Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 140

“O ego pode e, de fato, permite que você se considere arrogante, incrédulo, ‘frívolo’, distante, emocionalmente superficial, rude, alienado e até mesmo desesperado, MAS NÃO REALMENTE COM MEDO. MINIMIZAR o medo, mas NÃO desfazê-lo, é o esforço constante do ego e é, de fato, a habilidade em que ele é MUITO engenhoso. Como pode pregar a separação SEM sustentá-la através do medo e você a ouviria, se reconhecesse que é isso o que ela está fazendo?

O SEU reconhecimento de que qualquer coisa que parece separá-lo de Deus é APENAS medo, independentemente da forma que assuma e muito além de COMO O EGO QUER QUE VOCÊ O EXPERIENCIE, é portanto a ameaça básica do ego. O seu sonho de autonomia é abalado em seus fundamentos com essa consciência no nível da realidade [awareness]. Pois, embora você possa tolerar uma falsa ideia de independência, você NÃO aceitará o custo do medo, SE O RECONHECER. No entanto, esse É o custo e o ego NÃO PODE minimizá-lo. Pois se você ignorar o amor, você está negligenciando a si mesmo e TEM QUE temer a NÃO-realidade PORQUE VOCÊ NEGOU A SI MESMO. Ao acreditar que você atacou com sucesso a verdade, VOCÊ ESTÁ ACREDITANDO QUE O ATAQUE TEM PODER. Muito simplesmente, então, VOCÊ TEM MEDO DE SI MESMO. E ninguém tem a vontade de aprender o que ele acredita que o DESTRUÍRIA.

Se o objetivo de autonomia do ego PUDESSE ser alcançado, o propósito de DEUS poderia ser DERROTADO e isso É impossível. Somente aprendendo a lição sobre o que é o medo, você pode finalmente aprender a distinguir o possível do impossível e o falso do verdadeiro. De acordo com o ensinamento do ego, o SEU objetivo PODE ser alcançado e o Propósito de DEUS NÃO. De acordo com o ensinamento do Espírito Santo, APENAS o propósito de Deus É realizado e JÁ está realizado.

Deus é tão dependente de você quanto você dele, porque a autonomia DELE ABRANGE a sua e, portanto, é incompleta SEM ela. Você só pode ESTABELECER a sua autonomia identificando-se COM Ele e CUMPRINDO A SUA FUNÇÃO ASSIM COMO ELA EXISTE NA VERDADE. O ego acredita que realizar o SEU objetivo É a felicidade. Mas é dado a VOCÊ conhecer que a função de DEUS É a sua e que a felicidade NÃO PODE ser encontrada à parte da Vontade conjunta de ambos. Reconheça apenas que o objetivo do ego, que você tem perseguido com bastante diligência, apenas lhe trouxe MEDO e torna-se difícil sustentar que o MEDO é felicidade.

APOIADO pelo medo, é nisso que o ego quer que você acredite. No entanto, o Filho de Deus não é insano e NÃO PODE acreditar nisso. Deixe-o apenas RECONHECER isso e ele NÃO aceitará. Pois apenas os insanos escolheriam o medo NO LUGAR do amor e apenas os insanos poderiam acreditar que o amor pode ser obtido pelo ATAQUE. Mas os sãos RECONHECEM que só o ataque PODERIA produzir medo, do qual o amor de Deus os protege COMPLETAMENTE.

O ego analisa; o Espírito Santo ACEITA. A apreciação da integridade vem APENAS através da aceitação, pois analisar SIGNIFICA separar. A tentativa de entender a integridade QUEBRANDO-A é claramente a abordagem caracteristicamente contraditória do ego para todas as coisas. Nunca esqueça que o ego acredita que o poder, o entendimento E A VERDADE estão na separação. E para ESTABELECER essa crença ele TEM QUE atacar. Sem a consciência de que essa crença não pode SER estabelecida e obcecado com a convicção de que a separação É a salvação, o ego ataca tudo o que ele percebe, quebrando tudo em partes pequenas e desconexas, sem relacionamentos significativos e, portanto, sem significado. O ego SEMPRE substituirá o significado pelo caos, pois se a separação é a salvação, a harmonia é uma ameaça.

