Tendo como base a ideia e a proposta do livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance, o objetivo dessa série de artigos do Projeto OREM® – OREM3 é analisarmos todo o material disponível e relevante sobre o Livro de Exercícios de Um Curso em Milagres para cada exercício diário, de maneira a auxiliar e facilitar o entendimento sobre o sistema de pensamento do Curso.

Para cada dia de estudo, nós estaremos incluindo também uma parte relevante do livro Texto, uma parte relevante do Material Suplementar (Cadernos de Taquigrafia de Helen Schucman e Versão Urtext de UCEM), alguns artigos relevantes de Professores Avançados e as próprias lições do Livro de Exercícios para cada dia (365 dias).

Lembrando que grande parte dos materiais suplementares (cadernos de taquigrafia de Helen e versão Urtext de UCEM), que constarão nessa série de artigos, não foram considerados na edição final de Um Curso em Milagres, por terem sido considerados “muito pessoais” pela equipe responsável pela edição1, porém importantes como material complementar, como nós veremos a seguir, por se tratar da ensinamentos compartilhados pelo autor do livro (Jesus).

Veja detalhes em artigo na Categoria “Um Curso em Milagres” de número 12 – “As versões iniciais e a edição de UCEM”.

Como diz Jeff Nance, “milagres não faltam!”

Nota: Nós consideramos que o estudante se beneficiará dessa série de artigos do Projeto OREM® a partir do momento que, já tendo concluída a leitura do livro Texto, realizado os exercícios e práticas do Livro de Exercícios e concluída a leitura do Manual de Professores, estará, portanto, nesse momento, retomando uma segunda rodada de conhecimento e entendimento do sistema de pensamento de Um Curso em Milagres (UCEM).

“Esse curso é um começo, não um fim…” (T-Prefácio)

Tradução livre Projeto OREM®

Dia 157

“Você me verá à medida que aprender que o Filho de Deus não tem culpa. Ele sempre buscou a sua inculpabilidade e a achou. Pois cada um está buscando escapar da prisão que fez e o caminho para achar a liberação não lhe é negado. Estando NELE, ele o achou. QUANDO o acha é apenas uma questão de tempo e o tempo é apenas uma ilusão. Pois o Filho de Deus não tem culpa AGORA e o brilho de sua pureza resplandece intocado para sempre na Mente de Deus. O Filho de Deus SEMPRE será tal como ele foi criado. Negue o SEU mundo e não o julgue. Pois a sua inculpabilidade eterna está na mente do seu Pai e o protege para sempre.

Quando vocês tiverem aceito a Expiação para si mesmos, reconhecerão que NÃO HÁ NENHUMA CULPA NO FILHO DE DEUS. E SOMENTE quando você olha para ele como alguém sem culpa, você pode entender a sua Unicidade. Pois a IDEIA da culpa traz a crença na condenação de um pelo outro, projetando a separação no lugar da unidade. Você pode condenar apenas a si mesmo e, ao fazer isso, você não pode ter o conhecimento de que você é o Filho de Deus. Pois você negou a condição do Que Ele É, que é a sua perfeita irrepreensibilidade. Ele foi criado a partir do Amor e no Amor ele habita. A bondade e a misericórdia sempre o seguiram, pois ele sempre estendeu o Amor do seu Pai.

À medida que você percebe os companheiros santos que viajam com você, você reconhecerá que não há jornada, mas apenas um despertar. O Filho de Deus, que não dorme, tem mantido a fé em seu Pai POR você. Não há estrada SOBRE a qual viajar e não há tempo ATRAVÉS do qual viajar. Pois Deus não espera por Seu Filho no tempo, estando sempre se recusando a ficar sem ele. E sempre tem sido assim. Permita que a santidade do Filho de Deus brilhe afastando a nuvem de culpa que obscurece a sua mente e, ao aceitar a pureza dele COMO sua, aprenda com ele que ela pertence a você É sua.

Você é invulnerável PORQUE não tem culpa. Você pode se apegar ao passado APENAS através da culpa. Pois a culpa estabelece que você SERÁ punido pelo que fez e, portanto, depende do tempo unidimensional, procedendo do passado para o futuro. Ninguém que acredite nisso pode entender o que o ‘SEMPRE’ significa. E, portanto, a culpa TEM QUE privá-lo da apreciação da eternidade. Você é invulnerável PORQUE você é imortal. Você é imortal PORQUE você é eterno e ‘sempre’ TEM QUE ser agora. A culpa, portanto, é uma forma de manter o passado e o futuro em suas mentes, para garantir a continuidade do ego. Pois se o que FOI SERÁ punido, a continuidade do ego ESTARIA garantida.

No entanto, a garantia da sua continuidade é de Deus, não do ego. E a imortalidade é o oposto do tempo, pois o tempo passa, enquanto a imortalidade é constante. A aceitação da Expiação ensina a você O QUE É A IMORTALIDADE, pois ao aceitar a sua inculpabilidade, você aprende que o passado nunca existiu e, portanto, o futuro é desnecessário. O futuro NO TEMPO está SEMPRE associado com a expiação e APENAS a culpa poderia induzir a um senso de NECESSIDADE de expiação. Aceitar a inculpabilidade do Filho de Deus COMO SUA é, portanto, o caminho de Deus para lembrá-lo do Seu Filho e do que ele é na verdade. Pois Deus nunca condenou o Seu Filho e, sendo sem culpa, ele É eterno.

Você não pode dissipar a culpa fazendo com que ela seja real e DEPOIS expiando-a. Pois esse é o plano do ego, que ele oferece ao invés de escapar para dissipá-lo. O ego acredita na EXPIAÇÃO ATRAVÉS DO ATAQUE, estando totalmente comprometido com a noção insana de que o ataque É a salvação. E VOCÊ que aprecia a culpa, tem que TAMBÉM acreditar nisso, pois de que outra forma senão identificando-se COM o ego, você poderia manter com tanto apreço o que você não quer?

O ego ensina você a atacar a si mesmo PORQUE você é culpado e isso TEM QUE AUMENTAR a culpa, pois a culpa é o RESULTADO do ataque. No ensinamento do ego, portanto, não há como escapar da culpa. Pois o ataque FAZ COM QUE A CULPA SEJA REAL e, se ela é real, NÃO HÁ nenhum caminho para superá-la. O Espírito Santo a dissipa simplesmente através do reconhecimento calmo de que ela nunca existiu. Quando o Espírito Santo olha para o Filho de Deus sem culpa, Ele TEM O CONHECIMENTO de que isso é verdadeiro. E sendo verdadeiro para você, você NÃO PODE atacar a si mesmo, pois SEM culpa, o ataque é impossível. Você, então, ESTÁ salvo PORQUE o Filho de Deus é sem culpa. E sendo totalmente puro, você É invulnerável.”

Urtext – Manual de Professores (O Que é a Morte? cont.,)

“A «realidade» da morte está firmemente enraizada na crença segundo a qual o Filho de Deus é um corpo. E se Deus tivesse criado corpos, a morte certamente seria real. Mas Deus não seria amoroso. Não há nenhum ponto onde o contraste entre a percepção do mundo real e a do mundo das ilusões se torne mais evidente. A morte é, de fato, a morte de Deus, se Ele é Amor. E, agora, a Sua própria criação tem de temê-Lo. Ele não é Pai, mas destruidor. Não é Criador, mas vingador. Terríveis são os Seus Pensamentos e assustadora a Sua imagem. Contemplar as suas criações é morrer.

