…continuação da Parte II…

O Espírito Santo reinterpreta a Bíblia

Do livro Texto de Um Curso em Milagres temos:

Nada do que o ego percebe é corretamente interpretado. Não só o ego cita as Escrituras em função do seu propósito, como até mesmo interpreta as Escrituras como uma testemunha de si mesmo. A Bíblia é algo amedrontador no julgamento do ego. Percebendo-se como assustadora, ele a interpreta de modo amedrontador. Estando com medo, tu não apelas para a Corte Suprema porque acreditas que o seu julgamento também será contra ti (T-5.VI.4:4-7).

Existem muitos exemplos de como as interpretações do ego são enganadoras, mas alguns poucos serão suficientes para mostrar como o Espírito Santo pode reinterpreta-las à Sua própria Luz  (T-5.VI.5:1).

“Aquilo que o homem semear, isso também ceifará”, Ele interpreta significando que o que consideras que vale a pena cultivar, vais cultivar em ti mesmo. O teu julgamento acerca do que tem valor, faz com que tenha valor para ti (T-5.VI.6:1-2).

“A mim pertence a vingança, diz o Senhor”, é facilmente reinterpretado se te lembrares que as ideias só aumentam quando são compartilhadas. A declaração enfatiza que a vingança não pode ser compartilhada. Entrega-a, então, ao Espírito Santo, Que vai desfazê-la em ti porque ela não pertence à tua mente que é parte de Deus (T-5.VI.7:1-3).

“E visita a iniquidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração”, na interpretação do ego, essa é particularmente maliciosa. Vem a ser meramente uma tentativa de garantir a sobrevivência do próprio ego. Para o Espírito Santo, a declaração significa que nas gerações futuras, Ele ainda pode reinterpretar o que as gerações anteriores tinham compreendido equivocadamente e, assim, liberar os pensamentos da capacidade de produzir medo (T-5.VI.8:1-3).

“Os ímpios, no entanto, perecerão” vem a ser uma declaração da Expiação se a palavra “perecer” for compreendida como “ser desfeito”. Todo pensamento sem amor tem que ser desfeito, uma palavra que o ego não pode nem sequer compreender. Para o ego, ser desfeito significa ser destruído. O ego não será destruído porque é parte do teu pensamento, mas porque não é criativo e, portanto, não compartilha; ele será reinterpretado para liberar-te do medo. A parte da tua mente que tens dado ao ego apenas voltará para o Reino, que é o lugar aonde toda a tua mente está em casa. Podes atrasar a completeza do Reino, mas não podes introduzir nele o conceito de medo (T-5.VI.9:1-6).

O vazio engendrado pelo medo tem que ser substituído pelo perdão. É isso o que a Bíblia quer dizer com: “Não existe morte” e é por isso que eu pude demonstrar que a morte não existe. Eu vim para cumprir a lei, reinterpretando-a. A lei em si mesma, se compreendida de modo adequado, só oferece proteção. Foram aqueles que ainda não mudaram as suas mentes que trouxeram para ela o conceito do “fogo do inferno”. Eu te asseguro que darei testemunho de qualquer um que me permitir e em qualquer medida que ele me permitir. O teu testemunho demonstra a tua crença e assim a fortalece (T-1.IV.4:1-7).

O Jardim do Éden, ou a condição anterior à separação, era um estado da mente no qual nada era necessário. Quando Adão deu ouvidos às “mentiras da serpente”, tudo o que ouviu não era verdade. Não tens que continuar a acreditar no que não é verdadeiro, a não ser que escolhas fazê-lo. Tudo aquilo pode literalmente desaparecer num abrir e fechar de olhos porque é apenas uma percepção equivocada. O que é visto em sonhos parece ser muito real. No entanto, a Bíblia diz que um sono pesado caiu sobre Adão e não há, em parte alguma, referência ao seu despertar. O mundo ainda não experimentou nenhum despertar ou renascer em escala absoluta. Tal renascimento é impossível enquanto continuares a projetar ou criar equivocadamente. Contudo, a capacidade de estender assim como Deus estendeu a ti o Seu Espírito permanece ainda dentro de ti. Na realidade, essa é a tua única escolha porque o teu livre arbítrio te foi dado para a tua alegria em criar o que é perfeito (T-2.I.3:1-10).