As interpretações do ego das leis da percepção são e TERIAM que ser, exatamente o oposto da interpretação do Espírito Santo. O ego FOCA NO ERRO e NEGLIGENCIA A VERDADE. O ego torna real cada equívoco que ele percebe e, com um raciocínio caracteristicamente circular, conclui que, POR CAUSA do equívoco, a verdade consistente tem que ser sem significado. O próximo passo, então, é óbvio. Se a verdade consistente não tem significado, a INCONSISTÊNCIA tem que ser verdadeira se a verdade tem significado.

Mantendo o erro claramente em mente e protegendo aquilo que ele tornou real, o ego avança para o próximo passo em seu sistema de pensamento; esse erro é real e a VERDADE É ERRO.

O ego não faz nenhuma tentativa de ENTENDER isso e isso claramente não é compreensível. Mas o ego, de fato, faz TODAS as tentativas de DEMONSTRAR isso e ISSO ele faz constantemente.

Analisando para ATACAR o significado, o ego consegue ignorá-lo e fica com uma série de percepções fragmentadas QUE ELE UNIFICA A FAVOR DE SI MESMO. Esse, então, torna-se o universo que ele percebe e é esse universo que, por sua vez, vem a ser a sua demonstração da sua própria realidade.

Não subestime o apelo das demonstrações do ego para aqueles que querem ouvir. A percepção seletiva escolhe cuidadosamente as suas testemunhas e as suas testemunhas SÃO consistentes. O processo a favor da insanidade é forte para o insano. Pois o raciocínio termina no seu início e nenhum sistema de pensamento transcende a sua fonte. No entanto, o raciocínio sem significado NÃO PODE demonstrar nada e aqueles que são convencidos por ele TÊM QUE estar iludidos. É possível o ego ensinar verdadeiramente, quando ele negligencia a verdade?

É possível ele perceber aquilo que tem NEGADO? As suas testemunhas, de fato, atestam a sua NEGAÇÃO, mas não o QUE foi negado. O ego olha diretamente para o Pai e não O vê, pois tem negado a Seu Filho.”

Urtext – Manual de Professores (Qual a Relação entre a Expiação e a Cura? cont.,)

“Se o professor de Deus quer progredir, precisa compreender que o perdão é cura. A ideia de que um corpo pode adoecer é um conceito central no sistema de pensamento do ego. Esse pensamento dá autonomia ao corpo, separa-o da mente e mantém intocada a ideia do ataque. Se o corpo pudesse adoecer, a Expiação seria impossível. Um corpo capaz de ditar à mente o que fazer, de acordo com o que lhe parece adequado, simplesmente, toma o lugar de Deus e prova que a salvação é impossível. O que sobra então para curar? O corpo tornou-se o senhor da mente. Como poderia a mente regressar ao Espírito Santo a não ser através da morte do corpo? E quem iria querer a salvação a este preço?

É certo que a doença não parece ser uma decisão. E ninguém, de fato, acreditaria que quer ser doente. Talvez possa aceitar a ideia em teoria, mas raramente, talvez nunca, ela é consistentemente aplicada a todas as formas específicas de doença, tanto na percepção individual de si mesmo, quanto na percepção de todos os outros. Nem é nesse nível que o professor de Deus invoca o milagre da cura. Ele não vê, nem a mente nem o corpo, vê apenas a face de Cristo a brilhar diante de si, corrigindo todos os erros e curando todas as percepções. A cura é o resultado do reconhecimento, pelo professor de Deus, de quem é que tem necessidades de cura. Este reconhecimento não tem nenhuma referência especial. É verdadeiro em relação a todas as coisas que Deus criou. Nele todas as ilusões são curadas.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 140

“’Pode-se dizer que só a salvação cura.’

‘Cura’ é uma palavra que não pode ser aplicada a nenhum remédio que o mundo aceite como benéfico. O que o mundo percebe como terapêutico não passa de algo que fará com que o corpo esteja ‘melhor’. Quando tenta curar a mente, não vê nenhuma separação entre ela e o corpo, onde pensa que a mente existe. Portanto, as suas formas de cura têm que substituir ilusão por ilusão. Uma crença na doença toma outra forma e assim o paciente agora percebe a si mesmo como se estivesse bem.