«E a última a ser vencida será a morte.» É claro! Sem a ideia de morte não há mundo. Todos os sonhos terminarão com esse. Essa é a meta final da salvação – o fim de todas as ilusões. E da morte nascem todas as ilusões. O que pode nascer da morte e ainda ter vida? Mas o que pode nascer de Deus e ainda morrer? As inconsistências, as transigências e os rituais que o mundo fomenta nas suas vãs tentativas de se agarrar à morte e ainda pensar que o amor é real, tudo isso é magia irracional, ineficaz e sem significado. Deus é, e Nele todas as coisas criadas têm de ser eternas. Não vês que, de outro modo, há um oposto para ele e o medo seria tão real quanto o amor?”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 157

“’Quero entrar na Sua Presença agora.’

Esse é um dia de silêncio e de confiança. É um tempo especial, muito promissor no calendário dos teus dias. É um tempo que o Céu reservou para iluminar e lançar uma luz intemporal sobre esse dia

em que se ouvem os ecos da eternidade. Esse dia é santo, pois introduz uma nova experiência, um tipo diferente de sentimento e consciência no nível da realidade [awareness]. Passaste longos dias e longas noites celebrando a morte. Hoje, aprende a sentir a alegria da vida.

Esse é outro momento crucial de decisão no currículo. Agora, acrescentamos uma nova dimensão, uma nova experiência que irradia luz a tudo o que já aprendemos e nos prepara para o que ainda temos que aprender. Ela nos traz à porta onde cessa o aprendizado e captamos um vislumbre daquilo que vem depois dos cumes mais altos que ele pode atingir. Ela nos deixa aqui por um instante e nós vamos além, certos da nossa direção e da nossa única meta.

Hoje te será dado sentir um toque do Céu, embora retornes às rotas do aprendizado. Mas vieste de longe e já andaste o suficiente ao longo do caminho para alterar o tempo o bastante para elevar-te além das suas leis e caminhar um pouco para a eternidade. Aprenderás a fazer isso cada vez mais, à medida que cada lição, fielmente treinada, te traz com mais rapidez a esse santo lugar e te deixa, por um momento, com o teu Ser.

Ele dirigirá a tua prática de hoje, pois o que pedes agora é a Sua Vontade. E tendo unido a tua vontade com a Sua nesse dia, o que estás pedindo tem que ser dado a ti. Além da ideia de hoje, nada mais é necessário para iluminar a tua mente e deixá-la descansar em serena expectativa e na alegria quieta na qual rapidamente deixas o mundo para trás.

A partir deste dia, o teu ministério se reveste de uma devoção genuína e de um brilho que passa da pontas dos teus dedos àqueles que tocas e abençoa todos aqueles que contemplas. Uma visão alcança todos aqueles que encontras e todos aqueles em quem pensas, ou que pensam em ti. Pois a tua experiência de hoje transformará a tua mente de tal modo que ela vem a ser a pedra de toque para os santos Pensamentos de Deus.

Hoje, teu corpo será santificado, tendo agora como único propósito trazer a visão da tua experiência de hoje para iluminar o mundo. Não podemos dar experiências como essa diretamente. Mas ela deixa uma visão em nossos olhos que podemos oferecer a todos para que cada um possa vir mais rápido a essa mesma experiência em que o mundo é esquecido em quietude e o Céu é lembrado por algum tempo.

À medida que essa experiência aumenta e todas as metas, com exceção dessa, vêm a ser pouco valorizadas, o mundo ao qual retornarás aproxima-se um pouco mais do fim dos tempos; torna-se um pouco mais parecido com o Céu nos seus caminhos e um pouco mais próximo da sua liberação. E tu, que lhe trazes a luz, passarás a ver a luz com mais certeza, a visão mais distinta. O momento virá em que não retornarás sob a mesma forma em que apareces agora, pois não terás nenhuma necessidade dela. Mas, agora ela tem um propósito e te servirá bem.

Hoje, embarcaremos num curso com o qual nunca sonhaste. Mas o Santo, o Doador dos sonhos felizes da vida, o Tradutor da percepção em verdade, o Guia santo para o Céu que te foi dado, sonhou para ti esta jornada que fazes e que começa hoje com a experiência que esse dia te oferece para que seja tua.

Entraremos agora na presença de Cristo, serenamente e sem estarmos cientes de nada, com exceção de Sua face resplandecente e do Seu Amor perfeito. A visão da Sua face ficará contigo, mas haverá um instante que transcende toda visão, até mesmo essa, a mais santa. Isso nunca ensinarás, pois não o atingiste através do aprendizado. No entanto, a visão fala da tua lembrança do que conheceste naquele instante e com certeza conhecerás novamente.”

—–

Dia 158

Urtext – Capítulo 12 – O problema da culpa

Introdução

“O propósito final da projeção, como o ego a usa, é SEMPRE livrar-se da culpa. No entanto, caracteristicamente SUFICIENTE, o ego tenta se livrar da culpa APENAS DO SEU PONTO DE VISTA. Por mais que o ego queira RETER a culpa, VOCÊ a considera intolerável. Pois a culpa obstrui o caminho da sua lembrança de Deus, Cuja atração é tão forte que você não pode resistir. Nessa questão, então, ocorre a divisão mais profunda de todas, pois se você tem que RETER a culpa, como insiste o ego, VOCÊ NÃO PODE SER QUEM VOCÊ É. Somente persuadindo você de que O EGO é quem você é, é que o ego poderia induzi-lo a PROJETAR a culpa e, assim, mantê-la em sua mente.

No entanto, considere quão estranha é a solução do arranjo do ego. Você PROJETA a culpa para se livrar dela, mas na verdade você apenas a OCULTA. Você experiencia SENTIMENTOS de culpa, mas NÃO TEM A MENOR IDEIA DO POR QUÊ. Pelo contrário, você os associa a uma estranha variedade de ideais do EGO, com os quais o ego afirma que você tem falhado. Mas você não tem ideia de que está falhando para com o Filho de Deus, por vê-lo como culpado. Acreditando que você não é mais quem VOCÊ é, você não reconhece que está falhando com VOCÊ MESMO.”

Crucificação por Culpa

“A mais sombria das suas pedras angulares ocultas mantém a sua crença na culpa fora de sua própria consciência no nível da realidade [awareness]. Pois naquele lugar sombrio e secreto está o reconhecimento de que você traiu o Filho de Deus, ao condená-lo à morte. Você nem mesmo suspeita de que essa ideia assassina, mas insana, esteja escondida lá. Pois o impulso destrutivo do ego é tão intenso que nada menos do que a crucificação do Filho de Deus pode finalmente satisfazê-lo. O ego não conhece quem É o Filho de Deus, porque ele é cego. Entretanto, permita que ele perceba a inculpabilidade EM QUALQUER LUGAR e ele tentará destruí-la, porque ele está com medo.

