Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 151

“O Amor do Espírito Santo é a sua força, mas a sua força está dividida e, portanto, não é real. Você não pode confiar em seu próprio amor, quando você o tem ATACADO. Você não pode aprender sobre o amor PERFEITO com a mente dividida, porque a mente dividida FAZ DE SI MESMA UM APRENDIZ DEFICIENTE. Você tentou fazer com que a separação fosse eterna porque você queria RETER as características da criação, COM O SEU PRÓPRIO CONTEÚDO.

A criação NÃO é sua e aprendizes deficientes necessitam de ensino especial. Você tem deficiências de aprendizado em um sentido muito literal. Existem áreas em que a sua habilidade de aprendizado está tão deteriorada que você só pode progredir sob orientação constante e clara, fornecida por um professor que pode TRANSCENDER os seus recursos limitados. Ele VEM A SER o seu recurso, porque POR SI MESMO você NÃO PODE aprender. A situação de aprendizado em que você se coloca É impossível e, NESSA situação, você claramente requer um professor especial e de um currículo especial.

Aprendizes deficientes não são boas escolhas para os professores, nem para eles mesmos nem para nenhuma outra pessoa. Você dificilmente recorreria a ELES a fim de estabelecer o currículo pelo qual eles podem ESCAPAR das limitações deles. Se eles entendessem o que está ALÉM deles, eles não seriam deficientes. Você NÃO conhece o significado do amor e essa É a sua deficiência. Não tentem ensinar a SI MESMOS o que vocês não entendem e não tentem estabelecer metas curriculares, onde as suas falharam claramente. Pois o SEU objetivo de aprendizado tem sido NÃO APRENDER e isso NÃO PODE levar a um aprendizado bem-sucedido.

Você não pode transferir o que você não aprendeu e a deterioração da capacidade de generalizar é uma falha crucial no aprendizado. Você perguntaria àqueles que FALHARAM em aprender, que eles dissessem a você para que servem os recursos de aprendizado? ELES NÃO SABEM. Pois se pudessem INTERPRETAR os auxílios de maneira correta, teriam APRENDIDO com eles. Nós temos explicado que a regra do ego para aprender é: ‘Busque e NÃO ache’. Traduzido em termos curriculares, isso é o mesmo que dizer: ‘TENTE aprender, mas NÃO TENHA SUCESSO’.

O resultado dessa meta curricular é óbvio. Todo auxílio legítimo DE APRENDIZADO, toda instrução real e toda orientação sensata para o aprendizado SERÃO INTERPRETADOS DE MANEIRA EQUIVOCADA. Pois todos eles são para FACILITAÇÃO do aprendizado, CONTRA o qual se coloca essa estranha meta curricular [currículo]. Se você está tentando aprender como NÃO aprender e usando o OBJETIVO de ensinar PARA DERROTAR O PRÓPRIO PROPÓSITO, o que você pode esperar ALÉM DE confusão? O CURRÍCULO não faz o menor sentido.

Esse tipo de aprendizado enfraqueceu tanto a sua mente que você NÃO PODE amar. Pois o currículo que você escolheu é CONTRA o amor e equivale a um curso de COMO ATACAR A SI MESMO. Uma meta suplementar desse currículo é aprender como NÃO superar a divisão que dá credibilidade ao seu objetivo básico. E VOCÊ NÃO pode superar a divisão nesse currículo, pois todo o SEU aprendizado está em NOME disso.

No entanto, a sua vontade fala contra o seu aprendizado, assim como o seu aprendizado fala contra a sua vontade. E assim você luta CONTRA o aprendizado e TEM SUCESSO, pois essa é a sua vontade. Mas você NÃO reconhece, mesmo agora, que EXISTE algo que você DE FATO tem vontade de aprender e que você PODE aprender, porque É a sua vontade fazê-lo. Você que tem tentado aprender o que NÃO quer, deve se animar. Pois embora o currículo que você estabeleceu para si mesmo seja realmente deprimente, é meramente ridículo, SE VOCÊ OLHAR O QUE ELE É. É POSSÍVEL que o caminho para atingir uma meta seja NÃO ATINGÍ-LA?

Renunciem AGORA como professores de vocês mesmos. ESSA renúncia NÃO levará à depressão. É apenas o resultado de uma avaliação honesta daquilo que vocês ensinaram a si mesmos e dos resultados do aprendizado que daí resultaram. Nas condições adequadas de aprendizado, que vocês não podem fornecer nem entender, vocês se tornarão excelentes alunos E professores. Mas ainda não é assim e não será assim até que toda a situação de aprendizado, como VOCÊS têm estabelecido, sejam revertidas.

O seu POTENCIAL de aprendizado, bem compreendido, é ilimitado, PORQUE ELE LEVARÁ VOCÊ A DEUS. Você pode ENSINAR o caminho para Ele E aprendê-lo, se seguir o Professor Que conhece o caminho e entende o currículo para aprendê-lo. O currículo não contém ambiguidade alguma, porque o objetivo NÃO é dividido e os meios e os fins estão em COMPLETO acordo. VOCÊ precisa oferecer apenas ATENÇÃO QUE NÃO SEJA DIVIDIDA. Tudo o mais lhe será DADO. Pois é a SUA vontade aprender corretamente e NADA pode se opor à vontade do Filho de Deus. O seu aprendizado é tão ilimitado quanto ELE é.”

A Visão de Cristo

“O ego está tentando ensiná-lo a ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria Alma. O Espírito Santo ensina que você NÃO PODE perder a sua Alma e que não HÁ ganho no mundo, pois EM SI MESMO não há nada que seja proveitoso no mundo. Investir em algo SEM lucro com certeza é empobrecer a si mesmo e as despesas são altas. Não só não há lucro no investimento, como o custo PARA VOCÊ é enorme. Pois esse investimento lhe custa a realidade do mundo, ao NEGAR A SUA e não lhe dá nada em troca. Você NÃO PODE vender a sua Alma, mas PODE vender a CONSCIÊNCIA NO NÍVEL DA REALIDADE [AWARENESS] que você tem dela.

