5ª visão – Avançando para uma conexão com a energia e orientação Divina.

A 5ª visão é chamada “A Mensagem dos Místicos”. Ele se baseia na visão anterior, “A Luta pelo Poder”, que mostra como os seres humanos têm competido inconscientemente pela única parte da energia à qual nós temos acesso; a parte que flui entre as pessoas. Quando nós conseguimos que outros aquiesçam com a nossa opinião, eles se identificam conosco e isso puxa a energia deles para nós e nós nos sentimos mais fortes.

Nós integramos a 5ª visão quando nós vemos como o mundo espiritual pode fornecer tudo o que nós precisamos se nós pudermos nos abrir para ele.

O autor James Redfield, em artigo inspirador (vide bibliografia abaixo), afirma que a insegurança e a violência terminam quando nós experienciamos uma conexão interior com a energia divina interior, uma conexão descrita pelos místicos de todas as tradições. Uma sensação de leveza e flutuabilidade, juntamente com a constante sensação de amor, são as medidas dessa conexão. Se essas medidas estiverem presentes, a conexão é real. Caso contrário, é apenas fingida.

O estado da experiência mística é como dar um salto, sentir-se seguro e protegido, enquanto vislumbra o futuro. Nós avançamos, pelo menos momentaneamente, para experienciar um momento que parece nos mover além do nível normal de consciência no nível da percepção [consciousness] e nós sentimos uma conexão suprema. Às vezes, esse evento ocorre através de uma “prática espiritual” que nós descobrimos que nos leva a esse momento. Poderia ser uma experiência de estado alterado de consciência no nível da realidade [awareness] em uma casa de culto, ou através da oração, meditação e música, em comunhão com a natureza ou em vários outros pontos de entrada.

Instantaneamente, nós recebemos um rápido aumento em nossa sensação de bem-estar, paz e até felicidade. Uma experiência descrita por profetas e santos como um maior senso de conhecimento e sabedoria e a profunda emoção do amor. Convencendo-nos ainda mais ao “prever” que a consciência no nível da realidade [awareness] espiritual é real e fornece um olhar para os níveis de consciência no nível da percepção [consciousness] – o objetivo supremo da evolução espiritual.

Geralmente é difícil sustentar essa experiência por muito tempo, pois nós vivemos em um mundo em que o conflito ainda está ocorrendo. Nós vemos que nós seremos eliminados desse estado avançado e voltaremos ao nível de nosso “antigo eu” facilmente, à medida que reagimos ao nosso ambiente.

Essa é a questão de recuperar lentamente o que nós vislumbramos, um pouco de cada vez, para iniciar uma progressão de volta à consciência no nível da realidade [awareness] espiritual. Para fazer isso, nós devemos pensar em nossas vidas como um fluxo constante de dar e receber energia. Assim, nós aprendemos a preencher conscientemente à medida que nós interagimos em nossas vidas diárias.

Existir em um estado constante de energia traz as coincidências e as coincidências nos ajudam a atualizar o novo nível de forma permanente.

Quando algo acontece além do acaso e nós somos guiados para a frente em nossas vidas, tornamo-nos pessoas completas e decididas a cumprir uma missão pretendida. Nós sentimos como se nós estivéssemos atingindo o destino que está nos levando a nos tornar.

Quando isso ocorre, o nível de energia que provocou as coincidências em primeiro lugar é instituído em nós. Nós podemos ser nocauteados e perder energia quando nós temos medo, mas esse nível serve como um novo limite externo que pode ser recuperado com bastante facilidade. Nós preenchemos, crescemos, preenchemos e crescemos novamente. É assim que nós, como humanos, continuamos a evolução …

O autor James Redfield ainda prossegue ao afirmar que essa evolução vem acontecendo inconscientemente ao longo da história humana. Isso explica por que a civilização progrediu e por que os humanos cresceram, viveram mais e assim por diante. Agora, no entanto, nós estamos conscientizando todo o processo ao realizar o potencial humano. É disso que trata esse movimento em direção a uma consciência no nível da realidade [awareness] espiritual mundial.

A 5ª visão trata de como nós não precisamos roubar energia de outras pessoas, mas nós podemos absorver energia diretamente da consciência no nível da realidade [awareness] de uma conexão espiritual, se nós pudermos nos abrir para ela.

O problema é que todo mundo está tentando dominar e controlar uns aos outros pela energia, porque nós sentimos que nós temos pouco. A solução, uma outra forma de energia, é tratada na última visão.

A 5ª visão descreve uma nova compreensão do que há muito se chama de consciência mística [no nível da realidade; awareness]. Nas últimas décadas do século 20, essa consciência no nível da realidade [awareness] seria popularizada como uma forma de ser que se podia de fato alcançar, uma forma que fora demonstrada pelos praticantes mais esotéricos de muitas religiões.