Tu podes fazer qualquer coisa que eu pedir. Eu te pedi para apresentar milagres e esclareci que os milagres são naturais, corretivos, curativos e universais. Não há nada que não possam fazer, mas não podem ser apresentados no espírito da dúvida ou do medo. Quando tens medo de qualquer coisa, estás admitindo que ela tem o poder de ferir-te. Lembra-te de que onde está o teu coração, aí está também o teu tesouro. Tu crês no que valorizas. Se estás com medo, inevitavelmente estás valorizando de forma errada. A tua compreensão dotará então todos os pensamentos com igual poder e inevitavelmente destruirás a paz. Por isso que a Bíblia fala da “paz de Deus que excede o entendimento”. Essa paz é totalmente incapaz de ser abalada por erros de qualquer espécie. Nega que qualquer coisa que não venha de Deus tenha a capacidade de afetar-te. Esse é o uso apropriado da negação. Não é usada para esconder nada, mas para corrigir o erro. Ela traz todos os erros à luz, e como o erro e a escuridão são a mesma coisa, corrige o erro automaticamente (T-2.II.1:1-14).

Nada pode prevalecer contra um filho de Deus que entrega o seu espírito nas Mãos de seu Pai. Ao fazer isso, a mente desperta do seu sono e lembra-se do seu Criador. Qualquer sensação de separação desaparece. O Filho de Deus é parte da Santíssima Trindade, mas a própria Trindade é una. Não há confusão dentro dos Seus Níveis porque Eles são uma só Mente e uma só Vontade. Este propósito único cria a perfeita integração e estabelece a paz de Deus. Entretanto, esta visão só pode ser percebida pelos que são verdadeiramente inocentes. Porque os seus corações são puros, os inocentes defendem a percepção verdadeira em vez de se defenderem dela. Compreendendo a lição da Expiação, eles não têm o desejo de atacar e, portanto, vêem verdadeiramente. É esse o significado da Bíblia quando diz «quando Ele se manifestar seremos semelhantes a Ele, porque havemos de vê-Lo como Ele é» (T-3.II.5:1-10).

A Bíblia diz «Conhece-te a ti mesmo» ou seja, diz para teres a certeza. A certeza é sempre de Deus. Quando amas alguém percebeste-o como é, e isso faz com que te seja possível conhecê-lo. Enquanto não o perceberes como ele é, não podes conhecê-lo. Enquanto fizeres perguntas a respeito dessa pessoa estás claramente a inferir que não conheces Deus. Certeza não requer ação. Quando dizes que estás a agir com base no conhecimento, estás realmente a confundir conhecimento com percepção. O conhecimento provê a força para o pensamento criativo, mas não para fazer as coisas certas. A percepção, os milagres e o fazer estão intimamente relacionados. O conhecimento é o resultado da revelação e induz apenas ao pensamento. Mesmo na sua forma mais espiritualizada a percepção envolve o corpo. O conhecimento vem do altar interior e é intemporal porque envolve a certeza. Perceber a verdade não é o mesmo que conhecê-la.

Já discutimos o Juízo Final, mas em detalhes insuficientes. Depois do Juízo Final, não haverá mais nenhum. O julgamento é simbólico porque não há nenhum julgamento para além da percepção. Quando a Bíblia diz «Não julgueis para que não sejais julgados» quer dizer que se julgas a realidade dos outros serás incapaz de evitar julgar a tua própria.

Escolher «julgar» em vez de «conhecer» é a causa da perda da paz. O julgamento é o processo no qual se baseia a percepção, não o conhecimento (T-3.VI.1:1-4, 2:1-2).

A Bíblia diz que deves ir com um irmão duas vezes mais longe do que ele te pede. Certamente não sugere que o retardes em sua jornada. Do mesmo modo, a devoção a um irmão não pode te retardar. Só pode conduzir ao progresso mútuo. O resultado da devoção genuína é a inspiração, uma palavra que compreendida de modo adequado é o oposto da fadiga. Estar fatigado é estar desespiritualizado, mas estar inspirado é estar no espírito. Ser egocêntrico é ser desespiritualizado, mas estar centrado no Ser no sentido correto é estar inspirado ou no espírito. Os verdadeiramente inspirados são iluminados e não podem habitar na escuridão (T-4.In.1:1-8).

