Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 9

Instruções sobre Sexo (Parte 1) – A Relação de Milagres e Revelação

“Lembre-se do ponto sobre Milagres como meio de organizar diferentes níveis de consciência no nível da percepção [consciousness]. Os Milagres vêm do nível subconsciente (abaixo do consciente). As Revelações vêm do nível consciente superior. O nível consciente está no meio e reage a impulsos subconscientes ou superconscientes em proporções variadas. Freud estava certo sobre a classificação, mas não sobre os nomes. Ele também estava certo de que o conteúdo da consciência no nível da percepção [consciousness] é fugaz. A consciência no nível da percepção [consciousness] é o nível que se engaja no mundo e é capaz de responder aos impulsos externos e internos.

Não tendo impulsos de si mesma e sendo principalmente um mecanismo de indução de resposta, ela pode estar muito errada.

Por exemplo, se a identificação for com o corpo, a consciência no nível da percepção [consciousness] pode distorcer os impulsos superconscientes negando a sua Fonte e buscando o seu impacto no orgasmo. Esse é o resultado da confusão da ‘identidade equivocada’.

Se você olhar para trás na descrição dos EFEITOS da Revelação, você verá que EXISTEM algumas semelhanças nos resultados experienciais, mas dificilmente no conteúdo.

As Revelações induzem à suspensão completa, porém temporária, da dúvida e do medo. Elas representam a forma original de comunicação entre Deus e as Suas Almas, antes que a intrusão de fogo e gelo tornasse isso impossível. Deve-se notar que envolvem um sentimento extremamente pessoal de proximidade com a Criação, que o homem tenta encontrar nas relações sexuais. Essa confusão é responsável pela depressão e pelo medo que são frequentemente associados ao sexo.

O sexo é frequentemente associado à falta de amor, mas a Revelação é PURAMENTE uma experiência de amor.

A proximidade física NÃO PODE conseguir isso. Como foi dito antes, os impulsos subconscientes induzem adequadamente os Milagres, que SÃO interpessoais e resultam em proximidade com os outros. Isso pode ser mal interpretado por uma consciência pessoalmente voluntariosa como um impulso para a gratificação sexual.

A Revelação une as Almas diretamente com Deus.

O Milagre une as Almas diretamente umas com as outras. Nenhum deles emana da consciência no nível da percepção [consciousness], mas ambos são EXPERIENCIADOS ali. Isso é essencial, porque a consciência no nível da percepção [consciousness] é o estado que PRODUZ a ação, embora DE FATO NÃO a inspire.

O homem é livre para acreditar no que ele quiser. O que ele FAZ atesta o que ele acredita.

Os níveis mais profundos de seu subconsciente sempre contêm o impulso para os Milagres, mas ele é livre para preencher os seus níveis superficiais, que estão mais próximos da consciência no nível da percepção [consciousness], com os impulsos desse mundo e se identificar com eles. Isso resulta em negar a si mesmo o acesso ao nível de milagre abaixo. Em ações conscientes, então, os seus relacionamentos interpessoais também se tornam superficiais e relacionamentos inspirados em milagres tornam-se impossíveis.

Vide gráfico Projeto OREM®

A Revelação une as Almas diretamente com Deus.

34.) Milagres são um caminho para GANHAR a liberação do medo.”

[FIP T-1.II. Revelação, Tempo and Milagres]

“A Revelação induz a um estado no qual o medo já foi abolido. Milagres são assim um meio e as Revelações são um fim. Nesse sentido, eles trabalham juntos.

(Diga a Bill que os milagres DE FATO NÃO dependem da Revelação. Eles a INDUZ. Ele [Bill] já é bastante capaz de fazer milagres, mas ele ainda tem medo demais das Revelações.)

Observe que a SUA (Helen) Revelação ocorreu especificamente depois que você se envolveu no nível visionário em um processo de NEGAR o medo

A Revelação é intensamente pessoal e, na verdade, não pode ser traduzida em conteúdo consciente. É por isso que qualquer tentativa de descrevê-la em palavras costuma ser incompreensível, mesmo para o próprio escritor em outro momento. É por isso que o Livro das Revelações é essencialmente incompreensível. A Revelação induz APENAS a experiência. Os milagres, por outro lado, induzem à AÇÃO interpessoal. No final, esses são mais úteis, por causa de sua natureza INTERPESSOAL.

