Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 166

Alcançar o Mundo Real

“Sente-se em quietude e olhe para o mundo que você vê e diga a si mesmo: ‘O Mundo Real não é assim [vide diagrama acima]. Não tem edifícios e não há ruas por onde as pessoas andem sozinhas e separadas. Não há lojas onde as pessoas compram uma lista interminável de coisas das quais elas não necessitam. Não é iluminado com luz artificial e a noite não cai sobre ele. Não há dia que se ilumine e depois vá se apagando. Não há nenhuma perda. Nada lá deixa de brilhar e brilha para sempre.’

Esse mundo que você vê TEM QUE SER NEGADO, pois ver isso está custando a você um tipo diferente de visão. VOCÊ NÃO PODE VER OS DOIS MUNDOS […o mundo real e o mundo da separação; vide diagrama acima…], pois cada um deles depende de um tipo diferente de visão e depende do que você aprecia. A visão de um é possível porque você negou o outro.

Ambos não são verdadeiros, embora qualquer um dos dois parecerá tão real para você na medida em que você o valorizar. E, no entanto, o poder deles NÃO é o mesmo, porque a atração real deles sobre você é desigual.

Você realmente não quer o mundo que você vê, porque ele desapontou você desde o início dos tempos. As casas que você construiu nunca lhe deram abrigo. As estradas que você fez nunca lhe conduziram a lugar nenhum e nenhuma cidade que você construiu suportou ao assalto esmagador do tempo. Nada do que você fez tem outra marca senão a da morte sobre si mesmo. Não valorize essas coisas, meu querido, pois elas estão velhas e gastas e estão prontas para retornar ao pó, desde o momento em que você as fez.

Esse mundo de dor não tem o poder de tocar o mundo vivo em absoluto. Você não poderia dar esse poder a ele e, assim, embora você se afaste dele com tristeza, você não pode achar nesse mundo a estrada que conduz para longe dele, para um outro mundo.

Entretanto, o mundo REAL TEM o poder de tocar você mesmo aqui PORQUE VOCÊ O AMA. E o que você chama com amor virá até você. O AMOR SEMPRE RESPONDE, sendo incapaz de negar um pedido de ajuda, ou de não ouvir os gritos de dor que se erguem até ele, de todas as partes desse estranho mundo que você fez, mas não quer. O único esforço que você precisa fazer para entregar esse mundo em troca pelo que você NÃO fez é a disponibilidade para aprender QUE O QUE VOCÊ FEZ É FALSO.

Você TEM estado errado à respeito do mundo, porque você julgou a si mesmo de maneira equivocada. De um ponto de referência tão distorcido, o que você poderia ver? Toda visão começa COM AQUELE QUE PERCEBE, que julga o que é verdadeiro e o que é falso. E o que ele julga como falso, ELE NÃO VÊ. Você que quer julgar a realidade, NÃO PODE vê-la, pois sempre que o julgamento entra, a realidade desaparece. O que está fora da mente está fora da vista, porque o que é negado está LÁ, mas não é reconhecido. Cristo ainda está lá, embora você não O conheça. O que Ele é NÃO depende do seu reconhecimento. Ele vive dentro de você no sereno momento presente e espera que você deixe o passado para trás e entre no mundo que Ele oferece a você com amor [vide diagrama acima].

Ninguém nesse mundo distraído feito por mentes distraídas tem visto mais do que alguns vislumbres do outro mundo ao seu redor. Entretanto, enquanto ele ainda dá valor ao seu próprio mundo, NEGARÁ a visão do outro mundo, insistindo em que ama AQUILO QUE NÃO AMA e não seguindo o caminho que o amor indica. O amor conduz com tanto contentamento! E à medida em que você O segue, VOCÊ se regozijará por ter achado a Sua companhia e ter aprendido com Ele a feliz jornada de volta para casa. Você espera apenas por VOCÊ mesmo. Entregar esse triste mundo e trocar os seus erros pela paz de Deus é apenas a SUA vontade. E Cristo SEMPRE oferecerá a você a Vontade de Deus, em reconhecimento de que você a compartilha COM Ele.

É a vontade de Deus que nada toque o Seu Filho exceto Ele próprio e nada mais se aproxime dele. Ele está tão a salvo da dor quanto o próprio Deus Que vela por ele em tudo. O mundo ao seu redor brilha com amor, porque Deus o colocou em Si Mesmo onde não há dor e o amor o envolve incessante e infalivelmente. A sua paz nunca pode ser perturbada. Em perfeita sanidade, ele olha para o amor, pois o amor está em toda parte em torno dele e dentro dele. Ele TEM QUE negar o mundo da dor, no instante em que ele percebe os braços do amor ao seu redor. E desse ponto de segurança, ele olha em quietude ao seu redor e reconhece que o mundo é um só com ele.”

