Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 – é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.     

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 318

O Medo da Cura [Healing] [FIP: II. O medo da cura]

“A cura [healing] é assustadora? Para muitos, sim. Pois a acusação é um obstáculo ao amor e os corpos feridos SÃO acusadores. Eles bloqueiam firmemente o caminho da confiança e da paz, proclamando que os frágeis não podem TER confiança e que os feridos não TÊM motivos para a paz. Quem pode ter sido machucado pelo seu irmão e ainda assim amá-lo e confiar nele? Ele atacou e atacará novamente. Não o proteja, porque o seu corpo ferido mostra que você tem que ser protegido CONTRA o seu irmão. Perdoar pode ser um ato de caridade, mas que ele NÃO merece. Ele pode ser DIGNO DE PENA pela sua culpa, mas NÃO pode ser absolvido. E se você perdoar as suas ofensas, você apenas ADICIONA à culpa que ele realmente já obteve para si mesmo.

Os não curados [unhealed] NÃO PODEM perdoar. Pois eles são as testemunhas de que o perdão é injusto. Eles querem reter as CONSEQUÊNCIAS da culpa que não veem. No entanto, ninguém É CAPAZ DE perdoar um pecado que acredita ser real. E o que tem consequências TEM QUE ser real, pois o que ele tem FEITO está lá para ser visto. O perdão NÃO é piedade, já que a piedade apenas busca perdoar aquilo que pensa ser a verdade.

O bem não pode SER dado em troca do mal, pois o perdão não estabelece o pecado em primeiro lugar para depois perdoá-lo. Quem pode realmente dizer COM REAL INTENÇÃO: ‘Meu irmão, você me machucou e, ainda assim, porque eu sou o MELHOR dentre nós dois, eu perdoo você pelo meu ferimento’. O SEU perdão e o SEU ferimento NÃO podem coexistirem. Um NEGA o outro e TEM QUE fazer com que o outro seja falso.

Testemunhar o pecado e ao mesmo tempo perdoá-lo é um paradoxo que a razão não consegue ver. Pois ela afirma que o que foi feito a você não merece perdão. E, ao DAR o perdão, você concede misericórdia ao seu irmão, mas retém a prova de que ele não é REALMENTE inocente. Os doentes permanecem sendo acusadores. Eles não têm que perdoar os seus irmãos E a si mesmos também. Pois ninguém em quem repousa o verdadeiro perdão PODE sofrer. Ele não mantém a prova do pecado diante dos olhos do seu irmão. E, desse modo, ele TEM QUE ter deixado de ver isso e removido de seus próprios olhos. O perdão NÃO PODE existir para um e não para o outro. Quem perdoa ESTÁ curado [healed]. E em sua cura [healing] está a PROVA de que ele verdadeiramente perdoou e não retém nenhum vestígio de condenação que ainda mantenha contra si mesmo ou contra qualquer coisa viva.

O perdão NÃO é piedade, já que a piedade apenas busca perdoar aquilo que pensa ser a verdade.

O perdão não é real, A NÃO SER que traga cura [healing] para o seu irmão E para você mesmo. VOCÊ tem que atestar que os pecados dele não tiveram efeito sobre VOCÊ, para demonstrar que eles não eram reais. De que outra maneira ele poderia estar isento de culpa? E como PODERIA a sua inocência ser justificada A NÃO SER que os seus pecados não tenham nenhum efeito que AUTORIZE a culpa? Os pecados estão além do perdão simplesmente PORQUE acarretariam efeitos que NÃO PODEM ser desfeitos e inteiramente ignorados. Em seu DESFAZER está a prova de que foram meros erros. PERMITA que você seja curado [healed], para que você possa perdoar, oferecendo a salvação ao seu irmão E a si mesmo. Um corpo quebrado demonstra que a mente NÃO foi curada [healed]. Um milagre de cura [healing] prova que a separação está SEM efeito.

O perdão não é real, A NÃO SER que traga cura [healing] para o seu irmão E para você mesmo.