Ele não está curado. Apenas teve um sonho de que estava doente, e, no sonho, achou um fórmula mágica para fazê-lo sentir-se bem. Mas não despertou e assim a sua mente permanece exatamente como era antes. Ele não viu a luz que o despertaria e poria fim ao sonho. Que diferença pode o conteúdo de um sonho fazer na realidade? Dorme-se ou desperta-se. Não há meio-termo.

Os sonhos felizes que o Espírito Santo traz são diferentes do sonhar do mundo, nos quais pode-se apenas sonhar que se está acordado. Os sonhos que o perdão deixa a mente perceber não induzem a outra forma de sono, de modo que o sonhador passe a sonhar outro sonho. Os Seus sonhos felizes são arauto do despontar da verdade na mente. Eles conduzem do sono ao gentil despertar de modo que os sonhos desaparecem. E assim curam por toda a eternidade.

A Expiação cura com certeza e cura todas as doenças. Pois a mente que compreende que a doença não passa de um sonho não se deixa enganar pelas formas que o sonho pode tomar. A doença não pode vir aonde a culpa está ausente, pois não passa de uma outra forma de culpa. A Expiação não cura os doentes, pois isso não é uma cura. Ela retira a culpa que faz com que a doença seja possível. E isso é, de fato, a cura. Pois agora a doença se foi e nada resta para que ela possa voltar.

Que a paz esteja contigo, que foste curado em Deus e não em sonhos vãos. Pois a cura tem que vir da santidade e a santidade não pode ser achada onde o pecado é apreciado. Deus habita em templos santos. Ele é barrado ali onde entrou o pecado. No entanto, não há lugar onde Ele não esteja. E assim, o pecado não pode ter nenhum lar no qual se esconder da Sua beneficência. Não há lugar onde a santidade não esteja e não há lugar onde o pecado e a doença possam habitar.

Esse é o pensamento que cura. Ele não faz distinções entre irrealidades. E nem busca curar o que não está doente, sem ter em mente aonde está a necessidade de cura. Isso não é mágica. Apenas uma apelo à verdade, que não pode falhar em curar e curar para sempre. Não é um pensamento que julga uma ilusão por seu tamanho, sua aparente gravidade ou por algo relacionado à forma que tome. Meramente focaliza o que é e sabe que nenhuma ilusão pode ser real.

Não tentemos hoje buscar a cura do que não pode sofrer nenhuma doença. A cura tem que ser buscada aonde ela está e então aplicada ao que está doente, para que isso possa ser curado. Não há remédio que o mundo forneça que possa efetuar qualquer mudança em qualquer coisa. A mente que traz ilusões à verdade realmente mudou. Não há nenhuma mudança além dessa. Pois como pode uma ilusão ser diferente de outra, a não ser em atributos que não têm nenhuma substância, nenhuma realidade, nenhum núcleo e nada que seja verdadeiramente diferente?

Hoje buscamos mudar as nossas mentes quanto à fonte da doença, pois buscamos uma cura para todas as ilusões e não mais uma variação entre elas. Hoje, tentaremos achar a fonte da cura que está em nossas mentes, porque o nosso Pai lá a colocou para nós. Ela não se acha mais distante de nós do que nós mesmos. Está tão próxima quanto os nossos próprios pensamentos, tão perto que é impossível perdê-la. Precisamos apenas buscá-la e não pode deixar de ser achada.

Não seremos conduzidos equivocadamente hoje pelo que nos parece estar doente. Nesse dia vamos além das aparências e alcançamos a fonte da cura, da qual nada está isento. Teremos sucesso na medida em que reconhecermos que jamais poderá haver uma distinção significativa entre o que não é verdadeiro e o que é igualmente não verdadeiro. Não há graus aqui, nem crenças segundo as quais o que não existe é mais verdadeiro sob algumas formas do que outras. São todas falsas e podem ser curadas porque não são verdadeiras.

Assim deixamos de lado os nossos amuletos, nossos talismãs e medicamentos, nossos cânticos e truques mágicos, quaisquer que sejam as suas formas. Nós nos aquietaremos e escutaremos a Voz da cura, Que curará todos os males como um só restaurando a sanidade ao Filho de Deus. Nenhuma Voz senão Essa pode curar. Hoje, ouviremos uma única Voz Que nos fala da verdade em que todas as ilusões terminam e a paz retorna ao lar quieto e eterno de Deus.