Grande parte do comportamento estranho do ego é diretamente atribuída à sua definição de culpa. Para o ego, OS QUE NÃO TÊM CULPA SÃO CULPADOS. Aqueles que NÃO atacam são os seus ‘inimigos’, porque, ao NÃO VALORIZAREM a sua interpretação da salvação, eles estão em excelente posição para ABANDONÁ-LA. Eles se aproximaram da pedra angular mais sombria e profunda do fundamento do ego e, embora o ego possa resistir a todos os questionamentos, ele guarda esse único segredo com a sua própria vida, pois a sua existência [do ego] DEPENDE da manutenção desse segredo. E é esse segredo que nós temos que olhar com calma, pois o ego não pode proteger você CONTRA a verdade e na sua presença o ego é dissipado.

Na calma luz da verdade, vamos reconhecer (juntos) que VOCÊ ACREDITA QUE CRUCIFICOU O FILHO DE DEUS. Você não admitiu esse ‘terrível’ segredo, porque ainda desejaria crucificá-lo, SE O PUDESSE ACHAR. No entanto, esse desejo o escondeu de você, porque é um desejo muito amedrontador E VOCÊ TEM MEDO DE ENCONTRA-LO. Você tem lidado com esse desejo de se matar a si mesmo por não saber quem você é e se identificar com alguma outra coisa. Você tem projetado a culpa cegamente e indiscriminadamente, mas NÃO des-cobriu a sua fonte. Pois o ego DE FATO quer matar você e se você se identifica COM ele, você TEM QUE acreditar que o OBJETIVO DO EGO É SEU.

Uma vez nós dissemos que a crucificação é o símbolo do ego. Quando o ego foi confrontado com a inculpabilidade REAL do Filho de Deus, o ego tentou matá-lo. E a razão que ele deu foi que a inculpabilidade é uma blasfêmia para com Deus. Para o ego, O EGO É DEUS e a inculpabilidade TEM QUE ser interpretada COMO A CULPA MÁXIMA QUE JUSTIFICA INTEIRAMENTE O ASSASSINATO. Você ainda não entende que TODO o seu medo, que você possa experienciar, em relação a esse curso decorre, em última instância, dessa interpretação, mas se você considerar as suas reações A ela, você virá a estar cada vez mais convencido de que é assim.

Esse curso declarou explicitamente que o seu objetivo PARA VOCÊ é a felicidade e a paz. No entanto, você tem MEDO disso. Você foi informado repetidas vezes que isso o libertará, mas você às vezes reage como se o curso estivesse tentando aprisioná-lo. Na maioria das vezes você o DESCARTA, MAS NÃO DESCARTA O SISTEMA DE PENSAMENTO DO EGO. Você TEM visto os seus resultados e você AINDA não tem fé nele. Você TEM QUE acreditar que, até um certo ponto, por NÃO aprender o curso, VOCÊ ESTÁ PROTEGENDO A SI MESMO. E você NÃO reconhece que é apenas a sua inculpabilidade que PODE protegê-lo.”

Urtext – Manual de Professores (O Que é a Morte? cont.,)

“Professor de Deus, a tua única atribuição poderia ser colocada assim: não te comprometas com nada onde a morte tenha lugar. Não acredites na crueldade, nem permitas que o ataque te esconda a verdade. O que parece morrer apenas foi percebido erradamente e levado até à ilusão. Agora, vem a ser tarefa tua fazer com que a ilusão seja levada até à verdade. Sê firme apenas nisto: não te enganes com a «realidade» de nenhuma forma de mutação. A verdade nem se move, nem vacila, nem naufraga na morte e na dissolução. E qual é o fim da morte? Nenhum senão este: o reconhecimento de que o Filho de Deus é sem culpa, agora e para sempre. Nada além disto. Mas não te permitas esquecer que não é menos do que isto.

(Fim de O Que é a Morte?)”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 158

“’Hoje, aprendo a dar como recebo.’

O que te foi dado? O conhecimento de que és uma mente na Mente e apenas uma mente, isento de pecado para sempre totalmente sem medo, porque foste criado a partir do Amor. Tampouco deixaste a tua Fonte, permanecendo tal como foste criado. Isso te foi dado como conhecimento de que não podes perder. Isso também foi dado a cada coisa viva, pois só se vive através desse conhecimento.

Recebeste tudo isso. Ninguém que caminhe pelo mundo deixou de receber isso. Não é esse o conhecimento que dás, pois ele foi dado pela criação. Tudo isso não pode ser aprendido. Então, o que vais aprender a dar hoje? A nossa lição de ontem evocou um tema que se acha bem no início do livro Texto. A experiência não pode ser compartilhada diretamente da forma que a visão pode. A revelação de que o Pai e o Filho são um só virá a seu tempo a cada mente. No entanto, esse momento é determinado pela própria mente, não é ensinado.

Esse momento já está estabelecido. Parece ser bastante arbitrário. Mas não há nenhum passo que alguém possa dar nesta estrada que seja apenas por acaso. Esse passo já foi dado por ele, embora ele ainda não tenha embarcado nisso. Pois o tempo apenas parece ir em uma direção. Estamos apenas empreendendo uma jornada que já chegou ao fim. Todavia, parece reservar um futuro que ainda nos é desconhecido.

O tempo é um truque, um passe de mágica, uma vasta ilusão em que figuras vem e vão como por magia. Mas há um plano por trás das aparências que não muda. O roteiro está escrito. O momento em que a experiência vem para dar fim à tua dúvida já foi estabelecido. Pois nós vemos a jornada apenas do ponto em que ela terminou, olhando em retrospectiva, imaginando que a empreendemos novamente, revisando mentalmente o que já se foi.

Um professor não pode dar a experiência, pois não a aprendeu. Essa revelou-se a ele no momento indicado. Mas a visão é a sua dádiva. Isso ele pode dar diretamente, pois o conhecimento de Cristo não está perdido porque Ele tem uma visão que pode dar a todo aquele que pede. A Vontade do Pai e A Sua estão unidas no conhecimento. No entanto, há uma visão que o Espírito Santo vê, porque a mente de Cristo também a contempla.

Aqui se faz a união do mundo de dúvidas e sombra com o intangível. Aqui um lugar quieto dentro do mundo se faz santo pelo perdão e pelo amor. Aqui todas as contradições são reconciliadas, pois a jornada chega ao fim. A experiência – não aprendida, não ensinada e não vista – apenas está presente. Isso está além da nossa meta, pois transcende o que precisa ser realizado. O que nos concerne é a visão de Cristo. Isso nos podemos atingir.

A visão de Cristo tem uma só lei. Ela não contempla um corpo e o toma por engano pelo Filho que Deus criou. Contempla uma luz além do corpo, uma ideia além do que pode ser tocado, uma pureza não obscurecida por erros, equívocos lamentáveis e pensamentos amedrontadores de culpa que vêm dos sonhos de pecado. Ela não vê separação. Ela olha para todas as pessoas, todas as circunstâncias, todos os acontecimentos e todos os eventos, sem que a luz que ela contempla diminua de intensidade de forma alguma.

Isso pode ser ensinado e tem que ser ensinado por todos aqueles que querem alcançá-la. Requer apenas o reconhecimento de que o mundo nada pode dar que remotamente possa comparar-se a isso em valor, nem estabelecer uma meta que não desapareça simplesmente, quando isso tiver sido percebido. E é isso que dás nesse dia: não vejas ninguém como um corpo. Cumprimenta cada um como o Filho de Deus que ele é, reconhecendo que ele é um contigo em santidade.