O que você quer provar a ele [o seu irmão], você acreditará. O poder do testemunho VEM a partir da sua crença [de você]. E todas as coisas que você diz, faz ou pensa apenas testemunha o que você ensina a ele [ao seu irmão]. O seu corpo [de você] é capaz de ser os meios de ensinar que o corpo nunca tem sofrido dor alguma por causa dele [do seu irmão]. E na cura [healing] do corpo, ele [o corpo] é capaz de oferecer a ele [ao seu irmão] um testemunho mudo da inocência dele [do seu irmão]. É ESSE testemunho que é capaz de falar com poder mais superior do que mil línguas. Pois aqui, o seu irmão tem a PROVA do próprio perdão a ele mesmo. Um milagre é capaz de oferecer a ele [seu irmão] nada MENOS do que foi dado a você. Assim, de fato, a sua cura [healing] mostra que a sua mente está curada [healed] e tem perdoado o que ele [seu irmão] NÃO fez. E assim ELE está convencido de que a inocência dele nunca foi perdida e curada [healed] junto com você.

Um milagre de cura [healing] prova que a separação está SEM efeito.

Assim, o milagre desfaz todas as coisas que o mundo atesta que nunca podem SER desfeitas. E a desesperança e a morte TÊM QUE desaparecer diante do antigo chamado da vida que é feito por clarins. Esse chamado tem um poder muito maior do que o grito fraco e miserável da morte e da culpa. O antigo Chamado do Pai ao Seu Filho e do Filho ao que é dele, ainda será a última trombeta que o mundo jamais ouvirá. Irmão, não existe a morte. E isso você aprende quando apenas você deseja mostrar ao seu irmão que você não foi ferido por ele. Ele pensa que o seu sangue está nas mãos dele e por isso está condenado. Entretanto, é dado a você MOSTRAR a ele, por meio de sua cura [healing], que a culpa dele não é senão a base de um sonho sem sentido.

Como são justos os milagres! Pois eles concedem uma dádiva igual, a plena liberação da culpa, ao seu irmão E a você mesmo. A SUA cura [healing] salva-o da dor, assim como a você. E VOCÊ é curado [healed] PORQUE você desejou o melhor para ele. Essa é a lei que o milagre obedece; a cura [healing] não vê especialismo algum. Ela NÃO vem da piedade, mas do amor. E o amor quer provar que TODO o sofrimento não passa de vã imaginação, um desejo tolo sem efeitos. A sua saúde é o resultado do seu desejo de ver o seu irmão sem qualquer mancha de sangue sobre as mãos dele e sem culpa sobre o seu coração que se faz pesado com a prova do pecado. E o que você deseja é DADO a você ver.

O ‘custo’ da sua serenidade é o dele. Esse é o ‘preço’ que o Espírito Santo e o mundo interpretam de maneiras diferentes. O mundo o percebe como uma afirmação do ‘fato’ de que a sua salvação SACRIFICA a dele. O Espírito Santo conhece que a SUA cura [healing] é o testemunho da Dele e NÃO PODE de forma alguma estar à parte da cura [healing] do seu irmão. Enquanto ele consentir em sofrer, VOCÊ não será curado [unhealed]. No entanto, você pode mostrar a ele que o seu o sofrimento não tem propósito e não tem absolutamente causa nenhuma. Mostre-lhe a SUA cura [healing] e ele não mais consentirá em sofrer. Pois a inocência dele FOI estabelecida diante dos seus olhos E dos dele. E o riso SUBSTITUIRÁ os seus suspiros PORQUE o Filho de Deus se lembrou de que ele É o Filho de Deus.”

URTEXT – Mensagens Especiais

MENSAGEM ESPECIAL diretamente para Bill:

“Eu gostaria de orar para que a minha vontade esteja unida à Sua, reconhecendo que o Seu amor perfeito será suficiente (ou correto) para o meu amor imperfeito. Eu rogo para que eu possa aceitar a Expiação com convicção, reconhecendo o seu valor inevitável e o meu próprio valor divino como parte dessa identificação Contigo. Eu rogo para que o meu medo seja substituído por um senso ativo do Seu amor e que a Sua disponibilidade contínua possa me ajudar a superar a divisão, ou vontade dividida, que é responsável por minha dificuldade com isso. Eu aceito a divindade das mensagens que nós temos recebido e afirmo a minha vontade em ambos de aceitar e de agir de acordo com o princípio da Expiação. Aqui eu sou, Senhor.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 318

“’Em mim, o meio e o fim da salvação são um só.’