Urtext – AS DÁDIVAS DE DEUS

“O medo é a emoção do mundo. Ele [o mundo] tem apenas uma [emoção]. As suas formas são muitas – chame-as como você quiser – mas ela é uma só em conteúdo. Nunca longe, mesmo na forma, da qual é o seu propósito, nunca com poder para escapar de sua causa e nunca mais do que uma falsificação da paz, o medo repousa incerto sobre um leito de mentiras. Aqui ele nasceu e foi abrigado por seu aparente conforto. Aqui ele permanece onde ele nasceu e onde o seu fim chegará. Pois aqui está o nada, onde nem o nascimento nem a morte são reais, nem qualquer forma na mente disforme que o gerou tem qualquer significado na Mente de Deus.

Se você estivesse certo – totalmente seguro e com compreensão consistente do que o mundo pode dar – o medo seria deixado de lado tão facilmente quanto a alegria e a paz se unem em nome do amor. Mas primeiro tem que haver a certeza de que não pode haver amor onde existe medo e que o mundo nunca dará uma dádiva que não seja feito de medo, talvez oculta, mas que certamente está presente em algum lugar da dádiva. Não aceite isso e você entenderá que uma dádiva muito maior tem sido dada a você.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 166

“’As dádivas de Deus me são confiadas.’

Todas as coisas te são dadas. A confiança de Deus em ti é sem limites. Ele conhece o Seu Filho. Ele dá sem exceções, sem nada guardar que possa contribuir para a tua felicidade. E, no entanto, a menos que a tua vontade seja uma com a Sua, as Suas dádivas não serão recebidas. Mas o que te faria pensar que há outra vontade que não A de Deus?

Aqui está o paradoxo sobre o qual se baseia a feitura do mundo. Esse mundo não é a Vontade de Deus e assim não é real. Entretanto, aqueles que pensam que ele é real, ainda não podem deixar de acreditar que existe outra vontade que conduz a efeitos opostos àqueles que são a Sua Vontade. Isso, na verdade, é impossível, mas toda mente que contempla o mundo e o julga como certo, sólido, digno de confiança e verdadeiro, acredita em dois criadores ou em um só: ele próprio sozinho. Mas nunca em um único Deus.

As dádivas de Deus não são aceitáveis para ninguém que mantenha essas estranhas crenças. Ele não pode deixar de acreditar que aceitar as dádivas de Deus, por mais evidentes que venham a ser, por maior que seja a urgência com que é chamado a reivindicá-las como suas, é ser pressionado à traição de si mesmo. Ele tem que negar a sua presença, contradizer a verdade e sofrer para preservar o mundo que fez.

Aqui está o único lar que ele pensa que conhece. Aqui está a única segurança que acredita poder achar. Sem o mundo que fez, ele é um proscrito, sem lar e cheio de medo. Não reconhece que é aqui que ele é, de fato, cheio de medo e também sem lar; um paria vagando tão longe de casa, há tanto tempo fora que não reconhece que esqueceu-se de onde veio, para onde vai e até mesmo quem realmente é.

Entretanto, nas suas divagações solitárias e sem sentido, as dádivas de Deus vão com ele, desconhecidas para ele. Ele não pode perdê-las. Mas não olhará para o que lhe é dado. Continua a vagar, ciente da futilidade que vê em toda parte à sua volta, percebendo o quanto a sua pouca sorte definha à medida que avança para ir a lugar nenhum. Mesmo assim, continua a vagar na miséria e na pobreza, sozinho embora Deus esteja com ele, com um tesouro tão grande que tudo o que o mundo contém é sem valor diante da sua magnitude.

Ele parece uma figura lamentável: exaurida, cansada, em farrapos, cujos pés sangram um pouco devido à estrada pedregosa em que caminha. Não há ninguém que não tenha se identificado com ele, pois todos aqueles que aqui vêm perseguiram a rota que ele segue e sentiram a derrota e a desesperança como ele as está sentindo. Mas, seria ele realmente trágico, quando vês que ele está seguindo o caminho que escolheu e que precisa apenas reconhecer Quem caminha com ele e abrir os seus próprios tesouros para ser livre?

Esse é o ser que tu escolheste, aquele que fizeste como uma substituição da realidade. Esse é o ser que defendes com fúria contra toda razão, toda evidência e todos os testemunhos comprovados que mostram que esse não é o que tu és. Tu não lhes dás ouvidos. Continuas no caminho designado por ti, com os olhos baixos porque tens medo de captar um vislumbre da verdade, ser liberado do autoengano e posto em liberdade.