Nós despertamos ouvindo-O e deixamos que Ele nos fale durante cinco minutos no início do dia, e terminamos o dia escutando-O mais uma vez durante cinco minutos antes de irmos dormir. A nossa única preparação é a de deixarmos de lado os nossos pensamentos que interferem, não separadamente, mas todos como um só. São o mesmo. Não temos necessidade de fazer com que sejam diferentes, protelando assim o momento em que podemos ouvir o nosso Pai nos falar. Estamos ouvindo-O agora. Hoje vimos a Ele.

Com nada nas mãos a que nos apegarmos, com os corações elevados e as mentes à escuta, oramos:

‘Pode-se dizer que só a salvação cura. Fala conosco, Pai, para que possamos ser curados.’

E sentiremos a salvação nos cobrir com suave proteção e com uma paz tão profunda que nenhuma ilusão pode perturbar as nossas mentes nem oferecer-nos provas de que é real. É isso que aprenderemos hoje. E quando o relógio bater a cada hora, tomaremos um minuto para fazermos a nossa oração de cura e ouvir a resposta à nossa prece ser dada, enquanto esperamos no silêncio e na alegria. Esse é o dia em que a cura vem a nós. Esse é o dia em que a separação chega ao fim e nos lembramos Quem realmente somos.”

—–

Dia 141

“VOCÊ quer se lembrar do Pai? Aceite o Seu Filho e você se lembrará Dele. Nada pode demonstrar que o Seu Filho não é digno, pois nada pode provar que uma mentira é verdadeira. O que você vê do Seu Filho através dos olhos do ego é uma demonstração de que o Seu Filho não existe, no entanto, onde o Filho está, o Pai TEM QUE estar. Aceite o que Deus NÃO nega e ELE demonstrará a sua verdade. As testemunhas de Deus permanecem em Sua Luz e contemplam o que ELE criou. O silêncio deles é o sinal de que eles contemplaram o Filho de Deus e, na Presença de Cristo, ELES não precisam demonstrar nada, pois Cristo lhes fala de Si mesmo e do Seu Pai. Eles estão em silêncio porque Cristo fala com eles, e são as Suas palavras que ELES proferem.

Cada irmão que você encontra se torna uma testemunha de Cristo ou do ego, dependendo do que você percebe nele. Todo mundo convence você DAQUILO QUE VOCÊ QUER PERCEBER e da realidade do Reino que você escolheu para a sua vigilância. Tudo o que você percebe é uma testemunha do sistema de pensamento QUE VOCÊ QUER QUE SEJA VERDADEIRO. Todo irmão tem o poder de liberar você, SE VOCÊ ESCOLHER SER LIVRE. Você não pode aceitar falso testemunho dele, a menos que tenha evocado falsos testemunhos CONTRA ele. Se ELE não fala de Cristo para VOCÊ, VOCÊ não falou de Cristo para ele. Você ouve apenas a sua própria voz e se Cristo falar através de você, VOCÊ O ouvirá.”

Todo mundo convence você DAQUILO QUE VOCÊ QUER PERCEBER e da realidade do Reino que você escolheu para a sua vigilância. Tudo o que você percebe é uma testemunha do sistema de pensamento QUE VOCÊ QUER QUE SEJA VERDADEIRO.

Experiência e Percepção

“É impossível não acreditar no que você vê, mas é igualmente impossível ver aquilo em que você NÃO acredita. As percepções são construídas com base na experiência e a experiência conduz às crenças. Só no momento em que as CRENÇAS são fixadas que as percepções se estabilizam. Com efeito, então, aquilo que você acredita, DE FATO, você vê. Isso é o que eu quis dizer quando eu afirmei: ‘Bem-aventurados os que não viram e creram, pois aqueles que acreditam na ressurreição a verão’. A ressurreição é o triunfo completo de Cristo sobre o ego, não através do ataque, mas através da transcendência. Pois Cristo, de fato, se eleva acima do ego e de todas as suas obras e ascende ao Pai e ao SEU Reino.