Em mim, Filho santo de Deus, todos os papeis do plano do Céu para salvar o mundo são reconciliados. O que poderia entrar em conflito, se todos os papeis têm um só propósito e um só objetivo? Como poderia haver um só papel isolado, de maior ou menor importância que os outros? Eu sou o meio pelo qual o Filho de Deus é salvo, porque o propósito da salvação é o de achar a impecabilidade que Deus colocou em mim. Fui criado sendo aquilo que busco. Eu sou a meta que o mundo procura. Eu sou o Filho de Deus, o Seu único e eterno Amor. Eu sou o meio e também o fim da salvação.

‘Meu Pai, que nesse dia eu aceite o papel que me ofereces no Teu pedido de que eu aceite a Expiação para mim mesmo. Pois assim, aquilo que por meio dela se reconcilia em mim, se reconcilia Contigo com a mesma certeza.’”

—–

Dia 319

“Quem, então, tem medo da cura [healing]? Somente aqueles que veem o sacrifício e a dor do seu irmão como se representassem a própria serenidade de cada um deles. A impotência e a fraqueza que sentem representam as bases sobre as quais justificam a dor que ele sofre. A constante pontada de culpa que ele sofre serve para provar que ele é escravo, mas que eles são livres. A dor constante que ELES sofrem demonstra que são livres PORQUE o mantêm preso. E a doença é desejada para impedir uma alteração na balança do sacrifício. Como poderia o Espírito Santo deter-se, ainda que por um instante, ou menos ainda, para raciocinar em torno de tal argumento a favor de uma doença? E é necessário que a SUA cura [healing] seja adiada porque você faz uma pausa para escutar a insanidade?

A correção NÃO é a função de você. Ela pertence Àquele que conhece a justiça e NÃO a culpa. Se você assume o papel de corrigir, você PERDE a função de perdoar. Ninguém pode perdoar até aprender que a correção é CONSISTE EM APENAS perdoar e NUNCA em acusar. Sozinho, você NÃO PODE ver que eles são a mesma coisa e, portanto, a correção NÃO vem de você. A identidade e a função são a mesma coisa e ATRAVÉS da sua função você conhece a si mesmo. E assim, se você confunde a sua função com a função de um Outro, TEM QUE estar confuso com relação a si mesmo e à sua identidade. O que é a separação senão um desejo de tomar a função de Deus e NEGAR que ela pertença a Ele? No entanto, se NÃO é Dele também, não é SUA, pois VOCÊ tem que perder o que quer tomar de outros.

Em uma mente partida, a identidade TEM QUE parecer dividida. E ninguém é capaz de perceber uma função unificada que tenha propósitos conflitantes e finalidades diferentes. A correção, para uma mente tão partida, TEM QUE ser uma forma de punir os pecados que você pensa serem SEUS em uma outra pessoa. E assim ele vem a ser a sua vítima, NÃO o seu irmão, DIFERENTE de você por ser MAIS CULPADO, assim necessitando que você o corrija por você ser MAIS INOCENTE do que ele. Isso separa a função DELE da sua e dá a ambos um papel DIFERENTE. E então você NÃO PODE ser percebido como um só e com uma única função que SIGNIFICARIA uma identidade compartilhada com apenas UMA finalidade. A correção que VOCÊ faria TEM QUE separar, porque essa é a função que lhe é dada POR você.

Quando você percebe que a correção é a MESMA COISA que o perdão, então você também sabe que a Mente do Espírito Santo e a sua é Uma Só. E assim a sua PRÓPRIA identidade é encontrada. No entanto, Ele tem que trabalhar com o que Lhe é DADO e você Lhe concede apenas METADE da sua mente. Assim sendo, Ele representa a OUTRA metade e parece ter um propósito DIFERENTE daquele que você aprecia e você PENSA que é o seu. É assim que a sua função parece DIVIDIDA, com uma metade EM OPOSIÇÃO à outra. E essas duas metades parecem representar um corte dentro de um ser que é percebido como se fossem dois.