Você não pode perceber a alma, mas você não a CONHECERÁ enquanto você perceber qualquer OUTRA coisa como sendo mais valiosa. O Espírito Santo é a sua força porque Ele não percebe nada, EXCETO a sua alma COMO VOCÊ [o Espírito Santo só conhece você como espírito]. Ele está perfeitamente ciente de que você NÃO conhece a si mesmo e perfeitamente ciente de como ensinar o que você é. PORQUE Ele ama você, Ele lhe ensinará de bom grato o que Ele ama, pois é Sua Vontade compartilhar isso. Lembrando-se sempre de você, Ele não pode permitir que você esqueça o seu valor. Pois o Pai nunca deixa de lembrar-Lhe do Seu Filho e Ele nunca deixa de lembrar o Pai à Seu Filho. Deus está em sua memória POR CAUSA Dele.

Você ESCOLHEU esquecer o seu Pai, mas NÃO foi a sua vontade fazê-lo. E, PORTANTO, você PODE decidir o contrário. Como foi a MINHA decisão, também é a SUA. VOCÊ NÃO QUER O MUNDO. A única coisa de valor que existe no mundo é qualquer parte dele que VOCÊ olha com amor. Isso DÁ ao mundo a única realidade que ele jamais terá. O valor DO MUNDO NÃO está em si mesmo, mas o seu próprio valor ESTÁ em você. Assim como a valorização do ser vem da EXTENSÃO do ser, assim também a PERCEPÇÃO do valor do ser vem da projeção [extensão] dos pensamentos amorosos para o que está fora.”

A única coisa de valor que existe no mundo é qualquer parte dele que VOCÊ olha com amor. Isso DÁ ao mundo a única realidade que ele jamais terá. O valor DO MUNDO NÃO está em si mesmo, mas o seu próprio valor ESTÁ em você.

Urtext – Manual de Professores (Os Poderes «Psíquicos» São Desejáveis? cont.,)

“As habilidades aparentemente novas que podem ser encontradas ao longo do caminho podem ser muito úteis. Dadas ao Espírito Santo e usadas sob a Sua direção, são valiosos recursos de ensino. Em relação a isto, questionar como surgem é irrelevante. A única consideração importante é como são usadas. Tomá-las como fins em si mesmas, sem importar como tal seja feito, atrasará o processo. E o valor delas não está em provar seja o que for: realizações vindas do passado, afinação rara com o «invisível» ou «favores» especiais de Deus. Deus não faz favores especiais e ninguém tem quaisquer poderes que não estejam disponíveis para todos. Poderes especiais só são «demonstrados» por truques de magia.

Nada que seja genuíno é usado para enganar. O Espírito Santo é incapaz de enganar e só pode usar habilidades genuínas. O que é usado para a magia é inútil para Ele. Mas o que Ele usa não pode ser usado para a magia. Há, no entanto, um apelo particular nas habilidades incomuns que pode ser curiosamente tentador. Nesse apelo estão as forças que o Espírito Santo quer e precisa. No entanto, nessas mesmas forças, o ego vê uma oportunidade para se glorificar a si mesmo. Forças que se transformam em fraquezas são, de fato, uma tragédia. Porém, aquilo que não é dado ao Espírito Santo, tem de ser dado à fraqueza, pois o que é recusado ao amor é dado ao medo e, consequentemente, será assustador.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 151

“’Todas as coisas são ecos da Voz por Deus.’

Ninguém pode julgar com base em evidência parcial. Isso não é julgamento. É apenas uma opinião baseada na ignorância e na dúvida. A sua aparente certeza não passa de um disfarce para a incerteza que quer ocultar. Ela precisa de uma defesa irracional, porque é irracional. E a sua defesa parece ser forte, convincente e indubitável devido a todas as dúvidas subjacentes.

Tu não pareces duvidar do mundo que vês. Não questionas realmente o que te é mostrado através dos olhos do corpo. Tampouco te perguntas por que acreditas nele, embora já tenhas aprendido há muito tempo que os teus sentidos, de fato, te enganam. Acreditares nos teus sentidos até o último detalhe que te reportam é ainda mais estranho quando fazes uma pausa para recordar com que frequência, de fato, eles têm sido testemunhas falhas! Por que razão confiarias neles tão implicitamente? Por que razão, senão pela dúvida subjacente, que queres esconder fazendo da certeza um espetáculo?

Como podes julgar? Teu julgamento baseia-se no testemunho que te oferecem os teus sentidos. No entanto, jamais houve testemunho mais falso do que esse. Mas, de que outra forma julgas o mundo que vês? Depositas uma fé patética no que os teus olhos e ouvidos reportam. Pensa que os teus dedos tocam a realidade e se fecham sobre a verdade. Essa é a consciência [no nível da realidade; awareness] que compreendes e pensas ser mais real do que o que é testemunhado pela eterna Voz pelo próprio Deus.

Isso pode ser um julgamento? A ti foi pedido com frequência que te abstivesses de julgar, não que isso seja um direito que te é recusado. Não podes julgar. Podes meramente acreditar nos julgamentos do ego, que são todos falsos. Ele guia cuidadosamente os teus sentidos para provar o quanto és fraco, o quanto és indefeso e amedrontado, o quanto vives apreensível com a punição justa, o quanto és negro pelo pecado e miserável na tua culpa.

Essa coisa da qual ele fala e que ainda quer defender, ele te diz que é o que tu és. E acreditas que isso é assim com uma certeza obstinada. No entanto, lá no fundo permanece a dúvida oculta de que ele próprio não acredite no que te mostra com tanta convicção como se fosse a realidade. Ele só condena a si mesmo. É dentro de si próprio que vê a culpa. É o seu próprio desespero que ele vê em ti.

Não dês ouvidos à voz do ego. Os testemunhos que ele te envia para te provar que o mal que está nele é teu são falsos e falam com certeza de algo que não conhecem. A fé que tens neles é cega, porque não queres compartilhar as dúvidas que o próprio senhor desses testemunhos não consegue subjugar completamente. Acreditas que duvidar dos seus vassalos é duvidar de ti mesmo.