Você quer se unir à ressurreição ou à crucificação? Você quer condenar os seus irmãos ou libertá-los? Você quer transcender a SUA prisão e ascender ao Pai? Pois essas perguntas são todas iguais e são respondidas juntas. Tem havido muita confusão sobre o que significa percepção, porque a própria palavra é usada tanto para consciência no nível da realidade [awareness] quanto para a INTERPRETAÇÃO da consciência no nível da realidade [awareness]. No entanto, você não pode estar ciente sem interpretação e o que você percebe É a sua interpretação. Esse curso é perfeitamente claro. Você não vê claramente porque você está interpretando CONTRA ele e, portanto, você não ACREDITA nele. E se a crença determina a percepção, você NÃO percebe o que ele [o curso] significa e, portanto, não o ACEITA.

No entanto, diferentes experiências conduzem a diferentes crenças e, com elas, a diferentes percepções. Pois as percepções são aprendidas ATRAVÉS das crenças e a experiência, de fato, ensina. Eu estou conduzindo você a um novo tipo de experiência que você estará cada vez menos disposto a negar. Aprender sobre Cristo é fácil, pois perceber com Ele não envolve nenhuma tensão. As SUAS percepções são a sua NATURAL consciência no nível da realidade [awareness] e são apenas as distorções que VOCÊ introduz que o cansam. Deixe o Cristo em você interpretar PARA você e não tente limitar o que você vê pelas pequenas e estreitas crenças que são indignas do Filho de Deus. Pois até que Cristo venha para a Si Próprio, o Filho de Deus se verá sem Pai.

Eu sou a SUA ressurreição e a SUA vida. Você vive em mim porque você vive em Deus. E todos vivem em VOCÊ, assim como VOCÊ vive em todos. Você pode, então, perceber indignidade em um irmão e NÃO percebê-la em si mesmo? E você pode percebê-la em si mesmo e NÃO percebê-la em Deus? Acredite na ressurreição porque ela foi realizada e foi realizada em você. Isso é tão verdadeiro agora como será para sempre. Pois a ressurreição é a Vontade de Deus, Que não conhece tempo nem exceções. Mas não faça exceções, ou você não perceberá o que foi realizado PARA você. Pois nós ascendemos juntos ao Pai, como era no princípio, é agora e sempre será, pois tal é a natureza do Filho de Deus como o Seu Pai o criou.

Não subestime o poder da devoção do Filho de Deus, nem o poder que o deus que ele adora tem sobre ele. Pois ele se coloca no altar do seu deus, seja esse o deus que ele fez ou o Deus Que o criou. É por isso que a sua escravidão é tão completa quanto a sua liberdade, pois ele obedecerá APENAS ao deus que ele aceitar. O deus da crucificação exige que ele crucifique e seus adoradores obedecem. Em seu nome eles crucificam a si mesmos, acreditando que o poder do Filho de Deus nasce do sacrifício e da dor. O Deus da ressurreição não exige nada, pois TIRAR não é a Sua Vontade. Ele não exige obediência, pois obediência implica submissão. Ele apenas quer que você aprenda a sua PRÓPRIA vontade e a siga, não no espírito do sacrifício e da submissão, mas na alegria da liberdade.”

Urtext – Manual de Professores (Qual a Relação entre a Expiação e a Cura? cont.,)

“Quando um professor de Deus falha ao curar é porque se esqueceu de Quem é. Assim, a doença do outro vem a ser a sua. Ao permitir que tal aconteça, identifica-se com o ego do outro, tendo-o, deste modo confundido com o corpo. Ao fazer isto, recusou-se a aceitar a Expiação para si mesmo e dificilmente pode oferecê-la ao seu irmão em Nome de Cristo. De fato, será totalmente incapaz de reconhecer o seu irmão, pois o seu Pai não criou corpos e, assim, está a ver, no seu irmão, somente o irreal. Erros não corrigem erros e a percepção distorcida não cura. Volta atrás, agora, professor de Deus. Tu erraste. Não mostres o caminho, pois perdeste-o. Volta-te rapidamente para o teu Professor e permite que sejas curado.

A oferta da Expiação é universal. Ela é igualmente aplicável a todos os indivíduos em todas as circunstâncias. E nela está o poder de curar todos os indivíduos de todas as formas de doença. Não acreditar nisto é ser injusto para com Deus e, portanto, ser infiel para com Ele. Uma pessoa doente percebe-se separada de Deus. Queres vê-la separada de ti? A tua tarefa é curar o senso de separação que o fez doente. A tua função é fazeres com que reconheça que o que ela pensa acerca de si mesma não é verdade. É o teu perdão que tem de lhe mostrar isto. A cura é muito simples. A Expiação é recebida e oferecida. Tendo sido recebida, tem de ser aceita. É no recebimento, portanto, que está a cura. Tudo o mais tem de decorrer deste único propósito.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 141

‘Minha mente contém só o que eu penso com Deus.’