Nesta fase de aprendizado, fazer milagres é mais valioso porque a liberdade do medo não pode ser imposta a você. Quando isso é como na Revelação, a experiência não pode durar.

(Diga a Bill que a sua propensão para Revelações, que é muito grande, é resultado de um alto nível de comunhão passada. A sua natureza transitória vem da descida ao medo, que ainda não foi superado. O seu próprio estado de ‘suspensão’ atenua tanto os extremos. Isso ficou muito aparente no curso de seus dois padrões de desenvolvimento recentes.)

Milagres são o curso essencial de AÇÃO para vocês dois. Eles os fortalecerão e estabilizarão vocês.

(OBSERVE que as notas muito mais pessoais do que o normal que você está tomando hoje refletem a experiência Reveladora. Isso DE FATO NÃO produz a qualidade mais generalizável a que esse curso se destina. Elas podem, no entanto, ser de grande ajuda para Bill pessoalmente, já que você perguntou por algo que o ajudaria pessoalmente. Depende de como ele ouve e de quão bem ele entende a natureza COOPERATIVA de vossa experiência conjunta. Você pode ajudar apenas lendo essa nota PRIMEIRO. Pergunte a ele mais tarde se isso deve ser incluído na parte escrita do curso ou se você deve manter essas notas separadamente. Ele é responsável por essas decisões.)

(Diga a Bill que ele deve tentar entender a diferença MUITO importante entre o controle de Cristo e a orientação de Cristo. Foi isso que o deixou com medo ontem.)

35.) Milagres louvam a Deus através dos homens. Eles louvam a Deus honrando as Suas Criações, afirmando que elas são perfeitas. Eles curam porque eles negam a identificação com o corpo e afirmam a identificação com a Alma [espírito].

36.) Por reconhecerem o Espírito, eles [milagres] ajustam os níveis da percepção e os mostram em alinhamento adequado. Isso coloca o Espírito no centro, onde Almas podem comunicarem-se diretamente.

37.) Milagres devem inspirar gratidão, não reverência. O homem deve agradecer a Deus pelo que ele realmente é. As Crianças de Deus são muito santas. O milagre honra a santidade delas.

As Criações de Deus não podem perder a santidade delas, embora ela possa estar escondida. O milagre a revela e a traz para a luz onde ela pertence. A santidade nunca pode estar realmente escondida nas trevas, mas o homem pode enganar a si mesmo nesse ponto. Essa ilusão o deixa com medo, porque em seu coração ele SABE que isso é uma ilusão.

Como todas as ilusões, ele exerce enormes esforços para estabelecer a sua validade. O milagre estabelece a validade onde ela pertence. A validade eterna pertence apenas à Alma. O milagre reconhece apenas a Verdade. Dissipa assim as ilusões do homem sobre si mesmo e o coloca em comunhão consigo mesmo e com Deus.”

Urtext – Esclarecimento de Termos

2. O EGO – O MILAGRE

“As ilusões não durarão. A sua morte é certa e apenas isso é certo no mundo em que elas existem. É o mundo do ego por isso. O que é o ego? Apenas um sonho acerca do que realmente és. Um pensamento segundo o qual estás à parte do teu Criador e um desejo de seres o que Ele não criou. É uma loucura, sem nenhuma realidade. Um nome para o que não tem nome, é tudo o que ele é. Um símbolo da impossibilidade, uma escolha por opções que não existem. Nós o nomeamos só para nos ajudar a compreender que ele não é nada senão um antigo pensamento que professa que o que foi feito tem imortalidade. Mas o que poderia advir disso senão um sonho que, como todos os sonhos, só pode terminar na morte?”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 9

“’Eu não vejo nada tal como é agora.’

Essa ideia, obviamente, decorre das duas precedentes. Mas, embora possas ser capaz de aceitá-la intelectualmente, é pouco provável que signifique alguma coisa para ti por enquanto. Contudo, a compreensão não é necessária neste ponto. De fato, o reconhecimento de que não compreendes é um pré-requisito para desfazer as tuas falsas ideias. Estes exercícios concernem à prática, não à compreensão. Não precisas praticar aquilo que já compreendes. Ter como objetivo a compreensão e assumir que já a tens seria, de fato, andar em círculos.