Tu te encolhes medrosamente com receio de sentir o toque de Cristo no teu ombro e perceber a Sua mão gentil dirigindo-te para contemplar as tuas dádivas. Como, então, poderias proclamar a tua pobreza no exílio? Ele te faria rir dessa percepção de ti mesmo. Então, onde estaria a auto piedade? E o que aconteceria com toda a tragédia que buscaste trazer àquele a quem Deus só tencionava alegrias?

O teu antigo medo veio a ti agora e a justiça, enfim, te alcançou. A mão de Cristo tocou o teu ombro e sentes que não estás sozinho. Pensas até que o ser miserável que acreditaste ser o que tu és, possa não ser a tua Identidade. Talvez o Verbo de Deus seja mais verdadeiro do que o teu. Talvez as Suas dádivas para contigo sejam reais. Talvez Deus não tenha sido totalmente ludibriado pelo teu plano de manter o Seu Filho em profundo esquecimento e seguir o caminho que escolheste sem o teu Ser.

A Vontade de Deus não se opõe. Meramente é. Não é a Deus que aprisionaste no teu plano para perder o teu Ser. Ele desconhece um plano tão alheio à Sua Vontade. Houve uma necessidade que Ele não compreendeu, à qual deu uma Resposta. Isso é tudo. E tu, que tens a Resposta que te foi dada, não tens necessidade de mais nada além Disso.

Agora vivemos, pois agora não podemos morrer. O desejo de morte foi respondido e o olhar que o contemplava foi substituído pela visão que percebe que tu não és o que pretendes ser. Alguém anda contigo, Que responde gentilmente a todos os teus medos com essa única réplica misericordiosa: ‘Isso não é assim.’ Ele aponta para todas as dádivas que tens toda vez que o pensamento da pobreza te oprime e fala do Seu Companheirismo quando te percebes solitário e amedrontado.

Entretanto, Ele ainda te lembra de mais uma coisa que havias esquecido. Pois o Seu toque fez com que sejas igual a Ele. As dádivas que tens, não são só para ti. O que Ele veio te dar, agora tu tens que aprender a dar. Essa é a lição que a Sua doação contém, pois Ele te salvou da solidão que buscaste fazer para esconder-te de Deus. Ele te lembrou de todas as dádivas que Deus te tem dado. Ele também fala do que vem a ser a tua vontade quando aceitas estas dádivas e reconheces que são tuas.

A dádivas são tuas, confiadas aos teus cuidados para dar a todos aqueles que não escolheram a estrada solitária da qual escapaste. Eles não compreendem que apenas perseguem os seus próprios desejos. Agora és tu quem lhes ensina. Pois aprendeste com Cristo que há outro caminho para que sigam. Ensina a eles, mostrando-lhes a felicidade que vem àqueles que sentem o toque de Cristo e reconhecem as dádivas de Deus. Não deixes o pesar te tentar a ser infiel para com a tua confiança.

Os teus suspiros passarão agora a trair as esperanças daqueles que olham para ti em busca da sua liberação. As tuas lágrimas são as suas. Se estás doente, estás apenas recusando-lhes a sua cura. Aquilo de que tens medo apenas lhes ensina que seus medos são justificados. A tua mão vem a ser aquela que dá o toque de Cristo; a mudança da tua mente vem a ser a prova de que aquele que aceita as dádivas de Deus jamais pode sofrer coisa alguma. A função de liberar o mundo da dor te foi confiada.

Não a traias. Passa a ser a prova viva do que o toque de Cristo pode oferecer a todos. Deus confiou todas as Suas dádivas a ti. Na tua felicidade, sê tu a testemunha de como vem a ser transformada a mente que escolhe aceitar as Suas dádivas e sentir o toque de Cristo. Essa é a tua missão agora. Pois Deus confia a doação das Suas dádivas a todos aqueles que as receberam. Ele compartilhou a Sua alegria contigo. E agora vais compartilhá-la com o mundo.”

—–

Dia 167

“A paz de Deus excede o seu entendimento APENAS no passado. No entanto, ela aqui ESTÁ e você PODE entendê-la AGORA. Deus ama o Seu Filho para sempre e o Seu Filho CORRESPONDE ao amor do seu Pai para sempre. O mundo real é o caminho que conduz você à lembrança dessa única coisa que é totalmente verdadeira e totalmente SUA. Pois para tudo o mais, você tem EMPRESTADO a si mesmo no tempo e ele desaparecerá [porque essa é a sua vontade; jogo com a palavra WILL (desejo), em WILL fade]. Mas essa única coisa é SEMPRE sua, sendo a dádiva de Deus para o Seu Filho. A sua ÚNICA realidade foi DADA a você e ATRAVÉS dela Deus criou você como um só com Ele.