No entanto, tens que aprender a duvidar que a evidência que te trazem desobstruirá o caminho para que reconheças a ti mesmo e a deixar que apenas a Voz por Deus seja o Juiz do que é digno da tua própria crença. Ele não te dirá que o teu irmão deve ser julgado pelo que os teus olhos contemplam, nem pelo que a boca do corpo do teu irmão diz aos teus ouvidos, nem pelo que o toque dos teus dedos te reporta sobre ele. Ele ignora esses vãos testemunhos, que apenas dão falso testemunho do Filho de Deus. Ele só reconhece o que Deus ama e, à santa luz do que Ele vê, todos os sonhos do ego sobre o que tu és se desvanecem diante do esplendor que Ele contempla.

Deixa que Ele seja o Juiz do que tu és, pois Ele tem a certeza na qual não há dúvidas, já que se baseia em Certeza tão grande que qualquer dúvida fica sem significado diante da Sua face. Cristo não pode duvidar de Si Mesmo. A Voz por Deus só pode honrá-Lo, regozijando-Se na Sua perfeita e eterna impecabilidade. Aquele que Ele julgou só pode rir da culpa, agora sem vontade de brincar com os brinquedos do pecado, ignorando as testemunhas do corpo diante do êxtase da santa face de Cristo.

E assim Ele te julga. Aceita o Seu Verbo quanto ao que tu és, pois Ele dá testemunho da tua bela criação e da Mente Cujo Pensamento criou a tua realidade. O que pode o corpo significar para Aquele Que conhece a glória do Pai e do Filho? Que sussurros do ego pode Ele ouvir? O que poderia convencê-Lo de que os teus pecados são reais? Deixa que Ele também seja o Juiz de tudo o que parece te acontecer nesse mundo. As Suas lições te permitirão construir uma ponte sobre a brecha entre as ilusões e a verdade.

Ele removerá toda a fé que tens depositado na dor, no desastre, no sofrimento e na perda. Ele te dá a visão que pode olhar para o que está além dessas sombrias aparências e contemplar a gentil face de Cristo em todas elas. Não mais duvidarás de que só o bem pode vir a ti que és amado por Deus, pois Ele julgará todos os acontecimentos e te ensinará a lição única que todos contêm.

Ele selecionará os elementos que representam a verdade e ignorará todos os aspectos que refletem apenas sonhos vãos. E Ele reinterpretará tudo o que vês, todas as ocorrências, cada circunstância e cada acontecimento que parece te tocar de algum modo a partir do Seu referencial único, totalmente unificado e seguro. E verás o amor além do ódio, a constância na mudança, a pureza no pecado e apenas a bênção do Céu sobre o mundo.

Tal é a tua ressurreição, pois a tua vida não faz parte de coisa alguma que vês. Ela está além do corpo e do mundo, depois de todo testemunho do profano, no interior Daquele que é Santo, tão santo quanto Ele Mesmo. Em todos e em tudo a Sua Voz não quer te falar de nada, exceto do teu Ser e do teu Criador, Que é um com Ele. E assim, verás a santa face de Cristo em tudo e em tudo não ouvirás som algum exceto o eco da Voz de Deus.

Hoje praticamos sem palavras, com exceção do início do tempo que passamos com Deus. Introduzimos estes momentos apenas com uma única e lenta repetição do pensamento com o qual o dia começa. E, então observamos os nossos pensamentos, apelando silenciosamente para Aquele Que neles vê os elementos da verdade. Deixa-O avaliar cada pensamento que te vem à mente, retirar os elementos de sonho e devolvê-los outra vez como ideias limpas que não contradizem a Vontade de Deus.

Dá-Lhe os teus pensamentos e Ele os devolverá como milagres que proclamam alegremente a integridade e a felicidade que é a Vontade de Deus para o Seu Filho, como prova do Seu eterno Amor. E, à medida que cada pensamento é assim transformado, assume o poder curativo da Mente Que nele viu a verdade e não Se deixou enganar pelo que lhe foi falsamente acrescentado. Todos os fios da fantasia se foram. E o que permanece é unificado num pensamento perfeito que oferece a sua perfeição em toda parte.

Passa quinze minutos assim ao acordar e dás mais quinze minutos com alegria antes de ires dormir. O teu ministério começa à medida em que todos os teus pensamentos são purificados. E assim te é ensinado a ensinar ao Filho de Deus a santa lição da sua santidade. Ninguém pode falhar em escutar, quando ouves a Voz por Deus honrar o Filho de Deus. E todos compartilharão contigo os pensamentos que Ele re-traduziu na tua mente.

Tal é a tua Páscoa. E assim depositas a tua dádiva de lírios brancos como a neve sobre o mundo, substituindo as testemunhas do pecado e da morte. Através da tua transfiguração, o mundo é redimido e alegremente se libera da culpa. Agora erguemos as nossas mentes ressuscitadas em contentamento e gratidão para Aquele Que restaurou a nossa sanidade para nós.

E, a cada hora, nos lembraremos Daquele Que é salvação e liberação. E, ao darmos graças, o mundo une-se a nós e aceita com alegria os nossos santos pensamentos que o Céu corrigiu e purificou. Agora, enfim, começou o nosso ministério para levar pelo mundo a feliz notícia de que a verdade não tem ilusões e de que a paz de Deus, através de nós, pertence a todos.”

—–

Dia 152

DIAGRAMA: O MUNDO REAL E O ESPÍRITO SANTO

“Faça com que o mundo real [vide diagrama acima] seja para SI MESMO, pois o mundo real é uma dádiva do Espírito Santo e, portanto, PERTENCE a você. A correção é para todos os que não podem ver. Abrir os olhos dos cegos é a alegria [missão] do Espírito Santo, pois Ele conhece que eles não PERDERAM a sua visão, mas apenas dormem. Ele quer despertá-los do sono do esquecimento para a lembrança de Deus. Os olhos de Cristo estão abertos e Ele olhará para qualquer coisa que você veja com amor, se você aceitar a visão Dele como a sua.