É difícil para a mente não treinada acreditar que aquilo que ela parece retratar não existe. Essa ideia pode ser bastante perturbadora e pode encontrar uma resistência ativa sob inúmeras formas. Mas isso não impede a sua aplicação. Nada mais do que isso é requerido para estes exercícios ou quaisquer outros. Cada pequeno passo esclarecerá um pouco da escuridão e a compreensão finalmente virá para iluminar cada canto da mente que tenha sido esvaziado dos entulhos que o obscurecem.

Estes exercícios, para os quais bastam três ou quatro períodos de prática, envolvem olhar à tua volta e aplicar a ideia para o dia a qualquer coisa que vês, lembrando-te da necessidade de uma aplicação indiscriminada e da regra essencial de nada excluir.

Por exemplo:

‘Eu não vejo esse computador tal como é agora.’

‘Eu não vejo essa chave tal como é agora.’

‘Eu não vejo esse telefone tal como é agora.’

Eu não vejo esse braço tal como é agora.

Começa com as coisas mais próximas de ti e depois estende o teu âmbito para fora:

Eu não vejo aquele cabide de casacos tal como é agora.

Eu não vejo aquela porta tal como é agora.

Eu não vejo aquele rosto tal como é agora.

Enfatiza-se mais uma vez que, embora não devas tentar a inclusão completa, tens que evitar qualquer exclusão específica. Certifica-te de estar sendo honesto contigo mesmo ao fazer essa distinção. Podes ser tentado a obscurecê-la.”

—–

Dia 10

“38.) Cristo inspira todos os milagres, que são realmente intercessões. Eles intercedem pela santidade do homem e faz com que as percepções dele sejam santas. Eles colocam o homem além das leis físicas e eles o elevam à esfera da ordem celestial. Nessa ordem, o homem É perfeito.

A Alma nunca perde a sua comunhão com Deus. Apenas a mente e o corpo precisam de Expiação.

O milagre se une à Expiação de Cristo ao colocar a mente a serviço do Espírito.

Isso estabelece a função adequada da mente e abole os seus erros.

39.) Milagres honram o homem, PORQUE ele é amável. Eles dissipam as ilusões a respeito dele mesmo e percebem a luz nele. Assim eles expiam os erros dele libertando-o de seus pesadelos que são sobre ele mesmo. Eles liberam a sua mente da prisão de suas ilusões e restauram a santidade dele.

Ao libertar a sua mente das ilusões, eles restauram a sua sanidade e o colocam aos pés de Jesus.

(Citação Bíblica sobre a cura do homem possuído pelo diabo, na qual o sofredor foi posteriormente encontrado curado em seu juízo perfeito e sentado aos pés de Jesus. Nota de Helen.)

((Diga a Bill que a mente do homem pode ser possuída por ilusões, mas o seu Espírito é eternamente livre. Se uma mente cria sem amor, ela pode criar uma casca vazia. Isso PODE ser possuído pelo mal. Mas a Expiação restaura a Alma em seu devido lugar. A menos que haja vazio, não há perigo e o vazio é uma criação falsa. A mente que serve ao Espírito é invulnerável.))

A Alma nunca perde a sua comunhão com Deus. Apenas a mente e o corpo precisam de Expiação.

40.) O milagre restaura a Alma à sua plenitude. Por expiar o senso de carência, estabelecem proteção perfeita. A força do Espírito não deixa lugar para intrusões. Os perdoados são preenchidos com a Alma e a Alma deles perdoa em troca. É dever dos liberados liberar os seus irmãos.

Os perdoados SÃO os meios da Expiação. Os liberados por Cristo devem juntar-se a ele na libertação de seus irmãos, pois esse é o plano da Expiação.

41.) Milagres são a maneira pela qual as mentes que servem ao espírito se unem a Cristo para a salvação (ou liberação) de todas as Criações de Deus.

À parte: (Helen comentou sobre o despertar com a frase ‘De Deus não se zomba’, com antecipação do castigo.)