Existe um tipo de experiência tão diferente de tudo o que o ego pode oferecer, que nunca quererás encobri-la ou escondê-la de novo. É necessário repetir que a tua crença na escuridão e em esconder-te é a razão pela qual a luz não pode entrar. A Bíblia faz muitas referências às dádivas imensuráveis que são para ti, mas precisas pedir. Essa não é uma condição como as condições que o ego estabelece. É a condição gloriosa do que tu és (T-4.III.5:1-5).

A Bíblia repetidamente declara que deves louvar a Deus. Isso dificilmente significa que deverias dizer-Lhe o quão maravilhoso Ele é. Ele não tem ego que possa aceitar tal louvor, nem percepção para julgá-lo. Mas, a menos que faças a tua parte na criação, a Sua alegria não é completa porque a tua é incompleta. E isso Ele sabe. Ele sabe disso no Seu próprio Ser e na experiência dele da experiência do Seu Filho. A saída constante do Seu Amor é bloqueada quando Seus canais estão fechados e Ele é solitário quando as mentes que criou não se comunicam plenamente com Ele (T-4.VII.6:1-7).

Esse é o convite ao Espírito Santo. Já tenho dito que posso alcançar o que está acima e trazer o Espírito Santo para ti, mas só posso trazê-Lo a ti com o teu próprio convite. O Espírito Santo está em tua mente certa, assim como estava na minha. A Bíblia diz, “Tende em vós a mesma mente que estava também em Cristo Jesus”, e usa isso como uma bênção. É a benção da mente disposta para o milagre. Ela pede que possas pensar como eu pensei, unindo-te a mim no pensamento de Cristo (T-5.I.3:1-6).

A Bíblia diz: “E o Verbo (ou pensamento) se fez carne.” Estritamente falando isso é impossível, já que parece envolver a translação de uma ordem de realidade para outra. Diferentes ordens de realidade meramente aparentam existir, assim como diferentes ordens de milagres. O pensamento não pode ser feito carne exceto pela crença, já que o pensamento não é físico. No entanto, o pensamento é comunicação, para a qual o corpo pode ser usado. Esse é o único uso natural que lhe pode ser conferido. Usar o corpo de maneira não-natural é perder de vista o propósito do Espírito Santo e assim confundir a meta do Seu currículo (T-8.VII.7:1-7).

A Bíblia te exorta a ser perfeito, a curar todos os erros, a não pensar no corpo como algo separado e a realizar todas as coisas em meu nome. Mas não é só o meu nome, pois a nossa é uma identificação compartilhada. O Nome do Filho de Deus é um só e és exortado a fazer os trabalhos do amor porque nós compartilhamos essa unicidade. Nossas mentes são íntegras porque são uma só. Se estás doente, estás te afastando de mim. No entanto, tu não podes afastar-te só de mim. Só podes afastar-te de ti mesmo e de mim (T-8.IX.7:1-7).

A Bíblia enfatiza que toda oração é respondida e isso é, de fato, verdadeiro. O simples fato de alguma coisa ser pedida ao Espírito Santo assegurará uma resposta. Entretanto, é igualmente certo que nenhuma resposta dada por Ele jamais será uma resposta que aumentaria o medo. É possível que a Sua resposta não seja ouvida. É impossível, porém, que seja perdida. Tu já recebes-te muitas respostas que não ouviste ainda. Eu te asseguro que elas estão à tua espera (T-9.II.3:1-7).