Você em primeiro lugar SONHARÁ com a paz e ENTÃO despertará para ela. A sua primeira troca do que você fez pelo que você quer é a troca dos pesadelos pelos sonhos felizes do amor. Neles residem as suas verdadeiras percepções, pois o Espírito Santo corrige o mundo dos sonhos, onde TODA percepção está. O conhecimento NÃO necessita de correção. No entanto, os sonhos de amor levam ao conhecimento. Neles você não vê nada de amedrontador e DEVIDO a isso eles são as boas-vindas que você OFERECE ao conhecimento. O amor espera pelas boas-vindas, NÃO pelo tempo e o mundo real é apenas as suas boas-vindas ao que sempre foi. Portanto, o chamado da alegria está nele e a sua resposta feliz é o seu despertar para o que você NÃO perdeu.

Louvado seja, pois, o Pai pela sanidade perfeita de Seu santíssimo Filho. O seu Pai conhece que você não precisa de nada. No Céu é assim, pois de que você poderia necessitar na eternidade? No SEU mundo, DE FATO, você necessita de coisas, porque é um mundo de escassez no qual você se acha PORQUE está faltando. No entanto, É POSSÍVEL QUE você se ache em tal mundo? Sem o Espírito Santo, a resposta seria não. Entretanto, DEVIDO a Ele, a resposta é um alegre SIM. Enquanto mediador entre os dois mundos, Ele conhece do que você necessita e DO QUE NÃO FERIRÁ VOCÊ. A propriedade é um conceito perigoso, se for deixado por sua conta. O ego quer TER coisas para a salvação, pois a posse é sua lei. A posse por si mesma é o credo fundamental do ego, uma pedra angular básica nas igrejas que ele constrói para si mesmo. E em SEU altar, ele exige que você deposite TODAS as coisas que ele pede para você obter, não deixando a você nenhuma alegria nelas.

TODAS AS COISAS que o ego lhe diz que você necessita irão machucar você. Pois, embora ele peça para você com insistência e repetidamente para OBTÊ-LAS, ele não DEIXA nada para você, pois o que você obtém, ele EXIGIRÁ de você. E das próprias mãos que as agarraram, elas serão arrancadas e lançadas ao pó. Pois onde o ego vê a salvação, ELE VÊ A SEPARAÇÃO e assim você perde tudo o que obteve em nome dele. Portanto, não pergunte a si mesmo do que é que você necessita, PORQUE VOCÊ NÃO SABE e o seu conselho IRÁ feri-lo. Pois o que VOCÊ pensa que necessita servirá apenas para fechar mais o seu mundo CONTRA a luz e torná-lo relutante em questionar o valor que esse mundo REALMENTE possa ter para você.

Só o Espírito Santo CONHECE o que você necessita. Pois ELE lhe dará todas as coisas que NÃO bloqueiam o caminho para a luz. E de que mais você poderia necessitar? No tempo, Ele lhe dá todas as coisas de que você necessita ter e as renovará enquanto você tiver qualquer necessidade delas. Ele não tirará coisa alguma de você, desde que você necessite dela. E, no entanto, Ele conhece que TUDO aquilo que você necessita é temporário e só durará até que você se afaste de TODAS as suas necessidades e reconheça que todas elas FORAM preenchidas. Portanto, Ele não tem nenhum investimento nas coisas que Ele fornece, exceto para ter certeza de que você NÃO as usará para permanecer no tempo. Ele conhece que lá você não está em casa e não é a Sua Vontade que qualquer atraso adie a sua alegre volta ao lar.

Deixe, então, as suas necessidades com Ele. Ele as suprirá, sem colocar nenhuma ênfase nelas. O que vem para você a partir Dele vem com segurança, pois Ele garantirá que isso nunca venha a ser uma mancha escura, escondida em sua mente e guardada com o fim de feri-lo. Sob a Sua orientação, você viajará sem cargas e você caminhará na luz, pois a Sua visão está sempre no fim da jornada, que é o Seu objetivo. O Filho de Deus não é um viajante através de mundos EXTERIORES. Por mais santa que a sua percepção venha a ser, nenhum mundo FORA dele detém a sua herança. Dentro de si mesmo ele não tem necessidades, pois a luz não precisa de nada além de brilhar em paz. E de SI MESMA, deixar que os seus raios se estendam em quietude até o infinito.

Sempre que você for tentado a empreender uma jornada inútil que o afastaria da luz, lembre-se do que REALMENTE você quer e diga:

‘O Espírito Santo me conduz a Cristo, a que outro lugar eu iria? Que necessidade eu tenho senão a de despertar Nele?’

Então, siga-O com alegria, com fé de que Ele o conduzirá com segurança através de todos os perigos para a sua paz de espírito que esse mundo possa colocar diante de você. Não se ajoelhe diante dos altares ao sacrifício e não busque o que certamente perderá.