Assim, os seus pecados são perdoados, pois a visão de Cristo tem o poder de não vê-los. Desaparecem no perdão de Cristo. Sem ser vistos pelo Uno, desaparecem simplesmente porque a visão da santidade, que está além deles, vem para tomar o seu lugar. Não importa a forma que tomaram, nem quão enormes aparentaram ser, nem quem pareceu ser ferido por eles. Os pecados deixaram de ser. E todos os efeitos que pareciam ter desaparecido com eles, desfeitos, para jamais serem refeitos.

Assim aprendes a dar como recebes. E assim a visão de Cristo também olha para ti. Essa lição não é difícil de aprender, se lembrares que no teu irmão estás apenas vendo a ti mesmo. Se ele estiver perdido no pecado, tu também tens que estar; se nele vires a luz, os teus pecados terão sido perdoados por ti mesmo. Cada irmão que encontrares hoje te proporciona mais uma oportunidade para deixar que a visão de Cristo brilhe sobre ti e te ofereça a paz de Deus.

Não importa quando vem a revelação, pois ela não está no tempo. Mas o tempo tem ainda uma dádiva a dar na qual o verdadeiro conhecimento se reflete de um modo tão preciso que a sua imagem compartilha da sua santidade invisível; o que lhe é semelhante brilha com seu amor imortal. Hoje praticamos ver com os olhos de Cristo. E, pelas santas dádivas que damos, a visão de Cristo também nos contempla.”

—–

Dia 159

“A Expiação sempre foi interpretada como a liberação da culpa e isso é correto, se for entendido. No entanto, mesmo quando eu a interpretei PARA você, você a rejeitou e NÃO a aceitou PARA VOCÊ MESMO. Você reconheceu a futilidade do ego e de suas oferendas [oferecimentos], mas, embora não o queira, você não verá a alternativa com contentamento. VOCÊ TEM MEDO DA REDENÇÃO e VOCÊ ACREDITA QUE ELA IRÁ MATAR VOCÊ. Não se engane sobre a profundidade do seu medo. Pois você acredita que, na presença da verdade, você se voltará contra si mesmo e DESTRUÍRÁ a si mesmo.

Pequena criança, isso não é assim. O ‘segredo da sua culpa’ não é nada e se você apenas o trouxer à luz, a Luz o dissipará. E então nenhuma nuvem sombria permanecerá entre você e a lembrança do seu Pai. Pois você se lembrará de Seu Filho sem culpa, que não morreu porque é imortal. E você verá que você foi redimida COM ele e nunca foi separada dele. Nessa compreensão reside a sua lembrança, pois é o reconhecimento do amor SEM medo. Haverá grande júbilo no Céu quando você voltar ao lar e o júbilo será SEU. Pois o filho redimido do homem É o Filho inocente de Deus e reconhecê-lo, É a sua redenção”.

O Medo da Redenção

“Você pode perguntar a si mesmo por que é tão crucial que você olhe para o seu ódio e reconheça toda a sua extensão. E você pode pensar que seria fácil o suficiente para o Espírito Santo mostrá-lo a você e dissipá-lo SEM a necessidade de que o erguesse à sua consciência no nível da realidade [awareness] por você mesmo. No entanto, há mais um obstáculo que você interpôs entre você mesmo e a Expiação, que você ainda não reconhece. Nós temos dito que ninguém sancionará o medo, SE O RECONHECER. No entanto, em seu estado mental desordenado, VOCÊ NÃO TEM MEDO DO MEDO. Você não GOSTA do medo, mas NÃO é o seu desejo de atacar que realmente o assusta. Você não está seriamente perturbado por sua hostilidade. Você a mantém escondida [a hostilidade], porque você tem MAIS medo do que ela encobre.

Você poderia olhar até para a pedra angular mais sombria do ego SEM medo, se você não acreditasse que, SEM O EGO, você acharia, dentro de você, algo que amedrontaria você ainda mais. VOCÊ NÃO ESTÁ COM MEDO DA CRUCIFICAÇÃO. O Seu terror REAL é a REDENÇÃO. Sob a fundação escura do ego está a memória de Deus e é disso que você realmente tem medo. Pois essa memória o restauraria INSTANTANEAMENTE ao seu devido lugar e é ESSE o lugar que você buscou DEIXAR.

O seu medo do ataque não é nada comparado ao seu medo do amor. Você estaria disposto a olhar para até mesmo o seu desejo selvagem de matar o Filho de Deus, SE NÃO ACREDITASSE QUE ELE SALVA VOCÊ DO AMOR. Pois esse desejo CAUSOU a separação. Você o protegeu, porque não QUER que a separação seja curada e você reconhece que, ao REMOVER a nuvem sombria que o obscurece, o seu amor por seu Pai iria IMPELIR você a responder ao Seu chamado e dar um salto para o Céu. Você acredita que o ataque é a salvação, porque lhe IMPELE isso. Pois ainda mais profundo do que o fundamento do ego e MUITO mais forte do que jamais será, é o seu intenso e ardente amor por Deus E O DELE POR VOCÊ. ISSO É O QUE VOCÊ REALMENTE QUER ESCONDER.

Para ser honesto, não é mais difícil para você dizer ‘eu amo’ do que ‘eu odeio?’ Pois você associa amor com fraqueza e ódio com força e seu poder REAL parece a você como a sua real fraqueza. Pois você NÃO poderia controlar a sua alegre resposta ao chamado do amor se o ouvisse e todo o mundo que você PENSA que você controla IRIA desaparecer. O Espírito Santo, então, parece estar ATACANDO A SUA FORTALEZA, pois você quer DEIXAR DEUS DO LADO DE FORA e não É A Vontade de Deus SER excluído.

Você tem construído todo o seu sistema de crença insano, porque você pensa que ficaria INDEFESO na Presença de Deus. E você quer se SALVAR do Seu Amor, porque você pensa que ele esmagaria você no nada. Você tem medo de que ele o afaste de si mesmo e o faça pequeno. Pois você acredita que a magnitude está no desafio e que o ataque é a grandioso. VOCÊ PENSA QUE FEZ UM MUNDO QUE DEUS QUER DESTRUIR. E por amá-Lo, COMO VOCÊ O AMA, você jogaria fora esse mundo, O QUE, DE FATO, VOCÊ FARIA.

Portanto, você usou o mundo para ENCOBRIR O SEU AMOR e quanto mais fundo você se aprofunda na escuridão do fundamento do ego, MAIS PRÓXIMO você chega do Amor que lá está escondido. E É ISSO QUE ASSUSTA VOCÊ.

Você pode aceitar a insanidade, PORQUE VOCÊ A FEZ. Mas você não pode aceitar o amor, PORQUE VOCÊ NÃO O FEZ.

Vocês preferem ser escravos da crucificação, do que Filhos de Deus na redenção. Pois a morte INDIVIDUAL de vocês é mais valiosa do que a Unicidade viva de vocês e o que é DADO a vocês não é tão valorizado quanto o que vocês FIZERAM.