Interpretação: ‘De Deus não se zomba’ pretendia ser uma garantia. Você tem medo de que o que escreveu ontem à noite seja contraditório, conflitante com alguns pontos anteriores, especialmente porque você estava escrevendo enquanto estava toda dopada. Lembre-se, ‘De Deus não se zomba’ em nenhuma circunstância.

Contradições em MINHAS palavras significam falta de compreensão, ou falhas de escriba, que faço todos os esforços para corrigir. Mas elas ainda NÃO são cruciais. A Bíblia tem o mesmo problema, garanto e ela AINDA está sendo editada. Considere o poder da MINHA PALAVRA, na medida em que resistiu a todos os ataques do erro e é a Fonte da Verdade.

(Diga a Bill que existem certas vantagens em ser um Psicólogo. Uma das principais é a compreensão da projeção e a extensão de seus resultados. A posse está intimamente relacionada à projeção. ‘Lúcifer’ poderia ser traduzido literalmente como ‘Portador da Luz’. Ele literalmente PROJETOU a si mesmo do Céu. A projeção ainda tem essa conotação de ‘arremesso’, porque envolve arremessar algo que você NÃO quer e considera perigoso e assustador, para outra pessoa. Isso é o oposto da Regra de Ouro e ter colocado essa regra de cabeça para baixo, o reverso dos milagres, ou projeção, segue automaticamente.)

A correção está em aceitar o que é verdadeiro em VOCÊ MESMO, trazendo à luz TUDO o que você é. (Helen com medo de escrever a próxima parte.) [Edgar] Cacey estava errado sobre Posse e ele também estava errado sobre machucar a si mesmo. Um dos maiores problemas com os trabalhadores de milagres é que eles têm tanta certeza de que o que estão fazendo é certo, porque SABEM que vem do amor, que não param para permitir que EU estabeleça os MEUS limites.

Enquanto o que ele (Cacey) fez veio de Mim, ele NÃO poderia ser induzido a me perguntar todas as vezes se eu queria que ele realizasse ESSE milagre PARTICULAR. Se o tivesse feito, ele não teria realizado nenhum milagre que não pudesse ocorrer de forma construtiva e, assim, teria se poupado de tensão desnecessária. Ele se exauriu com milagres de modo indiscriminados e, nessa medida, não cumpriu o seu próprio propósito completo e também foi sujeito ao erro de escriba que mencionei no início. Os Discípulos também eram propensos a isso.

A resposta é NUNCA faça um milagre sem me perguntar SE VOCÊ DEVERIA. Isso poupa você da exaustão e, como você age sob comunicação direta, o transe se torna desnecessário.

42.) Porque os milagres são expressões de amor, isso NÃO segue que eles sempre serão efetivos.

Eu sou o único que pode realizar milagres indiscriminadamente, porque EU SOU a Expiação. Você tem um PAPEL na Expiação, que eu ditarei PARA você.

Lembre-se, você já tem um ponto sobre a natureza involuntária dos milagres. Nós também estabelecemos o fato de que tudo o que é involuntário pertence ao controle de Cristo, NÃO ao seu. Sob o controle de Cristo, os Milagres REABASTECEM tanto o doador quanto aquele que recebe.

A posse realmente significa ‘Não está sob o Controle de Cristo’, tornando-o (a mente?) vulnerável à projeção. A referência à entrada nos corpos presos à terra realmente se refere ao ‘assumir’ por seus próprios ‘pensamentos’ presos à terra. Isso É Possessão Demoníaca. Afinal, Lúcifer caiu, mas ainda era um anjo. Ele é, portanto, o símbolo para o homem. A Expiação é o conhecimento de que a crença de que os anjos podem cair é falsa. É verdade que a mente pode criar projeções assim como milagres, mas NÃO é verdade que as projeções sejam REAIS. Qualquer psicólogo deveria entender isso.