O Espírito Santo guarda a visão de Cristo para todo Filho de Deus que dorme. Em Sua visão, o Filho de Deus é perfeito e Ele anseia por compartilhar a Sua visão com você. Ele MOSTRARÁ a você o mundo real, porque Deus DEU a você o Céu. Por meio Dele, o seu Pai chama o Seu Filho à lembrança. O despertar do Seu Filho começa com o seu investimento no mundo REAL e, ATRAVÉS disso, ele aprenderá a REinvestir em SI MESMO. Pois a realidade é una com o Pai E o Filho e o Espírito Santo abençoa o mundo real em Nome Deles.

Quando você tiver visto esse mundo real, como certamente você verá, você se lembrará [pois essa é a sua vontade lembrar; jogo com a palavra WILL em WILL remember] de nós. Todavia você tem que aprender o custo do sono e se recusar a pagá-lo. Só então você decidirá despertar. E então o mundo real saltará à sua vista, pois Cristo nunca esteve dormindo. Ele está esperando para ser visto, pois Ele nunca perdeu você de vista. Ele olha em quietude para o mundo real, que Ele quer compartilhar com você, porque Ele conhece o amor do Pai por Ele. E conhecendo isso, Ele quer lhe dar o que é seu.

Em perfeita paz, Ele espera por você no altar de Seu Pai, estendendo o amor do Pai a você, na luz silenciosa da bênção do Espírito Santo. Pois o Espírito Santo conduzirá todos ao lar de seu Pai, onde Cristo o espera como seu Ser. Toda Criança de Deus é una em Cristo, pois o Que Ela É está em Cristo, assim como o que Cristo é está em Deus. O amor de Cristo por você é o Seu amor por Seu Pai, que Ele conhece porque conhece o amor do Seu Pai por Ele. Quando o Espírito Santo afinal tiver conduzido você a Cristo, no altar ao Seu Pai, a percepção se funde em conhecimento, porque a percepção tornou-se tão santa que a sua transferência para a Santidade é meramente a sua extensão natural.

O amor se transfere ao amor sem QUALQUER interferência, pois as situações são idênticas. Somente a HABILIDADE de fazer essa transferência é o produto do aprendizado. À medida em que você percebe elementos cada vez mais comuns em TODAS as situações, a transferência do seu treinamento, sob a orientação do Espírito Santo, aumenta e vem a ser generalizada. Aos poucos, você aprende a aplicá-la a todas as pessoas e a todas as coisas, pois a sua aplicabilidade É universal. Quando isso tiver sido alcançado, a percepção e o conhecimento vêm a ser tão similares que compartilham a unificação das Leis de Deus. O que é Um não pode ser percebido como separado e a negação da separação É a reafirmação do conhecimento.

No altar de Deus, a santa percepção do Filho de Deus vem a ser tão iluminada que a luz flui para ela e o Espírito do Filho de Deus brilha na Mente do Pai e vem a ser um com ela. Muito gentilmente Deus brilha sobre Si mesmo, amando a extensão de Si mesmo que é o Seu Filho. O mundo não tem propósito à medida em que se funde com o Propósito de Deus. Pois o mundo real deslizou silenciosamente para o Céu, onde tudo o que é eterno nele sempre esteve. Lá, o Redentor e os remidos se unem no perfeito amor de Deus e de uns pelos outros. O céu é a sua casa e sendo em Deus, TAMBÉM tem que ser em você.”

O Guia para Milagres

“Os milagres demonstram que o aprendizado ocorreu sob a orientação certa, pois o aprendizado é invisível e o que foi aprendido pode ser reconhecido APENAS por seus RESULTADOS. A sua GENERALIZAÇÃO é demonstrada à medida que você o usa em um número cada vez maior de situações. Você reconhecerá que aprendeu que não existe ordem de dificuldades em milagres, quando os tiver aplicado a TODAS as situações. Pois não EXISTE situação à qual os milagres não se apliquem e, ao aplicá-los A todas as situações, você ganhará o mundo REAL [vide diagrama acima]. Pois nessa percepção santa, a integridade lhe será restaurada e da SUA aceitação da Expiação PARA SI MESMO ela se irradiará para todos aqueles que o Espírito Santo enviar a você para a sua bênção.

Em cada Criança de Deus está a Sua bênção e em sua bênção às Crianças de Deus está a Sua bênção para VOCÊ. Todos no mundo têm que desempenhar a sua parte na redenção do mundo, para reconhecer que o mundo FOI redimido. Você não pode ver o invisível. Entretanto se você vê os seus efeitos, VOCÊ TERÁ O CONHECIMENTO DE QUE ELE TEM QUE ESTAR LÁ. Ao perceber o que ele FAZ, você reconhece o que ele é. E pelo O QUE ele faz, você aprende o que ele É. Você não pode VER as suas habilidades, mas você ganha confiança na EXISTÊNCIA delas, à medida que elas permitem a você AGIR. E os resultados das suas ações você PODE ver.”

Urtext – Manual de Professores (Os Poderes «Psíquicos» São Desejáveis? cont.,)

“Mesmo aqueles que já não dão valor às coisas materiais do mundo podem, ainda, ser enganados pelos poderes «psíquicos». Como o investimento nos bens materiais do mundo foi retirado, o ego foi seriamente ameaçado. Ele ainda pode sentir-se suficientemente forte para se reanimar sob essa nova tentação, procurando retomar a força através da fraude. Neste caso, muitos foram os que não viram através das defesas do ego, embora elas não sejam particularmente sutis. Contudo, havendo um desejo remanescente de ser enganado, o engano torna-se fácil. A partir daqui, o «poder» já não é uma habilidade genuína e não pode ser usado com confiança. É quase inevitável que, a menos que o indivíduo mude a sua mente acerca do propósito desse poder, se venha a gabar, com decepção crescente, das incertezas dos seus «poderes».

Qualquer habilidade desenvolvida por qualquer pessoa tem potencialidade para o bem. Não há exceção para isto. E quanto mais raro e inesperado for esse poder, maior será a sua utilidade em potencial. A salvação precisa de todas as habilidades, pois o que o mundo quer destruir, o Espírito Santo quer restaurar. As habilidades «psíquicas» têm sido usadas para chamar o demônio, o que significa, simplesmente, reforçar o ego. No entanto, aqui está um grande canal para a esperança e para a cura ao serviço do Espírito Santo. Aqueles que desenvolvem poderes «psíquicos», simplesmente, permitiram que fossem retiradas algumas das limitações que haviam posto sobre as suas mentes. Utilizar a sua maior liberdade para agravar o encarceramento só pode aumentar as limitações que colocam sobre si mesmos. O Espírito Santo precisa destas dádivas e aqueles que as oferecem a Ele, e somente a Ele, vão com a gratidão de Cristo nos seus corações e a Sua vista santa acompanha-os de perto.