Você tem mais medo de Deus do que do ego e o amor não pode entrar onde não é bem-vindo. Mas o ódio PODE, pois ele entra por vontade PRÓPRIA e não se importa com a SUA.”

Pequena criança, isso não é assim. O ‘segredo da sua culpa’ não é nada e se você apenas o trouxer à luz, a Luz o dissipará. E então nenhuma nuvem sombria permanecerá entre você e a lembrança do seu Pai.

Urtext – Manual de Professores

29. O QUE É A RESSURREIÇÃO?

“Muito simplesmente, a ressurreição é a superação ou o domínio da morte. É um novo despertar ou um renascimento, uma mudança da mente a respeito do significado do mundo. É a aceitação da interpretação do Espírito Santo sobre o propósito do mundo, a aceitação da expiação para si mesmo. É o fim dos sonhos de miséria e a feliz consciência no nível da realidade [awareness] do sonho final do Espírito Santo. É o reconhecimento das dádivas de Deus. É o sonho no qual o corpo funciona perfeitamente, sem outra função que não seja a comunicação. É a lição na qual termina a aprendizagem, pois ela é consumada e ultrapassada com isso. É o convite a Deus para que dê o Seu passo final. É o abandono de todos os outros propósitos, todos os outros interesses, todos os outros desejos e todas as outras preocupações. É o desejo único do Filho pelo Pai.

A ressurreição é a negação da morte, ao ser a afirmação da vida. Assim, todos os pensamentos do mundo são alterados. A vida, agora, é reconhecida como salvação e qualquer tipo de dor e miséria percebido como inferno. O amor já não é temido, mas alegremente bem recebido. Os ídolos desaparecem e a lembrança de Deus brilha sem impedimento através do mundo. A face de Cristo é vista em cada coisa viva e nada é mantido no escuro, à parte da luz do perdão. Não há mais nenhum pesar sobre a terra. A alegria do Céu, veio até ela.”

Urtext – Livro de Exercícios para Estudantes

Lição 159

“’Dou os milagres que tenho recebido.’

Ninguém pode dar o que não recebeu. Para dar alguma coisa é preciso que a tenhas primeiro. Aqui, as leis do Céu e do mundo estão de acordo. Mas aqui elas também se separam. O mundo acredita que para possuir uma coisa é necessário guardá-la. A salvação ensina o contrário. Dar é a forma de reconhecer o que tens recebido. É a prova de que o que tens é teu.

Compreendes que estás curado quando dás a cura. Aceitas o perdão como algo realizado em ti mesmo quando perdoas. Reconheces o teu irmão como tu mesmo e assim percebes que és íntegro. Não há milagre que não possas dar, pois todos te são dados. Recebe-os agora abrindo o tesouro da tua mente onde estão guardados e dando-os aos outros.

A visão de Cristo é um milagre. Vem de muito além de si mesma, pois reflete o Amor Eterno e o renascimento do amor que nunca morre, mas tem sido mantido obscuro. A visão de Cristo retrata o Céu, pois vê um mundo tão semelhante ao Céu que o que Deus criou perfeito pode ser lá espelhado. O vidro escurecido que o mundo apresenta só mostra imagens distorcidas em pedaços quebrados. O mundo real retrata a inocência do Céu.

A visão de Cristo é o milagre no qual nascem todos os milagres. É a sua fonte, ela permanece com cada milagre que dás e ainda continua sendo tua. É o laço pelo qual o doador e o receptor são unidos em extensão aqui na terra, assim como são um só no Céu. Cristo não contempla nenhum pecado em ninguém. E, em Sua vista, os isentos de pecado são um só. A sua santidade foi dada pelo Seu Pai e por Ele próprio.

A visão de Cristo é a ponte entre os mundos. E podes confiar seguramente no seu poder para carregar-te desse mundo ao outro, aquele que foi santificado pelo perdão. Coisas que aqui parecem ser bem sólidas, lá serão meras sombras: transparentes, vagamente vistas, por vezes esquecidas e nunca capazes de obscurecer a luz que brilha no que está além delas. A santidade foi restaurada à visão e os cegos podem ver.

Essa é a dádiva do Espírito Santo, a casa do tesouro à qual podes apelar com perfeita certeza à procura de todas as coisas que possam contribuir para a tua felicidade. Já está tudo aqui. Tudo pode ser recebido, basta pedir. Aqui a porta nunca está trancada e a ninguém é recusado o menor pedido ou a mais urgente necessidade. Não há doença que já não esteja curada, nenhuma carência insatisfeita, nenhuma necessidade que não esteja preenchida dentro deste tesouro dourado de Cristo.

Aqui o mundo relembra o que se perdeu quando ele foi feito. Pois aqui ele é reparado, feito de novo, mas sob uma luz diferente. O que se destinava a ser a casa do pecado vem a ser o centro da redenção e o lar da misericórdia, onde os sofredores são curados e bem-vindos. Ninguém será mandado embora deste novo lar, onde a sua salvação o espera. Ninguém é um estranho para ele. Ninguém lhe pede coisa alguma exceto a dádiva de aceitar as suas boas-vindas.

A visão de Cristo é a terra santa em que os lírios do perdão fincam suas raízes. Esse é o seu lar. Podem ser levados daqui de volta para o mundo, mas nunca poderão crescer no seu solo desnutrido e de pouca profundidade. Precisam da luz, do calor e dos benignos cuidados que a caridade de Cristo provê. Precisam do amor com que Ele os contempla. E vêm a ser os Seus mensageiros, que dão como receberam.

Tira do Seu estoque para que os tesouros possam aumentar. Seus lírios não deixam o seu próprio lar quando são carregados de volta para o mundo. As suas raízes permanecem. Não deixam a sua fonte,

mas carregam consigo a sua beneficência, transformando o mundo num jardim como aquele de onde vieram e ao qual retornam com mais fragrância. Agora, são duplamente bem-aventurados. As mensagens que trouxeram de Cristo foram entregues e devolvidas a eles. E eles as devolvem a Cristo com contentamento.

Contempla a provisão de milagres preparada para dares. Não és digno da dádiva, quando Deus designou que essa te fosse dada? Não julgues o Filho de Deus, mas segue no caminho que Ele estabeleceu. Cristo teve o sonho de um mundo perdoado. É Sua a dádiva pela qual pode ser feita uma doce transição da morte para a vida, da desesperança para a esperança. Vamos nos permitir sonhar com Cristo por um instante. O Seu sonho nos desperta para a verdade. A Sua visão nos dá os meios para o retorno à nossa eterna santidade em Deus, que nunca foi perdida.”

—–

Imagem dragos-gontariu-uPqqkccQqtk-unsplash.jpg – 17 de dezembro de 2022

Bibliografia da OREM3:

Livro “Um Curso em Milagres” – Livro Texto, Livro de Exercícios e Manual de Professores. Fundação para a Paz Interior. 2ª Edição –  copyright© 1994 da edição em língua portuguesa.

Artigo “Helen and Bill’s Joining: A Window Onto the Heart of A Course in Miracles” (tradução livre: A União de Helen e Bill: Uma Janela no Coração de Um Curso em Milagres”) – Robert Perry, site: https://circleofa.org/

E-book “What is A Course in Miracles” (tradução livre: O que é Um Curso em Milagres) – Robert Perry.