Reflete sobre o fato de que essa percepção do ser TEM QUE se estender e não deixe de ver que TODO pensamento se estende, porque esse é o seu propósito, sendo o que ele realmente É. A partir de uma ideia do ser [self] COMO SE FOSSEM DOIS, NECESSARIAMENTE vem uma perspectiva de função dividida ENTRE os dois. E o que você quer corrigir é apenas METADE do erro, que você imagina ser o erro TODO. Os pecados do seu IRMÃO vêm a ser o alvo central da correção, para que os seus erros e os dele não sejam vistos como um só. OS SEUS são enganos, mas os DELES são pecados e NÃO são, portanto, a mesma coisa que os seus. Os DELE merecem punição, enquanto os seus, com toda justiça, não deveriam nem sequer ser vistos.

Nessa interpretação da correção, os seus próprios equívocos você nem mesmo verá. O FOCO da correção foi colocado FORA de você, sobre alguém que NÃO PODE fazer parte de você enquanto durar essa percepção. O que é condenado nunca pode retornar ao seu acusador, que o odiou E AINDA O ODEIA (como símbolo do seu medo). Isso é o seu irmão, o foco do seu ódio, indigno de fazer parte de você e, portanto, FORA de você mesmo, a outra metade, que é negada. E todo o seu ser é percebido como se fosse só o que existe SEM a presença dele. Para essa metade remanescente, o Espírito Santo tem que representar a OUTRA metade, até que você reconheça que ela É a outra metade. E isso Ele faz dando a AMBOS uma função que é una, NÃO diferente.

A correção É a função dada a ambos, mas a nenhum dos dois sozinho. E quando ela é desempenhada como uma função COMPARTILHADA, TEM QUE corrigir equívocos em ambos. NÃO PODE deixar equívocos em um deles, que fica sem ser curado [unhealed] e libertar o outro. ISSO é um propósito DIVIDIDO, que não pode SER compartilhado e, portanto, NÃO PODE ser a meta na qual o Espírito Santo vê a Sua própria. E você pode descansar na segurança de que Ele NÃO cumprirá uma função que Ele não possa entender e reconhecer como Sua. Pois é só assim que Ele pode preservar a SUA intacta, APESAR de você e Ele terem perspectivas diferentes à respeito de qual É a sua função. Se Ele apoiasse uma função dividida, você estaria, de fato, perdido. A INCAPACIDADE do Espírito Santo de ver a Sua meta dividida e distinta para cada um de vocês, preserva o seu Ser da conscientização de qualquer função OUTRA que não seja a Sua Própria.

E assim a cura [healing] é dada a AMBOS. A correção TEM QUE ser deixada para Aquele Que conhece que a correção e o perdão SÃO a mesma coisa. Com METADE de uma mente isso NÃO é compreensível. Deixe, então, a correção para a Mente Que ESTÁ unida, funcionando como Uma Só, POIS Ela não está dividida quanto ao próprio propósito e concebe uma única função como Sua ÚNICA. Aqui a função DADA A ELA é concebida como aquela que Lhe Pertence e NÃO está à parte da função que o Seu Doador ainda mantém precisamente PORQUE ela tem sido compartilhada.

Na ACEITAÇÃO do Espírito Santo dessa função está o meio através do qual a sua mente é unificada. O Seu propósito ÚNICO unifica as metades de si mesmo, que você percebe como separadas. E cada uma perdoa a outra, para que cada uma possa aceitar a sua OUTRA metade como PARTE de si.”

Urtext – Mensagens Especiais (MENSAGEM ESPECIAL diretamente para Bill, cont.,)

“O maior problema que vocês dois têm é a contínua divisão da vontade, o que naturalmente interfere com a sua verdadeira identificação. Na medida em que vocês mantiverem essa divisão, ela levará mais tempo para ser superada e interferirá MARCADAMENTE nos seus próprios esforços de integração. A confiança tem que ser depositada em Mim, a qual é suficiente uma vez que você faça isso sem distanciamento nem divisão em lealdades. Isso será fortalecido através de uma afirmação contínua da meta que ambos desejam alcançar e da consciência no nível da realidade [awareness] da sua inevitabilidade. Dessa maneira, vocês perceberão e SABERÃO o  verdadeiro valor de vocês e a importância de manterem uma identificação COMPLETA.