(121). ‘O perdão é a chave da felicidade.’

(122). ‘O perdão oferece tudo o que eu quero.’”

—–

Dia 142

“A ressurreição tem que compelir a sua aliança com contentamento porque é ela o símbolo da alegria. Todo o seu poder de compelir reside no fato que ela representa o que VOCÊ quer ser. A liberdade de deixar para trás tudo o que fere você, humilha você e amedronta você não pode ser imposta a você, mas PODE ser oferecida a você através da graça de Deus. E você pode ACEITAR isso por Sua graça, pois Deus É cheio de graças para com o Seu Filho, aceitando-o sem questionamentos como propriamente Seu. Quem, então, é propriamente SEU? O Pai deu a você tudo o que é Dele e Ele próprio é o seu COM eles. Guarde-os em sua ressurreição, caso contrário, você não despertará em Deus, cercado com segurança pelo que é seu para sempre.

Você não encontrará paz até que tenha removido os cravos das mãos do Filho de Deus e tirado o último espinho de sua testa. O Amor de Deus envolve o Seu Filho a quem o deus da crucificação condena. Não ensine que eu morri em vão. Ensine, em vez disso, QUE EU NÃO MORRI, demonstrando que eu VIVO EM VOCÊ. Pois o DESFAZER da crucificação do Filho de Deus é o trabalho da redenção, no qual todos têm uma parte de igual valor. Deus não julga o Seu Filho inculpável. Já que Deus Se deu a ele, como poderia ser de outra forma?

Você tem pregado A SI MESMO a uma cruz e tem colocado uma coroa de espinhos sobre a sua própria cabeça. No entanto, você NÃO PODE crucificar o Filho de Deus, pois a Vontade de Deus não pode morrer. O Seu Filho TEM SIDO redimido da sua própria crucificação e você não pode condenar à morte aquele a quem Deus deu a vida eterna. O sonho da crucificação do Filho de Deus ainda pesa sobre os seus olhos, mas o que você vê em sonhos não é a realidade. Enquanto você percebe o Filho de Deus sendo crucificado, você está dormindo. E enquanto você acreditar que VOCÊ pode crucificá-lo, você está apenas tendo um pesadelo. Você que está começando a despertar ainda está ciente de sonhos e ainda não os esqueceu.

O esquecimento dos sonhos e a consciência no nível da realidade [awareness] de Cristo vêm com o despertar de outros para COMPARTILHAREM a sua redenção. Você despertará para o seu próprio chamado, pois o Chamado para o despertar está DENTRO de você. Se eu vivo em você, você está desperto.

No entanto, VOCÊ tem que ver os trabalhos que eu faço através de você, ou você não perceberá que eu tenho feito em você. Não estabeleça limites para o que você acredita que eu posso fazer ATRAVÉS DE VOCÊ, ou você não aceitará o que posso fazer PARA você. Pois isso JÁ está feito e a não ser que você dê TUDO o que já recebeu, você não saberá que o seu Redentor vive e que VOCÊ despertou COM Ele. A redenção é reconhecida APENAS ao compartilhá-la.

O Filho de Deus ESTÁ salvo. Traga apenas ESSA consciência no nível da realidade [awareness] para a Filiação e você terá uma parte na redenção tão valorosa quanto a minha. Pois a sua parte TEM QUE ser COMO a minha se você a aprende de mim. Se você acredita que a SUA parte é limitada, VOCÊ está limitando a MINHA. Não existe nenhuma ordem de dificuldades em milagres porque todos os Filhos de Deus são de igual valor e a sua igualdade é a sua Unicidade. Todo o poder de Deus está em cada uma  das partes Dele e nada que contradiga a Sua Vontade é grande ou pequeno. O que não existe não tem tamanho nem medida. Para Deus TODAS as coisas são possíveis. E a Cristo é dado ser COMO o Pai”.