E-book “Autobiography – Helen Cohn Schucman, Ph.D.” – Foundation for Inner Peace (tradução livre: Autobiografia – Helen Cohn Schucman, Ph.D., Fundação para a Paz Interior).

Livro “Uma Introdução Básica a Um Curso em Milagres”,  Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “O Desaparecimento do Universo”, Gary R. Renard.

Livro “Absence from Felicity: The Story of Helen Schucman and Her Scribing of A Course in Miracles” (tradução livre: “Ausência de Felicidade: A História de Helen Schucman e Sua Escriba de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “A Short History of the Editing and Publishing of A Course in Miracles” (tradução livre: Uma Breve História da Edição e Publicação de Um Curso em Milagres” – Joe R. Jesseph, Ph.D. http://www.miraclestudies.net/history.html

E-book “Study Guide for A Course in Miracles”, Foundation for Inner Peace (tradução livre: Guia de Estudo para Um Curso em Milagres, Fundação para a Paz Interior).

Artigo “The Course’s Use of Language” (tradução livre: “O Uso da Linguagem do Curso”), extraído do livro “The Message of A Course in Miracles” (tradução livre: “A Mensagem de Um Curso em Milagres”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo Who Am I? (tradução livre: Quem Sou Eu?) – Beverly Hutchinson McNeff – Site: https://www.miraclecenter.org/wp/who-am-i/

Artigo “Jesus: The Manifestation of the Holy Spirit – Excerpts from the Workshop held at the Foundation for A Course in Miracles – Temecula CA” (tradução livre: Jesus: A Manifestação do Espírito Santo – Trechos da Oficina realizada na Fundação para Um Curso em Milagres – Temecula CA) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Quantum Questions” (tradução livre: “Questões Quânticas”) – Ken Wilburn

Livro “Um Retorno ao Amor” – Marianne Williamson.

Glossário do site Foundation for A Course in Miracles (tradução livre: Fundação para Um Curso em Milagres), do Dr. Kenneth Wapnick, https://facim.org/glossary/

Livro Um Curso em Milagres – Esclarecimento de Termos.

Artigo “The Metaphysics of Separation and Forgiveness” (tradução livre: “A Metafísica da Separação e do Perdão”) – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “Os Ensinamentos Místicos de Jesus” – Compilado por David Hoffmeister – 2016 Living Miracles Publications.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – A Canção da Oração” – Helen Schucman – Fundação para a Paz Interior.

Livro “Suplementos de Um Curso em Milagres UCEM – Psicoterapia: Propósito, Processo e Prática.

Workshop “O que significa ser um professor de Deus”, proferido pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo escrito pelo escritor Paul West, autor do livro “I Am Love” (tradução livre: “Eu Sou Amor”), blog https://www.voiceforgod.net/.

Artigo “The Beginning Of The World” (tradução livre: “O Começo do Mundo”) – Dr Kenneth Wapnick.

Artigo “Duality as Metaphor in A Course in Miracles” (tradução livre: “Dualidade como Metáfora em Um Curso em Milagres”) – Um providencial e didático artigo, considerado pelo próprio autor como sendo um dos artigos (workshop) mais importantes por ele escrito e agora compartilhado pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Healing the Dream of Sickness” (tradução livre: “Curando o Sonho da Doença”  – Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Livro “The Message of A Course in Miracles – A translation of the Text in plain language” (tradução livre: “A mensagem de Um Curso em Milagres – Uma tradução do Texto em linguagem simples”) – Elizabeth A. Cronkhite.

E-book “Jesus: A New Covenant ACIM” – Chapter 20 – Clearing Beliefs and Desires – Cay Villars – Joininginlight.net© (tradução livre: “Jesus: Uma Nova Aliança UCEM” – Capítulo 20 – Clarificando Crenças e Desejos).

Artigo “Strangers in a Strange World – The Search for Meaning and Hope” (tradução livre: “Estranhos em um mundo estranho – A busca por significado e esperança”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Artigo “To Be in the World and Not of It” (tradução livre: “Estar no Mundo e São Ser Dele”), escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick e por sua esposa Sra. Gloria Wapnick.

Site https://circleofa.org/.

Livro “A Course in Miracles – Urtext Manuscripts – Complete Seven Volume Combined Edition. Published by Miracles in Action Press – 2009 1ª Edição.

Tradução livre do capítulo Urtext “The Relationship of Miracles and Revelation” (N 75 4:102).

Artigo “How To Work Miracles” (tradução livre “Como Fazer Milagres”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/how-to-work-miracles/.

Artigo “A New Vision of the Miracle” (tradução livre: “Uma Nova Visão do Milagre”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/a-new-vision-of-the-miracle/.

Artigo “What Is a Miracle?” (tradução livre: “O que é um milagre?”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/what-is-a-miracle/.

Artigo “How Does ACIM Define Miracle?” (tradução livre: “Como o UCEM define milagre?”), de Bart Bacon https://www.miracles-course.org/index.php?option=com_content&view=article&id=232:how-does-acim-define-miracle&catid=37&Itemid=57.

Livro “Os cinquenta princípios dos milagres de Um Curso em Milagres”, de Kenneth Wapnick, Ph.D..

Artigo “The Fifty Miracle Principles: The Foundation That Jesus Laid For His Course” (tradução livre: “Os cinquenta princípios dos milagres: a base que Jesus estabeleceu para o seu Curso”), de Robert Perry https://circleofa.org/library/the-fifty-miracle-principles-the-foundation-that-jesus-laid-for-his-course/.

Artigo “Ishmael Gilbert, Miracle Worker” (tradução livre: “Ishmael Gilbert, Trabalhador em Milagre”), de Greg Mackie https://circleofa.org/library/ishmael-gilbert-miracle-worker/.

Blog “A versão Urtext da obra Um Curso em Milagres (UCEM)” https://www.umcursoemmilagresurtext.com.br/.

Blog “Course in Miracles Society – CIMS – Original Edition” https://www.jcim.net/about-course-in-miracles-society/.

Site Google tradutor https://translate.google.com.br/?hl=pt-BR.

Site WordReference.com | Dicionários on-line de idiomas https://www.wordreference.com/enpt/entitled.

Artigo “The earlier versions and the editing of A Course in Miracles” (tradução livre: “As versões iniciais e a edição de Um Curso em Milagres), autor Robert Perry https://circleofa.org/library/the-earlier-versions-and-the-editing-of-a-course-in-miracles/.

Livro “A Course in Miracles: Completed and Annotated Edition” (“Edição Completa e Anotada”) – Circle of Atonement.

Livro “Q&A – Detailed Answers to Student-Generated Questions on the Theory and Practice of A Course in Miracles” – Supervised and Edited by Kenneth Wapnick, Ph.D. – Foundation for A Course in Miracles – Publisher (tradução livre: “P&R – Respostas Detalhadas a Questões Geradas por Alunos sobre a Teoria e Prática de Um Curso em Milagres” – Supervisionado e Editado por Kenneth Wapnick, Ph.D. – Fundação para Um Curso em Milagres – Editora)

Artigo “The Importance of Relationships” (tradução livre: “A Importância dos Relacionamentos”), no site https://circleofa.org/library/the-importance-of-relationships/, autor Robert Perry.