(Fim da Mensagem Especial diretamente para Bill)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 319

“’Eu vim para a salvação do mundo.’

Eis um pensamento do qual foi removida toda a arrogância e só a verdade permanece. Pois a arrogância se opõe à verdade. Mas quando não há arrogância, a verdade vem imediatamente e preenche o espaço que o ego deixou desocupado pelas mentiras. Só o ego pode ser limitado e, portanto, tem que buscar objetivos que são restritos e limitados. O ego pensa que o que qualquer um ganha, a totalidade tem que perder. E, no entanto, é a Vontade de Deus que eu aprenda que o que qualquer um ganha, a todos é dado.

‘Pai, a Tua Vontade é total. E a meta que dela brota compartilha da sua totalidade. Que outro objetivo, senão a salvação do mundo, poderias ter dado a mim? E o que, senão isso, poderia ser a Vontade que o meu Ser tem compartilhado Contigo?’”

—–

Dia 320

O Símbolo do Impossível [FIP: III. Além de todos os símbolos]

“O poder NÃO pode se opor. Pois a oposição o enfraqueceria e o poder enfraquecido é uma contradição de ideias. Força fraca não significa nada. E o poder usado para enfraquecer é EMPREGADO para limitar. E, portanto, ele TEM QUE ser limitado e fraco, porque esse é o seu propósito. Para que o poder seja ele mesmo, não pode haver oposição. Nenhuma fraqueza PODE se introduzir nele sem mudar o que ele É, fazendo com que seja algo que ele não é. Enfraquecer É limitar e impor um oposto que CONTRADIZ o conceito que ataca. E COM essa contradição, de fato, JUNTA à ideia alguma coisa que ela não é e faz com que ela seja ininteligível. Quem pode entender um conceito duplo, tal como ‘poder enfraquecido’ ou ‘amor odioso’?

Você decidiu que o seu irmão É um símbolo de um ‘amor odioso’, um ‘poder enfraquecido’ e, acima de tudo, uma ‘morte em vida’. E então ele NÃO tem significado para você, pois ele representa o que não tem sentido. Ele representa um pensamento duplo, onde metade é anulada pela metade remanescente. Apesar disso, a metade que foi cancelada imediatamente contradiz a outra, de modo que AMBAS desaparecem. E agora ele representa o nada. Símbolos que não representam nada além de ideias INEXISTENTES, tem que representar o espaço vazio e o nada. No entanto, o nada e o espaço vazio NÃO podem construir interferência. O que PODE interferir na consciência no nível da realidade [awareness] da realidade é a crença em que haja ALGUMA COISA LÁ.

A retrato que você vê do seu irmão não significa nada. Não há nada a atacar ou a negar; a amar ou a odiar, nada a que se possa atribuir poder e nada a ser visto como frágil. O retrato foi completamente cancelado, porque simbolizava uma contradição que cancelou o PENSAMENTO que ele representava. E assim o retrato não tem qualquer causa. Quem é capaz de perceber qualquer efeito SEM uma causa? O que pode SER aquilo que não tem causa senão o nada[?] O retrato que você vê do seu irmão é totalmente ausente e nunca existiu. Permita, então, que o espaço vazio que ele ocupa seja RECONHECIDO como vago e que o tempo dedicado à ver esse retrato seja percebido como desperdiçado, um tempo desocupado.

Um espaço vazio que NÃO é visto como preenchido, um intervalo de tempo não utilizado que NÃO é visto como gasto e plenamente ocupado, vêm a ser um convite silencioso para que a verdade entre e faça um lar para si mesma. Não é POSSÍVEL FAZER nenhuma preparação que possa acentuar o apelo real do convite. Porque o que você deixa vazio, DEUS o preencherá e a verdade TEM QUE habitar aonde ELE está. Poder não enfraquecido, sem NENHUM oposto, é o que a criação É. Para isso NÃO existem símbolos. Nada aponta para ALÉM da verdade, pois o que pode representar MAIS do que tudo? No entanto, o verdadeiro desfazer tem que ser benigno e, portanto, a primeira substituição do seu retrato é OUTRO retrato de OUTRO tipo.