Contentem a si mesmos com aquilo que vocês seguramente MANTERÃO e não fiquem intranquilos, pois vocês empreendem uma jornada quieta para a paz de Deus, onde Ele quer que vocês estejam em quietude.”

Urtext – DÁDIVAS DE DEUS (Introdução cont.,)

“Não deixe o mundo enganar você. Ele foi feito para ser um engano. No entanto, é possível escapar de suas armadilhas com tanta facilidade que uma criança pode passar por elas com segurança e sem nenhum cuidado que poderia impedir o seu progresso.

Sonhos são sonhos e todos são igualmente falsos. Essa é a única lição a ser aprendida. No entanto, o medo persistirá até que todos os sonhos sejam reconhecidos como nada e vistos exatamente como são e nada mais. Não há pessoa, coisa ou circunstância que você possa valorizar como sua sem que a ‘dádiva’ do medo surja em seu coração. Pois você as tem visto como elas não são e o amor por elas fugiu como se de você. E você pensará que Deus deixou de cuidar de você que traiu o Filho que Ele ama e escolheu o medo e a culpa para serem seus amigos [no lugar Dele].

Deus engana ou o mundo engana? Pois é certo que um tem que mentir. Não há ponto em que os pensamentos deles concordem, as suas dádivas se unam em espécie ou propósito. O que você tira de um, o outro obscurecerá. Não há esperança de compromisso nisso. Nem pode haver um deslocamento [mudança] da mente entre os dois sem o medo que todo o sonho tem que trazer. Como terrível tem que ser ver a si mesmo como o autor da realidade e da verdade, o senhor do destino e do domínio do tempo e o árbitro designado para o mundo.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 167

“’Só existe uma vida e eu a compartilho com Deus.’

Não existem tipos diferentes de vida, pois a vida é como a verdade. Não tem graduação. É a única condição na qual tudo o que Deus criou compartilha. Como todos os Seus Pensamentos, a vida não tem oposto. A morte não existe, porque o que Deus criou compartilha da Sua Vida. A morte não existe, porque não existe um oposto para Deus. A morte não existe, porque o Pai e o Filho são um.

Nesse mundo, parece haver um estado que é o oposto da vida. Tu o chamas de morte. Mas aprendemos que a ideia da morte toma muitas formas. É a única ideia subjacente a todos os sentimentos que não são supremamente felizes. É o alarme ao qual respondes quando não reages com perfeita alegria. Todo pesar, toda perda, ansiedade, sofrimento e dor, até mesmo um pequeno suspiro de cansaço, um leve desconforto ou o menor olhar de reprovação estão admitindo a morte. E assim, negam que tu vives.

Pensas que a morte é do corpo. No entanto, é apenas uma ideia irrelevante ao que é visto como físico. Um pensamento está na mente. Pode então ser aplicado segundo a direção da mente. Mas, para haver mudança, é na sua origem que o pensamento tem que ser mudado. As ideias não deixam a sua fonte. A ênfase que esse curso dá a essa ideia se deve à sua centralidade nas nossas tentativas de mudar a tua mente sobre ti mesmo. É a razão pela qual podes curar. É a causa da cura. É por isso que não podes morrer. A verdade dessa ideia te estabeleceu uno com Deus.

A morte é o pensamento de que estás separado do teu Criador. É a crença segundo a qual as condições mudam, as emoções se alternam devido a causas que não podes controlar, que não fizeste e nunca podes mudar. É a crença fixa segundo a qual as ideias podem deixar a sua fonte e adquirir qualidades que a fonte não contém, tornando-se diferentes de sua própria origem, à parte dela em espécie, assim como em distância, tempo e forma.

A morte não pode vir da vida. As ideias permanecem unidas à sua fonte. Podem estender tudo o que a sua fonte contém. Nisso podem ir muito além de si mesmas. Mas não podem dar origem ao que nunca lhes foi dado. Assim como foram feitas será o que vierem a fazer. Assim, como nasceram, farão nascer. E de onde vieram, para lá retornarão.

A mente pode pensar que dorme, mas isso é tudo. Não pode mudar o que é o seu estado desperto. Não podes fazer um corpo, nem habitar no interior de um corpo. Aquilo que é alheio à mente não existe, porque não tem fonte. Pois a mente cria todas as coisas que são e não pode lhes dar atributos que lhe faltem e nem modificar o seu próprio estado mentalmente ciente e eterno. Não pode fazer o físico. O que parece morrer é apenas o sinal da mente adormecida.

O oposto da vida só pode ser uma outra forma de vida. Como tal, pode ser reconciliada com o que a criou porque, na verdade, não é um oposto. A sua forma pode mudar, pode parecer ser o que não é. Mas a mente é mente, desperta ou adormecida. Não é o seu oposto em nada que tenha sido criado e tampouco naquilo que ela parece fazer quando acredita estar dormindo.