Para a maioria, essa consciência no nível da realidade [awareness] continuaria sendo um conceito intelectual, apenas motivo para conversas e debates. Mas para um número cada vez maior de seres humanos [massa crítica], iria tornar-se comprovadamente real, porque esses indivíduos experienciariam clarões e vislumbres desse estado mental no decorrer de suas vidas.

A 5ª visão nos estimula a experienciar diretamente a magnitude do universo e nossa inegável identidade com ele. Essa experiência nos permite dar um salto gigantesco no entendimento, possibilitando inclusive que nós vislumbremos o futuro. Nos estados transcendentes nós contornamos o tempo, o espaço e as leis da natureza e nós vivenciamos paz, amor e o sentimento de nós estarmos verdadeiramente em casa.

A 5ª visão prevê que nesse período da história, muitas pessoas começarão a alcançar estados incomuns de consciência no nível da realidade [awareness]. Nós não estamos mais satisfeitos em apenas conversar a respeito desses estados; nós queremos agora uma experiência direta.

Nós precisamos cruzar, uma por uma, as barreiras de nossa estrutura intelectual ocidental que rotula os estados extraordinários e incomuns de consciência no nível da realidade [awareness] de esquisitos ou até patológicos. À medida que nós utilizamos cada vez mais esses caminhos e compartilhamos as nossas experiências, nós possibilitamos que os outros avancem com mais facilidade.

Nossa situação atual pode ser o lugar perfeito para nós colocarmos em prática a nossa decisão de nos ligarmos à nossa fonte interior. Sem nos propormos especificamente a mudar as coisas, nós podemos nos preparar empregando o tempo em atividades que nos ajudem a nos abrir para a energia, como meditação, artes marciais, ioga, dança e movimentos terapêuticos, exercícios respiratórios e trabalho com o corpo. Passar algum tempo em locais sagrados e rodear-nos de beleza e energia podem ser extremamente importantes para realçar a sensação de uma missão pessoal.

A 5ª visão resolve o dilema da disputa pelo poder descrito na 4ª visão. À medida que um número cada vez maior de seres humanos estiverem em contato com a energia espiritual e ligados através dela [massa crítica], a luta pelo poder travada pelos indivíduos e sociedades será superada. Esse processo acontecerá primeiro irregularmente enquanto nós aprendemos as novas maneiras de viver.

No livro “Guia de Leitura de A Profecia Celestina”, nós temos resumidas as mudanças comuns que ocorrem na vida daqueles que tiveram experiências místicas, a saber:

  • A sensação de estarem ligados a uma fonte superior.
  • Perda do interesse na acumulação de bens materiais.
  • Uma maior apreciação da beleza e das outras pessoas.
  • Aperfeiçoamento das habilidades, desejo de aprender.
  • Aumento da capacidade extra-sensorial.
  • Sensação de ter uma missão a cumprir.
  • Ausência de constrangimento.
  • Habilidade de servir de inspiração às outras pessoas.

A 5ª visão nos estimula a tentar alcançar essa consciência no nível da realidade [awareness] sem esperar a intervenção divina ou uma crise na vida. A nossa tarefa é começar a nos abrir um pouco de cada vez e iniciar a jornada em direção a esse supremo estado de união. Para fazer isso, nós somos instruídos a “nos enchermos conscientemente de energia porque essa energia atrai as coincidências e essas últimas nos ajudam a transformar em realidade o último nível de uma maneira permanente”.

Nós podemos aumentar a nossa ligação com essa energia habituando-nos a ficar abertos, a usar o nosso senso de apreciação e concentrando-nos na sensação de nós estarmos repletos.

A 5ª visão mostra que todas as vezes que nós nos enchemos de energia e ocorre uma coincidência que nos faz progredir em nossas vidas, nós estabelecemos esse nível de energia em nós mesmos e assim nós existimos numa vibração mais elevada. Os nossos filhos pegam o nosso nível de vibração e o elevam ainda mais alto. Essa é a maneira de nós, como seres humanos, continuarmos a evolução.

A 5ª visão nos mostra ao mesmo tempo o potencial para a ligação universal e os motivos pelos quais nós somos incapazes de formar ou sustentar essa ligação.

Com a 5ª visão nós aprendemos que para nós podermos utilizar a energia universal, nós precisamos nos abrir para ela. Ao nos abrirmos, nós podemos receber energia, coincidências e outras dádivas da inteligência universal.