(Fim de Os Poderes «Psíquicos» São Desejáveis?)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 152

“’O poder de decisão é meu.’

Ninguém pode sofrer perda a menos que seja por sua própria decisão. Ninguém pode sofrer dor, exceto que a sua própria escolha opte por esse estado. Ninguém pode ter aflição, nem medo, nem pensar que está doente, a menos que esses sejam os resultados que quer. E ninguém morre sem o próprio consentimento. Nada ocorre que não represente o teu desejo e nada do que escolhes é omitido. Eis aqui o teu mundo, completo em todos os detalhes. Eis aqui toda a sua realidade para ti. E é só aqui que está a salvação.

Podes acreditar que essa posição seja extrema e por demais abrangente para ser verdadeira. Mas, pode a verdade ter exceções? Se tens a dádiva de tudo, pode a perda ser real? Pode a dor ser parte da paz ou o pesar parte da alegria? Podem o medo e a doença entrar na mente onde habitam o amor e a santidade perfeita? A verdade tem que abranger tudo, se é que é a verdade. Não aceites opostos ou exceções, pois fazê-lo é contradizer inteiramente a verdade.

A salvação é o reconhecimento de que a verdade é verdadeira e de que nada mais é verdadeiro. Isso já ouviste antes, mas podes ainda não aceitar ambas as partes. Sem a primeira, a segunda não tem significado. Mas sem a segunda, a primeira já não é verdadeira. A verdade não pode ter opostos. Nunca é demais dizer e pensar nisso. Pois, se aquilo que não é verdade for tão verdadeiro quanto aquilo que é verdadeiro, então, uma parte da verdade é falsa. E a verdade perdeu o seu significado. Nada além da verdade é verdadeiro e aquilo que é falso é falso.

Essa é a mais simples das distinções e, no entanto, a mais obscura. Mas não porque seja uma distinção difícil de ser percebida. Ela está oculta por trás de um vasto conjunto de escolhas que não aparentam ser inteiramente tuas. E, assim, a verdade aparenta ter alguns aspectos que negam a coerência, mas que não parecem ser apenas contradições introduzidas por ti.

Como Deus te criou, tens que permanecer imutável, com estados transitórios que são falsos por definição. E isso inclui todas as variações de sentimento, as alterações das condições do corpo e da mente, de toda consciência e de todas as reações. Essa é a abrangência total que coloca a verdade à parte da falsidade e pela qual o que é falso se mantém separado da verdade, tal como é.

Não é estranho que acredites que pensar que fizeste o mundo que vês é arrogância? Deus não o fez. Disso podes estar certo. O que Ele pode saber do efêmero, do pecador e do culpado, do amedrontado, do sofredor e solitário e da mente que vive dentro de um corpo que não pode deixar de morrer? Estás apenas acusando-O de insanidade ao pensar que Ele tenha feito um mundo em que tais coisas pareçam ter realidade. Ele não é louco. No entanto, só a loucura faz um mundo como esse.

Pensar que Deus fez o caos, que Ele contradiz a Sua Vontade, que inventou opostos para a verdade e permite, mesmo com sofrimento, que a morte triunfe sobre a vida, tudo isso é arrogância. A humildade veria imediatamente que essas coisas não são Suas. E podes ver o que Ele não criou? Pensar que podes é meramente acreditar que podes perceber aquilo que a Vontade de Deus determinou que não fosse. E o que poderia ser mais arrogante do que isso?

Sejamos verdadeiramente humildes hoje e aceitemos o que temos feito tal como é. O poder de decisão é nosso. Decide apenas aceitar o teu lugar de direito como co-Criador do universo e tudo o que pensas ter feito desaparecerá. Então, o que surgir na tua consciência [no nível da realidade; awareness] será tudo o que sempre foi, eternamente como é agora. E isso tomará o lugar dos autoenganos feitos apenas para usurpar o altar ao Pai e ao Filho.

Hoje, praticamos a verdadeira humildade, abandonando a falsa pretensão com a qual o ego busca provar que ela é arrogante. Mas a verdade é humilde ao admitir o seu poder, a sua imutabilidade e a sua integridade eterna que tudo abrange, a dádiva perfeita de Deus para o Seu Filho amado. Deixamos de lado a arrogância que nos diz que somos pecadores, culpados, amedrontados e envergonhados do que somos; e, ao invés disso, ergamos os nossos corações em verdadeira humildade para Aquele Que nos criou imaculados como Ele próprio, no poder e no amor.

O poder de decisão é nosso. E aceitamos Dele aquilo que somos e humildemente reconhecemos o Filho de Deus. Reconhecer o Filho de Deus implica também em que todos os nossos autoconceitos tenham sido postos de lado e reconhecidos como falsos. A arrogância de cada um deles foi percebida. E, na humildade, a radiância do Filho de Deus, a sua gentileza, a sua perfeita impecabilidade, o Amor de seu Pai, o seu direito ao Céu e a liberação do inferno, são alegremente aceitos como nossos.

Agora nos unimos reconhecendo com contentamento que as mentiras são falsas e só a verdade é verdadeira. Pensamos apenas na verdade ao levantarmos e passarmos cinco minutos praticando os seus caminhos, encorajando as nossas mentes assustadas com o seguinte:

‘O poder de decisão é meu. Nesse dia aceitarei a mim mesmo como aquilo que a Vontade do meu Pai me criou para ser.’

Em seguida, aguardaremos em silêncio, desistindo de todos os autoenganos, enquanto pedimos humildemente ao nosso Ser que Se revele a nós. E Aquele Que jamais partiu virá novamente à nossa consciência [no nível da realidade; awareness], grato por restaurar o Seu lar em Deus, como Lhe era destinado.