Deus só cria a mente desperta. Ele não dorme e as Suas criações não podem compartilhar o que Ele não lhes dá, nem dar lugar a condições que Ele não compartilha com elas. O pensamento da morte não é o oposto dos pensamentos de vida. Para sempre sem qualquer tipo de oposição, os Pensamentos de Deus permanecem eternamente imutáveis, com o poder de estenderem-se por toda a eternidade imutavelmente, porém ainda dentro de si mesmos, pois estão em toda parte.

O que parece ser o oposto da vida está apenas dormindo. Quando a mente opta por ser o que não é e por assumir um poder alheio que não tem, um estado estranho no qual não pode entrar, ou uma condição falsa que não esteja dentro da Sua Fonte, ela apenas parece ir dormir um pouco. Sonha com o tempo, um intervalo em que o que parece acontecer nunca ocorreu, em que as mudanças forjadas são sem substância e em que todos os eventos não estão em parte alguma. Quando a mente desperta, apenas continua tal como sempre foi.

Hoje, sejamos as crianças da verdade e não neguemos a nossa santa herança. A nossa vida não é como imaginamos. Quem pode mudar a vida por fechar os olhos, ou fazer de si mesmo o que não é porque está dormindo, vendo em sonhos o oposto do que é? Hoje não pediremos a morte sob nenhuma forma. Tampouco deixaremos que opostos imaginários da vida habitem um só instante onde o próprio Deus estabeleceu o Pensamento da vida eterna.

Hoje, nos esforçamos para manter o lar santo de Deus tal como Ele o estabeleceu e tal como a Vontade de Deus determina que seja para todo o sempre. Ele é o Senhor do que pensamos hoje e nos Seus Pensamentos que não têm opostos, compreendemos que há uma só vida e essa compartilhamos com Ele, com toda a criação e também com seus pensamentos, aos quais Ele criou numa unidade de vida que não pode se separar na morte e deixar a Fonte de vida de onde veio.

Nós compartilhamos uma vida porque temos uma só Fonte, uma Fonte da Qual nos vem a perfeição que permanece sempre nas mentes santas que Ele criou perfeitas. Como éramos, agora somos e sempre seremos. A mente adormecida tem que despertar ao ver a sua própria perfeição espelhando tão perfeitamente o Senhor da Vida, que ela se desvanece no que lá está refletido. E agora não é mais um mero reflexo. Vem a ser aquilo que é refletido e a luz que faz com que o reflexo seja possível. Agora nenhuma visão é necessária. Pois a mente desperta é aquela que conhece a sua Fonte, o seu Ser e a sua Santidade.”

—–

Dia 168

“Em mim, você JÁ superou TODAS as tentações que o impediriam. Nós andamos juntos no caminho para a quietude que é a dádiva de Deus. Dá valor a mim, pois de que PODE você necessitar, SENÃO de seus irmãos? Nós restauraremos para você a paz de espírito que nós TEMOS QUE achar juntos. O Espírito Santo ensinará você a despertar para nós e para si mesmo. ESSA é a única necessidade REAL a ser preenchida no tempo. A salvação DO mundo está APENAS aqui. A minha paz eu dou a você. TOME-A de mim, trocando-a alegremente por tudo o que o mundo tem oferecido a você, exceto para TOMAR DE VOLTA. E nós a espalharemos, como um véu de luz, através da face triste do mundo, na qual nós escondemos os nossos irmãos DO mundo e o mundo deles.

Nós não podemos cantar o hino da redenção sozinhos. A minha tarefa não está completa até que eu tenha levantado cada voz junto com a minha. E, no entanto, ela NÃO é a minha, pois, assim como é minha dádiva para você, também foi a dádiva do Pai para mim, dada a mim por meio de Seu Espírito. O seu som abolirá a tristeza da mente do santíssimo Filho de Deus, onde ela não pode habitar. A cura no tempo é necessária, pois a alegria não pode estabelecer o seu reino eterno onde habita a tristeza. Você não habita aqui, mas na eternidade. Você viaja, apenas em sonhos, enquanto você está a salvo em casa. Dê graças a cada parte de você mesmo a qual você tenha ensinado como LEMBRAR de você. Assim o Filho de Deus dá graças ao seu Pai pela sua pureza”.

CAPÍTULO 13 – DA PERCEPÇÃO AO CONHECIMENTO

Introdução

Toda cura é uma liberação do passado. E é por isso que o Espírito Santo É o único Que cura. ELE ENSINA QUE O PASSADO NÃO EXISTE, um fato que pertence à esfera do conhecimento e que, portanto, NINGUÉM NO MUNDO PODE CONHECER.

