentes.

Nós poderíamos pensar que nós estávamos ouvindo Jesus, quando na verdade nós estávamos apenas ouvindo o intérprete. Quem iria querer essa situação? No entanto, parece-me, isso não é tão diferente da situação em que nós estamos agora.

O que nós fazemos?

Eu não estou esperando que, ao ler esse artigo, você olhe para dentro, identifique todos os fios e sombras de boomerite dentro de você (se houver) e instantaneamente os arranque. Mesmo que seja isso que você queira fazer, isso levará algum tempo. Livrar-se do boomerite requer um retreinamento gradual de crenças.

Eu penso que um ótimo começo seria enfrentar com a mente aberta as questões que eu levantei aqui. Enfrente a pergunta ‘O boomerite é compatível com o curso?’ Esteja disposto a ir com qualquer resposta que se revelar verdadeira – de ‘sim’ a ‘parcialmente’ a ‘não!’ E também encare a possibilidade de que o boomerite viva em você.

Ken Wilber relatou: ‘Um dos dois ou três professores budistas americanos mais populares, depois de ler o livro Boomerite, enviou-me um e-mail e disse: ‘Hum, acho que eu tenho essa doença.'(9)

Não seria ótimo começar com esse tipo de honestidade refrescante e sem ego? O que você pensa sobre isso? Existe algo como boomerite? Quais são os seus pensamentos e sentimentos sobre isso? Nós devemos tentar distinguir o Curso do boomerite? É um exercício útil? O boomerite é compatível com o Curso? Você acha que foi influenciado por isso, que você é um portador? O que você acha que devemos fazer em relação a tudo isso?

Referências:

(1) Ken Wilber, “On the Mean Memes in General: Red to blue to orange to green to yellow….” http://www.integralworld.net/index.html?mgm2.html, February 2002.

(2) Ken Wilber, Integral Spirituality: A Startling New Role for Religion in the Modern and Postmodern World (Boston: Shambhala Publications, 2006), p.103.

(3) Ken Wilber, Boomeritis: A Novel That Will Set You Free (Boston: Shambhala Publications, 2002), p. 35.

(4) Ibid., p. 36

(5) Ken Wilber, “Sidebar H: Boomeritis Buddhism.” [http://kenwilber.com/Writings/PDF/H-bms%20buddhism-jtp.pdf]. 2007.

(6) Integral Spirituality, p.160.

(7) Ibid., p. 160

(8) Ibid., p. 103

(9) Ken Wilber, “Sidebar H: Boomeritis Buddhism,” [http://kenwilber.com/Writings/PDF/H-bms%20buddhism-jtp.pdf], 2007.

Imagem brett-jordan-8_U8iRY6OzQ-unsplash.jpg – 20 de outubro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of  salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x