Espera por Ele pacientemente ao longo do dia e convida-O a cada hora com as palavras com que começaste o dia, concluindo com esse mesmo convite para o teu Ser. A Voz de Deus responderá, pois Ela fala por ti e pelo teu Pai. Ela substituirá todos os teus pensamentos frenéticos pela paz de Deus, os autoenganos pela verdade de Deus e as tuas ilusões de ti mesmo pelo Filho de Deus.”

—–

Dia 153

“O Espírito Santo é invisível, mas você PODE ver os resultados da Sua Presença e, por meio deles, você aprenderá que Ele está presente. O que Ele permite que você faça claramente NÃO é desse mundo, pois os milagres violam todas as leis da realidade, conforme esse mundo a julga. Todas as leis de tempo e espaço, de magnitude e massa, de previsão e controle, são transcendidas, pois o que o Espírito Santo permite que você faça está claramente além de TODAS elas. Percebendo os Seus RESULTADOS, você tomará conhecimento Dele. E reconhecendo que Ele trabalha através de VOCÊ, você entenderá aonde Ele TEM QUE estar e, finalmente, CONHECERÁ o que Ele é.

Você não pode ver o Espírito Santo, mas você PODE ver as Suas MANIFESTAÇÕES. E A NÃO SER QUE VOCÊ AS VEJA, você não reconhecerá que Ele está lá [que Ele está presente]. Milagres são as Suas testemunhas e falam pela Sua Presença. O que você não pode ver só vem a ser real para você através das testemunhas que falam A FAVOR disso. Pois você pode estar CIENTE do que não pode ver e isso pode vir a ser convincentemente real para você, à medida que a sua presença se manifesta ATRAVÉS de você. Faça o trabalho do Espírito Santo, pois você COMPARTILHA a Sua função. Assim como a sua função no Céu é a criação, a sua função na Terra é a cura. Deus compartilha a Sua função com você no Céu e o Espírito Santo compartilha a Dele com você na terra. Enquanto você acreditar que tem duas funções, nessa medida você necessitará de correção. Pois essa crença é a DESTRUIÇÃO da paz, um objetivo em oposição direta ao propósito do Espírito Santo.

Você vê o que você espera e você espera o que você convida. A sua percepção é o resultado do seu convite, vindo até você em função do que você pediu. De quem são as manifestações que você quer ver? De que presença você quer ser convencido? Pois você acreditará naquilo que você MANIFESTA e, ao olhar para fora, você verá o que está dentro. Duas maneiras de ver o mundo estão em sua mente e a sua percepção refletirá a orientação que você escolheu.

Eu sou a manifestação do Espírito Santo e, quando você me vir, isso será porque você O terá convidado. Pois Ele lhe enviará as Suas testemunhas, se você apenas olhar para elas. Lembre-se sempre de que você vê aquilo que você busca, pois o que você busca você achará. O ego acha o que busca e APENAS isso. O ego não acha o amor, pois NÃO é isso que está procurando. No entanto, buscar e achar são a mesma coisa e se você busca por dois objetivos, você os ACHARÁ, mas NÃO RECONHECERÁ NENHUM dos dois. Pois você pensará que eles são iguais, PORQUE VOCÊ QUER OS DOIS. A mente sempre luta pela integração e, se ela está dividida e QUER MANTER A DIVISÃO, a mente acreditará que ela tem UM ÚNICO objetivo, FAZENDO COM QUE ELE PARECE UM SÓ.

Nós dissemos antes que O QUE você projeta depende de você, mas isso NÃO cabe a você SE projetar, pois a projeção é uma lei da mente. Percepção É projeção e você olha para dentro ANTES de olhar para fora. Ao olhar para DENTRO, você escolhe o guia para ver e ENTÃO olha para fora e contempla as suas testemunhas. É por isso que você acha o que busca. O que você deseja EM SI mesmo, você o manifestará por PROJEÇÃO e o aceitará DO mundo, porque você o pôs lá AO desejá-lo.

Você vê o que você espera e você espera o que você convida. A sua percepção é o resultado do seu convite, vindo até você em função do que você pediu. De quem são as manifestações que você quer ver? De que presença você quer ser convencido? Pois você acreditará naquilo que você MANIFESTA e, ao olhar para fora, você verá o que está dentro.”

Quando você pensa que está projetando o que você NÃO quer, ainda assim é porque você DE FATO o quer. Isso conduz DIRETAMENTE à dissociação, pois representa a aceitação de dois objetivos, cada um percebido NUM LUGAR DIFERENTE, separados um do outro PORQUE VOCÊ OS FEZ DIFERENTES. A mente, então, vê um mundo dividido FORA DE SI MESMA, mas NÃO dentro.

Isso dá a ela uma ilusão de integridade e permite acreditar que A MENTE está buscando um objetivo. Enquanto você perceber o mundo como dividido, VOCÊ não está curado. Pois estar curado é perseguir um objetivo, porque você ACEITOU apenas um e QUER apenas um.

Quando você quiser APENAS o amor, você não verá nenhuma outra coisa. A natureza contraditória das testemunhas que você percebe é apenas o reflexo dos seus convites conflitantes. Você olhou para a sua mente e aceitou a oposição lá, tendo-a BUSCADO lá. Mas não acredite então que as testemunhas pela oposição são verdadeiras, pois elas atestam apenas a sua DECISÃO a respeito da realidade, retornando a você a mensagem que você DEU a elas. O amor é reconhecido pelos seus mensageiros. Se você faz com que o amor se manifeste, os seus mensageiros virão até você, porque você os CONVIDOU.

O poder de decisão é a sua única liberdade restante como prisioneiro desse mundo [vide gráfico acima do Dia 152]. VOCÊ PODE DECIDIR VÊ-LO DE MODO CERTO. O que você FEZ dele NÃO é a sua realidade, pois a sua realidade é apenas o que você DEU a ela. Você REALMENTE não pode dar nada QUE NÃO SEJA amor a alguém, nem você pode realmente receber nada QUE NÃO SEJA amor DELE. Se você pensa que tem recebido algo MAIS, isso é porque você olhou para dentro e pensou ter visto o poder de DAR algo mais DENTRO DE VOCÊ MESMO. Foi apenas ESSA decisão que determinou o que você achou, pois foi a decisão DO QUE VOCÊ BUSCAVA.”