Assim como o nada não pode SER retratado, do mesmo modo não EXISTE nenhum símbolo para a totalidade. A realidade é, em última análise, conhecida SEM forma, sem retrato e sem ser vista. O perdão ainda não é um Poder conhecido como totalmente livre de limites. No entanto, ele não estabelece nenhum dos limites que VOCÊ escolheu impor. O perdão é o meio através do qual a verdade é TEMPORARIAMENTE representada. Ele permite que o Espírito Santo faça com que a TROCA dos retratos seja possível, até o momento em que os recursos nada significam e o aprendizado está feito. Nenhum recurso de aprendizado tem nenhuma utilidade que possa se estender ALÉM da meta do aprendizado. Quando o seu objetivo TEM SIDO alcançado, ele deixa de ter qualquer função. No entanto, no intervalo do aprendizado, ele TEM uma utilidade da qual agora você tem medo, mas que ainda assim você amará.

Porque o que você deixa vazio, DEUS o preencherá e a verdade TEM QUE habitar aonde ELE está.

O retrato do seu irmão que lhe foi DADO para ocupar o espaço tão tardiamente desocupado e vago, não necessitará de NENHUMA espécie de defesa. Pois você lhe dará preferência PREPONDERANTE. E também você não demorará nem um instante para decidir que ele é o ÚNICO que você quer. Ele NÃO representa conceitos duplos. Embora seja apenas METADE do retrato e esteja incompleto, EM SI, ele é o mesmo e não está dividido. A outra metade do que representa permanece desconhecida, mas NÃO é anulada. E assim Deus fica livre para dar Ele próprio o passo final. Para isso, você NÃO necessita de retratos e nem de qualquer recurso para você aprender. E aquilo que, em última instância, tomará o lugar de TODOS os recursos de aprendizado simplesmente SERÁ.

O perdão desaparece e os símbolos se apagam e nada do que os olhos jamais viram ou os ouvidos jamais ouviram, permanece para ser percebido. Um Poder totalmente sem limites veio, NÃO para destruir, mas para RECEBER o que Lhe é próprio. Não há ESCOLHA de função em parte alguma. A escolha que você tem medo de perder, você nunca TEVE. No entanto, apenas isso PARECE interferir com o poder ilimitado e com os pensamentos UNIFICADOS, completos e felizes, SEM opostos. Você não conhece a paz do poder que não se opõe a NADA. No entanto, simplesmente não pode haver nenhum OUTRO. Dê as boas-vindas ao Poder que está além do perdão e além do mundo dos símbolos e das limitações. Ele quer meramente SER e assim Ele meramente É.”

A Resposta Silenciosa [FIP: A resposta silenciosa]

“Em quietude todas as coisas são respondidas e todos os problemas são resolvidos serenamente. Em conflito não pode haver resposta nem resolução. Pois o PROPÓSITO do conflito é fazer com que a solução NÃO seja possível e garantir que NENHUMA resposta seja simples. Um problema estabelecido no conflito não TEM resposta, pois é visto de diferentes maneiras. E o que seria uma resposta de um ponto de vista NÃO é uma resposta em uma luz diferente. Você ESTÁ em conflito. Portanto, tem que ficar claro que você não pode responder absolutamente a coisa alguma, pois o conflito não TEM efeitos limitados. No entanto, se Deus deu uma resposta, TEM QUE haver um caminho no qual os seus problemas sejam resolvidos, pois o que é Vontade de Deus já foi feito.