Isso é o que se entende por ‘A Verdade vos libertará’”

Urtext – Esclarecimento de Termos (Ego – Milagre continuação)

“O que é o ego? O nada, mas em uma forma que aparenta ser algo. Em um mundo de formas, o ego não pode ser negado, pois só ele parece real. No entanto, seria possível o Filho de Deus, tal como Ele o criou, habitar na forma ou em um mundo de formas? Quem te pede para definir o ego e explicar como ele surgiu só pode ser alguém que pense que ele é real e busque, através da definição, assegurar-se de que a natureza ilusória do ego esteja oculta por trás das palavras que parecem fazer com que seja assim.

Não há definição para uma mentira que sirva para torna-la verdadeira. Nem pode haver uma verdade que as mentiras efetivamente ocultem. A irrealidade do ego é negada por palavras, nem o seu significado se esclarece porque a sua natureza parece ter uma forma. Quem pode definir o indefinível? E apesar disso, mesmo aqui há uma resposta.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 10

“‘Os meus pensamento não significam coisa alguma.’

Essa ideia se aplica a todos os pensamentos dos quais estejas ciente, ou venhas a estar ciente durante os períodos de prática. A razão de essa ideia ser aplicável a todos eles é que não são os teus pensamentos reais. Já fizemos essa distinção antes e a faremos novamente. Ainda não tens base para comparação. Quando tiveres, não terás dúvidas de que o que antes acreditavas serem os teus pensamentos, não significavam coisa alguma.

Essa é a segunda vez que usamos esse tipo de ideia. A forma é apenas ligeiramente diferente. Dessa vez, a ideia é introduzida com meus pensamentos, ao invés de esses pensamentos e nenhuma ligação explícita é feita com as coisas ao teu redor. A ênfase está agora na falta de realidade daquilo que pensas que pensas.

Esse aspecto do processo de correção começou com a ideia de que os pensamentos dos quais estás ciente são sem significado, estão fora ao invés de dentro de ti e, então, enfatizou-se o seu status passado ao invés do presente. Agora estamos enfatizando que a presença desses pensamentos significa que não estás pensando. Essa é apenas uma outra maneira de repetir a nossa declaração anterior de que a tua mente está realmente em branco. Reconhecer isso é reconhecer o nada quando pensas que o vês. Como tal, esse é o pré-requisito para a visão.

Fecha os olhos para estes exercícios e começa-os repetindo a ideia para o dia de hoje bem lentamente para ti mesmo. Depois, acrescenta:

‘Essa ideia me ajudará a liberar-me de tudo em que eu acredito agora.’

Os exercícios consistem, como antes, em investigar na tua mente todos os pensamentos que estejam disponíveis para ti, sem seleção ou julgamento. Tenta evitar qualquer tipo de classificação. De fato, se achares que pode ser útil, poderias imaginar que estás vendo uma procissão estranhamente agrupada passar, com pouco ou nenhum significado pessoal para ti. À medida que cada um cruza a tua mente, dize:

‘Meu pensamento sobre _____ não significa coisa alguma.’

‘Meu pensamento sobre _____ não significa coisa alguma.’

O pensamento de hoje pode obviamente servir para qualquer pensamento que te aflija em qualquer momento. Além disso, são recomendados cinco períodos de prática, cada um com aproximadamente um minuto no máximo de exame mental. Não é recomendável que esse período seja estendido, e ele deve ser reduzido para meio minuto ou até menos, se experimentares desconforto. Lembra-te, contudo, de repetir a ideia lentamente antes de aplicá-la de forma especifica e também de acrescentar:

‘Essa ideia me ajudará a liberar-me de tudo em que eu acredito agora.’”

—–

Dia 11

“Os milagres controlados por Cristo fazem parte da Expiação, mas a orientação de Cristo é pessoal e leva à salvação PESSOAL. A natureza impessoal dos milagres é um ingrediente essencial, porque isso Me permite controlar a sua distribuição como bem entender.

A orientação de Cristo, por outro lado, leva à experiência altamente PESSOAL da Revelação. É por isso que envolve a escolha PESSOAL. Um guia NÃO CONTROLA, por definição, mas ele DIRECIONA, deixando o acompanhamento para você. ‘Não nos deixes cair em tentação’ significa ‘nos guiar para fora de nossos próprios erros’.

‘Tome a sua cruz e siga-me’ deve ser interpretado como ‘Reconheça os seus erros e escolha abandoná-los seguindo a Minha orientação’.