“Assim como a sua função no Céu é a criação, a sua função na Terra é a cura. Deus compartilha a Sua função com você no Céu e o Espírito Santo compartilha a Dele com você na terra.”

Urtext – Manual de Professores

27. PODE ATINGIR-SE DEUS DIRETAMENTE?

“Deus pode, de fato, ser atingido diretamente, pois não há distância entre Ele e o Seu Filho. A consciência [no nível da realidade; awareness] de Deus está na memória de todos e o Seu Verbo está escrito no coração de todos. No entanto, esta consciencialização [no nível da realidade; awareness] e esta memória só podem atravessar os umbrais do reconhecimento quando todas as barreiras contra a verdade forem removidas. Em quantos é esse o caso? Aqui está, então, o papel dos professores de Deus. Eles também ainda não atingiram a compreensão necessária, mas uniram-se a outros. E é isso o que os separa do mundo. E é isso que permite que outros deixem o mundo com eles. Sozinhos, não são nada. Mas, na sua união, está o Poder de Deus.

Há aqueles que alcançaram Deus diretamente, sem reter nenhum traço dos limites mundanos e lembrando-se perfeitamente da sua própria Identidade. Estes podem ser chamados Professores dos professores porque, embora já não sejam visíveis, a sua imagem pode ainda ser invocada. E eles aparecerão em todos os momentos e em todos os lugares em que for útil fazê-lo. Às pessoas a quem tais aparições assustariam, eles dão as suas ideias. Ninguém pode invocá-los em vão. Nem existe pessoa alguma da qual não estejam cientes. Conhecem todas as necessidades, todos os erros são reconhecidos e eles não os vêem. Virá o tempo em que isto será compreendido. Por enquanto, eles dão todas as suas dádivas aos professores de Deus, que os procuram em busca de ajuda, pedindo todas as coisas em Seu Nome e em nenhum outro.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 153

“’A minha segurança está em ser sem defesas.’

Tu, que te sentes ameaçado por esse mundo em mutação, pelas viradas do destino e suas amargas brincadeiras, seus breves relacionamentos e todas as ‘dádivas’ que ele apenas te empresta para tomar de volta, presta bem atenção nesta lição. O mundo não oferece segurança. Ele tem as suas raízes no ataque e todas as suas ‘dádivas’ de segurança aparente são decepções ilusórias. Ele ataca para em seguida atacar novamente. Nenhuma paz é possível para a mente onde o perigo ameaça dessa forma.

O mundo faz surgir apenas defensividade. Pois a ameaça traz a raiva, a raiva faz com que o ataque pareça razoável, honestamente provocado e justo em nome da autodefesa. Entretanto, a defensividade é uma ameaça dupla. Pois ela testemunha a fraqueza e estabelece um sistema de defesa que não pode funcionar. Agora são os fracos ainda mais debilitados, pois há traição do lado de fora e traição ainda maior do lado de dentro. A mente está agora confusa e não sabe para onde se voltar para achar um modo de escapar das suas fantasias.

É como se ela estivesse apertada dentro de um círculo, no qual houvesse outro círculo que a mantivesse presa e ainda um outro dentro desse, até que não seja mais possível escapar nem ter esperanças de fazê-lo. Ataque, defesa; defesa, ataque, vêm a ser os círculos das horas e dos dias que amarram a mente com tiras pesadas de aço revestidas de ferro, que vão e voltam apenas para começar outra vez. Parece não haver nenhuma quebra, nem fim na garra cada vez mais apertada daquilo que aprisiona a mente.

As defesas são o preço mais alto que o ego quer extorquir. Nelas reside a loucura, sob uma forma tão miserável que a esperança da sanidade parece ser apenas um sonho vão, além do possível. O senso de ameaça que o mundo encoraja é tão mais profundo e tão além do que podes conceber em termos de loucura e intensidade, que não tens ideia de toda a devastação que isso tem forjado.

Tu és seu escravo. Não sabes o que fazes por medo disso. Tu, que sentes as suas garras de ferro sobre o teu coração, não compreendes o quanto te fizeram sacrificar. Não reconheces o que já fizeste para sabotar a santa paz de Deus pela tua defensividade. Pois contemplas o Filho de Deus apenas como uma vítima a ser atacada por fantasias, sonhos e ilusões que ele mesmo fez; apesar de ser indefeso na presença de tudo isso, necessita apenas de defesas por meio de mais fantasias e sonhos, nos quais ilusões da sua própria segurança o confortam.

Ser sem defesas é força. Testemunha o reconhecimento de Cristo em ti. Talvez te lembres que o Livro Texto afirma que a escolha é sempre feita entre a força de Cristo e a tua própria fraqueza, vista à parte Dele. Aquele que é sem defesas não pode ser atacado, porque reconhece uma força tão grande que o ataque é loucura ou um jogo tolo que uma criança cansada poderia jogar quando fica sonolenta demais para lembrar-se do que quer.

Defensividade é fraqueza. Proclama que negaste o Cristo e passaste a ter medo da raiva do Pai. O que pode salvar-te agora da tua delusão de um Deus irado, cuja imagem amedrontadora acreditas ver agindo em todos os males do mundo? O que mais, senão ilusões, poderiam defender-te agora, quando o que estás combatendo são apenas ilusões?

Hoje, não brincaremos com tais jogos infantis. Pois o nosso propósito verdadeiro é o de salvar o mundo e não queremos trocar por tolices a infinita alegria que a nossa função nos oferece. Não queremos deixar a nossa felicidade nos escapar porque um fragmento de um sonho insensato atravessou por acaso as nossas mentes e tomamos por engano as figuras do sonho pelo Filho de Deus e o seu instante fugaz pela eternidade.

Hoje olhamos para o que vem depois dos sonhos e reconhecemos que não precisamos de defesas porque fomos criados inatacáveis, sem qualquer pensamento, desejo ou sonho no qual o ataque tenha qualquer significado. Agora não podemos ter medo, pois deixamos todos os pensamentos amedrontadores para trás. E, sendo sem defesas estamos seguros, agora serenamente certos da nossa segurança e da salvação; certos de que cumpriremos o propósito que escolhemos à medida que o nosso ministério estende a sua bênção santa através do mundo.