“Não ensine que eu morri em vão. Ensine, em vez disso, QUE EU NÃO MORRI, demonstrando que eu VIVO EM VOCÊ.”

O Problema e a Resposta

“O mundo como VOCÊ o percebe não pode ter sido criado pelo Pai, pois o mundo NÃO é como você o vê. Deus criou APENAS o eterno e tudo o que VOCÊ vê é perecível. Portanto, tem que haver um outro mundo que você NÃO vê. A Bíblia fala de um NOVO Céu e de uma NOVA terra, no entanto, isso não pode ser literalmente verdade, pois o eterno não é Re-criado. Mas PERCEBER de uma maneira nova é meramente perceber mais uma vez, implicando que antes VOCÊ NÃO ESTAVA PERCEBENDO EM ABSOLUTO. O que é, então, o mundo que espera por sua percepção QUANDO VOCÊ O VÊ?

Todo pensamento de amor que o Filho de Deus já tenha tido é ​​eterno. Os pensamentos de amor que a sua mente percebe nesse mundo são a única realidade do mundo. Ainda são percepções, porque ele ainda acredita que é separado, contudo são eternos, porque são pensamentos amorosos. E SENDO amorosos, eles são como o Pai e, portanto, não podem morrer. O mundo real pode REALMENTE SER PERCEBIDO. Tudo o que é necessário é a disponibilidade para não perceber MAIS nada. Pois se você percebe tanto o bem quanto o mal, você está aceitando ambos, tanto o falso quanto o verdadeiro E NÃO FAZENDO DISTINÇÃO ENTRE ELES.

O ego vê ALGUM bem, mas nunca SÓ o bem. É POR ISSO que as suas percepções são tão variáveis. O ego não rejeita inteiramente a bondade, pois isso você não poderia aceitar, mas ele sempre ACRESCENTA algo que NÃO é real AO real, assim CONFUNDINDO ILUSÃO E REALIDADE. Pois as percepções não podem ser parcialmente verdadeiras. Se você acredita na verdade E na ilusão, NÃO É CAPAZ DE DIZER QUAL DELAS É VERDADEIRA.

Para estabelecer a sua autonomia PESSOAL, você tentou criar DE MODO DIFERENTE do seu Pai, ACREDITANDO que o que você fez é capaz de não SER como Ele. No entanto, tudo o que é verdadeiro, é como Ele. Perceber SÓ o mundo real o levará ao Céu real, porque ELE O TORNARÁ CAPAZ DE ENTENDÊ-LO. A percepção da bondade não é conhecimento, mas a negação do OPOSTO da bondade permite que você reconheça uma condição na qual os opostos não existem. E essa é a condição do conhecimento. SEM essa consciência no nível da realidade [awareness], você NÃO cumpriu as suas condições e, até que você o faça, você não terá o conhecimento que já é seu.”

Não existe nenhuma ordem de dificuldades em milagres porque todos os Filhos de Deus são de igual valor e a sua igualdade é a sua Unicidade.”

Urtext – Manual de Professores (Qual a Relação entre a Expiação e a Cura? cont.,)

“Quem pode limitar o poder do próprio Deus? Quem, então, pode dizer quem pode ser curado de quê e o que é que tem de permanecer fora do alcance do perdão de Deus? Isso, de fato, é insanidade. Não cabe aos professores de Deus traçar limites para Deus, porque não lhes cabe julgar o Seu Filho. E julgar o Seu Filho é limitar o Seu Pai. Ambos passam a ser, igualmente, sem significado. No entanto, isto não será compreendido enquanto o professor de Deus não reconhecer que ambos são o mesmo mal-entendido. Compreendendo, o professor de Deus recebe a Expiação, pois retira o seu julgamento do Filho de Deus, aceitando-o tal como Deus o criou. Agora, já não está à parte de Deus, determinando onde a cura deve ser dada e onde deve ser recusada. Agora, pode dizer com Deus: «Este é o meu filho amado, criado na perfeição e para sempre perfeito».

(Fim de Qual a Relação entre a Expiação e a Cura?)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 142

“’Minha mente contém só o que penso com Deus.’

(123). ‘Agradeço ao meu Pai por Suas dádivas para mim.’

(124). Que eu me lembre que sou um com Deus.’”

—–

Imagem pexels-alena-darmel-9040613.jpg – 10 de dezembro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x