Artigo: “The ark of peace is entered two by two” (tradução livre: “Na arca da paz só entram dois a dois”) – Robert Perry Site: https://circleofa.org/library/the-ark-of-peace-is-entered-two-by-two/

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 2 of 3 – How Right Minds Live in the World: The Blessing of Forgiveness”, por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D.

Artigo “Living a Course in Miracles As Wrong Minds, Right Minds, and Advanced Teachers – Part 1 of 3 – How Wrong Minds Live in the World: The Ego’s Curse of Specialness”, por Dr. Kenneth Wapnick.

Transcrição do vídeo do Dr. Kenneth Wapnick no YouTube, intitulado: “Judgment” (tradução livre: “Julgamento”).  O artigo completo em inglês no site https://facim.org/transcript-of-kenneth-wapnick-youtube-video-entitled-judgment/.

Trechos do Workshop “The Meaning of Judgment” (tradução livre “O Significado de Julgamento”), realizado na Fundação para Um Curso em Milagres em Roscoe NY, ministrado pelo Dr. Kenneth Wapnick. O artigo completo em inglês no site: https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/the-meaning-of-judgment/.

Comentários do professor de Deus Allen Watson, que transcrevemos, em tradução livre, do site Circle of Atonement (https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-sin/).

Artigo “There is no sin” (tradução livre: “Não há pecado”), Robert Perry, site https://circleofa.org/library/there-is-no-sin/.

Artigo do Professor Greg Mackie, denominado “If God is Love Why do We Suffer?” (tradução livre: “Se Deus é Amor porque nós sofremos?”) https://circleofa.org/library/if-god-is-love-why-do-we-suffer/.

Artigo “The Ten Commandments and A Course in Miracles” (tradução livre: Os Dez Mandamentos e Um Curso em Milagres”), Greg Mackie, site https://circleofa.org/library/the-ten-commandments-and-a-course-in-miracles/.

Artigo escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D., sobre o livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, disponível no site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Livro “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”, escrito pelo Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e pelo Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D..

Artigo do Consultor, Escritor e Professor Rogier Fentener Van Vlissingen, de Nova Iorque, intitulado “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (“Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), disponível no Blog Closing the Circle e acesso no link: https://acimnthomas.blogspot.com/2011/04/course-in-miracles-and-christianity.html.

Artigo sobre o livro “A Course in Miracles and Christianity: A Dialogue” (tradução livre “Um Curso em Milagres e o Cristianismo: Um Diálogo”), escrito por Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. e o Padre Jesuíta W. Norris Clarke, da Companhia de Jesus, Ph.D. Site http://www.miraclestudies.net/Dialogue_Pref.html.

Artigo do professor Robert Perry intitulado “Do we have a chalice list?” (tradução livre: “Temos uma lista de cálice?”), acesso através do link: https://circleofa.org/2009/07/13/do-we-have-a-chalice-list/.

Artigo “The religion of the ego” (tradução livre: “A religião do ego”), Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-religion-of-the-ego/.

Artigo “A New Realities Interview with William N. Thetford, Ph.D.”, conduzida por James Bolen em abril de 1984. Tradução livre Projeto OREM®. Artigo em inglês https://acim.org/archives/a-new-realities-interview-with-william-n-thetford/.

Artigo “Why is sin merely a mistake?” [tradução livre “Por que o pecado é apenas um erro?”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/why-is-sin-merely-a-mistake/.

Artigo “What a difference a few words make” (tradução livre: “Que diferença algumas palavras fazem”), Greg Mackie, disponível no link https://circleofa.org/library/what-a-difference-a-few-words-make/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres], coescrito por Robert Perry, B.A. (Cranborne, United Kingdom) e Greg Mackie, B.A. (Xalapa, Mexico), link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-course-miracles/.

Artigo “Near-Death Experiences and A Course in Miracles Revisited” [Experiências de Quase-Morte e Um Curso em Milagres Revisitado], escrito por Greg Mackie, link Revisitado], e pode ser acessado no link https://circleofa.org/library/near-death-experiences-and-a-course-in-miracles-revisited/.

Artigo “Watch With Me, Angels” [Vigiem comigo, anjos], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/watch-with-me-angels/.

Artigo transcrito de Workshop apresentado pelo Dr. Kenneth Wapnick, denominado “Watching With Angels [Vigiar com anjos], link: https://facim.org/watching-with-angels-part-1/.

Artigo “How Does Projection Really Work? [Como a Projeção realmente funciona?], Robert Perry, que pode ser acessado através do link https://circleofa.org/library/how-does-projection-really-work/.

Artigo “The Practical Implications of Projection: Summary of a Class Presentation” [tradução livre: “As Implicações Práticas da Projeção: Resumo de uma Apresentação de Aula”] poderá ser acessado através do link  https://circleofa.org/library/practical-implications-projection/.

Artigo “Reverse Projection: “As you see him you will see yourself” [tradução livre: “Projeção Reversa: ‘Assim como tu o vires, verás a ti mesmo’”], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/reverse-projection-see-him-see-yourself/.

Artigo denominado “Are we living in a virtual reality” [“Nós estamos vivendo em uma realidade virtual?], Greg Mackie, link https://circleofa.org/library/are-we-living-in-a-virtual-reality/.

Artigo disponibilizado pelo site Pathways of Light, denominado “From Virtual do True Reality” [Da Realidade Virtual à Verdadeira], link https://www.pathwaysoflight.org/daily_inspiration/print_pol-blog/from-virtual-to-true-reality.

Série de artigos denominada “Rewriting the Rules of Virtual Reality” [Reescrevendo as Regras da Realidade Virtual] – partes 1 a 4, Dr. Joe Dispenza, link https://drjoedispenza.com/blogs/dr-joe-s-blog/rewriting-the-rules-of-virtual-reality-part-i.

Artigo “Commentary on What is Salvation” [“Comentário sobre O Que é Salvação”], Allen Watson, link https://circleofa.org/workbook-companion/what-is-salvation/.

Site oficial do Professor Allen Watson http://www.allen-watson.com/;

Artigo “Special Theme: What Is Salvation? [“Tema Especial: O Que É A Salvação?”], Thomas R. Wakechild, que pode ser acessado através do link http://acourseinmiraclesfordummies.com/blog/wp-content/uploads/2014/07/PDF-What-is-Salvation-with-Notes-Upload-7-15-14-ACIM-Workbook-for-Dummies.pdf.

Artigo “The Core Unit of Salvation” [A Unidade Central da Salvação], Robert Perry, link https://circleofa.org/library/the-core-unit-of-salvation/.

Artigo “ACIM Study Guide and Commentary – Chapter 5, Healing and Wholeness – Section III – The Guide to Salvation” [Guia de Estudo e Comentários ACIM – Capítulo 5 – Cura e Integridade – Seção III – O Guia para a Salvação], Allen Watson, acesso através do link http://www.allenwatson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c05s03.pdf.