Fica imóvel por um momento e em silêncio pensa no quanto é santo o seu propósito, como descansas em segurança, intocável no interior da luz do teu propósito. Os ministros de Deus escolheram que a verdade esteja com eles. Quem é mais santo do que eles? Quem poderia estar mais certo de que a sua felicidade está inteiramente garantida? E quem poderia estar mais fortemente protegido? De que defesas poderiam necessitar aqueles que estão entre os escolhidos de Deus, pela Sua eleição e também pela sua própria?

A função dos ministros de Deus é ajudar os seus irmãos a escolherem como eles o fizeram. Deus elegeu a todos, mas poucos vieram a reconhecer que a Vontade de Deus é apenas a sua própria. E enquanto falhas em ensinar o que tens aprendido, a salvação espera e a escuridão mantém o mundo numa prisão miserável. Tampouco aprenderás que a luz veio a ti e que, de fato, escapaste. Pois não verás a luz até oferecê-la a todos os teus irmãos. À medida que eles a tomam das tuas mãos, tu a reconhecerás como tua.

Pode-se pensar na salvação como um jogo com o qual crianças felizes brincam. Ela foi planejada por Aquele Que ama as Suas crianças e quer substituir os seus brinquedos amedrontadores por jogos felizes que lhes ensinam que o jogo do medo se foi. O Seu jogo instrui com felicidade porque não há perdedor. Todos os que jogam não podem deixar de ganhar e na vitória de cada um está assegurado o ganho de todos. O jogo do medo é posto de lado com contentamento quando as crianças chegam a ver os benefícios que a salvação traz.

Tu, que brincaste de estar perdido para a esperança, abandonado por teu Pai, deixado só no terror de um mundo amedrontador enlouquecido pelo pecado e pela culpa, sê feliz agora. Aquele jogo acabou. Agora veio um tempo de quietude, em que deixamos os brinquedos da culpa e trancamos para sempre os nossos estranhos e infantis pensamentos de pecado fora das mentes santas e puras das crianças do Céu e do Filho de Deus.

Fazemos uma pausa apenas por mais um momento para jogarmos o nosso jogo final e feliz sobre essa terra. E então iremos ocupar o nosso lugar de direito, onde habita a verdade e os jogos são sem significado. E assim termina a estória. Deixa que esse dia antecipe para o mundo a chegada do último capítulo para que todos possam aprender que o conto que leem sobre um destino aterrorizante, a derrota das suas esperanças, a sua lamentável defesa contra uma vingança da qual não podem escapar não passa da sua própria fantasia delusória. Os ministros de Deus vieram para despertá-los dos sonhos escuros que essa estória evocou em sua recordação confusa e perplexa desse conto distorcido. O Filho de Deus pode enfim sorrir ao aprender que isso não é verdadeiro.

Hoje praticamos de uma forma que manteremos ainda por algum tempo. Começaremos cada dia dando a nossa atenção ao pensamento diário durante o maior período de tempo possível. Agora, cinco minutos são o mínimo que daremos à preparação de um dia em que a salvação é a única meta que temos. Dez minutos seriam melhor, quinze melhor ainda. E, à medida em que a distração deixa de surgir para tirar-nos de nosso propósito, acharemos que meia hora é muito pouco tempo para se passar com Deus. Tampouco teremos vontade de dar menos à noite, em gratidão e alegria.

Cada hora adiciona à nossa paz crescente ao lembrarmos de sermos fiéis à Vontade que compartilhamos com Deus. Por vezes, talvez, um minuto ou até menos, será o máximo que poderemos oferecer ao soar de cada hora. Algumas vezes, esqueceremos. Em outras, as atividades do mundo nos cercarão e seremos incapazes de nos retirarmos um pouco para voltarmos os nossos pensamentos para Deus.

No entanto, quando pudermos, manteremos a nossa confiança como ministros de Deus, lembrando a cada hora da nossa missão e do Seu Amor. E nos sentaremos em quietude, esperaremos por Ele, escutaremos a Sua Voz e aprenderemos o que Ele quer que façamos na hora que ainda está por vir, agradecendo-Lhe ao mesmo tempo por todas as dádivas que Ele nos deu naquela que se foi.

Em tempo, com prática, nunca deixarás de pensar Nele e de ouvir a Sua amorosa Voz guiando os teus passos por caminhos quietos, onde caminharás verdadeiramente sem defesas. Pois saberás que o Céu vai contigo. Tampouco queres manter a tua mente afastada da mente de Deus nem por um momento sequer, embora passes o teu tempo oferecendo a salvação ao mundo. Pensas que Ele não fará com que isso seja possível para ti, que escolheste cumprir o Seu plano para a salvação do mundo e a tua?

Ser sem defesas é o nosso tema hoje. Nós nos vestimos com ele, ao nos prepararmos para enfrentar o dia. Erguemo-nos fortes em Cristo e deixamos a nossa fraqueza desaparecer ao lembrarmos que a Sua força habita em nós. Lembrar-nos-emos que Cristo permanece ao nosso lado ao longo do dia e nunca deixa a nossa fraqueza sem o apoio da Sua força. Invocamos a Sua força a cada vez que sentimos a ameaça das nossas defesas minar a certeza do nosso propósito. Faremos uma pausa, por um momento, enquanto Ele nos diz: ‘Eu estou aqui.’

A tua prática começará agora a tomar a intensidade do amor, para ajudar-te a evitar que a tua mente se afaste da sua intenção. Não temas nem sejas tímido. Não há dúvida de que alcançarás a tua meta final. Os ministros de Deus nunca podem falhar, porque o amor, a força e a paz que brilham a partir deles para todos os seus irmãos vêm Dele. Estas são as Suas dádivas para ti. Ser sem defesas é tudo o que precisas Lhe dar em retorno. Deixas de lado apenas o que nunca foi real para contemplar Cristo e ver a Sua impecabilidade.”

—–

Imagem fernando-brasil-XM_2oqcbpIQ-unsplash.jpg – 15 de dezembro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x