Seria realmente impossível ESTAR no mundo com esse conhecimento (claramente em mente). Pois a mente que conhece isso, inequivocamente também tem o conhecimento de que habita na eternidade e não utiliza nenhuma percepção. Portanto, ela não considera ONDE está, porque o conceito ‘onde’ não significa nada para ela. Ela tem o conhecimento de que está EM TODA PARTE, assim como de que TUDO possui e PARA SEMPRE.

“Toda cura é uma liberação do passado. E é por isso que o Espírito Santo É o único Que cura. ELE ENSINA QUE O PASSADO NÃO EXISTE, um fato que pertence à esfera do conhecimento e que, portanto, NINGUÉM NO MUNDO PODE CONHECER.”

A diferença muito real existente entre percepção e conhecimento fica bastante evidente se você considera isso: NADA há de parcial a respeito do conhecimento. Cada aspecto é total e, portanto, NENHUM ASPECTO É SEPARADO.

VOCÊ é um aspecto do conhecimento, estando na Mente de Deus, Que CONHECE você. Todo o conhecimento TEM QUE ser seu, pois em você ESTÁ todo o conhecimento. A percepção, em seu grau mais elevado, NUNCA é completa. Mesmo a percepção do Espírito Santo, tão perfeita quanto a percepção PODE ser, é sem significado no Céu. A percepção pode alcançar TODOS OS LUGARES sob a Sua orientação, pois a visão de Cristo contempla TODAS AS COISAS na luz. No entanto, nenhuma percepção, por mais santa que seja, durará PARA SEMPRE.”

A diferença muito real existente entre percepção e conhecimento fica bastante evidente se você considera isso: NADA há de parcial a respeito do conhecimento. Cada aspecto é total e, portanto, NENHUM ASPECTO É SEPARADO.

O Papel da Cura

“A percepção perfeita, então, tem muitos elementos EM COMUM com o conhecimento, tornando possível a sua transferência PARA ele. No entanto, o último passo tem que ser dado por Deus, porque o último passo em sua redenção, que PARECE estar no futuro, FOI realizado por Deus em sua criação. A separação NÃO a interrompeu. A criação não pode SER interrompida. A separação é meramente uma formulação defeituosa da realidade, SEM NENHUM EFEITO. O milagre, sem nenhuma função no Céu, é necessário aqui. ASPECTOS da realidade ainda podem ser vistos e eles substituirão os aspectos da irrealidade. Aspectos da realidade podem ser vistos EM TODAS AS COISAS e EM TODOS OS LUGARES. No entanto, somente Deus pode reuni-los todos, coroando-os COMO UM SÓ com a dádiva final da eternidade.

À margem do Pai e do Filho, o Espírito Santo não tem função. Ele não está separado de nenhum dos dois, estando na mente de ambos e conhecendo que a Mente é uma só. Ele é um pensamento de Deus e Deus O deu a você, porque Ele NÃO tem pensamentos que não compartilhe. A mensagem do Espírito Santo fala de intemporalidade no tempo e é por isso que a visão de Cristo olha para tudo com amor. No entanto, mesmo a visão de Cristo não é a Sua realidade. Os ASPECTOS dourados da realidade, que saltam à luz sob o olhar amoroso de Cristo, são vislumbres parciais do Céu que está além deles.

Esse é o milagre da criação; QUE ELA É UNA PARA SEMPRE. Todo milagre que você oferece ao Filho de Deus é apenas a verdadeira percepção de um ASPECTO do todo. Embora cada aspecto É o todo, você não pode CONHECER isso, até que VEJA que cada aspecto É O MESMO, percebido à MESMA luz; e, portanto, um só. Todo aquele que é visto SEM o passado, portanto, aproxima você para mais perto do fim dos tempos, trazendo à escuridão uma forma de ver que está curada e é capaz de curar PERMITINDO QUE O MUNDO POSSA VER. Pois a luz tem que vir ao mundo escuro, para fazer com que a visão de Cristo seja possível mesmo aqui. Ajude-O a dar a Sua dádiva de luz a todos aqueles que pensam que vagam na escuridão e permita que Ele os reúna em Sua visão serena fazendo com que sejam um só.

Eles todos são o mesmo; todos belos e iguais em sua santidade. E Ele os oferecerá ao Seu Pai, assim como eles foram oferecidos a Ele. Há UM só milagre, como há pois UMA só realidade.

E cada milagre que você faz contém todos os milagres, assim como cada aspecto da realidade que você vê se funde em quietude à única realidade de Deus. O único milagre que já existiu é o Filho santíssimo de Deus, criado na Realidade Única que é o seu Pai. A visão de Cristo é a Sua dádiva para você. O que Ele é, é a dádiva de Seu Pai a Ele.”