Artigo “Commentaries on A Course in Miracles – ACIM Text, Section 1.I – Principles of Miracles” (“Comentários sobre Um Curso em Milagres – UCEM Texto, Seção 1.I – Princípios dos Milagres”), Allen Watson, site http://www.allen-watson.com/uploads/5/0/8/0/50802205/c01s01a.pdf

Artigo “A Course in Miracles: The Guide to Salvation” [Um Curso em Milagres: O Guia para a Salvação”], Sean Reagan, acesso através do link https://seanreagan.com/a-course-in-miracles-the-guide-to-salvation/.

Artigo “The Urgency of Doing Our Part in Salvation” [“A Urgência de Fazer Nossa Parte na Salvação”], Greg Mackie, acesso através do link https://circleofa.org/library/urgency-of-doing-our-part-in-salvation/.

Artigo “Shadow Figures” [figuras de sombra], Robert Perry, acesso através do link https://circleofa.org/library/shadow-figures/.

Artigo-estudo intitulado “Shadows of the Past” [Sombras do Passado], Allen A. Watson, acesso através do  link http://www.allen-watson.com/allens-text-commentaries.html.

Recomendamos o site The Pathways of Light Community, para reforços no processo de estudo: https://www.pathwaysoflight.org.

Artigo sobre o Capítulo 17: O Perdão e o Relacionamento Santo – Seção III: Sombras do passado; pode ser acessado através do link: https://www.pathwaysoflight.org/acim_text/print_acim_page/chapter17_section_iii.

Transcrição de palestra do professor David Hoffmeister, estudante, pesquisador e eminente divulgador de UCEM, durante a Conferência “A Course in Miracles – ACIM” [“Um Curso em Milagres”], no mês de fevereiro de 2007, acesso através do link https://awakening-mind.org/resources/publications/accepting-the-atonement-for-yourself/. As diversas palestras do professor David podem ser acessadas, em inglês, no site https://acim-conference.net/past-acim-conferences/.

Trechos do workshop realizado na Fundação para Um Curso em Milagres (Foundation for A Course in Miracles), em Roscoe, Nova Iorque, denominado “Regras para decisões”, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D., no link https://facim.org/online-learning-aids/excerpt-series/rules-for-decision/.

Artigo “Levels of Mind: Looking at the ‘Layers’ of Mind that form Perception” (“Níveis da Mente: Olhando para as ‘Camadas’ da Mente que formam a Percepção”), Site https://miracleshome.org/publications/levelsofmind.htm.

Artigo “To Desire Wholly is to Be” (“Desejar Totalmente é Ser”), do professor David Hoffmeister. Site: https://miracleshome.org/supplements/todesirewholly_171.htm.

Artigo “The Glory of Who We Really Are” [“A glória de quem nós realmente somos”], do professor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/the-glory-of-who-we-really-are/?inf_contact_key=2c1c99e05ff3c25330a7916d84d19420680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “The difference between horizontal and vertical perception”, Paul West (16/09/2019). Site https://www.voiceforgod.net/blogs/acim-blog/the-difference-between-horizontal-and-vertical-perception.

Artigo “The Holy Relationship: The Source of Your Salvation [“O Relacionamento Santo: A Fonte de Sua Salvação”], Greg Mackie. Site Circle of Atonement, https://circleofa.org/library/holy-relationship-source-of salvation/?inf_contact_key=791ef4a4c578a34f45d28b436fec486d680f8914173f9191b1c0223e68310bb1.

Artigo “On Becoming the Touches of Sweet Harmony – The Holy Relationship as Metaphor – Part 1 and Part 2” [“Sobre se Tornar os Realces da Amena Harmonia – O Relacionamento Santo como Metáfora – Parte 1 e Parte 2”], 1º de junho de 2018, Volume 22 Nº 2 – Junho 2011, Dr. Kenneth Wapnick, Ph.D. Site https://facim.org/becoming-touches-sweet-harmony-holy-relationship-metaphor/.

Livro “Your Immortal Reality: How to Break the Cycle of Birth and Death” (tradução livre: “A Sua Realidade Imortal: Como Quebrar o Ciclo de Nascimento e Morte), de autoria de Gary R. Renard.

Fonte de consulta para a tradução dos Dez Mandamentos em português: https://biblia.com.br/perguntas-biblicas/quais-sao-os-10-mandamentos-e-onde-os-encontramos-na-biblia-cl/.

Artigo “Summary of the Thought System of “A Course in Miracles” [Resumo do Sistema de Pensamento de “Um Curso em Milagres”]. Links https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-1/; https://facim.org/summary-of-the-thought-system-of-a-course-in-miracles-part-2/.

Artigo “Miracles boomeritis” [Boomerite dos Milagres], Robert Perry, https://circleofa.org/library/miracles-boomeritis/.

Livro “Boomerite: Um romance que tornará você livre” [na versão em português; “Boomeritis: A Novel That Will Set You Free”, na versão original em inglês].

Artigo “A brief summary of “The obstacles to peace” [“Um breve resumo de “Os obstáculos à paz”], Robert Perry, site Circle of Atonement, link https://circleofa.org/library/brief-summary-obstacles-to-peace/.

Artigo “A Course in Miracles and ‘The Secret’” [“Um Curso em Milagres e ‘O Segredo’”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/a-course-in-miracles-and-the-secret/.

Artigo “How can the Course help us cope with a financial crisis” [“Como o Curso pode nos ajudar a lidar com uma crise financeira?”], Greg Mackie. Site https://circleofa.org/library/course-help-cope-with-financial-crisis/.

Artigo “True Empathy” [“A Verdadeira Empatia”], autor Robert Perry. Site https://circleofa.org/library/true-empathy/.

Artigo: “I NEED BE ANXIOUS OVER NOTHING”, autor Greg Mackie. Site: https://circleofa.org/library/carefree-life/;

Artigo “16-POINT SUMMARY OF THE TEACHING OF A COURSE IN MIRACLES”, autor Robert Perry. Site: https://circleofa.org/library/creation-by-god/

Livro “365 Days Through A Course in Miracles – A Daily Devotional”, de Jeff Nance.

Artigo ‘The Introduction to the Workbook’, de Allen Watson. Site: https://circleofa.org/workbook-companion/the-introduction-to-the-workbook/

Um milagre é uma correção. Ele não cria e realmente não muda nada. Apenas olha para a devastação e lembra à mente que o que ela vê é falso. Desfaz o erro, mas não tenta ir além da percepção, nem superar a função do perdão. Assim, permanece nos limites do tempo. LE.II.13

Nada real pode ser ameaçado.
Nada irreal existe.
Nisso está a paz de Deus.
T.In.2:2-4

Autor

Graduação: Engenheiro Operacional Químico. Graduação: Engenheiro de Segurança do Trabalho. Pós-Graduação: Marketing PUC/RS. Pós-Graduação: Administração de Materiais, Negociações e Compras FGV/SP. Consultor de Empresas: Projeto OREM® - Organizações Baseadas na Espiritualidade (OBEs). Estudante e Pesquisador Independente sobre Espiritualidade Não-Dualista; Psicofilosofia Huna e Ho’oponopono; A Profecia Celestina; Um Curso em Milagres (UCEM); Espiritualidade no Ambiente de Trabalho (EAT); A Organização Baseada na Espiritualidade (OBE). Certificação: “The Self I-Dentity Through Ho’oponopono® - SITH® - Business Ho’oponopono” - 2022.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x