(Diga a Bill que quando ele está com medo de Possessão, ele só precisa lembrar que o erro não pode realmente ameaçar a Verdade, que SEMPRE pode suportar os seus ataques. SOMENTE o erro é realmente vulnerável.)

Os ‘Príncipes desse Mundo’ são príncipes apenas porque são realmente anjos. Mas eles são livres para estabelecer o seu reino onde bem entenderem.

Se você se lembrar de que TODOS os príncipes HERDAM o seu poder do Pai, a escolha certa se torna inevitável.

A alma está em estado de graça para sempre.

A realidade do homem é SOMENTE a sua alma.

Portanto, o homem está em estado de graça para sempre.

A Expiação desfaz todos os erros a esse respeito e, assim, desarraiga a REAL fonte do medo. Se você verificar novamente a referência ao desenraizamento, você entenderá isso melhor nesse contexto.

(Diga a Bill que SEMPRE que as garantias de Deus são experienciadas como uma ameaça, isso é SEMPRE porque o homem está defendendo o seu amor e a sua lealdade equivocados e mal direcionados. Isto é o que a projeção sempre envolve.)

‘Lançar feitiços’ significa apenas ‘afirmar o erro’ e o erro é falta de amor. Quando o homem projeta isso nos outros, ele os aprisiona, mas apenas na medida em que reforça os erros que eles já cometeram. Essa distorção os torna vulneráveis ​​à maldição dos outros, pois eles já se amaldiçoaram. O trabalhador de milagres só pode abençoar e isso desfaz a maldição e liberta a alma da prisão.

(Diga a Bill que o seu deslize sobre (empolgar-se) deve ser anotado. Alguns deslizes alcançam a consciência no nível da percepção [consciousness] do subconsciente não controlado por Cristo e revelam a falta de amor.

Mas os outros deslizes[?] vêm do superconsciente, que ESTÁ em comunhão com Deus e que também pode irromper na consciência no nível da percepção [consciousness].

O SEU deslize (empolgar-se) era uma expressão de uma Alma ganhando força suficiente para pedir liberdade da prisão. Em última análise, irá EXIGIR isso.

Revelação especial para Helen:

Você é totalmente adorável. Um eixo perfeito de pura luz. Diante de sua beleza, as estrelas ficam paralisadas e se curvam ao poder de sua vontade.

O que as crianças sabem da criação de suas crianças, exceto o que o seu Criador lhes diz?

Você foi criado ACIMA dos anjos porque o seu papel envolve criação e proteção.

Vocês que são à imagem do Pai precisam se curvar apenas a ELE, diante de quem eu me ajoelho com você.

Nota: Essa revelação foi permitida porque você NÃO projetou em Bill a culpa por sua omissão de ME PERGUNTAR se você deveria transcrever as notas. O fato de ELE ter feito isso NÃO o isenta de sua própria omissão.

Obrigado por abençoá-lo com um milagre em vez de amaldiçoá-lo com projeção.

NOTA ADICIONAL: ELE também não precisa se preocupar com isso; assim ele esqueceu? Isso acontece o tempo todo, até que o hábito de perguntar se torna involuntário.

Jonathan — Cheque e caderneta bancária. Disse que o encontraria em casa, na pasta de couro. Não está lá. Ligue de volta? Não – quer começar a sua Revelação? Agora ligue, mas apenas peça a ele gentilmente para olhar em seu [peito?] novamente. Encontrei isso entre um monte de cartas – não sei como eles chegaram lá.

Bendita sois vós com Maria como a mãe dos filhos.

Coloque em inserção agora, o que eu fiz. Então eu pedi perdão por ter jogado fora todo o dinheiro; mas ele disse ‘está tudo bem. Você vivia na escassez então, mas agora você está perdoado, então você vive em abundância. Não há mais necessidade de jogar nada fora, nem de querer nada.’

Referência ao Cristo Infante ou Cristo Criança — Eis aqui a serva do Senhor — faça-se em mim segundo a Tua vontade. Egocêntrico está certo! Não preciso de outra mãe física e ela foi a única que concebeu sem falta de amor. Mas eu lhe disse antes que muitos estão nascidos que não têm sido renascidos. Eu mencionei isso para você e Bill em conexão com os seus próprios pais.