Portanto, o tempo TEM QUE estar envolvido e cada problema pode ser respondido agora. No entanto, em seu estado mental, a solução tem que ser impossível. Por conseguinte, Deus tem que lhe ter dado um caminho para alcançar um OUTRO estado mental, no qual a resposta JÁ ESTEJA LÁ. Tal é o Instante Santo. É aqui que TODOS os seus problemas devem ser trazidos e DEIXADOS. É aqui que eles DEVEM ESTAR, pois aqui está a resposta PARA ELES. E onde está a resposta, o problema TEM QUE ser simples e facilmente resolvido. TEM QUE ser inútil tentar resolver um problema onde a resposta não pode estar. No entanto, com a mesma certeza, ele TEM QUE ser resolvido, se for trazido para onde a resposta SE ENCONTRA.

Não tente solucionar NENHUM problema, a não ser na segurança do Instante Santo. Pois lá o problema SERÁ respondido e resolvido. Fora não haverá solução, pois lá não EXISTE nenhuma resposta que possa ser achada. Em nenhum outro lugar jamais se pergunta uma questão única e simples. O mundo SÓ pode perguntar uma questão dupla, uma questão com MUITAS respostas, nenhuma das quais será respondida. O mundo não coloca uma pergunta para que ela seja respondida, mas apenas para reafirmar o seu ponto de vista. Todas as questões que são colocadas dentro desse mundo não passam de uma maneira de OLHAR, NÃO são perguntas. Uma questão colocada com ódio não pode ser respondida, porque É uma resposta em si mesma. Uma pergunta dupla pergunta e responde, ambas atestando a mesma coisa, em formas diferentes.”

URTEXT –Mensagens Especiais

Nota especial para Helen:

“O problema de dominação-submissão está relacionado à percepção de ajudar os outros VERSUS ajudar a si mesmo. Essa é uma percepção equivocada resultante a partir da falha em reconhecer o valor igual de ambos os indivíduos na interação. NÃO pode haver confusão nesse ponto e nenhuma tensão, se essa confusão não for introduzida (através de uma percepção equivocada, naturalmente). Tal confusão pode ser experienciada parcialmente por Helen, nos momentos em que Bill está tentando ajudá-la. É provável que ela sinta que isso a coloca numa posição subordinada, já que ela pensa que ela deveria ser a terapeuta. Obviamente, não há problema uma vez que se reconheça que o valor igual de cada pessoa impede essa percepção equivocada, já que AMBOS GANHAM em tal transação. É impossível para qualquer pessoa perder alguma coisa quando isso é totalmente RECONHECIDO. É disso que se trata reconhecer o seu irmão.

(Fim da nota especial para Helen)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 320

“’Meu Pai dá todo o poder à mim.’

O Filho de Deus é sem limites. Não há limites para a sua força, a sua paz, a sua alegria e para nenhum atributo que o Pai lhe tenha dado na sua criação. O que é a sua vontade, junto com o seu Criador e Redentor, não pode deixar de ser feito. A sua vontade santa jamais poderá ser negada, porque o seu Pai ilumina a sua mente e coloca diante dela toda a força e o amor que há na terra e no Céu. Sou aquele a quem tudo isso é dado. Sou aquele em quem habita o poder da Vontade de meu Pai.

‘A Tua Vontade pode fazer todas as coisas em mim e depois se estender também ao mundo inteiro através de mim. Nada limita a Tua Vontade. E assim todo o poder foi dado ao Teu Filho.’”

—–

Imagem Foto-de-Rafael-Marques-Fernandes-no-Deserto-de-Dubai-Setembro-de-2023-1.jpg

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Vídeo do Dr. Kenneth Wapnick, abordando a afirmação do livro Texto: “Faça com que esse ano seja diferente, fazendo com que tudo seja o mesmo” ((UCEM-Urtext-T-15.XI.10:11), disponível no YouTube através do link:  https://www.youtube.com/watch?v=KFNCHw_Hb5Q.

Artigo do Professor Robert Perry, denominado “THIS YEAR MAKE DIFFERENT: HOW THE COURSE WOULD HAVE US APPROACH THE NEW YEAR” [Tradução livre “Faça com que esse ano seja diferente: Como o Curso nos quer fazer abordar o Ano Novo”], disponível em inglês através do link: https://circleofa.org/library/a-different-approach-to-the-new-year/.

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4
Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x