O mundo, como tu o percebes, não pode ter sido criado pelo Pai, pois o mundo não é como tu o vês. Deus criou apenas o eterno e tudo o que vês é perecível. Portanto, tem que haver um outro mundo que tu não vês. A Bíblia fala de um novo Céu e de uma nova terra, no entanto, isso não pode ser literalmente verdadeiro, pois o eterno não é recriado. Perceber de um modo novo e apenas perceber mais uma vez, implicando que antes, ou durante o intervalo, não estavas percebendo nada. O que é, então, o mundo que aguarda a tua percepção, quando tu o vês? (T-11.VII.1:1-6)

A Bíblia te diz para vires a ser como as criancinhas. As criancinhas reconhecem que não compreendem o que percebem e por isso perguntam o que aquilo significa. Não cometas o equívoco de acreditar que compreendes o que percebes, pois o seu significado está perdido para ti. No entanto, o Espírito Santo guardou o seu significado para ti e se permitires que Ele o interprete, Ele restaurará para ti aquilo que jogaste fora. Porém, enquanto pensares que conheces o seu significado, não verás necessidade de perguntar isso a Ele (T-11.VIII.2:1-5).

A Bíblia diz: «Pede em Nome de Jesus Cristo». Será isso apenas um apelo à magia? Um nome não cura e uma invocação também não convoca nenhum poder especial. O que significa, então, chamar por Jesus Cristo? O que é que esse chamamento proporciona, em seu Nome? Por que o apelo por ele é parte da cura?

Já dissemos diversas vezes que aquele que aceitou plenamente a Expiação para si mesmo pode curar o mundo. De fato, ele já o fez. A tentação pode ocorrer para os outros, mas nunca para Ele. Ele tornou-se o Filho de Deus ressuscitado. Superou a morte porque aceitou a Vida. Reconheceu-se a si mesmo tal como Deus o criou e, ao fazê-lo, reconheceu todas as coisas vivas como sendo parte dele. Agora, não há limites para o seu poder, pois é o Poder de Deus. Assim, o seu nome tornou-se o Nome de Deus, pois deixou de se ver separado de Deus.

O que significa isto para ti? Significa que, por te lembrares de Jesus, lembras-te de Deus. O total relacionamento do Filho com o Pai está nele. A parte dele na Filiação é tua também e o fato dele ter completado a sua aprendizagem garante o teu sucesso. Está ele ainda disponível para ajudar? O que disse ele sobre isso? Lembra-te das suas promessas e questiona-te honestamente se é possível que falhe em mantê-las. É possível Deus falhar em relação ao Seu Filho? E é possível que aquele que é um com Deus possa não ser como Ele? Quem transcende o corpo, transcendeu a limitação. Seria possível que o maior dos professores não estivesse disponível para aqueles que o seguem?

O Nome de Jesus Cristo, enquanto tal, é apenas um símbolo. Mas representa um amor que não é deste mundo. É um símbolo que pode ser usado com segurança para substituir os muitos nomes de todos os deuses aos quais rezas. Vem a ser o símbolo brilhante do Verbo de Deus, tão próximo daquilo que representa, que o pequeno espaço entre os dois se perde no momento em que o Nome vem à mente. Lembrar o Nome de Jesus Cristo é dar graças por todas as dádivas que Deus te deu. E a gratidão a Deus vem a ser a forma na qual Ele é lembrado, pois o amor não pode estar muito longe de um coração agradecido e de uma mente grata. Deus entra com facilidade, pois estas são as condições da tua volta ao lar.

Jesus mostrou o caminho. Por que não lhe serias grato? Ele pediu amor mas somente para que possa dá-lo a ti. Tu não te amas. Mas, aos seus olhos, a tua amabilidade é tão completa e imaculada que ele vê nela uma imagem do seu Pai. Tu vens a ser o símbolo do seu Pai, aqui na terra. Ele olha para ti à procura da esperança, pois não vê em ti nenhum limite, nem qualquer mancha que macule a tua bela perfeição. Aos seus olhos, a visão de Cristo brilha em constância perfeita. Ele permaneceu contigo. Não queres aprender a lição da salvação através da sua aprendizagem? Escolherias começar de novo, se ele já abriu o caminho para ti? (MP-23.1, 2, 3, 4, 5).

Do livro “O Desaparecimento do Universo” temos:

A Bíblia começa dizendo, “No início, Deus criou o céu e a terra”. Ele não fez isso! Se você quiser entender o que Jesus [ou o Espírito Santo] está lhe dizendo, então não pode transigir com essas palavras do Curso:

O mundo que vês é uma ilusão de um mundo. Deus não o criou, pois o que Ele cria tem que ser eterno como Ele próprio. No entanto, não há nada no mundo que vês que vá durar para sempre (ET-4.1:1-3).