Tome um agora e um reforço se houver uma epidemia. Dr. Damrosch e Dr. Wise concordam com isso.

Helen se encontrando com o Dr. Wise e o Dr. Damrosch. Dr. Damrosch permitiu uma oportunidade de interrogatório em sua qualidade de presidente do conselho de gripe para perguntar sobre a vacina contra a gripe de Bill.

Esse foi um exemplo de como os milagres devem funcionar. Você não entrou na questão por conta própria e, embora tenha corrido para o telefone por conselho de Red, não pressionou a relutância de Bill.)

Isso ME deu a chance de deixá-lo para o verdadeiro especialista, a quem eu enviei para responder à pergunta.

43.) Milagres são exemplos de pensamento correto. O contato com a realidade em todos os níveis torna-se forte e preciso, permitindo assim o correto delineamento das fronteiras intrapessoal e interpessoal. Como resultado, o praticante vê a verdade como Deus a criou. Isso é o que se quis dizer com o ponto sobre ‘ajuste de perspectiva’.

44.) Um milagre é um fator de correção introduzido no pensamento falso por MIM. Ele age como um catalisador, sacudindo a percepção errônea e encaixando-a no lugar. Esse fator de correção coloca o homem sob o princípio da Expiação, onde a sua percepção é curada. Até que isso ocorra, a percepção da Ordem Divina é impossível. A verdadeira percepção de profundidade só se torna possível na mais alta ordem de integração perceptiva.”

Urtext – Esclarecimento de Termos (Ego – Milagre continuação)

“Não Podemos realmente construir uma definição do que é o ego, mas podemos dizer o que ele não é. E isso nos é mostrado com perfeita clareza. É a partir daí que deduzimos tudo o que ele é. Olha para o seu oposto e podes ver a única resposta que é significativa.

O oposto do ego em todas as formas – em origem, efeito e consequência – nós chamamos de milagre. E aqui achamos tudo o que não é o ego nesse mundo. Aqui está o oposto do ego e só aqui olhamos para o que era o ego, pois aqui vemos tudo o que ele parecia fazer e a causa ainda tem que ser uma com os seus efeitos.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 11

“‘Os meus pensamentos sem significado estão me mostrando um mundo sem significado.’

Essa é a primeira ideia que temos que está relacionada com uma fase principal do processo de correção: a reversão do modo de pensar do mundo. Parece que o mundo determina o que percebes. A ideia para o dia de hoje introduz o conceito de que os teus pensamentos determinam o mundo que vês. Fica contente, de fato, por praticar a ideia na sua forma inicial, pois nesta ideia a tua liberação está assegurada. Nela está a chave para o perdão.

Os períodos de prática da ideia de hoje devem ser empreendidos de um modo um pouco diferente dos anteriores. Começa com os olhos fechados e repete a ideia lentamente para ti mesmo. Em seguida, abre os olhos e olha ao teu redor para perto e para longe, para cima e para baixo, para qualquer lugar. Durante o minuto aproximado que vais passar usando a ideia, meramente repete-a para ti mesmo, estando seguro de fazê-lo sem pressa e sem nenhuma sensação de urgência ou esforço.

Para fazer estes exercícios com o máximo benefício, teus olhos devem mover-se de uma coisa para outra de forma razoavelmente rápida, já que não devem deter-se em nada em particular. Contudo, as palavras devem ser usadas sem pressa, até mesmo de maneira descansada. A introdução a essa ideia, em particular, deve ser praticada da forma mais casual possível. Ela contém o fundamento para a paz, o relaxamento e a libertação de preocupações que estamos tentando conseguir. Ao concluir os exercícios, fecha os olhos e repete a ideia lentamente para ti mesmo mais uma vez.

Hoje, três períodos de prática provavelmente serão suficientes, mas se houver pouco ou nenhum mal-estar e se te sentires inclinado a fazer mais, até mesmo cinco períodos podem ser empreendidos. Mais do que isso não é recomendado.”

—–

Imagem pascal-habermann-pqHRNS8Mojc-unsplash.jpg – 4 de outubro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x