Nós contribuímos individualmente para a evolução através de um processo no qual nós nos enchemos de energia, avançamos através de coincidências, voltamos a nos encher e mais uma vez avançamos.

Nós temos que pedir intencionalmente para nos ligarmos ao que existe de divino dentro de nós mesmos.

Nós assimilamos a 5ª visão quando nós vemos como o mundo espiritual pode proporcionar tudo o que nós necessitamos, bastando apenas que nós estejamos abertos a isso.  

A energia da comida é um exemplo apresentado por James Redfield para o nosso conhecimento e entendimento:

“Mas para absorver toda a energia da comida, ela tem de ser apreciada e saboreada. O paladar é a porta de entrada. Você tem de apreciar o sabor. Esse é o motivo pelo qual a gente reza antes de comer. Não se trata só de agradecer, mas fazer do ato de comer uma experiência sagrada (santa) para que a energia da comida penetre na gente”.

O papel do amor foi mal compreendido durante muito tempo. O amor não é uma coisa que nós temos que fazer para sermos bem melhor, por alguma abstrata responsabilidade moral, ou porque nós temos que desistir de nosso hedonismo(*). Se ligar na energia provoca emoção, depois euforia e depois amor.

(*) Hedonismo: consiste em uma doutrina moral em que a busca pelo prazer é o único propósito da vida. Site: https://www.significados.com.br/hedonismo/

Achar bastante energia para conservar esse estado de amor sem dúvida faz bem ao mundo, porém mais diretamente a nós. É a coisa mais hedonista que nós podemos fazer.

Pense como as visões entram em sequência:

  • A 1ª visão ocorre quando nós levamos a sério as coincidências. Elas nos fazem sentir que existe mais alguma coisa, espiritual, atuando por baixo de tudo o que nós fazemos.
  • A 2ª visão institui a nossa consciência no nível da realidade [awareness] como uma coisa real. Nós podemos ver que nós temos estado preocupados com a sobrevivência material, em nos concentrar no controle de nossa situação no universo para termos segurança e nós sabemos que a nossa abertura agora representa um tipo de despertar para o que está realmente ocorrendo.
  • A 3ª visão inicia uma nova visão da vida. Define o universo físico como de pura energia, uma energia que de algum modo responde ao que nós pensamos.
  • A 4ª visão expõe a tendência humana de roubar energia de outros humanos para dominá-los, apoderando-se de suas mentes, um crime no qual nós nos empenhamos porque nós nos sentimos tão frequentemente esvaziados de energia e isolados. Essa escassez de energia pode ser remediada, é claro, quando nós nos ligamos na fonte superior.
  • O universo nos proporciona tudo o que nós necessitamos, bastando apenas que nós estejamos abertos a isso. Essa é a revelação da 5ª visão.
  • Essa evolução tem se desenvolvido inconscientemente por toda a história humana.

Isso explica porque a civilização avançou e porque os humanos ficaram maiores, vivem mais tempo e assim por diante. Agora, porém, nós estamos tornando consciente todo o processo. É isso que o Manuscrito nos diz. A tudo isso é que se refere esse movimento em favor de uma consciência no nível da realidade [awareness] espiritual mundial.

A 5ª visão nos mostra que existe uma fonte alternativa, mas nós não podemos permanecer realmente ligados a essa fonte enquanto nós não chegarmos a termos com o método particular que, como indivíduos, nós usamos em nossa dominação e deixarmos de fazer isso; pois sempre que nós recaímos nesse hábito, nós nos desligamos da fonte.

Livrar-se desse hábito não é fácil, porque é sempre inconsciente a princípio.

A chave para abandoná-lo é trazê-lo inteiramente à consciência no nível da realidade [awareness] e fazemos isso observando que o nosso estilo particular de dominar os outros é o que nós aprendemos na infância para chamar atenção, para conseguir que a energia passe para nós e nós ficamos empacados aí. Esse estilo é uma coisa que nós repetimos várias e várias vezes. James Redfield o chama de “nosso drama de controle inconsciente“.

James Redfield o chama de drama porque é uma cena conhecida, como de cinema, na qual nós escrevemos o roteiro quando jovens. Depois nós a repetimos vezes sem conta em nossas vidas cotidianas, sem prestar atenção. Nós só sabemos que algum tipo de acontecimento nos ocorre repetidas vezes.

O problema é que, se nós estamos repetindo uma determinada cena sempre e sempre, então as outras cenas de nosso filme de vida real, a grande aventura marcada pelas coincidências, não pode progredir. Nós interrompemos o filme de vida real quando nós repetimos esse drama único para manipular em busca de energia.