O Cristianismo tem servido para perpetuar o sistema de pensamento que resulta em um estado da existência de corpos aparentemente separados, elevando o corpo de Jesus a um estado de extremo especialismo – portanto, satisfazendo as necessidades das pessoas de validarem a sua própria experiência de singularidade e individualidade.

O Jesus da Bíblia é um objeto no sonho de corpos do mundo, mas o Jesus real é absolutamente livre. Como nós dissemos, é isso o que ele quer para você. De muitas maneiras, você precisa continuar aprendendo para superar o pensamento da religião.

Por exemplo, através de toda a Bíblia, a tradição Judaico-Cristã retrata Deus reagindo diretamente ao pecado como se ele fosse um fato.

No caso do Cristianismo, como já mostramos, Deus supostamente oferece Jesus para sofrer e morrer por seus pecados alegados, em um ato sacrificial de expiação.

Algumas igrejas dão tal importância a isso que elas simbolicamente canibalizam o corpo de Jesus no sacramento da Eucaristia e em outras variações desse ritual. Elas acreditam que Deus sacrificou o seu Filho na carne para expiar os chamados pecados da carne.

Ainda assim, Deus não reagiria a eventos em um sonho mais do que você reagiria a eventos em um pesadelo que a sua esposa estivesse tendo na cama ao seu lado.

Em primeiro lugar, você nem mesmo pode ver os eventos porque eles realmente não estão acontecendo. Em segundo lugar, mesmo que você pudesse vê-los, ainda não seria necessário que você reagisse a eles, porque, sendo irreais, não teriam possibilidade de afetá-lo.

A única coisa lógica seria acordar a sua esposa do pesadelo dela, mas você o faria de maneira lenta e gentil, para que ela não se assustasse ainda mais. Você não iria agarrá-la e chacoalhá-la terrivelmente.

Da mesma forma, o Espírito Santo vai despertá-lo gentilmente. Ele não é um Deus separado reagindo ao seu sonho, mas é realmente a Voz por Deus que você ainda tem com você em sua jornada ilusória a essa terra distante. Uma maneira pela qual o Espírito Santo vai acordá-lo é ensinando-o que o que você pensa que está acontecendo não está acontecendo.

A realidade é invisível e qualquer coisa que possa ser percebida ou observada de qualquer forma, mesmo medida cientificamente, é uma ilusão – exatamente o oposto do que o mundo pensa.

Mas o Curso é prático de muitas maneiras. Você pode usar o seu sistema de pensamento de perdão verdadeiro para lidar com o que os olhos do corpo estão lhe dizendo e pode fazer isso de tal maneira que permita que você funcione na sociedade.

Um trabalho em uma ilusão não é mais inerentemente santo do que qualquer outro trabalho. Portanto, enquanto você está gradualmente aprendendo que o que você uma vez pensou ser um pecado, ataque, culpa e separação é realmente alguma outra coisa, ainda pode viver uma existência terrena relativamente normal e ser despertado de maneira lenta e gentil do seu sonho.

Imagem mateusz-butkiewicz-bOXWvE58AUw-unsplash.jpg

Bibliografia da OREM3:

1) Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.
2) Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/
3) E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.
4) E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).
5) Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
6) Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.
7) Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
8) Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html
9) E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).
10) Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
11) Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/
12) Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
13) Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn
14) Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.
15) Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/
16) Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.
17) Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
18) Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.
19) Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.
20) Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.
21) Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..
22) Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.
23) Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.
24) Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
25) Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.
26) Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.
27) E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).
28) Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.
29) Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.
30) Site https://circleofa.org/.
31) Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.
32) Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).
33) Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.
34) Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.
35) Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.
36) Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.
37) Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..
38) Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.
39) Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.
40) Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.
41) Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.
42) Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.
43) Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.
44) Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.
45) Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.
46) Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)
47) Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.
48) Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/
49) Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..
50) Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.
51) Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.
52) Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.
53) Comentários do professor de Deus Sr. Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).
54) Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.
55) Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nos sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.
56) Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.
57) Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.
58) Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..
59) Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.
60) Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.
61) Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.
62) Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.
63) Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.
64) Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.
65) Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.
66) Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.
67) Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.
68) Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.
69) Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.
70) Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.
71) Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.
72) Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x