Urtext – DÁDIVAS DE DEUS (Introdução cont.,)

“Os sonhos nunca mudam. Lembre-se apenas disso, mas não permita isso dispersar às vezes e deixar a si mesmo dar lugar ao medo novamente. Negue o sonho, mas não falhe com a verdade, pois o que é verdadeiro por si só nunca falhará. Tudo o mais engana, tudo o mais amedronta e mesmo quando parece agradar ao máximo, traz consigo um alto custo de dor. Fique livre do sofrimento agora. Não há custo para qualquer dádiva que venha de Deus para você. O Seu caminho é certo, pois as dádivas de Deus permanecem para sempre como Ele as deu a você. Não pense que o medo pode entrar onde habitam as Suas dádivas. No entanto, não pense que as Suas dádivas podem ser recebidas onde o medo tem entrado e tem tocado a sua visão com distorções grosseiras que o mundo pensa serem reais.

Não há restos [migalhas] de sonhos. Cada um contém todo o medo, o oposto do amor (em todas as suas formas), o inferno que esconde a memória de Deus, a crucificação de Seu santo Filho. Portanto, esteja vigilante contra todos eles, pois em seu único propósito eles são um só e o inferno é total. Pode parecer uma eternidade para essa lição ser aprendida, no entanto não precisa ser. Eu vim falar em tempo de intemporalidade. Você ainda não aprendeu a dor de sonhar? Não há necessidade de abraçá-lo em seu coração e esquecer o terrível custo de salvar o desespero e construir decepções uma vez mais.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 168

“’A Tua graça me é dada. Eu a reivindico agora.’

Deus fala conosco. E nós, não falaremos com Ele? Ele não está distante. Ele não faz nenhuma tentativa de esconder-Se de nós. Tentamos esconder-nos de Deus e sofremos com o engano. Ele permanece inteiramente acessível. Ele ama Seu Filho. Não há outra certeza além dessa, entretanto essa é suficiente. Ele amará Seu Filho para sempre. Mesmo quando a sua mente permanece adormecida, Ele ainda o ama. E quando ela desperta, Ele o ama com um Amor imutável.

Se apenas soubesses o significado do Seu Amor, a esperança e o desespero seriam impossíveis. Pois a esperança seria para sempre satisfeita e qualquer tipo de desespero impensável. A Sua graça é a Sua resposta a todo desespero, pois nela está a lembrança do Seu Amor. Não daria Ele com contentamento os meios pelos quais a Sua Vontade é reconhecida? A Sua graça é tua através do teu reconhecimento. E a memória de Deus desperta na mente que Lhe pede os meios pelos quais o seu sono chega ao fim.

Hoje, pedimos a Deus a dádiva que Ele preservou com o maior cuidado em nossos corações, esperando para ser reconhecida. É a dádiva pela qual Deus Se inclina para nós e nos eleva, dando Ele próprio o passo final da salvação. Instruídos pela Sua Voz, aprendemos todos os passos, exceto esse. Mas Ele próprio finalmente vem, nos toma em Seus Braços e varre as teias de aranha do nosso sono. A dádiva da Sua graça é mais do que uma simples resposta. Ela restaura todas as memórias que a mente adormecida esqueceu, toda a certeza a respeito de qual é o significado do Amor.

Deus ama Seu Filho. Pede-Lhe agora que Ele te dê os meios pelos quais esse mundo desaparecerá; primeiro virá a visão e apenas um instante mais tarde o conhecimento. Pois na graça vês uma luz que

cobre o mundo todo de amor e observas o medo desaparecer de cada rosto à medida que os corações se erguem e reivindicam a luz como o que lhes pertence. O que permanece agora que poderia atrasar a vinda do Céu ainda que por um instante? O que ainda está por fazer, quando o teu perdão descansa em todas as coisas?

Esse é um dia novo e santo, pois recebemos o que nos tem sido dado. A nossa fé está no Doador e não na nossa própria aceitação. Admitimos os nossos equívocos, mas Aquele que desconhece o erro ainda é Aquele Que responde aos nossos equívocos, dando-nos os meios para deixarmos de carrega-los e para nos erguermos até Ele em gratidão e amor.

E Ele desce para nos encontrar quando vamos a Ele. Pois o que Ele preparou para nós, Ele nos dá e nós recebemos. Assim é a Sua Vontade porque Ele ama Seu Filho. Hoje oramos a Ele, apenas devolvendo a palavra que nos foi dada por Ele através da Sua própria Voz, Seu Verbo, Seu Amor:

‘A Tua graça me é dada. Eu a reivindico agora. Pai, venho a Ti. E Tu virás a mim que peço. Eu sou o Filho que Tu amas.’”

—–

Imagem aziz-acharki-l0yIcKrJHvs-unsplash.jpg – 22 de dezembro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x