A autora Sanaya Roman, em seu livro “Spiritual Growth: Being Your Higher Self”, inspira-nos com a visão: “O seu crescimento acelerado significa que você está estabelecendo uma nova e mais profunda ligação com o seu Eu Superior [Mente Supraconsciente]. Isto pode algumas vezes gerar a liberação de antigos padrões. Com frequência, quando você dá um salto para frente, o padrão que o estava refreando mais intensamente poderá vir à tona. Não culpe as circunstâncias externas pela maneira como você se sente; volte-se para dentro e pergunte a si mesmo que padrão ou crença lhe está sendo mostrado. Peça orientação ao seu Eu Superior a respeito de como você pode liberar esse padrão”.

Relembrando que a 5ª visão diz respeito a como nós não temos que roubar energia dos outros, mas ao invés disso nós podemos absorver energia diretamente da consciência no nível da realidade [awareness] de uma conexão espiritual, bastando apenas que nós estejamos abertos a isso.

A experiência mística nos afasta da necessidade de controlar.

A unidade da mente, do corpo e do espírito repousa na entrega.

Resumo da 5ª Visão:

  • A 5ª visão é a experiência da ligação interior com a energia divina.
  •  Ao explorar e seguir a nossa divindade interior nós podemos estabelecer um contato pessoal com um tipo de experiência chamada mística.
  • Em nossa busca desse estado alterado, nós distinguimos entre a descrição intelectual dessa consciência no nível da realidade [awareness] e a consciência no nível da percepção [consciousness] em si.
  • Sob este aspecto, nós aplicamos certas medidas experienciais que indicam que nós estamos em conexão com essa energia universal.
  • Por exemplo, nós sentimos o corpo leve? Nós sentimos uma leveza nos pés? Nós experienciamos uma intensificação da percepção como cores, aromas, sabores, sons e um senso de beleza mais vívido? Nós experienciamos um senso de unidade, uma total segurança? E acima de tudo, nós vivenciamos o estado de consciência no nível da realidade [awareness] que nós chamamos de amor? Não em relação a alguém ou alguma coisa, mas como uma constante sensação que sustenta a nossa vida.
  • Nós não queremos mais apenas falar a respeito da consciência no nível da realidade [awareness] mística. Nós temos que ter a coragem de pôr em prática essas medidas para realmente buscar essa união com o divino.
  • É essa conexão com a energia total que resolve todos os conflitos.
  • Nós não mais necessitamos da energia dos outros.

O problema é que, se nós estamos repetindo uma determinada cena sempre e sempre, então as outras cenas de nosso filme de vida real, a grande aventura marcada pelas coincidências, não pode progredir. Nós interrompemos o filme de vida real quando nós repetimos esse drama único para manipular em busca de energia.

James Redfield esclarece-nos sobre o próximo passo em nossa consciência no nível da realidade [awareness]: “Lembrem-se, nós temos que reter os insights que nos move na direção dessa mais elevada experiência em primeiro lugar. E frequentemente revisitá-los para ficarmos confiantes que essa consciência no nível da realidade [awareness] funciona. Esse é o único caminho que a humanidade pode lentamente remover a escuridão, na qual nós estamos ainda sofrendo. Todas as doze visões emergem de muitos dos ensinamentos das principais religiões monoteístas. Elas apontam o caminho de volta, das leis das religiões organizadas, para um puro, descomplicado relacionamento intensamente com a pessoal origem de toda vida. Imediatamente nós queremos saber mais sobre o processo e mais sobre onde essas misteriosas coincidências estão nos levando.

Palavras chave da OREM2: manuscrito, despertar espiritual, massa crítica, coincidências, sincronicidades, visões, perspectiva histórica, igreja, ciência e tecnologia, método científico, religião, energia, padrões de energia, campos de energia, ceticismo científico, percepção da beleza, teoria de campo unificado, drama de controle, luta pela atenção, luta pelo poder, experiência mística, consciência mística, história da evolução.  

Bibliografia (recomendamos enfaticamente a leitura desse material): 

  • Livro “A Profecia Celestina” – James Redfield;
  • Livro “Guia de Leitura de A Profecia Celestina” – James Redfield;
  • Artigo: “The Celestine Prophecy: Fifth Insight Experience Study” – James Redfield;
  • Livro “Spiritual Growth: Being Your Higher Self” – Sanaya Roman;

Imagem david-marcu-78A265wPiO4-unsplash.jpg

Próximo artigo – 6ª VISÃO: ESCLARECENDO O PASSADO – NOSSA LINHAGEM PATERNA E MATERNA E OS DRAMAS DE CONTROLE

… segundo o Manuscrito, quando um número suficiente de indivíduos perguntar a sério o que ocorre na vida, nós começaremos a descobrir.

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x